terça-feira, julho 31, 2012

Victor Hugo Matzenbacker fez linda prova de recuperação na Final do Campeonato Brasileiro

Piloto gaúcho saiu da última posição para terminar em 11º


Marcada por uma grande inconstância nas condições climáticas, a segunda fase do 47º Campeonato Brasileiro de Kart foi disputada na última semana, de 24 a 28 de julho, em Cascavel (PR). Victor Hugo Matzenbacker (Escritório Matzenbacker | CRG) disputou a competição na categoria Sudam Júnior e voltou do Paraná especialmente satisfeito pela atuação que teve na última e decisiva prova.


Praticamente todas as condições climáticas possíveis - chuva, sol, neblina, vento - foram vivenciadas pelos pilotos durante a semana em Cascavel. Porém, a que mais se sobressaiu foi a chuva, que caiu durante a maior parte dos treinos. "A chuva atrapalhou demais nossos trabalhos de acerto do conjunto chassi / motor", lembra Victor Hugo. "Foi um Brasileiro com muitas dificuldades e uma batida na Pré-Final acabou comprometendo o que poderia ter sido um bom resultado", avalia o representante de Passo Fundo (RS).


Na Pré-Final, depois de partir da 8ª posição, Matzenbacker era destaque e já brigava pelas primeiras posições quando uma manobra arriscada de um concorrente acabou por fazer o gaúcho e outros três pilotos rodarem. Victor Hugo foi o mais prejudicado e abandonou, tendo que largar da 21ª e última posição na Final, a que definiria o campeão.


‘Virando’ o mesmo tempo dos ponteiros, Victor Hugo Matzenbacker (Escritório Matzenbacker | CRG) fez bela prova de recuperação na Final e terminou-a em 11º. "Faltou tempo para recuperar mais posições, mas eu certamente poderia ter terminado no pódio não fosse o acidente na Pré-Final", lamenta o piloto. "Mas ganhei ainda mais aprendizado e experiência, que certamente terão muita validade nas próximas competições. Agradeço pelo intenso trabalho de toda minha equipe e pela torcida dos amigos, que sempre me acompanham e incentivam, mesmo com todas as dificuldades", finaliza Victor Hugo.


Texto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer
Foto: Erno Drehmer

Programa Velocidade e o Metropolitano de Marcas e Pilotos

Bruno Bertoncello comemora a conquista de seu primeiro título de Campeão Brasileiro

Campeão Sul-Brasileiro e Sul-Americano em 2010, gaúcho conquistou título nacional em Cascavel (PR)


Campeão Sul-Brasileiro e Sul-Americano em 2010, o gaúcho Bruno Bertoncello (Targh 400 | Floricultura Verdes e Cores | MG Pneus |Iame | GH Digital | Techspeed | Sport Wear by ULV) conquistou no último sábado (28) o mais importante título do kartismo nacional. Na segunda fase do 47º Campeonato Brasileiro de Kart, disputada em Cascavel (PR) entre os dias 24 e 28, Bruno venceu duas das quatro provas da competição, dentre elas a mais importante - a Final - e sagrou-se campeão brasileiro da Sudam Júnior.


Bertoncello desde o início dos treinos se destacou entre os 21 pilotos do todo o Brasil que buscavam o título no Kartódromo Delci Damian, o que culminou com o segundo lugar no grid de largada, apenas 1 milésimo de segundo mais lento que o pole, o também gaúcho Matheus Leist.


Composto por quatro corridas, sendo duas classificatórias, o Campeonato Brasileiro chegaria à sua decisão depois de passar pela prova Pré-Final, cuja ordem de chegada seria o grid de largada da Final, a que realmente decidiria o título. Bertoncello venceu uma das classificatórias e, com um segundo lugar na outra, garantiu a pole da Pré-Final, prova em que terminou em segundo.


A Final foi a confirmação do talento de Bruno Bertoncello, que largou em segundo, mas logo assumia a liderança. O gaúcho de Passo Fundo aproveitou-se da disputa entre três pilotos pelo segundo lugar e abriu ligeira vantagem, que diminuiu voltas depois com a aproximação de Léo Gimenes. Mesmo pressionado por alguns instantes, Bruno Bertoncello (Targh 400 | Floricultura Verdes e Cores | MG Pneus |Iame | GH Digital | Techspeed | Sport Wear by ULV) manteve-se firme na liderança e, aos poucos, abriu vantagem, caminhando com tranquilidade em direção do título. Ele recebeu a bandeirada com mais de três segundos à frente de Vitor Baptista, o vice.


"Foi um campeonato longo, muito disputado e equilibrado. A Sudam Júnior tem um número muito grande de pilotos talentosos e ser campeão foi muito difícil. É uma honra ter vencido adversários tão competentes", elogia Bruno. "Por outro lado, foi um título que veio depois de um muito trabalho conjunto da equipe Quake2, do Renato Tibola e da Techspeed", agradece, referindo-se à sua equipe, ao preparador de motores e à fábrica de chassis, que venceu em todas as categorias que disputavam o título em Cascavel.


Texto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer
Foto: Erno Drehmer

Farroupilha realiza 3ª etapa do Regional da Serra em seu Kartódromo

Etapa já conta com grande número de inscritos


Como uma excelente opção ao kartismo gaúcho, o Regional da Serra de Kart, disputado no Kartódromo de Farroupilha, continua sendo um sucesso. A terceira etapa, que será disputada no próximo final de semana, entre os dias 4 e 5 de agosto, já conta com cerca de 60 pilotos inscritos e a organização projeta um número próximo aos 70 kartistas, superando o recorde de inscritos no regional, que foi de 67 inscritos durante a segunda etapa.


O Kartódromo de Farroupilha está passando por reformas visando adequar-se às novas exigências da CBA.


Três categorias tem novidades para esta prova. A categoria Speed passa a adotar o pneu Speed Vermelho como oficial, fruto de um apoio recebido da fábrica, que além de reduzir substancialmente o custo do jogo de pneus para os pilotos, ainda sorteará um jogo a cada prova até o final do campeonato.


As categorias Fórmula e Parilla TAG realizarão reuniões ao final dos treinos de sábado com o objetivo de estudar uma divisão interna, a fim de beneficiar os pilotos mais pesados, que no atual regulamento tem poucas chances de pódio. A partir desta etapa o Regional da Serra de Kart conta com o apoio do Grupo Uniserv, que será responsável por todos os impressos do campeonato.


