sexta-feira, setembro 30, 2011

Pierre Sabbagh em busca da vitória na 7ª etapa da Copa Pinhais


O piloto de Blumenau Pierre Sabbagh espera vencer neste final de semana a 7ª etapa da Copa Pinhais, que será realizada no Autódromo Internacional de Curitiba

Ocupando a 6ª posição na classificação geral da Marcas “A” com 101 pontos, Pierre acredita que a pontuação maior para as duas últimas etapas dará mais emoção à competição. “Nesta etapa teremos acréscimo de 50% na pontuação, e na 8ª etapa será de 100% o aumento, então isso traz bastante emoção e permite que muitos pilotos lutem pelo título até a última etapa, e nós estamos nesse grupo que briga pela liderança”, destacou Pierre, que já venceu na 4ª etapa.

Para esta prova, o carro foi revisado pelo preparador Sérgio Pein (Pein Competições) com o objetivo de minimizar possíveis problemas. “Nós sabemos que em uma corrida tudo pode acontecer, e às vezes uma peça que custa centavos pode estragar todo o final de semana, então decidimos revisar todo o carro para termos um pouco mais de segurança, mas ainda assim existe o risco, porém temos que entrar na pista e fazer o melhor possível para tentar trazer para Santa Catarina o título na Marcas A da Copa Pinhais”, encerrou Pierre Sabbagh, que tem o patrocínio da The Philippines e Quimby.

Texto: Francis H. Trennepohl – F2 Assessoria Esportiva
Foto: Ingo Hofmann (www.fotolog.com.br/barulho_de_motor)

quinta-feira, setembro 29, 2011

James Ramos vai para o “tudo ou nada” na reta final da Copa Pinhais


O piloto blumenauense James Ramos vai para a 7ª etapa da Copa Pinhais neste próximo final de semana com um único objetivo: vencer!

Faltando apenas duas etapas para o encerramento do campeonato, a hora da decisão chegou e James precisa vencer para manter vivo o sonho do Tri-Campeonato na Marcas “A” da Copa Pinhais, uma vez que conquistou o título em 2008 e 2010.

Entramos na fase decisiva e agora não podemos errar, é entrar na pista com o pensamento na vitória e dar o melhor. Para nós é tudo ou nada, e começar na frente com a pole seria um bom incentivo”, disse James. Atualmente o piloto ocupa a 4ª posição na classificação geral da Marcas “A” com 126 pontos, 38 a menos que o líder da categoria, Felipe Lobo.

Nesta 7ª etapa, a pontuação terá acréscimo de 50%, enquanto na 8ª e última etapa a pontuação será dobrada. “São duas etapas e quatro corridas, então são muitos pontos em jogo, mas precisamos fazer a nossa parte e não precisar depender do resultado dos outros. Estamos neste campeonato há 4 anos e este é sem dúvida alguma o mais disputado de todos, porém sinto que é o melhor carro que já tivemos e isso é uma grande vantagem para nós”, finalizou James Ramos, e tem o patrocínio da The Philippines.

Texto: Francis H. Trennepohl – F2 Assessoria Esportiva
Foto: Ingo Hofmann (www.fotolog.com/barulho_de_motor)

Dupla de Curitiba pode chegar ao título da Mitsubishi Cup 2011 neste sábado


Líderes isolados na Pajero TR4 ER, os curitibanos Juba e Malucelli podem se tornar campeões da categoria na temporada 2011 com uma etapa de antecedência

Na penúltima etapa da Mitsubishi Cup 2011, que será disputada neste sábado (1º), no interior paulista, os curitibanos Carlos Henrique Scheffer Jr. (Juba) e Rafael Malucelli podem conquistar, antecipadamente, o título na nova categoria Pajero TR4 ER, movida a etanol. A dupla da equipe Total Source Rally Team (CASE Construction e TVH) lidera a competição na temporada com 223 pontos, já venceu as cinco etapas já disputadas e tem 31 pontos de vantagem para a dupla que ocupa a segunda posição.

"Vencemos as cinco etapas até agora, por isso estamos bem empolgados nesta reta final da competição. Vamos encarar mais um desafio difícil e competitivo pela frente e teremos que lutar muito por mais um pódio. Mesmo conscientes de que a competição ainda não acabou, mas pelos resultados já alcançados, falta pouco para chegarmos ao título da temporada", observa o piloto Juba. "Como ainda temos um descarte a fazer, já poderemos comemorar o título antecipadamente, se chegarmos à vitória nesta sexta etapa", lembra o navegador Malucelli.

A sexta e penúltima etapa será realizada na Fazenda Santa Angelina, em Águas de Lindóia/Mogi Guaçu, no interior de São Paulo, e terá um circuito exclusivo de 30 quilômetros para as três provas do dia. De acordo com o diretor técnico dos ralis da Mitsubishi, Detlef Altwig, o piso será predominantemente de terra batida, arenoso em alguns trechos, com plantação de cana-de-açúcar acompanhando toda a extensão da prova. "Haverá trechos sinuosos também que exigirão atenção, mas no geral será uma etapa bastante rápida, com ótimas áreas de escape na maior parte da pista e algumas leras (barreiras de contenção) que possibilitarão uma ótima disputa", explica Altwig.

Além da categoria PajeroTR4 ER, o campeonato de rali de velocidade cross country esquenta também a disputa pelos títulos da temporada nas categorias Pajero TR4R Light, Pajero TR4ER Light, L200 RS, L200 Triton RS e L200 Triton RS Handcap. Os atuais líderes do campeonato, após cinco etapas são: Reinaldo Varela e Edu Bampi - 206 pontos, na L200 Triton RS; Peterson de Oliveira e Gilson Rocha - 206 pontos, na L200 RS; Carlos Henrique Scheffer Jr. (Juba) e Rafael Malucelli - 223 pontos, na Pajero TR4 ER; Albano dos Santos Parente Jr. e João Gilberto F. da Silva - 185 pontos, na Pajero TR4ER Light, e Gustavo Gugelmin e Marcos Panstein - 178 pontos, na Pajero TR4 R Light.

Na 12ª temporada, a Mitsubishi Cup reúne a nata do cross country nacional pela organização, competitividade e circuitos exclusivos, além de ter uma das maiores premiações do automobilismo brasileiro, são cerca de R$ 570 mil ao final de sete etapas. A última etapa da competição será realizada no dia 22 de outubro, em Ribeirão Preto/SP. Mais informações no site www.mitsubishimotors.com.br.

Solidariedade 4x4

Rali também combina com solidariedade. A Mitsubishi Motors está promovendo uma ação social voluntária em prol dos moradores da cidade catarinense de Rio do Sul, devastada pela enchente há cerca de 15 dias que alagou 80% da zona urbana. Portanto, as doações das equipes e demais envolvidos no rali que quiserem colaborar serão recolhidas durante a etapa de Águas de Lindóia/Mogi Guaçu. Cestas básicas, água mineral, toalhas e cobertores, entre outros itens, serão destinados aos moradores da cidade.

Fonte: NCA Comunicação

Gregory Diegues conquistou mais um pódio na Super Cadete


Pai do bicampeão brasileiro se solidariza com Marcos Coletta

O bicampeão brasileiro de kart Gregory Diegues (Bad Boy | Chilli Beans | V!be Energy Drink | Banco Rendimento | Hinkel | Ecko Unltd.), que compete com chassis Techspeed, esteve presente em mais uma etapa da Copa São Paulo, disputada no Kartódromo Granja Viana, em Cotia (SP). As provas foram realizadas no último sábado (24) e Gregory competiu nas categorias Cadete e Super Cadete.

Gregory Diegues entrou na pista cedo para o início das atividades e foi para a tomada de tempos da Super Cadete certo de que poderia obter um bom lugar no grid de largada. Porém, após obter apenas o 9º tempo, Gregory saiu descontente da pista e depois de algumas conversas com Evandro Camargo, seu preparador de chassi, e com o preparador de motores Das Trevas, da DT Racing, alguns ajustes foram feitos para a corrida.

Gregory fez uma largada tranquila e logo ganhou uma posição, subindo para 8º. Uma atuação consistente e um ritmo forte lhe permitiram fazer várias ultrapassagens, para terminar a corrida com um 4º lugar e uma posição no pódio. "Fiz uma boa corrida, foi legal, consegui fazer várias ultrapassagens, melhoramos o rendimento do nosso kart e no decorrer da corrida eu ia sentindo cada vez mais certeza de que poderia chegar ao pódio. A vitória estava difícil, pois os ponteiros acabaram abrindo boa vantagem", analisa Gregory Diegues.

Na Cadete o fraco rendimento do motor prejudicou a performance de Gregory Diegues (Bad Boy | Chilli Beans | V!be Energy Drink | Banco Rendimento | Hinkel | Ecko Unltd.), mas mesmo assim, sempre determinado a chegar na frente, ele terminou em 7º depois de largar da 10ª posição no grid.

"Infelizmente os motores da Granja Viana neste ano não foram muito equivalentes. Tivemos muitos motores com diferenças de até 1 segundo e isso dificulta muito a competitividade", avalia Maurício Diegues, pai de Gregory. "Estamos analisando as próximas corridas, mas acho que o Gregory deverá sair da Cadete e correr só na Super Cadete este resto de temporada. No próximo ano ele vai subir para a Júnior Menor e em breve já iniciaremos os treinos com o chassi Techspeed", revela Maurício.

Maurício Diegues aproveita a oportunidade para se solidarizar com Marcos Coletta, pai dos pilotos Marcel e Murilo Coletta, que dividem as pistas com Gregory Diegues na Cadete e Super Cadete. "Ele ficou muito chateado com a forma com que foi tratado o episódio da vistoria dos motores da Super Cadete", diz Maurício, referindo-se à desclassificação imposta a Murilo por irregularidade técnica em seu motor. "Acho que a organização tomou a atitude certa, porém da maneira errada, demoraram muito tempo para divulgar o resultado. Isto causou muita insatisfação e constrangimento para o piloto, que não teve nenhuma culpa no episódio. Espero que a organização venha a público explicar melhor a situação e que se desculpe com o piloto pela forma com que conduziu o caso", finaliza.

Texto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer
Foto: Maurício Villela

Autódromo Max Mohr receberá neste final de semana a 3ª etapa da Copa Santa Catarina de Automobilismo em Ascurra


Depois de ter sido transferida em função da chuva, a 3ª etapa da Copa Santa Catarina de Automobilismo e 3ª etapa da TCC (Turismo Clássico Catarinense) será realizada neste final de semana no Autódromo Max Mohr

A etapa marcará a reinauguração da pista de Ascurra, que passou por diversas melhorias ao longo deste ano, tanto na parte destinada para o público, equipes e pilotos quanto na pista, que foi praticamente reconstruída na sua totalidade.

Para Levi Bini Jr., presidente do Automóvel Clube de Santa Catarina (A.C.S.C.), a expectativa é boa. “A chuva atrapalhou na semana passada, mas acreditamos que o sucesso será grande neste final de semana, pois o Autódromo foi totalmente remodelado em 2011 visando um maior conforto e bem estar à todos que prestigiam as corridas aqui”, disse Bini Jr.

O adiamento da corrida também acabou transferindo para uma nova data as homenagens que seriam feitas à Max Mohr, que empresta seu nome ao Autódromo e em 2011 está completando 30 anos de carreira no Automobilismo. “O Sr. Max já tinha agendado outros compromissos para este final de semana, então decidimos transferir as homenagens e o “1º Encontro dos Dinossauros da Terra”, que também seria realizado nesta etapa. Acreditamos que na próxima etapa da Copa Santa Catarina as homenagens ao Sr. Max e o encontro do Dinossauros deverá acontecer”, finalizou Levi Bini Jr.

A programação inicia na manhã deste sábado, dia 1º, com a realização dos treinos livres e na parte da tarde as tomadas de tempo e duas baterias, e no domingo, dia 2, a programação inicia com o warm up e na sequência as baterias das categorias Mini Fórmula Tubular “A” e “B”, Fusca/Gaiolas, Marcas 1.600 Light (N), Marcas 1.600 Super (B), Stock Car e Turismo Clássico “A” e “B”.

A prova tem o patrocínio da ConcreMohr Express, Amorim Vedações Industriais, Elétrica Zata, Iveco Dalçóquio, Sistema Mormix, JulyCasa Materiais de Construção e Jota Salvados Móveis e Eletrodomésticos, e tem a supervisão da FAUESC (Federação de Automobilismo do Estado de Santa Catarina).

Compareça no Autódromo Max Mohr e vibre com o show da velocidade na terra!

Texto: Francis H. Trennepohl - F2 Assessoria Esportiva

quarta-feira, setembro 28, 2011

Copa Montana: Christian Castro aposta na evolução do carro para alcançar bom resultado em Londrina


Objetivo continua sendo terminar entre os cinco primeiros em seu primeiro ano na categoria

Será em uma pista praticamente "neutra" o próximo compromisso do gaúcho Christian Castro (Pepsi) pela Copa Montana. Entre os dias 30 de setembro e 2 de outubro a categoria chega à Londrina, no Paraná, para a disputa de sua 7ª etapa, quando se encaminhará para o final de sua temporada 2011.

Christian Castro, de 27 anos, tem diversos motivos para chegar otimista ao Autódromo Ayrton Senna. Novamente com o principal objetivo de integrar o grupo dos cinco melhores na tabela de classificação - atualmente ele é o 9º colocado -, Castro crê que todos os pilotos da categoria partirão do "zero" no primeiro treino livre, previsto para a sexta-feira (30). "Londrina é uma pista nova para os pilotos da Copa Montana. No ano passado a categoria não correu junto com a Stock Car nessa pista e penso que esse ponto é favorável, pois começaremos equilibrados neste aspecto", entende Christian Castro.

Castro, por sua vez, teve um único contato com a pista paranaense em sua carreira. Foi em 2006, quando participou de uma prova de protótipos. "Para mim não chega a ser uma pista totalmente desconhecida e acho que isso pode se repetir com um ou outro concorrente. Acredito que esta corrida que fiz em Londrina em 2006 pode ajudar um pouco no acerto ideal do carro", avalia Christian Castro.

Na última etapa, realizada em Santa Cruz do Sul (RS), Castro e a Mottin Racing evoluíram bastante no acerto de sua Montana. Estas melhorias serão aplicadas em Londrina e esta é outra razão para que Christian Castro (Pepsi) se mostre confiante. "Vamos, é claro, em busca de um bom resultado, pois pretendo encerrar minha primeira temporada na Copa Montana entre os cinco primeiros", diz Castro. "Crescemos muito nas duas últimas corridas em termos de acerto e velocidade do carro, principalmente em Santa Cruz, e a equipe está totalmente focada e trabalhando duro para nosso sucesso em Londrina", finaliza o piloto.

Após a etapa de Londrina a Copa Montana terá outras duas etapas, em outubro (Brasília) e em novembro (Velopark).

Texto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer
Foto: Luca Bassani

Bruno Bertoncello entrou em definitivo na luta pelo título na Copa São Paulo Granja Viana


Bom segundo lugar na 9ª etapa fez piloto ganhar quatro posições na classificação

Mais uma bela atuação garantiu para Bruno Bertoncello (Targh 400 | Floricultura Verdes e Cores | MG Pneus | Iame | GH Digital | Techspeed | Sport Wear by ULV) um bom 2º lugar na Copa São Paulo, que teve sua 9ª etapa disputada no último sábado (24) no Kartódromo Granja Viana. Mais do que um bom resultado, o 2º lugar colocou o gaúcho de Passo Fundo definitivamente na disputa pelo título de sua categoria, a Júnior Menor.

Bruno esteve sempre entre os primeiros nos treinos livres, mas enfrentou um pequeno problema técnico na tomada de tempos e obteve uma posição no grid de largada um pouco abaixo do que ele e sua equipe, a Quake2, esperavam.

Partindo da 5ª posição Bruno Bertoncello recuperou-se bem, terminando em 2º. "Perdi um pouco de tempo na disputa pelo segundo lugar com o Gabriel Sereia e, com isso, o Zaiya Fontana conseguiu abrir uma pequena vantagem", lembra Bruno, de 13 anos. "Acho que se tivéssemos mais uma volta de corrida eu poderia ter tido chances de superá-lo e vencer", conta o piloto, que recebeu a bandeirada 213 milésimos de segundo atrás de Fontana, o vencedor.

Assim como fez na 4ª edição do Super Kart Brasil, quando foi o dono da volta mais rápida nas quatro baterias disputadas em Registro (SP) no final de semana anterior, Bruno Bertoncello voltou a ser o mais rápido na pista. "Estive mais uma vez muito competitivo e devo agradecer a minha equipe Quake2, aos bons motores do Renato Tibola, e ao chassi Techspeed, sempre muito rápido em qualquer pista", credita Bruno Bertoncello.

Oitavo colocado antes de iniciar-se a 9ª etapa da Copa São Paulo, Bruno Bertoncello (Targh 400 | Floricultura Verdes e Cores | MG Pneus | Iame | GH Digital | Techspeed | Sport Wear by ULV) é agora o 5º na tabela de classificação - 4º se aplicado o descarte obrigatório do pior resultado nas quatro provas que compõem os playoffs decisivos. "Ainda estou um pouco longe do líder e por isso temos que ir com tudo em busca da vitória nas duas últimas etapas", diz Bruno.

A Copa São Paulo Granja Viana terá mais duas etapas para a definição de seus campeões da temporada 2011, marcadas para 22 de outubro e 12 de novembro.

Texto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer
Foto: Maurício Villela

F3 Sul-Americana: Hitech Racing disputou rodada na Argentina e competiu com dois pilotos da casa


Agustin Canapino

Pilotos argentinos gostaram da experiência e devem disputar temporada completa da F3 em 2012

O circo da Fórmula 3 Sul-Americana respirou ares diferentes no último final de semana (24 e 25 de setembro) e, integrando uma intensa programação, disputou mais uma rodada de seu campeonato, agora na Argentina, na cidade de Paraná, a cerca de 460 km de Buenos Aires. Os mais rápidos Fórmula 3 do mundo integraram um evento que contou com a Top Race V6, uma das três categorias mais importantes do automobilismo argentino.

A Hitech Racing, braço brasileiro da Hitech inglesa, esteve em Paraná e competiu com dois pilotos argentinos, Agustin Canapino e Jean Catalano, que disputaram as duas provas da rodada pela equipe comandada pelo engenheiro Rodrigo Contin.

Agustin Canapino, de 21 anos, um ídolo no automobilismo da Argentina por correr e vencer nas mais importantes categorias, nunca havia competido com um monoposto e saiu-se muito bem em sua primeira experiência. Canapino foi aprendendo e se adaptando ao carro durante os treinos e na tomada de tempos obteve o terceiro lugar no grid de largada para as duas corridas, cerca de 3 décimos mais lento que Fabiano Machado, o pole em ambas.

A melhor atuação de Canapino nesta etapa foi na segunda corrida, quando disputou com Fabiano Machado a liderança da prova durante muitas voltas. Canapino superou Machado em vários momentos e os dois travaram um belo duelo pela ponta, invertendo posição em boa parte da corrida. Em um destes duelos, no entanto, a asa dianteira de Machado acabou tocando e furando o pneu do carro de Canapino, que teve que parar, comprometendo um ótimo resultado.

Jean Catalano, que já compete com monopostos na Fórmula Renault argentina, também aprendeu bastante durante os treinos e foi quem obteve o melhor resultado para a equipe, um terceiro lugar na segunda corrida. Catalano também foi se adaptando ao carro durante o fim de semana e conseguiu ser competitivo nas duas provas.

"Foi um bom final de semana para a Hitech Racing. Estivemos competitivos e poderíamos ter ganho a segunda corrida", avalia Contin. "Tudo foi muito positivo, os argentinos gostaram bastante e deveremos ter alguns deles disputando a temporada 2012 completa da Fórmula 3 Sul-Americana. O Catalano obteve bons resultados para a Hitech. O Canapino, notadamente um piloto de ‘turismo’, esteve muitíssimo rápido, mesmo passando do peso para um piloto de Fórmula 3, e enfrentou muito bem o campeão da categoria", completou, referindo-se a Fabiano Machado, que garantiu o título da Fórmula 3 Sul-Americana com as vitórias que obteve na Argentina.

Fonte: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer

Gustavo Lima disputou etapa na Granja Viana e inicia treinos com carro da Fórmula Renault


Objetivo será se ambientar ao automobilismo visando temporada 2012

Praticamente após um mês depois de enfrentar uma maratona de corridas na Copa São Paulo, Gustavo Lima (Rede Brasília de Hospitais | DMI | Grupo Acreditar | Instituto do Atleta | Diagnostik | Hospfar) voltou ao Kartódromo Granja Viana para mais um compromisso, desta vez pela 9ª etapa da competição.