Fonte: Automobilismo Online
Foto: Idalício Umpierre

Ascurra recebe etapa da Copa SC de Automobilismo


Matheus Leist fez ótimo Campeonato Brasileiro, mas toque na Final o tirou da briga pelo título

Gaúcho venceu duas provas e terminou uma em terceiro em quatro disputadas


O gaúcho Matheus Leist (TMA Competições) foi um dos principais destaques da categoria Sudam Júnior na 2ª fase do Campeonato Brasileiro de Kart, disputada na última semana no Kartódromo Delci Damian, em Cascavel (PR). E ainda que não tenha lutado diretamente pelo título na Final, o piloto chegou à última prova do evento como um dos principais favoritos.


Matheus Leist não conhecia o traçado que seria utilizado na competição e precisou dos dois primeiros treinos para se ambientar à pista. Atrapalhados pelas condições climáticas, já que a chuva foi uma das protagonistas do Brasileiro, o piloto e a MZ Racing não conseguiram "passar" o equipamento da forma adequada.


Depois do segundo dia de treinos, quando foi à pista por mais duas vezes e o time teve melhores condições detrabalho, Leist pôde entrar na lista dos pilotos competitivos, situação confirmada com a conquista da pole e da vitória na 1ª classificatória. Na 2ª classificatória a equipe comandada pelo preparador Mazinho fez alguns testes de equipamento e Matheus Leist terminou a corrida em 3º.


"Optamos por voltar ao que tínhamos de acerto para a Pré-Final, não tinha ficado legal o equipamento", lembra Matheus, que agora com o acerto anterior venceu a Pré-Final, garantindo a pole position da Final e escrevendo seu nome entre os favoritos ao título.


Na largada da Final, cujo vencedor seria declarado o campeão brasileiro da temporada 2012, Matheus perdeu duas posições e um toque de um concorrente o fez perder mais algumas. Agora em 7º lugar após a primeira volta, Leist buscou recuperar o terreno perdido, sabendo que teria tempo para isto. Porém, um novo toque de outro concorrente fez com que o representante de Novo Hamburgo (RS) subisse sobre o kart de outro piloto.


"Meu kart ficou todo torto e tive que abandonar. Foi uma incrível falta de sorte, pois eu tinha totais condições de brigar pelo título", lamentou Matheus Leist, que tinha um retrospecto excelente até a chegada da Final: duas vitórias e um terceiro lugar em três provas disputadas. "Meu consolo é que fiz um ótimo campeonato e não lutei diretamente pelo título por detalhe, falta de sorte. Meu equipamento estava ótimo, tive um ótimo chassi Techspeed na mão, assim como o excelente motor que a RBC me entregou, além do suporte da minha equipe, ótima como sempre", finaliza Matheus Leist.


Texto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer
Foto: Mario Ferreira

sábado, julho 28, 2012

Mudança no calendário 2012 da Federação Gaúcha de Automobilismo

Mudança foi ocasionada por alterações no calendário nacional


O calendário da temporada 2012 do automobilismo no Rio Grande do Sul passa por alguns ajustes, ocasionados por trocas de praças, formatação e datas no calendário nacional. Entre as mudanças, está a realização de uma etapa do Top Series, que representa o Campeonato Brasileiro de Endurance, no autódromo de Santa Cruz do Sul. Para evitar prejuízos a equipes regionais que participam de certames nacionais, as mudanças foram realizadas e já estão disponíveis no www.fga-rs.org.


Confira as principais provas nos meses de agosto e setembro no Rio Grande do Sul


Agosto
05 – Gaúcho de Rally de Regularidade em Nova Prata/ Citadino de Kart em Pelotas
11 – Gaúcho de Rally de Regularidade 4x4 em Gramado
12 – Citadino de Velocidade em Pista de Terra em Taquara/ Gaúcho de Rally de Velocidade em Panambi
19 – Top Series em Santa Cruz do Sul/ Gaúcho de Marcas, Copa Fusca e Fórmula 1.6 em Guaporé/ Copa Brasil e Gaúcho de Arrancada no Velopark/ Citadino de Arrancada em Tapejara
26 – Gaúcho de Kart em Tarumã


Setembro
02 – Gaúcho de Velocidade em Pista de Terra em Caçapava do Sul
09 – Sul-Brasileiro de Kart em Farroupilha/ Gaúcho de Rally de Regularidade em Erechim/ Gaúcho de Endurance e Copa Classic em Guaporé
16 – Gaúcho de Marcas & Pilotos/ Copa Fusca e Fórmula 1.6 no Velopark/ Gaúcho de Arrancada em Guaporé
23 – Fórmula 3 e Brasileiro de Marcas no Velopark
30 – Stock Car em Tarumã/ Gaúcho de Rally de Regularidade 4x4 em local a definir/ Citadino de Velocidade em Pista de Terra em Taquara/ Citadinos de Kart em Pelotas e Venâncio Aires


Fonte: Erlon Radl - Assessoria Federação Gaúcha de Automobilismo

sexta-feira, julho 27, 2012

Programa Competição mostra o Brasileiro de Kart no Beto Carrero


Após acidente na largada, Suzuki larga em 13º na final do Brasileiro de Kart


Largando no meio do grid, Rafael não teve como evitar toque na largada, quando um piloto rodou a sua frente, caiu para 29º e teve de fazer corrida de recuperação na bateria pré-final

Largar no pelotão intermediário é sempre arriscado, já que é aonde acontece a maioria das confusões no início da corrida. E foi o que aconteceu na bateria pré-final da categoria Graduados no Campeonato Brasileiro de Kart, disputada nesta sexta-feira. Rafael Suzuki saia da 16ª posição quando um piloto rodou a sua frente e ele não pode evitar o toque. Com isso, caiu para a 29º e teve de fazer uma prova de recuperação, conquistando 16 posições para terminar em 13º. Essa será a posição de largada de Suzuki na bateria final.

As corridas que definem os campeões brasileiros serão disputadas neste sábado (28), no kartódromo Delci Damian, em Cascavel (PR). Após uma semana de clima instável, a previsão para amanhã é de chuva.

Decisão

"Acidentes de largada são imprevisíveis e hoje tive o azar de ter um kart a minha frente. Espero que amanhã eu tenha mais sorte na largada. Claro que não gostaria de estar largando em 13º, mas estou trabalhando para que possamos surpreender na final"

Texto: Eversports Press

quinta-feira, julho 26, 2012

Doglas Pierosan é um dos candidatos ao título do Campeonato Brasileiro em Cascavel

Paranaense busca título perdido em 2011 em Minas Gerais

Mais importante evento do kartismo nacional, o Campeonato Brasileiro está vivendo em Cascavel (PR) as disputas de sua segunda fase. Divididos em sete categorias, 212 pilotos buscam o título máximo do ano disputando quatro baterias, das quais o vencedor da última será declarado o campeão de sua classe.

Paranaense de Curitiba, Doglas Pierosan (Transfera) é um dos destaques da Super Sênior, categoria que reúne 42 pilotos, e natural candidato ao título, por suas performances durante a temporada. "O ano tem sido bom e quero o título, que escapou por pouco no ano passado em Minas Gerais", garante o piloto.