Gustavo Lima competiu em duas categorias, a Shifter Júnior e a Rotax Júnior, e apesar dos resultados distintos, teve belas atuações nas duas classes. Na primeira delas o curitibano radicado em Brasília (DF) fez bela largada, mas foi envolvido em um acidente que entortou a barra de direção de seu kart.

Com muita determinação, Gustavo Lima fez uma bela corrida e, com um kart extremamente difícil de guiar, levou-o até o final, recebendo a bandeirada final na 10ª posição. A força de vontade de Gustavo mereceu elogios de Luiz Sérgio Santos, o Zé Bolão, chefe de equipe da Quake2.

Na Rotax Júnior Gustavo Lima repetiu a atuação que teve na corrida anterior e, sem problemas desta vez, terminou em 2º. O resultado, porém, não lhe foi favorável no que tange a lutar pelo título - e pela vaga na final mundial do Rotax Max Challenge, que será realizada no final do ano nos Emirados Árabes.

"A Gaetano Di Mauro, que já liderava, venceu mais uma vez e ficou bastante difícil para o Gustavo tentar esta vaga no Mundial. Queremos parabenizar o Gaetano e sua equipe pelos resultados que ele vem obtendo", elogia Erickson Blun, pai de Gustavo Lima (Rede Brasília de Hospitais | DMI | Grupo Acreditar | Instituto do Atleta | Diagnostik | Hospfar).

Gustavo Lima agora se preparará para dois importantes compromissos. Para um deles, o piloto da Quake2 treinará em Registro (SP) a fim de preparar-se para sua primeira final de Seletiva Petrobras. A competição será disputada em novembro naquela mesma pista e dará a seu campeão uma premiação superior a R$ 100 mil. Os treinamentos de Gustavo Lima terão por objetivo sua preparação também para o outro compromisso, a disputa da Copa Brasil, segundo evento mais importante do kartismo brasileiro, que será disputado em outubro no Maranhão.

Novo passo na carreira - Durante esta semana Gustavo Lima iniciará treinamentos em Brasília (DF) com um carro da Fórmula Renault, da equipe Amir Nasr. O objetivo principal será ambientar-se aos monopostos e ter seus primeiros contatos com o automobilismo.

"No ano que vem o Gustavo deverá começar a competir no automobilismo, em uma categoria de monopostos, e queremos que ele comece sua ambientação cedo", finaliza o pai de Gustavo Lima.

Texto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer
Foto: Maurício Villela

terça-feira, setembro 27, 2011

Copa Classic RS: Prova de Guaporé decidiu o campeonato 2011. Opala #43 venceu.


O último final de semana foi de mais um belo espetáculo dos "velhozes e furiosos" do automobilismo gaúcho, no autódromo de Guaporé, definindo os campeões da temporada 2011 da Copa Classic, na sua quinta e última etapa válida pelo campeonato. Foram 18 inscritos, um bom grid para uma prova no interior, e com a estréia de mais um carro, o Fusca Hotcar #19, de Heinrich Ott Jr./Cássio Grupe.

A etapa foi completamente dominada pelo Opala Stock 4 cil. #43 de Ramiro Tissot/Marcos Voges, que fizeram a pole position, com o tempo de 1:23,726, venceram as duas baterias e conquistaram o campeonato da categoria FL.

Abaixo o resultado do treino classificatório, realizado no final da tarde de sábado.

1) #43 - Opala - Tissot/Voges - FL - 1:23,726
2) #31 - Fusca - Fontes/Fontes - FL - 1:26,053
3) #00 - Fusca - Luciano Fossá - FL - 1:26,448
4) #58 - Passat - Diego Mariante - C - 1:26,998
5) #97 - Chevette - Joel Schumman - FL - 1:27,024
6) #8 - Passat - Niltão/Tumelero - FL - 1:27,224
7) #47 - Passat - Jorge Krug - C - 1:28,434
8) #36 - Passat - Nereu Rebechi - B - 1:30,708
9) #77 - Chevette 2.0 - Mincarone - FL - 1:30,712
10) #22 - Opala 6cil. - Romaldo - FL - 1:32,585
11) #90 - Fiat 147 - Leovaldo Petry - FL - 1:33,526
12) #19 - Fusca - Heinrich/Grupe - FL - 1:35,489
13) #88 - Chevette - Scomazzon/Postal - B - 1:38,803
14) #98 - Dietrich - Puma GTB - FL - 1:47,551
15) #99 - Edu Neves - Brasília - B - s/tempo

Na primeira bateria, surpresa com o Opala Stock 6 cil. #22 de Romaldo de Souza, que pulou da 10a para a 6a posição, num pega com o Chevette #97 de Joel Schumman e o Passat #8 de Niltão Amaral, até que Romaldo, ao dividir a freada da curva 1, não conseguiu engatar a 3a marcha, passando reto e sendo ultrapassado, tendo parado logo após por problemas mecânicos. Luciano Fossá (Fusca #00) também abandonou com dificuldades mecânicas. Schumann teve queda de rendimento devido a superaquecimento, mas no final da prova voltou a acelerar forte, reaproximando-se do Passat #8, que por sua vez, ultrapassou o Passat #58 de Mariante na última volta, acabando na 3a colocação. Já o Fusca dos Fontes rodou na curva da vitória, quase perdendo a 2a colocação. Vitória do Opala #43 de ponta a ponta.

Na segunda bateria o Fusca #31, tocado por Paulo Fontes, chegou a assumir a ponta, mas logo o Opala #43, com Marcos Voges, reassumiu a ponta até vencer. Numa escapada na entrada da reta, devidamente controlada, Fontes perdeu a 2a posição para Schumann, mas pouco a pouco a Fusqueta aproximou-se e reassumiu a posição até o fim, seguido por Schumann em 3o e o Passat #8 em 4o, agora com Leonardo Tumelero. A melhor volta da prova ficou com o Chevette #97 de Joel Schumann, com 1:23,338.

Abaixo, o resultado final, obtido pela soma das baterias:

1 43 Ramiro Tissot/ Marcos Vogues Opala
2 31 Paulo Fontes/ José Fontes Fusca
3 8 Nilton Amaral/ Leonardo Tumelero Passat
4 97 Joel Schurmann Chevette
5 47 Jorge Krug Passat
6 36 Nereu Rebecchi Passat
7 90 Leovaldo Petry 147
8 98 Alberto Dietrich Puma
9 88 E. Postal/ Giancarlo Scomazon Chevette
10 58 Diego Mariante Passat
11 19 Henrich/ Grupe Fusca
12 73 Moises Rosemberg Puma
13 00 Luciano Fossá/ Arnaldo Fossá Fusca
14 128 Valnei Felten Maverick
15 22 Romualdo Souza Opala
16 77 Fábio Mincarone Chevette
17 99 Eduardo Neves Brasília

Caso os resultados sejam homologados pela FGA, o campeonato termina assim:

Cat. FL:
Campeão: Marcos Voges/Ramiro Tissot
Vice: Niltão Amaral/Leonardo Tumelero

Cat. C:
Campeão: Jorge Krug
Vice: Diego Mariante

Cat. B:
Campeão: Rogério Franz
Vice: Nereu Rebechi

Cat. A:
Campeão: Carlos Eugênio
Vice: Tibiriçá de Los Santos

A Copa Classic voltas às pistas gaúchas na preliminar das 12 Horas de Tarumã, numa prova festiva extra-campeonato, no sábado, dia 10 de dezembro.

Texto e foto: Niltão Amaral/Divulgação Copa Classic

Após título estadual, Edgar Bueno Neto chega em segundo na Copa São Paulo


Piloto paranaense fez corrida de recuperação e se mantém na briga pelo título

O paranaense Edgar Bueno Neto (Erva Mate Folha Verde / KartPress), que na semana passada havia conquistado o Campeonato Paranaense de Kart, voltou à pista no último sábado (24), quando disputou a nona etapa da Copa São Paulo Granja Viana, realizada em Cotia. Mais uma vez, o paranaense provou que é um dos melhores pilotos da categoria Cadete no Brasil e terminou a etapa na segunda posição.

Sempre muito rápido, Edgar Bueno Neto foi para a corrida de definição do grid de largada confiante. Durante a disputa, Neto conquistou a prova e, consequentemente, o direito de largar na pole position na corrida principal. Porém, o piloto foi penalizado por queima de largada, ou seja, passou acima da velocidade permitida no radar que confere a velocidade de alinhamento dos karts. "Não foi a primeira vez que isso aconteceu. Acabei me prejudicando para o grid de largada da corrida, já que, com a penalização, fui para a nona posição do grid", explicou o jovem piloto, que foi punido em 10 segundos.

Mesmo largando na nona posição, Edgar Bueno Neto sabia que tinha condições de disputar a vitória da corrida. Concorrente direto pelo título, o piloto de Cascavel (PR), fez uma corrida ousada. Em poucas voltas, Neto já disputava as primeiras posições da prova. No meio da prova, o paranaense já disputava a liderança da corrida com Yanni Fontana. Os dois se distanciaram dos outros 24 concorrentes e fizeram uma disputa particular até a bandeirada final, quando Fontana foi o primeiro e Neto o segundo, ficando apenas a 1 décimo do vencedor. "Foi uma corrida legal, com muitas ultrapassagens. A disputa com o Yanni foi difícil. Larguei em nono e, por isso, acho que foi um bom resultado", disse Edgar Bueno Neto.

A segunda posição foi importante para Neto acumular pontos e se manter vivo na disputa pelo título da temporada 2011. Agora, restam duas etapas para o final do campeonato. "Foi um final de semana que poderíamos ter ganho a corrida. É claro que a punição atrapalhou um pouco, pois tive que ultrapassar muitos pilotos antes de chegar no líder. Gostaria de ter vencido, mas não foi possível. Agora, vamos para a próxima etapa", diz o jovem piloto, que está entre os três melhores pilotos da temporada.

As duas próximas etapas da Copa São Paulo serão realizadas nos dias 22/10 e 12/11, em Cotia (SP).

Fonte: KartPress Assessoria Esportiva / José Barone

Campeonato Pelotense de Kart F4: galeria de fotos atualizada






A galeria de fotos do Campeonato Pelotense de Kart F4 já está atualizada, com algumas imagens de cada uma das cinco etapas já disputadas até agora. Para conferir as imagens, clique aqui.

A final do campeonato será realizada no dia 9 de outubro, no kartódromo da APA (Associação Pelotense de Automobilismo), e promete disputas emocionantes, uma vez que a pontuação da etapa será dobrada, o que deixa a luta pelo título em aberto. O resultado completo do certame pode ser visto no www.kartpel.com.

Endurance e Classic em Guaporé: Resultados da festa da velocidade

Final do Campeonato Gaúcho de Endurance e Copa Classic agitaram Guaporé

O belíssimo domingo de sol e temperatura agradável foi o pano de fundo no mais belo autódromo do Brasil para a grande final do Campeonato Gaúcho de Endurance e da Copa Classic. No Endurance, quem se deu melhor foi a dupla do MC Tubarão #5, Tiel de Andrade/ Bruno Justo, que venceram a prova e levaram o campeonato na classe I da modalidade. O trabalho da dupla foi facilitado pela quebra do principal oponente, o MXR Turbo #10 do trio Pierre Ventura/ João Cardoso Jr./ Cristiano Almeida, que abandonou após um pequeno incêndio no motor do protótipo. Na classe II, vitória do trio do Spyder #16, Irineu Camargo/ Cali Crestani/ Rodrigo Bordin. Na classe III, vitória da Maserati #55 de Vinicius Roso/ Cacau Ricci e na classe IV vitória do trio do VW Gol #11, Airton Diehl/ Isadora Diehl/ Neni Trentin.

Já na Copa Classic, a dupla Ramiro Tissot/ Marcos Vogues com o Opala #43 fez barba, cabelo e bigode, cravando a pole position e vencendo ambas as baterias da final da Copa Classic 2011. Na classe C, vitória do Passat #47 de Jorge Krug e na classe B, vitória de outro Passat, o #36 de Nereu Rebecchi.

Abaixo os resultados completos da prova deste domingo em Guaporé, o resultado completo dos campeonatos será divulgado após a devida homologação da Federação Gaúcha de Automobilismo.


MCR Tubarão fez pole e venceu prova - Foto: Erlon Radl

Endurance

1 5 Bruno Justo/ Tiel de Andrade - MCR Tubarão Turbo
2 55 Vinicius Roso/ Cacau Ricci - Maseratti Tropheo
3 18 Fernando Poeta/ Cali Steyer/ Alexandre Silveira - Ferrari F430
4 16 Irineu Camargo/ Cali Crestani/ R. Bordin - Spyder VW
5 22 Rudimar Nicoletto - Spyder VW
6 0 Celso Ponsoni/ Juliano Fantin - Spyder VW
7 11 Airton Diehl/ Isadora Diehl/ Neni Trentin - Gol
8 93 Marcelo Botizzo/ Francisco Rossi - Spyder VW
9 77 Fabiano Baretta/ Alexandre Lima/ Rodney Tardivo - Gol
10 72 M. Gonzatti/ R. Giodani/ R. Zen - Courier
11 54 Catô Belleza/ Pedro Ávila - Corsa
12 51 Telmo Jr./ Edi Postal/ Eberle - VW Logus
13 10 João Cardoso Jr./ Pierre Ventura/ Cristiano Almeida - MXR Turbo
14 9 Luciano Mottin/ Vitor Mezzomo/ Vilson Jr. - Ford Fusion V8
15 3 Delcio Dornelles/ Marcelo Dornelles - Voyage
16 53 Márcio Martins - Gol
17 44 Lisandro Webber - Skorpius Opel
18 34 E. Postal/ Telmo Jr. - Fiesta
19 33 J. Kraucher - AS Vectra


Opala #43 venceu ambas as baterias - Foto: Gregori Daiprá

Copa Classic

1 43 Ramiro Tissot/ Marcos Vogues - Opala
2 31 Paulo Fontes/ José Fontes - Fusca
3 8 Nilton Amaral/ Leonardo Tumelero - Passat
4 97 Joel Schurmann - Chevette
5 47 Jorge Krug - Passat
6 36 Nereu Rebecchi - Passat
7 90 Leovaldo Petry - 147
8 98 Alberto Dietrich - Puma
9 88 E. Postal/ Giancarlo Scomazon - Chevette
10 58 Diego Mariante - Passat
11 19 Henrich/ Grupe - Fusca
12 73 Moises Rosemberg - Puma
13 00 Luciano Fossá/ Arnaldo Fossá - Fusca
14 128 Valnei Felten - Maverick
15 22 Romualdo Souza - Opala
16 77 Fábio Mincarone - Chevette
17 99 Eduardo Neves - Brasília

Texto: Erlon Radl - Assessoria Federação Gaúcha de Automobilismo/ Colaboração Nilton Amaral

segunda-feira, setembro 26, 2011

Felipe Drugovich repetiu vitória na Granja Viana e se aproxima cada vez mais da liderança


Time de preparadores e "coach" recebem elogios pelas conquistas do paranaense

Confirmando sua excelente fase e o elevado nível de pilotagem que alcançou, o paranaense Felipe Drugovich (Drugovich | Diesel Technic) voltou a vencer no Kartódromo Granja Viana, em Cotia (SP). A nova vitória veio na categoria Super Cadete no último sábado (24) e o resultado lhe permitiu crescer ainda mais na tabela de classificação.

Felipe dominou toda a etapa, começando pela tomada de tempos, quando marcou a pole position. Na corrida Felipe foi também o dono da volta mais rápida e venceu com uma vantagem de mais de meio segundo sobre Luiz Felipe Branquinho, o segundo colocado.

"O Felipe estava muito rápido neste sábado, repetindo o que tem feito nas outras corridas e campeonatos de que tem participado", diz Claudio Drugovich, tio de Felipe. "Ele vive uma fase muito boa, está aprendendo cada vez mais e tem por trás de si um time muito competente. É uma parceria vitoriosa", elogia Drugovich, referindo-se a MZ Racing, equipe comandada pelo preparador Mazinho; a DT Racing, time que prepara seus motores; e a Alain Sisdeli, piloto que tem atuado como "coach" de Felipe.

Felipe Drugovich (Drugovich | Diesel Technic) chegou ao Kartódromo Granja Viana ocupando a 5ª posição na tabela de classificação da Super Cadete, a 31 pontos do líder, Pedro Cardoso. Com a vitória e a combinação de resultados, Felipe subiu para o 3º lugar e agora está a apenas 16 pontos atrás de Cardoso, o líder.

"Foi um sábado muito positivo em nossas pretensões de conquistar mais um título nesta temporada", avalia o tio do atual campeão brasileiro da Cadete e campeão sul-brasileiro da Super Cadete. "O Felipe se aproximou bastante da ponta da tabela e, caso consigamos repetir as boas atuações nas duas últimas etapas, as chances de título serão muito boas. Volto a repetir que não será nada fácil, como não tem sido até aqui, pois a qualidade e competência desses meninos e de suas equipe na Super Cadete é muito grande, o que deixa tudo muito equilibrado nesta disputa", encerra.

Pedro Cardoso é o líder na Super Cadete, com 260 pontos, seguido por Luiz Felipe Branquinho (250) e Felipe Drugovich (244). As duas últimas corridas da Copa São Paulo estão marcadas para 22 de outubro e 12 de novembro.

Texto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer
Foto: Luiz Pinheiro

Brasileiro de Marcas: Galid sofre com ajuste do carro, mas garante pontos em Brasília


Piloto do BMC Racing Team chegou a liderar treinos no sábado e esperava desempenho melhor na capital federal

Galid Osman teve um sábado fantástico, liderando treinos no Brasileiro de Marcas. Já o domingo não foi tão feliz. Sem um bom acerto para as curvas de alta do anel externo do autódromo de Brasília, o piloto do BMC Racing Team foi o sétimo colocado da primeira bateria da quinta etapa do campeonato. Já na segunda prova, acabou se envolvendo um em um incidente e cruzou a linha na 12ª posição.

"Infelizmente os resultados do domingo ficaram muito abaixo daquilo que nós esperávamos. Os tempos que obtivemos no sábado, tanto nos treinos livres quanto na classificação, eram muito bons, mas infelizmente não conseguimos transformar isto em um bom desempenho nas corridas do domingo. Mas pelo menos conseguimos somar pontos", avaliou o piloto do BMC Racing Team, que fez 13 pontos no total deste final de semana. Ao todo, tem 67 na temporada, ocupando a nona colocação na tabela.

Companheiro de equipe de Galid Osman, Thiago Camilo foi quem deu as cartas em Brasília e venceu as duas provas da rodada dupla. A próxima etapa do campeonato acontece no dia 30 de outubro, no Rio de Janeiro.

Resultado da primeira prova:

1) Thiago Camilo, Carlos Alves Competition Team (Chevrolet Astra) - 25 voltas, em 28min43s302
2) Átila Abreu, AMG Motorsport (Chevrolet Astra) - a 2s183
3) Juliano Moro, Auto Racing (Honda Civic) - a 2s595
4) Daniel Serra, Serra Motorsport (Honda Civic) - a 3s279
5) Eduardo Garcia, Bassani Marcas (Corolla) - a 12s543
6) Fabio Fogaça, Officer ProGP (Ford Focus) - a 13s316
7) Galid Osman, BMC Racing Team (Chevrolet Astra) - a 14s739
8) Antonio Pizzonia, Amir Nasr (Ford Focus) - a 25s905
9) Fabio Carbone, FullTime Sports (Honda Civic) - a 26s922
10) Alceu Feldmann, FullTime Sports (Honda Civic) - a 32s388
11) Rodolpho Santos, Bassani Racing (Corolla) - a 36s324
12) Carlos Eduardo Padovan, Serra Motorsport (Honda Civic) - a 37s526
13) Ronaldo Kastropil, Amir Nasr (Ford Focus) - a 51s863
14) Gustavo Martins, Auto Racing (Honda Civic) - a 2 voltas
15) Denis Navarro, Bassani Racing (Corolla) - a 3 voltas

Não completou 75% (= 18 voltas)

16) Andersom Toso, Officer ProGP (Ford Focus) - a 10 voltas
17) Thiago Marques, AMG Motorsport (Chevrolet Astra) - a 24 voltas
18) André Massuh, Bassani Marcas (Corolla) - a 25 voltas

Melhor volta: Thiago Camilo, com 1min03s925

Resultado da segunda prova:

1) Thiago Camilo, Carlos Alves Competition Team (Chevrolet Astra)
2) Fabio Fogaça, Officer ProGP (Ford Focus)
3) Daniel Serra, Serra Motorsport (Honda Civic)
4) Fabio Carbone, FullTime Sports (Honda Civic)
5) Denis Navarro, Bassani Racing (Corolla)
6) Juliano Moro, Auto Racing (Honda Civic)
7) Antonio Pizzonia, Amir Nasr (Ford Focus)
8) Alceu Feldmann, FullTime Sports (Honda Civic)
9) Thiago Marques, AMG Motorsport (Chevrolet Astra)
10) Tiago Gonçalves, Amir Nasr (Ford Focus)
11) Rodolpho Santos, Bassani Racing (Corolla)
12) Galid Osman, BMC Racing Team (Chevrolet Astra)
13) Andersom Toso, Officer ProGP (Ford Focus)
14) Gustavo Martins, Auto Racing (Honda Civic)
15) Eduardo Garcia, Bassani Marcas (Corolla)

Excluído:
16) Átila Abreu, AMG Motorsport (Chevrolet Astra)

Não completou 75% (= 18 voltas)
17) Carlos Eduardo Padovan, Serra Motorsport (Honda Civic)
18) André Massuh, Bassani Marcas (Corolla)

Melhor volta: Thiago Camilo, com 1min04s034

Fonte: RF1 Jornalismo Ltda
Foto: Luca Bassani/RF1

João Pedro Custódio fez ótima corrida e saiu da Copa Guará com 2º lugar na Cadete


Goiano iniciará treinos intensivos para a disputa da Copa Brasil em Imperatriz (MA)

A 8ª etapa da Copa Guará, disputada no último final de semana em Guará (DF), foi extremamente produtiva e positiva para o goiano João Pedro Custódio (Pivot Máquinas Agrícolas e Sistemas de Irrigação | Ford - Navesa | AGEL - Governo de Goiás | Kart Mini | Sport Wear by ULV | Mittag Competições). Ao fim de uma intensa programação de treinos, tomada de tempos e uma bateria, Custódio - que disputava apenas sua segunda corrida no campeonato - terminou com um bom 2º lugar e está na briga pelo título do Campeonato Brasiliense e por uma vaga na Copa das Federações.

Os treinos de sexta-feira (23) foram bem sucedidos e serviram para que a MO Racing - juntamente com a VHD Racing - buscasse um bom acerto do chassi e um motor adequado para que Custódio fosse competitivo. "Neste campeonato o motor da Cadete é próprio, diferente que acontece na maioria das competições no Brasil", lembra Geovane Gonçalves. "E tem sua preparação liberada. Iniciamos nossa participação na Copa Guará apenas na etapa anterior e nossos concorrentes já vinham com um bom acerto de motor, desde o início da temporada", lembra Gonçalves.

Na etapa anterior, justamente por esta razão, Custódio não pôde ser competitivo, ao contrário do que aconteceu nesta 8ª etapa. Para este compromisso, Miguel de Oliveira, o preparador e treinador de João Pedro, realizou um grande trabalho e buscou um motor adequado para seu piloto, trabalho que foi continuado por Diogo Arruda, da VHD, e pelo mecânico Chapinha. "O Diogo e o Chapinha entregaram ao João Pedro um equipamento maravilhoso e muito competitivo", elogia e agradece Geovane.

Mesmo tendo treinado apenas na sexta-feira, João Pedro fez ótima tomada de tempos e ficou com o 2º lugar no grid de largada, a apenas 10 milésimos do tempo estabelecido pelo pole position. João Pedro fez ótima largada e manteve sua posição, ficando durante toda a corrida junto ao líder, piloto que venceu a maioria das etapas da Copa Guará nesta temporada na Cadete.

A prova terminou com João Pedro Custódio (Pivot Máquinas Agrícolas e Sistemas de Irrigação | Ford - Navesa | AGEL - Governo de Goiás | Kart Mini | Sport Wear by ULV | Mittag Competições) em 2º, próximo ao vencedor e com boa vantagem sobre os outros concorrentes. O resultado manteve João Pedro na disputa pelo título do Brasiliense - disputado de forma paralela à Copa Guará - e próximo de uma vaga à Copa das Federações, evento que será realizado pela Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) no primeiro bimestre de 2012.

"A grande falta nesta festa, que podemos considerar como uma vitória de nossa equipe, foi do Miguel de Oliveira, que estava com o Felipe Guimarães na Granja Viana", lembra Geovane Gonçalves. "Nossa equipe teve, de forma simultânea, ótimos resultados já que o Felipe manteve a liderança na Granja na categoria Graduados", finaliza.

Nas próximas semanas os pilotos da MO Racing farão intensos treinamentos para a disputa da Copa Brasil, que será realizada em outubro em Imperatriz (MA).

Texto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer
Foto: Rômulo Gomes

Lucas Foresti teve rodada de superação no Britânico de F-3


Depois de problemas na tomada de tempos, brasileiro conseguiu boa recuperação em Donington Park

Neste sábado e domingo, dias 24 e 25, o belíssimo Autódromo de Donington Park, na Inglaterra, recebeu as disputas da nona rodada do Campeonato Britânico de F-3. As corridas, válidas pela 25ª, 26ª e 27ª etapas da temporada completaram o penúltimo evento do ano da competição.

O piloto brasileiro Lucas Foresti (RADIEX), um dos grandes destaques do país nesta temporada britânica, teve neste final de semana o desafio de voltar à zona de pontuação e conseguir, junto aos técnicos da equipe Fortec Motorsport, ajustar novamente seu carro para que fosse rápido e competitivo o bastante.

A tomada de tempos foi disputada na manhã de sábado. Com um carro veloz e bem acertado Foresti tinha a possibilidade de se classificar entre os cinco mais rápidos da pista. Mas, na sua “volta do pneu”, acabou sendo atrapalhado por um concorrente que voltava para os boxes. Em sua segunda tentativa, onde também vinha muito rápido, foi dada bandeira vermelha em virtude de um acidente e, assim, Lucas não conseguiu uma volta ideal ficando apenas com a 12ª marca estabelecendo o tempo de 1m23s804.

A primeira corrida do final de semana também foi disputada no sábado. Logo na largada, porém, Foresti foi obrigado quase que parar o carro para não se envolver em uma batida à sua frente. Com isso, ele caiu para o último lugar ficando, na primeira passagem, a 30 segundos de diferença do líder. Envolto na disputa com carros mais lentos Lucas sabia que não teria como chegar nos primeiros colocados. Então, com tranquilidade, foi superando alguns concorrentes e acabou recebendo a bandeirada de chagada na 17ª posição.

As outras duas corridas do final de semana foram realizadas no domingo. Com chuva e pista bastante molhada, condições em que Lucas tem grande controle sobre o carro, o piloto conseguiu belas corridas. Na primeira bateria, que tem duração de apenas 20 minutos, Foresti largou da 17ª posição e com muita determinação conseguiu ultrapassar dez concorrentes para receber a bandeirada no sétimo lugar.

Na terceira e última corrida da rodada Lucas deveria largar da sétima fila, na 12ª posição. Mas, após analisar a condição da pista, preferiu trocar os pneus de seu carro mesmo sob pena de largar dos boxes. Em uma prova espetacular, com várias ultrapassagens com o carro “escorregando” pela pista, o brasileiro do carro #4 levantou o público e, com muita garra, superou 13 pilotos e recebeu a bandeirada final na oitava posição.

Depois de várias provas eu finalmente consegui ter um carro rápido e competitivo. Infelizmente tivemos problemas na tomada de tempos e, na primeira corrida, tive de optar por não bater, mesmo caindo para o último lugar. As duas corridas deste domingo foram muito especiais porque eu conseguiu várias ultrapassagens e, mesmo com a pista molhada, me diverti bastante. Vamos agora para Silverstone com o ânimo renovado para, quem sabe, terminar o ano com vitórias”, comentou o representante da RADIEX.

As informações sobre competições, resultados, agenda, notícias e galerias de fotos da carreira de Lucas Foresti podem ser acessadas através da página do piloto na internet. Lá também é possível fazer contato com Foresti por meio de seu mural de recados, acesse: www.lucasforesti.com.br.

Fonte: Quick Comunicação e Marketing
Foto: Jakob Ebray

domingo, setembro 25, 2011

Campeão antecipado, Cacá Bueno amplia vantagem no Trofeo Linea


Após garantir o título ao vencer a etapa de manhã, piloto da equipe Itaú fez ótima corrida de recuperação após levar um toque de um adversário e cair para último na prova da tarde

Depois de garantir o bicampeonato do Trofeo Linea com três etapas de antecipação ao vencer a corrida deste domingo de manhã, o piloto Cacá Bueno, da equipe Itaú, voltou a se destacar no autódromo de Curitiba. Na prova da tarde, conseguiu ótima recuperação após cair para último lugar na primeira volta depois de ser acertado por um adversário na terceira curva.

Com poucas voltas em bandeira verde (devido ao capotamento do carro de Ricardo Sargo no início da prova), Cacá conseguiu fazer diversas ultrapassagens e chegou na quarta colocação. Com isso, ampliou sua vantagem no campeonato: tem 118 pontos, 48 a mais que Giuliano Losacco, o novo vice-lider. Em uma rodada dupla, um piloto pode, no máximo, fazer 35 pontos.

Com os resultados deste domingo, Cacá confirmou a conquista antecipada mesmo que dois adversários recuperem pontos perdidos após uma desclassificação em Londrina - o time de Allam Khodair e André Bragantini recorreu da punição e a decisão deve sair nas próximas semanas.

"Agora a conquista ficou ainda mais completa, porque já posso comemorar sem depender de nenhum resultado de julgamento de recurso. Foi uma pena ter levado o toque do Clemente Faria na primeira volta. Ele veio me pedir desculpas depois da corrida, mas no final das contas, o incidente nos prejudicou igualmente. Mesmo caindo para último, consegui bons pontos com o quarto lugar. Como disse pela manhã, é incrível ganhar meu sétimo título, o sexto brasileiro. Me sinto tão feliz quanto se estivesse ganhando o primeiro", comenta Cacá.

A equipe Itaú também teve chances de conquistar outra vitória neste domingo com Popó Bueno, que largou na pole position na corrida de hoje à tarde. Depois de manter a ponta nas voltas iniciais, que ocorreram sob um fina garoa em Curitiba, o piloto levou um toque de André Bragantini (que foi punido pelo acidente) e acabou perdendo diversas punições.

˜É muito frustrante mais uma vez perder um pódio por conta de um incidente deste. É a quinta vez nesta temporada que levo um toque e isso destrói a minha corrida. Em todo caso, vou buscar a recuperação no Velopark para voltar à vice-liderança e assegurar o campeonato para a equipe Itaú", diz Popó.