Os dois primeiros dias de atividade no Kartódromo Delci Damian foram compostos por quatro treinos, quando os pilotos da Super Sênior foram divididos em dois grupos. Pierosan teve bom desempenho e mostrou o natural crescimento que os pilotos e equipes encontram no decorrer dos treinos. "Fomos crescendo ao longo dos treinos e temos um bom acerto do kart para as competições propriamente ditas", lembra Doglas Pierosan (Transfera).

No último treino, disputado nesta quarta-feira com pista molhada, Pierosan liderou seu grupo, mas acabou com a 19ª posição porque o segundo grupo encontrou melhores condições de asfalto. "O 19º é uma posição que não traduz o bom acerto que encontramos. Se a pista permanecesse igual no Grupo 2 eu certamente teria terminado entre os três primeiros", destaca. "Vamos brigar pelo título", avisa.

A fase final da competição, que compreende a Pré-Final e Final, será disputada na tarde deste sábado, dia 28.


Texto e foto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer

quarta-feira, julho 25, 2012

Copa Fiat: Cacá e Popó Bueno buscam pódio em inédita rodada tripla em Curitiba

Assim como os atletas olímpicos, foco da equipe Itaú é nas colocações que rendem medalhas: um lugar no pódio, no caso do automobilismo; etapa será importante para o campeonato, com uma corrida no sábado e duas no domingo

Os Jogos Olímpicos começam nesta semana em Londres, iniciando a disputa dos atletas pelas cobiçadas medalhas. Por aqui no Brasil, o automobilismo segue acelerando forte com a Copa Fiat, que realiza uma inédita rodada tripla em Curitiba (PR). Em comum, o objetivo por um lugar entre os três primeiros, recompensada pelas medalhas nas Olimpíadas ou pela champanhe do pódio no esporte a motor, como explica a dupla da equipe Itaú, Cacá e Popó Bueno.

"Se fizermos um parâmetro com as Olimpíadas, a comparação mais clara é a importância de um lugar entre os três primeiros, que recebem medalhas e, nas corridas, estouram a champanhe no pódio. Como a rodada deste final de semana será tripla, com a disputa de uma das etapas que foi adiada em Londrina, mais do que nunca a regularidade será importante, buscando um lugar no pódio nestas três provas que serão disputadas em Curitiba para sair daqui em ótimas condições no campeonato", diz Popó, quinto colocado no campeonato e que subiu no pódio na etapa passada, em Goiânia.

Atual bicampeão da categoria, Cacá espera brigar por "medalhas" nas três corridas de Curitiba. Na primeira delas, no sábado à tarde, ele larga na oitava colocação, já que foi o vencedor da etapa 1 de Londrina - o grid desta corrida é invertido em relação aos oito primeiros colocados daquela prova. A participação nesta etapa será exclusiva para pilotos que alinharam o carro na abertura da Copa Fiat.

"Esta é uma situação inédita no campeonato e temos que ter um foco ainda mais especial nesta etapa, já que serão três corridas em jogo, e não duas, como habitual. Mais do que nunca confio na equipe Itaú na busca pelo melhor acerto do carro e para conseguirmos ser competitivos na corrida de sábado e nas duas de domingo. Já vencemos uma etapa neste ano e podemos sair daqui com importantes pontos na luta pelo tricampeonato", diz Cacá, vice-líder da temporada 2012, com 34 pontos.

Popó destaca a importância dos treinos livres de sábado para a busca do melhor ajuste de seu Fiat Linea. "Vamos focar em um acerto agressivo para fazer uma boa classificação para a primeira corrida de domingo. No sábado à tarde, vou ter que buscar uma recuperação, porque sofri uma batida no começo da prova de Londrina e com isso largo lá no fim do pelotão nesta prova. No domingo, a estratégia será completamente diferente, porque vou largar da posição que terei classificado, e obviamente pensando em um bom resultado para já conseguir largar bem para a bateria de domingo à tarde", comentou Popó.

Em uma época em que o assunto é Olimpíadas, o clima para a corrida deste final de semana pode ser tipicamente "londrino", já que o tempo instável e o frio são característicos do inverno curitibano, situação bem diferente do forte calor enfrentado na etapa passada, em Goiânia.

"O inverno em Curitiba costuma ser rigoroso, com mudanças bruscas de temperatura, trazendo frio e, às vezes, chuva. Viemos de uma condição de muito calor em Goiânia, então certamente o desempenho dos carros deverá receber mudanças em algumas áreas de set up. Se estiver chovendo, será uma novidade para todo mundo, porque ninguém andou com o novo carro de 2012 nestas condições", aponta Cacá.

Os treinos livres serão disputados neste sábado, quando também será realizada a corrida 2 (adiada de Londrina), às 15h50. No domingo, as etapas serão às 10h05 e às 13h20.

Sábado, 28
08h40 - 09h10 - Treino livre 1
10h00 - 11h00 - Treino livre 2
12h50 - 13h40 - Treino classificatório
15h50 - 2ª etapa

Domingo, 29
10h05 - 3ª etapa
13h20 - 4ª etapa

Confira a classificação da Copa Fiat:

1 - Christian Fittipaldi, 47 pontos
2 - Cacá Bueno, 34
3 - Giuliano Losacco, 28
4 - André Bragantini, 24
5 - Popó Bueno, 18
6 - Edson do Valle, 13
7 - Wellington Justino, 12
8 - Ulisses Silva, 11
9 - Luir Miranda, 6
10 - Allam Khodair, 6

Texto: RF1 Jornalismo
Foto: Duda Bairros / RF1

Matheus Iorio espera melhor rendimento na fase decisiva do campeonato

Em quatro sessões de treinos livres, paulista buscou o acerto do kart e a adaptação aos pneus amarelos usados na categoria Sudam Junior

Estreando no Brasileiro de Kart, o piloto Matheus Iorio está competindo pela primeira vez na categoria Sudam Junior. Nos dois dias de atividades em Cascavel (PR), foram realizados quatro treinos livres. O paulista de 15 anos usou as sessões de 25 minutos cada para se acostumar, principalmente, com os pneus amarelos (de compostos mais macios, que dão mais estabilidade, mas se desgastam mais rápido).

Mais adaptado às características da nova categoria, Matheus conseguiu marcar o 14º tempo no treino com pista seca, e, quando chovia, terminou a segunda sessão em 10º lugar nesta quarta-feira (25). Amanhã serão realizadas a tomada de tempos e a primeira das duas baterias classificatórias.