A última rodada dupla do Trofeo Linea será disputada nos dias 29 e 30 de outubro, no Velopark, em Nova Santa Rita (RS).

O resultado da 10ª etapa:

1º) GIULIANO LOSACCO - 15 voltas em 27MIN05S257
2º) MARCOS GOMES - a 0S304
3º) LEONARDO NIENKOTTER - a 3S957
4º) CACÁ BUENO - a 4S515
5º) FERNANDO NIENKOTTER - a 5S015
6º) CLEMENTE FARIA JR. - a 5S300
7º) ROGÉRIO MOTTA - a 6S716
8º) POPÓ BUENO - a 7S245
9º) ULISSES SILVA - a 8S963
10º) ALESSANDRO MARCHINI - a 15S284
11º) MARCOS RAMOS - a 16S183
12º) BETINHO SARTORIO - a 16S647
13º) ANDRÉ BRAGANTINI - a 20s580
14º) CESINHA BONILHA - a 26S774
15º) ROGÉRIO CASTRO - a 4 VOLTAS
16º) CHRISTIAN FITTIPALDI - a 4 VOLTAS
Não completou
RICARDO SARGO

Melhor volta: Cacá Bueno em 1min30s308 (média de 147,296 km/h)

Classificação do campeonato:

1º Cacá Bueno - 118
2º Giuliano Losacco - 70
3º Popó Bueno - 61
4º Allam Khodair - 57
5º Leonardo Nienkotter - 49
6º Fábio Carreira - 44
7º André Bragantini - 40
8º Clemente Faria Jr. - 39
9º Christian Fittipaldi - 34
10º Cesinha Bonilha - 32
11º Marcos Gomes - 26
12º Alceu Feldmann - 20
13º Ulisses Silva - 16
14º Fernando Nienkotter - 15
15º Alan Hellmeister e Hoover Orsi - 14
17º Betinho Sartório - 8
18º Serafin Jr. - e Alessandro Marchini - 6
20º Rick Rosin - 5
21º Luciano Kubrusly e Rogério Castro - 4
23º José Vitte e Rogério Motta - 3
25º Wellington Justino - 1

Fonte: RF1 Jornalismo Ltda
Foto: Carsten Horst/RF1

Programa Competição, do dia 23 de setembro





sábado, setembro 24, 2011

Copa Classic RS: Niltão Amaral/Leonardo Tumelero chegam à decisão na liderança do campeonato


Será uma verdadeira decisão a 5ª e última etapa válida pelo campeonato da Copa Classic RS, principalmente na categoria FL.

Niltão Amaral/Leonardo Tumelero (Passat Canhão #8) saíram da última etapa, realizada mês passado no Velopark, como líderes da categoria, depois do segundo lugar obtido na soma das baterias, contando com 42 pontos.

Muito próximos, porém, está a dupla de Caxias, Marcos Voges/Ramiro Tissot, do Opala Stock 4 cilindros #43, que, após a vitória na última etapa, encostaram nos líderes e contam com 40 pontos, fazendo com que a corrida deste domingo (25), a ser realizada no autódromo de Guaporé, seja de fortes emoções. A disputa do título é direta entre as duplas: quem chegar na frente, leva o campeonato para casa.

Sobre a decisão, Niltão comenta: "Sabemos que nosso adversário direto é muito forte e tem um carro extremamente equilibrado e com bom contorno de curva, mas trabalhamos forte durante o ano no desenvolvimento do Passat, estamos por volta de 2s mais rápidos do que no início do ano em circuitos rápidos, então vamos buscar extrair o máximo de performance do equipamento durante a prova. É tudo ou nada."

Além da disputa do Passat versus Opala, diversos outros personagens prometem apimentar a disputa. Leovaldo Petry, com o fortíssimo Maverick V8 #302, corre por fora e ainda tem chance de ser campeão, dependendo dos resultados dos adversários. Até mesmo carros fora da disputa pelo título poderão ser protagonistas das disputas pela ponta, como os Fuscas D3 de Luciano Fossá (#00) e de Paulo e José Luis Fontes (#31).

A Copa Classic vai com grid de 18 carros para o autódromo serrano, e fará sua prova juntamente com o Gaúcho de Endurance, que também tem o título sendo decidido em várias categorias e fará sua prova no formato de duas baterias de uma hora cada, o que promete pegas ainda mais quentes na busca da vitória.

Após a decisão do campeonato, a Classic fará uma prova festiva, preliminar à tradicional 12 Horas de Tarumã, em dezembro.

Fonte: Divulgação Passat Canhão
Fotos: Cristian Mariani/Divulgação Passat Canhão

sexta-feira, setembro 23, 2011

Nascar Truck Series: Paludo começa bem em New Hampshire


Piloto da equipe Stemco-Duroline fez o quarto melhor tempo no treino inicial, mas a performance não foi tão boa na sessão seguinte; gaúcho tentará repetir amanhã o bom desempenho do ano passado, quando foi quarto colocado pela Nascar K&N Pro Series East

Depois de marcar o quarto tempo no primeiro treino da Nascar Truck Series em New Hampshire, o brasileiro Miguel Paludo encerrou o dia com a 17a colocação dos ensaios da etapa de New Hampshire. Com o tempo instável, caso o treino classificatório de amanhã seja suspenso por causa da chuva, a posição de largada dos pilotos será definida com base no rendimento deste treino ou da posição no campeonato.

Com medo de que o último teste de hoje possa ser definitivo para a formação do grid, todas as equipes deram o máximo durante as últimas voltas do ensaio. Paludo, entretanto, sofreu com alguns problemas de set up em sua picape Toyota Tundra.

"Começamos muito bem, com o quarto melhor tempo no treino inicial. O carro está bom na entrada da curvas, mas está sofrendo com uma pequena vibração constante que precisamos tentar corrigir", afirmou o piloto brasileiro.

Amanhã, Paludo tentará repetir o bom desempenho que teve o ano passado quando corrida pela Nascar K&N Pro Series East e foi quarto colocado no traçado de aproximadamente uma milha de New Hampshire. A corrida, válida pela 19a etapa do campeonato, está marcada para as 16h (horário de Brasília), com transmissão ao vivo do Speed Chanel. Com a possibilidade de chuva, a largada da prova poderá ser algumas horas mais tarde.

O site www.miguelpaludo.com.br traz mais informações, fotos e vídeos das corridas de Paludo. Para acompanhar notícias em tempo real, siga no twitter @MPaludolive e @miguelpaludo (o oficial do piloto).

Fonte: RF1 Jornalismo Ltda

Campeonato Brasileiro de Marcas - Equipe de Carlão Alves pronta para o anel externo de Brasília


A Carlos Alves Competition Team, time paulistano oficial Chevrolet, que tem como pilotos, Thiago Camilo e Galid Osman, está pronta para enfrentar no próximo domingo (25), a rodada dupla da quinta etapa do Campeonato Brasileiro de Marcas, que será realizada no anel externo do Autódromo Internacional Nelson Piquet, em Brasília (DF),

Depois de um recesso de mais de 30 trinta dias da última etapa que aconteceu no Velopark (RS), o time liderado por Carlão Alves, revisou exaustivamente todos os detalhes dos dois Chevrolet Astra, para lutar por mais uma vitória nesta temporada inaugural da categoria, no sentido de retomar a liderança do campeonato de pilotos e de se manter com certa tranquilidade, no topo do campeonato de equipes, como vem acontecendo desde a primeira etapa.

O paulistano Thiago Camilo, piloto do Astra 21, já venceu duas vezes nesta temporada e tem todos os ingredientes necessários para vencer novamente, principalmente num circuito super rápido, como é o anel externo do Autódromo do Distrito Federal, o anel mais veloz do Brasil.

O também paulistano Galid Osman que pilota o Astra 28, ainda não venceu neste torneio, embora na etapa paulistana tenha subido duas vezes ao pódio, na primeira bateria chegou em terceiro e na segunda corrida do domingo, subiu no pódio em segundo ao lado de seu companheiro Thiago Camilo.

Para o experiente titular da equipe, Carlão Alves, a corrida no anel externo de Brasília, é sempre um espetáculo tanto para o público, como para qualquer piloto amante da velocidade: "Correr no anel externo de Brasília é uma sensação fantástica, porque toda volta é sempre um desafio. Todos os carros andam muito próximos e o vácuo tem uma enorme importância nesse circuito. O trabalho do piloto ao ‘puxar’ o seu companheiro, pode modificar totalmente o resultado da classificação e da própria corrida", contou Carlão.

"Os nossos dois carros foram minuciosamente revisados e como posso contar com dois pilotos velozes, tenho certeza que vão se ajudar e que teremos um ótimo resultado em Brasília, um dos circuitos preferidos por mim e pela maioria dos pilotos brasileiros", concluiu Carlão.

A quinta etapa do Campeonato Brasileiro de Marcas, terá transmissão ao vivo da REDETV, a partir das 13h30 do domingo.

Campeonato de Equipes:
1 Carlos Alves Comp - 152 pontos
2 Serra Motorsport - 150
3 AMG Motorsport - 149
4 Full Time Sports - 144
5 Micos Racing - 135
6 Amir Nasr Racing - 102
7 Auto Racing - 97
8 Bassani Marcas - 66
9 Officer ProGP - 51
10 Bassani Racing - 45

Campeonato de Marcas:
1 Chevrolet - 301 pontos
2 Honda - 259
3 Ford - 137 pontos

Campeonato de Pilotos - os 10 primeiros, após 4 etapas:
1 Daniel Serra - 109 pontos
2 Valdeno Brito - 106
3 Thiago Marques - 102
4 Thiago Camilo - 101
5 Alceu Feldmann - 77
6 Fabio Carbone - 67
7 Galid Osman - 51
8 Juliano Moro - 50
9 Átila Abreu - 47
10 Rodrigo Miguel - 45 pontos

Fonte: PAULO VALIENGO comunicação e marketing
Foto: Bruno Terena

Irmãos Leist disputam etapa na Granja e intensificam treinos para estreia nos Estados Unidos


Gaúchos têm treinado em Tarumã e utilizam motorização mais potente

Ainda que não estejam disputando regularmente a Copa São Paulo, os irmãos Arthur e Matheus Leist (TMA Competições) prometem ir com força total para a disputa da 9ª etapa da competição, que vai ser realizada no próximo sábado (24) no Kartódromo Granja Viana, em Cotia (SP). A intenção dos meninos é buscar a vitória em suas categorias, mas o foco está em outro compromisso: sua estreia no kartismo americano.

Em novembro os irmãos, que residem em Novo Hamburgo (RS), disputarão um dos mais importantes campeonatos de kart dos Estados Unidos, o Super Nationals, mais conhecido como Skusa. E, desde que decidiram por participar da competição que será realizada em Las Vegas, Arthur e Matheus tem se dedicado de forma intensa em sua preparação para esta estreia fora do Brasil, quando competirão nas categorias TaG Cadete e TaG Júnior, respectivamente.

"Quando eles não têm corrida estão treinando para o Skusa", revela José Carlos Spier, o Nico, responsável por toda a logística dos "manos". "Ultimamente temos ido bastante à Tarumã, uma pista bastante seletiva, com muitas curvas fechadas, o que auxilia no desenvolvimento deles. Temos usado também uma motorização mais potente, para que o Arthur e o Matheus já se acostumem ao que vão encontrar nos Estados Unidos", explica.

Na Granja Viana, neste sábado, Arthur disputará a etapa pela Super Cadete, ao passo que Matheus competirá na Júnior Menor, e para isso eles chegam ao kartódromo nesta quinta-feira, quando iniciarão seus treinos. "Os treinos em Tarumã tem servido também, é claro, para as provas que eles disputarão por aqui até novembro e a deste sábado está incluída. Eles chegarão motivados e muito bem preparados na Granja e o objetivo é vencer", finaliza Spier.

A programação desta etapa prevê que Matheus Leist terá na sexta-feira a sua tomada de tempos, atividade que Arthur disputará apenas no sábado. As corridas dos dois irmãos, apoiados pela TMA Competições, será realizada no sábado. Arthur e Matheus Leist competem pela equipe MZ Racing, comandada pelo preparador Mazinho.

Texto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer
Foto: Maurício Villela

quinta-feira, setembro 22, 2011

Pódio em dose dupla para Kratina Racing no Velopark


A sexta etapa do Campeonato Gaúcho de Marcas e Pilotos, que aconteceu no último fim de semana (17 e 18), no Autódromo Internacional do Velopark, na cidade de Nova Santa Rita, foi novamente positiva para a equipe Kratina Racing, que colocou no pódio seus dois pilotos da categoria N.

Tiago Giordani, com o Celta#87, subiu mais uma vez o degrau mais alto do pódio, conquistando a primeira colocação, e o também piloto Dirceu Magno, do Celta #83(DMA), ficou em terceiro lugar. Com esse resultado, ele assume a liderança da categoria N. Agora a Kratina tem seu foco no título da categoria Novatos, com Dirceu Magno, mesmo ainda faltando duas etapas para o final do Campeonato.

A segunda bateria foi realizada já com o tempo chuvoso, e muitos carros não concluíram
a prova devido a batidas ou quebras.

Veja como ficou a classificação do dia:

Categoria A
1º Wilson Pinheiro/Fabiano Cardoso
2º Fred Toigo/Rafael Cohen
3º Fernando Jr
4º Sérgio Sena
5º Choka Sirtuli
6º Rafael Biancini/Cristiano Almeida
7º Carlos Ribeiro
8º Rodrigo Miguel
9º Roger Sandoval/ Rodrigo
10º Luiz Clemente Moroni

Categoria B
1º Paulo Rotta/ João Tavares
2º Leandro Scherer/ Alexandre CE
3º Leandro da Silva
4º Ricardo Boessio
5º Luiz Henrique Halmenschlager
6º Alex Mottola
7º Christian Matuzalem
8º Bernardo de Mello

Categoria N
1º Tiago Giordani
2º João Batista Rosa
3º Dirceu Magno
4º Marcelo Gonzatti/ Ricardo
5º Paulo Pretto/ Cristiano Lopes
6º Eduardo Araújo
7º Isadora Diehl

Texto: Leila Schaefer
Foto: Luiz Fernando

Guilherme Peixoto voltou de Itu com 4º lugar e contabiliza aprendizado para sua carreira


Jovem piloto mostrou grande capacidade de adaptação ao circuito

Em sua crescente busca por aprendizado e evolução, o jovem Guilherme Peixoto (ZTE | Zero-X | Enigma | Bn Coach) esteve no último final de semana (17 e 18) na cidade de Itu (SP) para disputar a 7ª etapa do Campeonato Nova Schin. Piloto da Cadete, Peixoto mais uma vez enfrentou bem os 1.150 metros do traçado do Kartódromo Arena Schincariol.

O objetivo da Enigma Racing e de Beto Nini, respectivamente equipe e "coach" do piloto, tem sido utilizar o Nova Schin como treinamento para Guilherme, já que o traçado de Itu oferece um bom aprendizado. E, assim como na etapa anterior, Peixoto teve bela atuação, obtendo uma bela colocação ao final da corrida.

Nove pilotos disputaram a corrida deste domingo em Itu, inclusive Fernando Barros, seu companheiro de equipe. "Funcionou muito nossa ideia de levarmos os dois à Itu. Eles se ajudaram bastante e aprenderam muita coisa juntos neste final de semana", garante Beto Nini, treinador de Peixoto e Barros.

Durante os treinos Guilherme Peixoto esteve muito rápido, o que deixou a Enigma Racing, comandada pelo preparador Wesley, bastante animada. "Era apenas a segunda vez que o Guilherme estava andando em Itu e ficamos animados com a facilidade que ele está tendo para assimilar um traçado e andar rápido", espanta-se o preparador.

Quando os pilotos passaram a utilizar os motores da corrida, fornecidos pelos organizadores, Peixoto manteve-se entre os primeiros, performance repetida na tomada de tempos, quando ele garantiu o 4º lugar no grid de largada, a apenas 2 décimos de segundo do pole, prova de que a categoria está muito equilibrada em Itu.

Com uma ótima largada Guilherme Peixoto (ZTE | Zero-X | Enigma | Bn Coach) se posicionou em terceiro, muito pressionado pelos pilotos que vinham atrás. A pressão de certa forma atrapalhou Peixoto, que assim acabaria perdendo contato com os dois primeiros colocados. Durante toda a corrida a disputa foi enorme, com várias trocas de posição, e na última volta, quando era o 6º, Guilherme se aproveitou de uma confusão à sua frente e superou dois concorrentes, terminando em 4º.

"Foi uma ótima chance que o Guilherme teve para aprender mais um pouco. E ele aproveitou muito bem, mantendo-se sempre competitivo e brigando pelas posições", avalia Beto Nini. "O Fernando também foi bem. Terminou em 6º, marcou a melhor volta da corrida, e mostrou o ótimo acerto dos karts. O Wesley acertou mais uma vez", elogia.

Texto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer
Foto: Maurício Villela

quarta-feira, setembro 21, 2011

Copa Montana: Christian Castro fez boa prova em Santa Cruz e aponta evolução no acerto do carro


Campeonato terá mais três etapas até o fim do campeonato. Próxima é em Londrina (PR)

Ainda que não tenha terminado da forma esperada, a 6ª etapa da Copa Montana, disputada no último final de semana em Santa Cruz do Sul (RS), foi bastante positiva para o gaúcho Christian Castro (Pepsi) e sua equipe, a Mottin Racing.

O principal objetivo de Castro era compor novamente o grupo dos cinco melhores na classificação do campeonato - e também na corrida -, mas a perda de contato com o primeiro pelotão no início da prova não lhe permitiu atingir esta meta. "Evoluímos muito no acerto e na velocidade do carro. A prova de Santa Cruz pode ser eleita como a que melhor crescemos neste sentido", avalia Christian Castro.

Os treinos, iniciados na sexta-feira (16), foram bons e Christian figurou sempre bem posicionado. "Sabíamos que o carro seria rápido e competitivo para a classificação", lembra Castro, que obteve vaga no Q2, quando apenas os 10 mais rápidos dos 25 pilotos na pista partem para uma nova tomada de tempos, de apenas uma volta. "Obtive o 10º lugar, mas por detalhes deixamos de classificar melhor para a corrida", continua.

Após a largada a intenção de Christian Castro (Pepsi) era poder melhorar sua posição na pista, mas uma disputa por posições intermediárias com outros dois concorrentes acabou atrasando-o. "Depois que consegui passar estes dois pilotos consegui manter um ritmo bom até o final e chegamos na 8ª posição", relembra Castro, 9º na classificação da Copa Montana após a etapa de Santa Cruz do Sul.

Christian Castro aproveita o bom rendimento de seu carro na pista para elogiar sua equipe, comandada pelo preparador e piloto Luciano Mottin. "A Mottin Racing está de parabéns. Não atingimos nosso objetivo, que era chegar entre os cinco primeiros, e tínhamos muitas condições para isso, mas ficamos satisfeitos pela evolução do carro para as próximas etapas", agradece Castro. "Estamos em nosso primeiro ano na categoria e a cada corrida aprendemos mais sobre o carro", finaliza.

Na etapa de Santa Cruz do Sul a Mottin Racing integrou à equipe o preparador José Carlos Araújo, um dos mais experientes do automobilismo gaúcho, campeão brasileiro com Waldir Buneder. Também esteve com a equipe Eduardo Dulac, por várias vezes campeão brasileiro e vice-campeão mundial de RC (rádio controle), cujo conhecimento será muito importante no acerto fino do Montana 27 de Christian Castro, que busca uma evolução rápida para as três últimas etapas do campeonato.

A próxima etapa da Copa Montana, a 7ª da temporada, será no dia 2 de outubro em Londrina (PR).

Fonte: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer

André Pedralli comemora pódio conquistado no Super Kart Brasil


Piloto terminou o final de semana em terceiro na categoria Shifter

André Pedralli vem se tornando, a cada competição, um dos principais nomes da categoria Shifter Kart no Brasil. Na quarta edição do Super Kart Brasil, evento realizado na cidade de Registro, interior de São Paulo, o paranaense voltou a brilhar e conquistou o seu primeiro pódio em competições do SKB, faturando a 3ª colocação da pontuação final do campeonato.

Depois de ter dificuldades nos treinos e andar pouquíssimo antes da classificação, Pedralli conseguiu se adaptar rapidamente ao circuito e ficou com o 2º lugar da Tomada de Tempo. Na primeira das quatro baterias, o piloto só comprovou o bom ritmo e venceu sem problemas. Ele assumiu a 1ª posição logo na largada e conseguiu administrar até o fim.