Adaptação

"Sabíamos que na nova categoria enfrentaríamos algumas dificuldades e que seria necessária uma adaptação aos pneus amarelos. Ainda estamos acostumando com essa nova condição e aprendendo como tirar o melhor dos pneus, mas o kart está bom, e na chuva o ritmo está melhor do que no seco. Como a previsão para amanhã, quando vai começar a fase decisiva do campeonato, é de chuva, temos boas chances de conseguir andar entre os primeiros"


Texto: Eversports Press
Foto: Calan Sanderson

Artur Fortunato disputa seu primeiro Campeonato Brasileiro pela Graduados

Vice-campeão em 2011 pela Júnior, piloto busca pódio em seu primeiro ano na categoria

Vice-campeão brasileiro em 2011 pela Júnior, o paulista Artur Fortunato (Dahruj | Brasilinvest | Jornal Todo Dia) está em Cascavel (PR), onde disputa pela primeira vez o Campeonato Brasileiro de Kart pela Graduados. A categoria "top" do kartismo nacional reúne 46 pilotos de todo o Brasil na cidade paranaense e tem previsão de provas duríssimas para a definição do título.

"Estamos evoluindo a cada treino e acho que poderei lutar por um lugar no pódio", avaliou Artur, que reside em Americana, interior de São Paulo, referindo-se a seu desempenho nos quatro treinos oficiais até aqui realizados. "A equipe e eu estamos trabalhando forte, ‘passando’ diversos equipamentos para buscar o melhor acerto. Amanhã (quinta) tudo estará completo e acredito que estaremos competitivos para os primeiros compromissos", emendou, referindo-se a tomada de tempos e a 1ª classificatória.

Em seu primeiro ano na Graduados, a categoria mais competitiva do Brasil, Fortunato está mostrando franca evolução. "A Graduados é um grid de ‘feras’ e o Artur está mostrando talento. Ficar praticamente entre os 10 primeiros em dois treinos entre 46 pilotos é a prova disso", avalia Danilo Ramalho, da D2 Motorsport, equipe de Artur Fortunato (Dahruj | Brasilinvest | Jornal Todo Dia). "Estamos confiantes em um bom resultado final neste sábado", completou.

O Campeonato Brasileiro tem seu formato semelhante às competições internacionais, regidas pela Comissão Internacional de Kart. Para definir os campeões serão disputadas quatro corridas, sendo as duas primeiras classificatórias e formadoras do grid de largada da Pré-Final, que, por sua vez, define a ordem para a Final. O campeão será o piloto que vencer a Final.


Texto e foto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer

Programa Velocidade e a cobertura do Catarinense de Automobilismo

Família Croce conclui treinos livres no Brasileiro de Kart

Em Cascavel, Lucca, Daniel e Fernando estão se preparando para as bateria classificatórias do principal campeonato de kart do país

O 47º Campeonato Brasileiro de Kart está sendo realizado nesta semana, no kartódromo Delci Damian, em Cascavel (PR). Integrantes da família Croce, Lucca, Daniel e Fernando estão participando da disputa, e completaram nesta terça e quarta-feira quatro sessões de treinos livres. Os pilotos se preparam para iniciar a fase decisiva do campeonato, que, nesta quinta-feira, realiza a tomada de tempos e a primeira bateria classificatória.

Na categoria Novatos, Lucca terminou os quatro treinos em 6º, 4º, 2º e 11º, respectivamente, entre 26 adversários. Daniel foi 20º, 26º, 11º e 18º na Sênior A. Na mesma categoria, que conta com 28 concorrentes, Fernando marcou o 5º e o 6º tempo no primeiro dia de atividades. Nesta quarta-feira, o piloto acordou com um forte resfriado e preferiu se poupar para as decisões dos dias seguintes.

Lucca Croce

"Conseguimos andar bem tanto no seco quanto com pista molhada. O equipamento está bem acertado, estamos bem competitivos para as disputas das baterias classificatórias, e acho que temos boas chances de estar sempre entre os primeiros"

Fernando Gomes Croce

"O kart estava muito bom nos treinos de terça-feira. Consegui marcar bons tempos, e só não baixei mais porque fui atrapalhado durante a segunda sessão. Senti apenas que a direção ficou um pouco pesada e a frente instável, mas nesta quinta-feira vou usar um novo chassi da Birel, que dizem que é melhor nesses quesitos, por ter um quadro mais leve. É uma aposta, mas a expectativa é largar na primeira ou segunda fila para a primeira bateria classificatória"


Texto: Eversports Press
Foto: Erno Drehmer / Kart Motor

terça-feira, julho 24, 2012

Renato Júnior disputa Brasileiro na Sudam Júnior e busca terceiro título

Carioca foi campeão brasileiro por duas vezes consecutivas, em 2009 e 2010


O Kartódromo Delci Damian, em Cascavel (PR), está sendo o palco de um grande espetáculo, composto por exatos 212 pilotos de todo o Brasil. Trata-se do 47º Campeonato Brasileiro de Kart, que em sua segunda fase reúne sete categorias, dentre as quais a Sudam Júnior, onde o piloto carioca Renato Júnior (Assim Saúde) busca conquistar seu terceiro título na competição.


Campeão brasileiro em 2009 e 2010, pela Cadete e Júnior Menor, Renato Júnior fez dois treinos na tarde desta terça-feira em Cascavel. No primeiro, ainda ambientando-se à pista, ele terminou em 12º. No treino seguinte, já com melhor conhecimento do traçado - no qual estreava hoje - os tempos melhoraram e ele ficou com a 6ª posição, cerca de um décimo de segundo mais lento que o primeiro colocado.


"Hoje foi mais um dia de adaptação ao traçado, mas mesmo assim ‘passamos’ alguns carburadores no primeiro treino", conta Renato Júnior (Assim Saúde). "No segundo eu já ‘peguei a mão da pista’ e tudo se encaixou melhor, também na parte técnica", emendou o piloto carioca, que recentemente passou a competir na equipe Leme Competições, do ex-piloto Fernando Leme.


O crescimento, ainda no primeiro dia, deixou o representante Assim Saúde ainda mais animado em relação a suas chances de conquistar o título. "A categoria está muito equilibrada e, dos 21 pilotos na pista, seguramente a metade tem chances de ser campeão. Estamos muito otimistas", admite Renatinho, como também é conhecido nos kartódromos. "Nesta quarta-feira vamos trabalhar em outros itens de acerto e certamente estaremos competitivos para a tomada de tempos e a primeira bateria, na quinta", finaliza.


O Campeonato Brasileiro é composto por duas provas classificatórias, que formam o grid de largada da Pré-Final, que por sua vez define a ordem de largada da Final. O campeão será o piloto que vencer a Final, marcada para o sábado (28).


Fonte: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer

Após mudança de equipamento, José França acredita em bom resultado no Brasileiro de Kart

Paulista competirá na categoria Super Sênior com chassi da ART Grand Prix e motores da RBC Preparações, na equipe Sabiá Racing


José França é um kartista experiente. Corre desde 1996, tem em seu currículo títulos de campeonatos regionais, como a Copa São Paulo Light e o Paulista de Kart, e compete desde 2000 no Campeonato Brasileiro. Nesta terça-feira, o piloto inicia a disputa de mais uma edição do principal campeonato nacional da modalidade. A corrida que define o campeão acontece no sábado (29).


França estreará novos equipamentos no kartódromo de Cascavel (PR), palco da disputa, como o chassi da ART Grand Prix e motores preparados pela RBC. Por causa de seus compromissos profissionais, o empresário não está disputando nenhum campeonato na temporada - o piloto fez apenas algumas etapas do Light de Kart, em São Paulo, e correu no GP RBC, em Minas Gerais, onde ficou com a segunda colocação. 


Apesar de ter feito poucos treinos preparatórios para o Brasileiro, o paulista está confiante em apresentar um bom desempenho durante a competição.


Expectativa


"Estrearemos chassis e motores novos em Cascavel. Nos testes que fizemos em Interlagos, o equipamento estava bom, então acredito que temos boas chances para o Brasileiro. A expectativa é conseguir ir bem nos treinos para largar na frente nas corridas classificatórias e na final"


Texto: Eversports Press
Foto: Flavio Quick

Irmãos Fernandes mantém posição entre os primeiros colocados na Copa Noturna da Amizade

Miguel é o 3º colocado no campeonato e Guilherme vem logo atrás, em 4º


A 6ª etapa da Copa Noturna da Amizade, disputada no último final de semana, foi um misto de surpresa e de confirmação para os irmãos Guilherme e Miguel Fernandes (Colégio Ivanoff | Vagabond´s | Acrilmax | L Madeiras), pilotos da categoria Mirim. A surpresa ficou por conta do traçado utilizado na competição, diferente daquele que os meninos usaram nos treinos.


Depois de terem treinado durante a quinta-feira, os irmãos Fernandes foram pegos de surpresa no sábado, quando o traçado definido para a prova foi o invertido, o do Super Kart Brasil. "Optamos por deixar a sexta-feira livre para eles descansarem e acabamos tendo que correr em um traçado ao qual eles não estão muito acostumados. Sabíamos que eles teriam um pouco de dificuldades, mas tudo faz parte do aprendizado", comenta Claudio Fernandes, pai dos meninos.


Ainda que pegos de surpresa, Miguel e Guilherme fizeram muito bem a sua parte e, depois de um bom desempenho nas tomadas de tempos, eles terminaram a prova em 3º e 4º, respectivamente. "O Guilherme ainda teve que buscar recuperação depois de um acidente logo na primeira curva, o que tirou suas chances de vitória. O Miguel ainda está se adaptando ao novo chassi, mas foi um bom final de semana", avalia Fernandes.


Mesmo com as dificuldades enfrentadas, os irmãos Miguel e Guilherme Fernandes (Colégio Ivanoff | Vagabond´s | Acrilmax | L Madeiras) mantiveram-se entre os primeiros colocados na tabela de classificação da Copa Noturna da Amizade, em 3º e 4º.


Pilotos da Ribeiro Competições, equipe comandada pelo preparador Toninho, os meninos integram também a Dennyon Kart, representante oficial das marcas italianas AMV Racing Kart e Best Kart na América do Sul. A carreira de Guilherme e Miguel Fernandes é gerenciada pela CF Motorsport, empresa criada exclusivamente para este fim.


Acompanhe a carreira de Guilherme e Miguel Fernandes pelo Facebook 
(http://www.facebook.com/pages/CF-Motorsport/241832355929653) e pelo Twitter (@CFMotorsport).


Fonte: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer

segunda-feira, julho 23, 2012

Após metade da temporada, Copa Montana tem disputa acirrada na classificação

Diferença de pontos entre o segundo e o sétimo colocados pode ser revertida em uma corrida apenas 


Grids muito parelhos, corridas disputadas até o limite e pilotos separados por poucos pontos na classificação geral. Os ingredientes de competitividade que são marca registrada da Stock Car, mais do que nunca estão presentes também na Copa Montana.


Após 50% da temporada da categoria de acesso à principal divisão do automobilismo brasileiro, a distância em pontos entre o segundo e o sétimo colocados pode ser revertida em apenas uma prova.


Atual vice-líder, Rodrigo Pimenta soma 69 pontos na temporada. Ele pode ser ultrapassados por todos os competidores que vêm atrás até Beto Cavaleiro, sétimo no campeonato com 50 pontos. A vitória na Copa Montana vale 22 pontos.


Neste cenário, a constância é essencial. Apenas seis dos 18 pilotos que figuram na tabela de classificação somaram pontos nas quatro corridas já realizadas em 2012: os quatro mais bem colocados no campeonato, Beto Cavaleiro e Fernando Fortes.


"No Rio, por exemplo, daria para ter arriscado mais e lutado pelo pódio. Mas preferi ser conservador na primeira metade da prova, fazer uma prova mais cerebral e terminar forte. Cheguei em quinto e trouxe para casa pontos importantes no campeonato", declarou Cavaleiro, depois da última prova, em Jacarepaguá.


A segunda metade da temporada da Copa Montana começa de 14 a 16 de setembro, num palco inédito para a categoria. Será a primeira vez na história que a categoria de acesso à Stock Car competirá no Autódromo Internacional de Cascavel.


Texto: RF1 Jornalismo
Foto: Luca Bassani / RF1

WTCC: Muller e Huff dividem as vitórias em Curitiba


Cruze sobra, leva as duas corridas e amplia domínio no Mundial de Carros de Turismo

A equipe oficial da Chevrolet sobrou e o modelo Cruze não deu chance aos rivais na rodada dupla do WTCC - Mundial de Carros de Turismo realizada neste domingo no Autódromo Internacional de Curitiba-Pinhais. O francês Yvan Muller, bicampeão e atual líder, ganhou a primeira bateria, depois de largar na pole e liderar de ponta a ponta, enquanto o inglês Rob Huff, mesmo partindo em 8º pelo sistema de grid revertido, levou a segunda. O italiano Gabriele Tarquini, 3º na prova de complemento com o SEAT León, foi o único rival da marca norte-americana a subir ao pódio.

Os Cruze sobraram e alcançaram a 13ª vitória em 16 etapas. Os carros do time oficial estão claramente à frente da concorrência. Muito mais equilibrados, conseguem dominar a categoria independentemente das posições de largada. O veterano Tarquini é o único capaz de oferecer ainda alguma resistência e chegou a liderar a prova de fundo, mas não pôde evitar as ultrapassagens de Huff e Menu no final da reta dos boxes. "Os três pilotos da Chevrolet vão brigar pelo título até a última volta da última etapa. Quem achar o contrário é porque não conhece a categoria", afirmou, sério, depois de brincar afirmando que tinha uma estratégia para descontar a desvantagem de 137 pontos para Muller nas quatro etapas finais.

Muller ratificou a condição de maior nome do Mundial de Carros de Turismo ao vencer pela sexta vez na temporada e pela 28ª na categoria. "Meu objetivo era ganhar a primeira corrida e consegui", assinalou. Ele disse que, apesar do domínio flagrante, a vitória não tinha sido tão fácil. "Meus companheiros estavam rápidos", lembrou. E minimizou a folga de 17 pontos na classificação geral. "Só vou me sentir confortável quando se estiver na liderança na última volta da prova final", afirmou. Huff comemorou a terceira vitória no ano e estava de ótimo humor ao analisar os resultados na capital paranaense. Ele tirou um ponto na briga com Muller e ainda ironizou Tarquini ao falar sobre a ousada ultrapassagem por fora que lhe deu a ponta da prova. "Foi muito difícil... Quer dizer, foi muito fácil..."

A temporada prosseguirá dia 23 de setembro, na estreia do circuito de Sonoma, nos Estados Unidos. "Vamos começar de um papel em branco, já que ninguém andou lá e não conhece a pista", observou Huff. O suíço Alain Menu terminou em segundo em ambas as baterias. "Foi um bom resultado, principalmente na segunda prova", resumiu, referindo-se ao fato de ter voltado ao pódio mesmo saindo apenas em 9º lugar, resistir à pressão de Muller e deixar Tarquini para trás com uma bela ultrapassagem.

Os resultados em Curitiba:

1ª corrida

1 - Yvan Muller (França), Chevrolet Cruze, 15 voltas em 22min05s549
2 - Alain Menu (Suíça), Chevrolet Cruze, a 0s398
3 - Rob Huff (Inglaterra), Chevrolet Cruze, a 0s933
4 - Gabriele Tarquini (Itália), SEAT León, a 2s767
5 - Michel Nykjaer (Dinamarca), Chevrolet Cruze, a 5s656
6 - Alan Macdowall (Inglaterra), Chevrolet Cruze, a 6s639
7 - Darryl O'Young (Hong Kong), SEAT León, a 13s850
8 - Tom Coronel (Holanda), BMW 320, a 15s552
9 - Norbert Michelisz (Hungria), BMW 320, a 15s721
10 - Pepe Oriola (Espanha), SEAT León, a 16s613
11 - Fernando Monje (Espanha), SEAT León, a 19s896
12 - Aleksei Dudukalo (Rússia), SEAT León, a 20s552
13 - Mehdi Bennani (Marrocos), BMW 320, a 29s405
14 - Charles Ng (Hong Kong), BMW 320, a 31s621
15 - Stefano D'Aste (Itália), BMW 320, a 31s675
16 - James Nash (Inglaterra), Ford Focus, a 35s093
17 - Tom Chilton (Inglaterra), Ford Focus, a 35s411
18 - Franz Engstler (Alemanha), BMW 320, a 38s976
19 - Tom Boardman (Inglaterra), BMW 320, a duas voltas
Não completaram:
Alberto Cerqui (Itália), BMW 320, a 6 voltas
Tiago Monteiro (Portugal), SEAT León, a 14 voltas

2ª corrida

1 - Rob Huff, 16 voltas em 23min49s750
2 - Alain Menu, a 1s099
3 - Gabriele Tarquini, a 1s496
4 - Yvan Muller, a 1s758
5 - Norbert Michelisz, a 4s958
6 - Michel Nykjaer, a 12s849
7 - Tom Coronel, a 14s072
8 - Mehdi Bennani, a 14s477
9 - Tiago Monteiro, a 15s506
10 - Aleksei Dudukalo, a 16s263
11 - Alan Macdowall, a 19s552
12 - Tom Boardman, a 19s243
13 - Stefano D'Aste, a 19s785
14 - Fernando Monje, a 26s411
15 - James Nash, a 30s662
16 - Tom Chilton, a uma volta
17 - Pepe Oriola, a 3 voltas
Não completaram:
Alberto Cerqui, a 8 voltas
Darryl O'Young, a 12 voltas
Charles NG, a 14 voltas

Os cinco primeiros do campeonato: 1, Yvan Muller, 287 pontos; 2, Rob Huff, 270; 3, Alain Menu, 250; 4, Gabrielle Tarquini, 162; 5, Tom Coronel, 150.

Texto: MF2 / Márcio Fonseca 
Foto: Divulgação WTCC/MF2 

sábado, julho 21, 2012

Nicolas Costa larga da pole position na F3 Sul-Americana em Curitiba


Após dominar os treinos livres, carioca sairá da posição de honra na primeira corrida da temporada

A sessão classificatória da etapa inaugural da Formula 3 Sul-Americana foi disputada na manhã deste sábado (21), no Autódromo Internacional de Curitiba. Depois de liderar os dois treinos livres realizados no dia anterior, Nicolas Costa garantiu a pole position para a primeira corrida da temporada, que acontece a partir das 17h e terá 30 minutos de duração.

Em 10 minutos de pista livre, o piloto da Hitech Racing fez a melhor volta em 1min12s450, com uma diferença de 0.477 para o segundo colocado, Fernando Resende. Nicolas aposta no bom desempenho apresentado ao longo do final de semana para garantir um bom resultado.

Expectativa

"Conseguimos fazer a melhor volta da sessão em um tempo que já era o esperado. Sei que temos condições para ganhar, estamos com um ritmo muito bom e constante. Porém, a pista está pior do que ontem, porque tem várias categorias correndo aqui com pneus e compostos diferentes, e também está mais quente, o que prejudica um pouco o rendimento dos motores. A expectativa é muito boa, mas corrida é longa e só podemos comemorar após a bandeirada final"

Confira o resultado do treino classificatório:

1) Nicolas Costa (Formula 3 A) - 1min12s450
2) Fernando Resende (Formula 3 A) - a 0.477
3) Gabriel Casagrande (Formula 3 A) - a 2.518
4) Lucas de La Vega (Formula 3 B) - a 3.517
5) André Pedralli (Formula 3 A) - a 3.623
6) Lucas Biagioni (Formula 3 A) - a 3.674
7) Higor Hoffman (Formula 3 B) - a 3.781
8) Eduardo Banzoli Filho (Formula 3 B) - a 7.283
9) Raphael Raucci (Formula 3 B) - a 17.375
10) Leonardo de Souza (Formula 3 A)


Texto: Eversports Press
Foto: Bruno Terena / Vicar

Dica de vídeo: Lucas di Grassi em Spa

Auto GP: Rafael Suzuki completa primeira prova em 7º lugar em Curitiba

Piloto vinha em quinto até perder duas posições no pit stop. Na corrida de domingo, paulista larga em segundo
 
O paulista Rafael Suzuki disputou sua primeira corrida da Auto GP neste sábado, em Curitiba (PR). Saindo do sétimo posto no grid, o piloto pulou para quinto na largada e manteve a posição com um bom ritmo até a parada no pit stop, na 13ª volta. Depois, voltou em oitavo para a pista, mas sofreu um pouco com o rendimento dos dois pneus trocados em sua parada - os mesmos usados na segunda metade do treino classificatório, quando deu mais voltas. Rafael ainda subiu uma posição e terminou as 23 voltas em sétimo.

Com o resultado, Suzuki largará amanhã da primeira fila, na segunda posição, já que o grid é definido pela inversão dos oito primeiros colocados na corrida 1. Cada vez mais adaptado ao carro, Rafael acredita em um melhor resultado. 

Corrida 1

"O primeiro stint era bom, mas perdemos um pouco de tempo nas últimas voltas antes do pit stop. Perdemos duas posições para os carros que pararam antes, e eu não consegui o mesmo ritmo com o segundo set de pneus. Mas de uma forma geral, para uma primeira experiência, foi um bom começo"

Domingo

"Largando da primeira fila espero conseguir outra boa largada e pular na frente. Não quero me preocupar com os outros, pois sei que se tiver um ritmo bom, posso fazer uma boa corrida. Teremos que melhorar na estratégia do pit stop"

Resultado da primeira corrida em Curitiba (10 primeiros)

1) Antonio Pizzonia
2) Pal Varhaug
3) Sergey Sirotkin
4) Daniel de Jong
5) Cris Van Der Drift
6) Adrian Quaife-Hobbs
7) Rafael Suzuki
8) Francesco Dracone
9) Michele La Rosa
10) Max Snegirev

Texto: Eversports Press
Foto: Auto GP / Photo4

Destaque até a Pré-Final, Eduardo Souto saiu frustrado da Final do Campeonato Brasileiro

Queda inexplicável do rendimento do motor tirou catarinense da briga pelo título na Júnior Menor

O Campeonato Brasileiro de Kart, disputado na última semana no Kartódromo Beto Carrero, em Penha (SC), foi um misto de alegria e frustração para o jovem Eduardo Souto (Kart Mini | Marquinhos Competições | JS Prime | Sicoob SC), piloto da Júnior Menor. Em constante crescimento e sempre muito rápido, Souto foi um dos principais destaques de sua categoria e terminou a competição em 5º, entre 32 pilotos de todo o Brasil.

Eduardo Souto, que competiu com chassi da Kart Mini, foi sempre um dos mais rápidos nos quatro treinos oficiais disputados na terça e quarta-feira, dias 10 e 11. O bom desempenho se transformou em um razoável 7º lugar no grid de largada para as duas classificatórias, nas quais um 3º e um 4º deixaram Souto na primeira fila do grid de largada da Pré-Final, em segundo.

Na Pré-Final, que apontaria o grid de largada da Final, Eduardo Souto mais uma vez teve excelente performance e terminou a prova de 17 voltas na terceira posição. Por consequência, o catarinense de São José largava em 3º na Final, posicionado na segunda fila da corrida que apontaria seu vencedor como o novo campeão brasileiro da Júnior Menor.

Foi aí que a alegria deu lugar à frustração. "A final foi frustrante. Nosso motor perdeu rendimento de forma inexplicável, sendo que na Pré-Final o Dudu havia feito a melhor volta da prova", lamenta Carlos Souto, pai do piloto. "Largamos em terceiro na Final e terminamos em 5º, sem poder brigar por um título que o Dudu era um dos fortes candidatos a conquistar, principalmente pelo que ele apresentou durante toda a semana. Terminar um Brasileiro em 5º, em uma categoria como a Júnior Menor, não é um resultado desprezível, pelo contrário. O problema é não ter tido motor para brigar pelo título quando tudo mostrava que ele poderia ter lutado por ele", completa Souto.

Passada - mas não esquecida - a frustração, Eduardo Souto (Kart Mini | Marquinhos Competições | JS Prime | Sicoob SC) está em São Paulo, treinando no Kartódromo Granja Viana para participar de seus próximos compromissos. "O Dudu está treinando com o staff da Kart Mini, a quem temos muito que agradecer pelo apoio oferecido durante o Brasileiro", finaliza Carlos Souto. Na agenda esportiva de Eduardo Souto está a participação no Campeonato Catarinense, Copa São Paulo Granja Viana e na Copa Brasil.


Texto e foto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer

sexta-feira, julho 20, 2012

Marcas & Pilotos: Ribeiro e Fernando Jr. foram os nomes do domingo em Tarumã

O Campeonato Gaúcho de Marcas & Pilotos chegou a sua 5ª etapa

A etapa do Marcas & Pilotos disputada no último domingo em Tarumã demonstrou que Luiz Carlos Ribeiro (Uno 44) finalmente encontrou o caminho da vitória, após um início de ano complicado. O piloto, que vinha da vitória da segunda prova em Santa Cruz do Sul na etapa anterior cravou a pole position e venceu a primeira prova do domingo (14) de ponta a ponta, deixando a luta apenas pelo segundo lugar em diante.

Luiz Clemente Moroni (Celta 6) manteve sua segunda posição até a bandeirada final, embora tenha sofrido forte pressão de Rodrigo Miguel (Celta 85), até Miguel ser obrigado a abandonar a prova com problemas no motor de seu carro. Na classe B, vitória de Francisco Moller a bordo do Celta 71 e na Classe N, vitória de Thiago Silva (Celta 21).

Já a segunda prova, com grid invertido até a oitava posição, trouxe Magno Adam (Celta 83) na pole, seguido de Ike Halmschleger (Gol 22) e Luiz Sérgio Sena Jr. (Gol 197). Sena conseguiu superar Ike e Magno e passou a liderar a prova. Fernando Jr. (Celta 6) começou a recuperar terreno e passou a pressionar Sena pela liderança, até conseguir a passagem e liderar, sendo seguido por Sena e Luiz Carlos Ribeiro.

Na volta final, Ribeiro superou Sena e conquistou o segundo posto. Destaque para a recuperação de Rodrigo Miguel, com o quarto posto na classificação geral após largar do último posto. Na classe B, vitória de Magno Adam, com Cristian Petroll (Celta 71) no segundo posto. Já na classe N, nova vitória de Thiago Silva, com Carlos Maciel no segundo posto.

Abaixo o resultado completo das duas provas do domingo em Tarumã:
 
Prova 1
Pos Nº Pilotos Carro Cat. Patrocínio Cidade
1 44 Luiz Carlos Ribeiro Uno A Charrua Distribuidora  Bom Retiro do Sul
2 6 Luiz Clemente Moroni/ Fernando JR Celta A WCR POWERED Farroupilha / St Cruz
3 71 Cristian Petroll / Francisco Moller Celta B Tipler / Atual Pneus / Rototech / DBS Esteio / São Leopoldo
4 47 Antonio Gama  Celta A Buteco Tipo Exportação / Rodoil Porto Alegre
5 21 Thiago Silva Celta  N   Porto Alegre
6 197 Luis Sérgio Senna Jr Gol A Intelbras / Segurança Veneto / Escola de Vigilantes Caxias / AGB Caxias do Sul
7 22 Luis Henrique Halmenschlager Gol A Grupo Spengler / Bealfactus Seguros Santa Cruz do Sul
8 83 Dirceu Magno Adam Filho Celta B DMA Matrizes para Calçados Taquara
9 12 Fernando Trennepohl Corsa B Stara Não Me Toque
10 77 Daniel Elias Celta N Pabine Materia de Construção Nova Hartz
11 43 Marcio Nehrke / Cleber Vieira Celta A   Porto Alegre
12 311 Juliano Salton Corsa N Xp Sports / Fuel Tech Porto Alegre
13 4 Carlos Eduardo Maciel Corsa N O Km Repintura / Triativa Soluções FS Auto Peças Campo Bom
14 73 Ricardo Boessio Corsa B Boessio Caminhoes/ Fast Racing / Boessio Transportes Sapucaia
15 31 Fabiano Cardoso Celta A Fast Racing Canoas
16 17 Marcos Silveira Gol N   Gravatai
17 32 Edson Serdeira Jr Uno   Supermercado Pfeifer / JJR São Leopoldo
18 2 Luiz Carlos Prado Celta N   Santa Angelo
19 52 Christian Matuzalem Celta B Tinrol Tintas / Visite Roraima / Boa Vista Porto Alegre
20 85 Rodrigo Miguel Celta A   Porto Alegre


Prova 2
Pos Nº Pilotos Carro Cat. Patrocínio Cidade
1 6 Luiz Clemente Moroni/ Fernando JR Celta A WCR POWERED Farroupilha / St Cruz
2 44 Luiz Carlos Ribeiro Uno A Charrua Distribuidora  Bom Retiro do Sul
3 197 Luis Sérgio Senna Jr Gol A Intelbras / Segurança Veneto / Escola de Vigilantes Caxias / AGB Caxias do Sul
4 85 Rodrigo Miguel Celta A   Porto Alegre
5 83 Dirceu Magno Adam Filho Celta B DMA Matrizes para Calçados Taquara
6 47 Antonio Gama  Celta A Buteco Tipo Exportação / Rodoil Porto Alegre
7 71 Cristian Petroll / Francisco Moller Celta B Tipler / Atual Pneus / Rototech / DBS Esteio / São Leopoldo
8 22 Luis Henrique Halmenschlager Gol A Grupo Spengler / Bealfactus Seguros Santa Cruz do Sul
9 31 Fabiano Cardoso Celta A Fast Racing Canoas
10 21 Thiago Silva Celta  N   Porto Alegre
11 43 Marcio Nehrke / Cleber Vieira Celta A   Porto Alegre
12 73 Ricardo Boessio Corsa B Boessio Caminhoes/ Fast Racing / Boessio Transportes Sapucaia
13 4 Carlos Eduardo Maciel Corsa N O Km Repintura / Triativa Soluções FS Auto Peças Campo Bom
14 311 Juliano Salton Corsa N Xp Sports / Fuel Tech Porto Alegre
15 77 Daniel Elias Celta N Pabine Materia de Construção Nova Hartz
16 17 Marcos Silveira Gol N   Gravatai
17 2 Luiz Carlos Prado Celta N   Santa Angelo
18 52 Christian Matuzalem Celta B Tinrol Tintas / Visite Roraima / Boa Vista Porto Alegre
19 12 Fernando Trennepohl Corsa B Stara Não Me Toque
20 32 Edson Serdeira Jr Uno B Supermercado Pfeifer / JJR São Leopoldo


Fonte: Erlon Radl - Assessoria Federação Gaúcha de Automobilismo

quinta-feira, julho 19, 2012

Isabelle Torres, de apenas 7 anos, contabilizou grande aprendizado em seu segundo Brasileiro

Menina paranaense terá série de importantes compromissos no segundo semestre
 
Disputar um Campeonato Brasileiro de Kart na companhia de sua família e, nas horas vagas, brincar no maior parque de diversões da América Latina. Qual piloto de kart, na faixa etária de sete a dez anos de idade, não gostaria de ter participado de uma programação como esta? Cerca de 100 pilotos desta idade atingiram este objetivo e participaram da competição, realizada na última semana no Kartódromo Beto Carrero, em Penha (SC).

A paranaense Isabelle Torres (Acesso Médico) foi uma destas crianças que puderam somar estes vários benefícios que a primeira fase do Brasileiro ofereceu. E a menina, de apenas sete anos, mostrou evolução em sua segunda participação na competição mais importante do kartismo nacional pela categoria Mirim.

"Acho que a Isabelle teve a sorte de ter como ‘adversários’ excelentes pilotos e isto favoreceu em muito o seu aprendizado", avalia Ramsés Torres, pai de Isabelle. "De qualquer forma, o balanço que fazemos desta participação dela é que há uma necessidade absoluta de competir em um volume maior de corridas com bons grids", emenda.

Para Ramsés Torres e Iferson Mottin, da Ife Kart Racing, esta será a única maneira de sanar as deficiências observadas durante os treinos e as corridas. "Mas, temos que salientar, a Isabelle piloto deste ano está muito melhor que a Isabelle piloto que se apresentou em Interlagos, no Brasileiro de 2011", aponta Iferson Mottin.

Como avaliação final da participação de Isabelle Torres (Acesso Médico), que compete pela equipe Towers Racing Team (TRT) sob os cuidados técnicos da Ife Kart Racing, Ramsés Torres não tem dúvidas. "Estamos satisfeitos com o resultado obtido, não pela colocação final, mas sim pelo ‘conjunto da obra’", finaliza.

O segundo semestre de Isabelle Torres no kartismo brasileiro será repleto de compromissos importantes, em nível nacional e estadual. Ela deverá competir na 3ª e última etapa do Campeonato Sul-Brasileiro, no qual é a quarta colocada; da Copa Brasil; da 9ª e 10ª etapa do Light; da 3ª e 4ª etapa da Copa Paraná (onde é 2ª colocada); e, se conquistar vaga, da Copa das Federações.


Texto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer
Foto: Maurício Villela