Na prova seguinte, Pedralli dominava mais uma vez, até cometer um pequeno erro e perder a liderança. "Cometi um erro na terceira volta que me custou a vitória. Eu caí para 3º, o Danilo Dirani era 2º, e como ele é um dos mais experientes e melhores pilotos de Shifter do Brasil, não é nada fácil ultrapassá-lo. Quando eu consegui fazer isso, o Guilherme Salas já estava longe. Eu era o mais rápido, mas não deu tempo de chegar. Tanto que fiz a melhor volta da corrida na primeira e na segunda baterias", lembra o competidor paranaense.

A terceira corrida foi a mais dramática. Pelo menos Pedralli descobriria isso após o término da prova. O kart foi perdendo rendimento e, mesmo assim, o jovem piloto conseguiu cruzar na 3ª colocação. Depois, descobriu que uma peça de seu Shifter estava com sérios problemas. "Ninguém sabe como o motor não quebrou durante a prova", conta.

Na bateria final, depois de um toque na largada, André teve o bico de seu kart completamente avariado, prejudicando muito a aderência de seus pneus dianteiros. Isso também causou o desgaste excessivo dos compostos, o que trouxe ainda mais dificuldade ao paranaense, que fez o possível para cruzar a linha de chegada na 6ª posição. Com isso, conquistou o 3º lugar no resultado final do campeonato.

"Eu fiz tudo o que eu podia para terminar a final bem e conseguiu ficar em 6º. Foi o meu primeiro pódio no SKB, o que já estava batendo na trave desde a segunda edição, quando empatei nos pontos com o Dennis (Dirani), ele em 3º e eu em 4º. Isso se repediu na terceira edição, ambas em Interlagos. Assim, apesar de saber que eu tinha como conquistar o título, fico feliz com essa evolução", finaliza o competidor. O campeão foi Guilherme Salas, com Danilo Dirani em 2º.

Fonte: KartPress Assessoria Esportiva - José Barone
Foto: Rafael Munhoz/KartPress

Mário Diego Broering conquista o 3º lugar na Stock Car Opala “A” em Joaçaba


O piloto de Palhoça (SC), Mário Diego Broering, encerrou sua participação na 8ª etapa do Catarinense de Automobilismo, realizada no “Cavalo de Aço”, em Joaçaba, com a 3ª posição conquistada na categoria Stock Car Opala “A”.

Com problemas de saúde e sem estar em plenas condições físicas, Mário Diego conquistou a terceira posição no grid de largada, mesmo depois de sofrer um acidente.

Na corrida o piloto teve um problema hidráulico na largada e acabou perdendo posições, mas no decorrer da bateria conseguiu uma impressionante recuperação, retornando à 3ª posição e pressionando os líderes, inclusive fazendo a volta mais rápida da pista durante todo o final de semana.

O carro estava excelente, mas em função das minhas condições físicas não consegui tirar 100% do equipamento, mas ainda assim voltamos de Joaçaba muito satisfeitos com o resultado e com o desenvolvimento do carro”, disse Mário Diego.

O objetivo do piloto é acertar o carro para a temporada 2012, visando a conquista do título na categoria Stock Car Opala “A”.

Já temos contato com diversas empresas para o ano que vem e em breve deveremos ter boas novidades que irão viabilizar nossa participação na categoria Stock Car Opala “A” em 2012, e agradeço aos parceiros que estão nos apoiando nesta temporada”, encerrou Mário Diego, que tem o patrocínio do Feirão de Móveis, Colchões Ortobom, Fabone Móveis Tabulares, Nova Era Representações, Fogões Braslar e Seriplot Impressão Digital, e a preparação do Opala 01 é de Orlando Muniz.

Texto: Francis H. Trennepohl – F2 Assessoria Esportiva
Foto: Jimmi Torres (www.barulhodemotor.com.br)

Gêmeos Yago e Yuri Cesário conquistaram o II Super Kart GP


O Kart 14 dos irmãos Yago e Yuri Cesário foi o grande vencedor do Super Kart GP 2011

Evento no Autódromo de Goiânia distribuiu R$ 22 mil em premiação

Neste domingo, dia 18, finalmente chegou o dia tão esperado pelos praticantes do automobilismo na região Centro-Oeste do Brasil. No Autódromo Internacional de Goiânia, em Goiás, foi disputada a segunda edição do Super Kart GP.

Em um dia típico do cerrado brasileiro, com muito sol e clima seco, dentro da pista os pilotos aceleraram para valer e, baseados em um regulamento onde se pontua desde os treinos de aquecimento, as disputas na pista foram muito intensas em todos os momentos.

Pilotos de expressão no automobilismo de pista como Leandro Reis (F-Truck) dividiram o traçado com atuais revelações do kartismo de Goiás, como os irmãos Yago e Yuri Cesário. Ao todo seis atividades valeram pontos começando por dois treinos de aquecimento, passando por duas tomadas de tempos e finalizando com as duas corridas de 45 minutos cada uma.

Um dos pilotos inscritos na prova, Willian Araújo, faleceu na última quarta-feira e, com isto, algumas equipes optaram por não participar da prova. No decorrer do evento uma homenagem foi prestada à Willian, com a participação de todos os presentes ao autódromo.

O clima de festa esteve muito grande durante todo o tempo. Entre as atividades dos karts, algumas apresentações animaram as mais de três mil pessoas que acompanharam o domingo de competições. Manobras radicais com uma Mercedes-Benz e uma Maseratti dividiram os tempos ociosos da pista com desfiles dos clubes do Carro Antigo, clube do Opala e clube do Puma.

Ao todo participaram da prova 21 equipes que, com muito velocidade e estratégia trabalharam bastante em busca da vitória e dos prêmios em dinheiro. Com vasta experiência em provas de kart e quatro títulos nacionais no currículo os gêmeos Yago e Yuri Cesário se despontaram desde o começo. Com um equipamento muito bem acertado eles conseguiram somar importantes pontos durante todo o evento e, nas corridas, mesmo pressionados, conseguiram se defender dos ataques dos adversários para ficarem com o título e o prêmio principal, de oito mil reais. A dupla formada por Luiz Cordeiro Filho, atual vencedor das 500 Milhas da Granja Viana, e Matheus Vieira terminou na segunda posição e faturou R$ 4 mil. Correndo sozinho, Rodrigo Piquet terminou em terceiro, Jerry Alexandre em quarto, João Marcos, quinto; Joaquim Junqueira, sexto e Thiago Rappa, sétimo. Todos estes ganharam R$ 2 mil cada.

"As corridas foram excelentes. Nossa equipe mereceu porque trabalhamos duro e, durante todas as atividades, continuamos desenvolvendo o acerto até a ultima bateria. A premiação é fantástica e temos que dar os parabéns para a FAuGO. O prêmio deixou nossa equipe extremamente feliz e já estamos pensando na próxima prova", comentaram os irmãos campeões.

Cordeiro e Vieira, que terminaram em segundo, também fizeram comentários sobre a corrida. "O evento foi muito bom. Fizemos uma prova de recuperação porque na largada caímos para 18º, mas, deu tudo certo para nossa equipe, a premiação foi ótima, e com certeza estaremos na próxima. Gostamos muito das disputas".

Rodrigo Piquet, umas das estrelas do kartismo do país, chegou em terceiro. "Fiquei impressionado com a pista e o traçado. É muito legal andar no autódromo, a organização está de parabéns, o evento superou as minhas expectativa e com certeza estaremos presentes na próxima. A premiação é muito legal, pois, correr sabendo que receberá prêmios, é um grande incentivo para o kart vindo da federação", encerrou.

A Federação Goiana de Automobilismo - FAuGO já está estudando uma nova data para o próximo evento do Super Kart GP. A premiação nesta prova teve uma redução em função do cancelamento de algumas inscrições de última hora, motivadas principalmente pelo falecimento do piloto Willian Araújo. Ao todo foram distribuídos R$ 22 mil em prêmios.

Fonte: Quick Comunicação e Marketing

Marco Tulio estreou no automobilismo com pole e vitória na divisão Light do Gaúcho de Fórmula 1.6


Resultado superou expectativas e tocantinense já pensa na próxima etapa, em outubro

Dois adjetivos podem definir a estreia do kartista tocantinense Marco Tulio (MGB Construtora e Incorporadora | Marbrasa - Palmas Granitos e Mármores) no automobilismo: surpreendente e animadora. Competindo pela primeira vez com um monoposto, ele marcou a pole e venceu a segunda bateria da 6ª etapa do Campeonato Gaúcho de Fórmula 1.6 na divisão Light, disputada no último domingo no Autódromo do Velopark, em Nova Santa Rita (RS).

Marco Tulio "sentou" no carro da equipe Novosul Power apenas na última quarta-feira (14), mesmo dia em que teve seu primeiro contato com o traçado do Velopark. A adaptação foi rápida e na sexta-feira o tocantinense mostrava seu potencial ao dominar um dos treinos na geral e terminar o outro em segundo, mesmo com um restritor que deixava seu motor com 15 cavalos a menos que os da categoria principal.

O domínio se repetiu na tomada de tempos, quando Marco Tulio garantiu a pole. Durante a tomada de tempos o tocantinense chegou a estar em segundo na geral, mas a pista secou e ele acabou perdendo algumas posições, largando em sexto na primeira corrida.

Na primeira corrida Marco Tulio voltou a ser destaque e liderava a competição na divisão Light quando foi obrigado a abandonar com a junta homocinética quebrada. O abandono na bateria fez com que o jovem piloto, de apenas 16 anos, desse um show na segunda corrida do domingo.

Largando da 19ª e última posição no grid geral, Marco Tulio (MGB Construtora e Incorporadora | Marbrasa - Palmas Granitos e Mármores) fez uma primeira volta perfeita, passando na 6ª posição em frente à torre de cronometragem. E ao fim da corrida Marco Tulio comemorava sua primeira vitória no automobilismo, com direito a melhor volta.

"Foi extraordinário", vibra Marco Aurélio, pai de Marco Tulio. "Todos pensavam que ele já estava treinando há muito tempo, fiquei surpreso demais", lembra.

Marco Tulio, por sua vez, saiu bastante satisfeito do Velopark e voltou para Palmas, sua cidade, comemorando muito sua vitoriosa estreia. "Eu não esperava um resultado tão positivo assim, afinal nosso objetivo era apenas ir me adaptando ao carro. Gostei demais, é claro", diz o piloto, que já tem programada sua participação na próxima etapa, a ser disputada em outubro, em Guaporé (RS).

Fonte: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer