sexta-feira, julho 31, 2009

Copa Nextel Stock Car: traçado de Salvador deverá receber duas chicanes


Um dos membros mais ativos da Comissão de Segurança formada pelos pilotos da Stock Car, Felipe Maluhy viaja a Salvador (BA) neste sábado (1º) para conferir os trabalhos finais no circuito de rua que receberá a sexta etapa do campeonato no próximo dia 9. O piloto da equipe Tracker Racing viaja ao lado de Felipe Giaffone, piloto de testes da JL, empresa fabricante dos novos carros da categoria. Giaffone será o responsável pela condução de um protótipo pelo circuito de 2.774 metros, montado no Centro Administrativo da Bahia (CAB), na capital daquele Estado.

O teste servirá de avaliação para o circuito, que deverá receber duas chicanes para diminuir a velocidade em alguns trechos mais rápidos e, assim, aumentar a segurança. "O circuito em si é muito bom. A pista tem dez metros de largura, o que é um tamanho razoável; é mais ou menos dois metros mais estreita do que autódromos como Interlagos e Curitiba, por exemplo”, elogiou.

A visita ao circuito, segundo o piloto da Tracker Racing, será feita para avaliar as condições de segurança e a necessidade da instalação das duas chicanes. "Como é a primeira vez que a Stock Car vai fazer uma corrida em um traçado urbano, a comissão dos pilotos e das equipes, em conjunto com a Vicar (organizadora do campeonato), encontrou um consenso e achou melhor pecar pelo excesso de cautela do que pela falta de cuidados. Correr em circuito de rua já é mais arriscado do que em um autódromo, e achamos desnecessário assumir mais riscos do que já julgamos razoável”, explicou.

"O asfalto da pista está ótimo, mas haverá trechos com velocidades bastante altas, e julgamos isto um risco para os carros da Stock em um circuito de rua”, afirmou Maluhy. "Por isso o Felipe (Giaffone) vai fazer este teste com o protótipo”, justificou.

Os pontos que deverão receber as chicanes são a Curva 1 (no final da reta dos boxes) e a curva que antecede a Reta Oposta. Ambos os pontos, de acordo com Maluhy, deverão ser contornados em terceira ou quarta marcha, em velocidades que podem chegar aos 200 km/h. "Qualquer batida em uma curva de alta velocidade pode destruir o carro, e para aumentar a segurança devermos tomar estas medidas”, disse.

Após a visita e os testes, comissão de pilotos e equipes e a Vicar se reunirão novamente e decidir pela instalação das novas curvas.

Fonte: ReUnion - Esporte e Marketing Esportivo

Copa Santa Catarina de Automobilismo tem etapa adiada

Inicialmente prevista para acontecer no próximo fim de semana, na cidade de Ascurra (SC), a terceira etapa da Copa Santa Catarina de Automobilismo foi adiada para o fim do mês de agosto, entre os dias 29 e 30/08.

Max Mohr, organizador do evento, tomou a decisão do adiamento em conjunto com a FAUESC devido a previsão de fortes chuvas na região durante o fim de semana. A Copa Santa Catarina de Automobilismo (antiga Copa Norte) tem atraído um bom número de pilotos em seu grid, que usam este certame como preparação para o Campeonato Catarinense de Automobilismo.

Fonte: FAUESC

quarta-feira, julho 29, 2009

Dica de vídeo: Fernande Valandro capota na Copa Turismo Show

Acompanhe a câmera onboard no carro do piloto curitibano Fernande Valandro (Atlanta Comércio de Madeiras Ltda), durante a largada para uma das baterias da quinta etapa da Copa Turismo Show, realizada no último fim de semana no Autódromo Internacional de Curitiba (PR).


Ainda no início da bateria, Valandro, que largou da quarta colocação, vinha ganhando posições quando foi tocado por outro carro e perdeu o controle no "S" de baixa do circuito, derrapando e capotando.


Confira mais detalhes do piloto visitando o http://fvalandro.blogspot.com.

Copa Renault Clio: catarinense Almir Morales estreia na categoria


Natural de Jaraguá do Sul (SC), o piloto Almir Morales (Impressora Mayer, Pomerplast Embalagens, Quick Dog Lanches, Stillo Comunicação Visual, Rolasul Rolamentos, Revista Talento & Motor e Fixabrás) fez sua estreia na Copa Renault Clio no último domingo (26), na etapa disputada em Londrina (PR).

Almir Morales foi o oitavo colocado na classificação final da etapa, e o melhor Novato da categoria, o que lhe colocou no pódio em Londrina. “Fiz o que podia e o que deveria ser feito, afinal ninguém faz milagre sem conhecer a pista e fazendo apenas um único treino livre, no seco, e o cronometrado sob forte chuva. Fiz uma corrida cautelosa sobre o piso com trechos úmidos, uma corrida forte o quanto pude, mas com cautela, já que o objetivo era receber a quadriculada. Acabei sendo o melhor estreante e isso foi muito compensador pelo trabalho desenvolvido”, declarou o piloto.

Como Almir foi um desbravador, sendo o primeiro piloto catarinense a encarar o desafio montando equipe própria, o resultado tem ainda maior significado. “Um oitavo lugar pode parecer pouco, mas entramos aqui sabendo praticamente nada sobre o campeonato, fomos muito bem acolhidos por todos, inclusive o José Córdova da W Racing (piloto tri-campeão da categoria) e o Carlão da Officer (diretor técnico da associação de pilotos) nos deram grande força, assim, mesmo sem o total conhecimento deste carro e competindo o final de semana todo com pneus usados, conseguimos um desempenho que foi além do esperado. Para uma primeira prova está excelente”, concluiu.

O piloto Almir Morales conta com o aporte técnico da Pomerode Racing Team, do Élcio Lange, equipe com experiência na Copa Peugeot de Rally, e mantém toda a estrutura técnica com pessoal catarinense.

O vencedor da prova foi o goiano Edson do Valle, que conquistou sua primeira vitória nacategoria. A próxima etapa da Copa Renault Clio acontece no dia 23 de agosto, no Autódromo de Interlagos (SP).

Fonte: Claudio Hreczuck - Revista Talento & Motor

segunda-feira, julho 27, 2009

Copa Renault Clio: Edson do Valle conquista primeira vitória da carreira


Apesar do frio da manhã deste domingo em Londrina (PR), a quarta etapa da Copa Renault Clio foi marcada por várias disputas e pela primeira vitória da carreira do goiano Edson do Valle. Em segundo lugar ficou o paranaense Wagner Cardoso, que fez corrida de recuperação depois de ter largado da última posição. O líder do campeonato, José Vitte, terminou em terceiro e somou importantes pontos para o campeonato. Cesare Marrucci e Rolf Gemperli fecharam os cinco primeiros.

Na largada, Rodolfo Pousa manteve a ponta com Valle e Vitte logo atrás. O trio se distanciou do restante do grid nos primeiros giros, mas o piracicabano Pousa teve de abandonar a corrida por causa de um problema no câmbio. "A quarta marcha ficou enroscada e eu não podia fazer mais nada. Uma pena abandonar, porque foi uma corrida bastante disputada e acho que teria chance de um bom resultado. Agora tenho que pensar na próxima etapa”, consolou-se.

Na entrada obrigatória do Safety Car, na sétima volta da corrida, os cinco primeiros que pontuaram foram Valle, Vitte, Wagner Cardoso, Cláudio Zanotto e Rolf Gemperli. Após a relargada, Vitte se defendia dos ataques de Cardoso. A briga era tão intensa que, em um erro do líder do campeonato, os dois pilotos foram para fora da pista, mas retornaram sem perder posições.

Mais tarde, Cardoso se aproveitou de um pequeno problema com o câmbio do Renault Clio de José Vitte para lhe tomar a segunda posição e iniciar uma perseguição a Edson do Valle, que liderava com folga. O piloto do carro zero fez a melhor volta da corrida na 21ª passagem e reduziu a diferença, mas não o bastante para ameaçar a vitória do goiano, piloto da Pontão VL Racing, que comemorou muito ao cruzar a linha de chegada.

"Tive um fim de semana bem regular, sempre andando entre os quatro primeiros nos treinos, e o carro que a equipe preparou estava excelente. Estou muito feliz com essa vitória, ainda mais por ser em uma categoria competitiva como a Copa Renault Clio, com pilotos tão competentes e rápidos”, disse Valle.

Wagner Cardoso, protagonista da recuperação de dez posições durante a corrida, afirmou ter tido um final de semana difícil em Londrina. "Bati o carro no treino de sábado e a frente ficou toda torta. Saí do autódromo no sábado às 22 horas não acreditando que eu fosse largar no dia seguinte. Mas fiquei impressionado com o trabalho que a equipe fez”, lembrou. "A corrida foi bastante agitada, e dei uma escapada quando seguia o (José) Vitte. Depois comecei a chegar no Edson (do Valle), mas a corrida já era dele, porque ele vinha em um ritmo muito rápido e constante”, afirmou.

Vitte, com o terceiro lugar, manteve-se na liderança da disputa, agora com 78 pontos. "Foi um final de semana complicado, porque bati logo no primeiro treino e fomos obrigados a montar um carro reserva. Durante a corrida, logo depois do Safety Car, a terceira e quarta marchas do carro ficavam escapando, então eu tinha de guiar com uma mão no volante e outra segurando a alavanca do câmbio. Mas o importante foi ter somado pontos, o que acho vital para a manutenção da liderança do campeonato”, disse.

A próxima etapa da Copa Renault Clio acontece em São Paulo, no dia 23 de agosto.

Confira o resultado da quarta etapa da Copa Renault Clio, realizada em Londrina:

1º) Edson do Valle (GO), 25 voltas em 40min33s469 (média de 112,98 km/h)
2º) Wagner Cardoso (PR), a 0s607
3º) José Vitte (PR), a 4s218
4º) Cesare Marrucci (SP), a 14s992
5º) Rolf Gemperli (SP), a 27s891
6º) Ydenis de Souza (SP), a 29s458
7º) Luciano Kubrusly (SP), a 55s726
8º) Almir Morales (SC), a 1min14s452
9º) Claudio Zanotto Jr (MT), a 1 volta
10º) Fabio Delamuta (SP), a 10 voltas
11º) Roberto Santos (SP), a 10 voltas
12º) Rodolfo Pousa (SP), a 19 voltas
Melhor Volta: Wagner Cardoso, 1min31s190 (120,60 km/h)
Fonte: CRONOMAP

Confira os cinco primeiros na classificação do campeonato após quatro corridas disputadas:

1-) José Vitte – 78 pontos
2-) Edson do Valle – 69
3-) Rodolfo Pousa – 51
4-) Rolf Gemperli – 49
5-) Wagner Cardoso - 37

Realizada pela ReUnion Sports & Marketing, a Copa Renault Clio tem patrocínio da Renault, co-patrocínio da Pirelli e apoio de Scorro, Fremax, Ecopads, Elf, Marcazeta, Red Coil e Valeo.

Fonte: ReUnion - Esporte e Marketing Esportivo

Vídeo: acidente no Campeonato Gaúcho de Marcas e Pilotos

A câmera onboard no Corsa 117 do piloto Edy Azevedo (Imprima/ Star Center) flagrou o capotamento dos pilotos Eduardo Fuentes e Urbano da Silva, ainda na primeira volta da bateria válida pela terceira etapa do Campeonato Gaúcho de Marcas e Pilotos, realizada no último dia 12, no Autódromo de Tarumã (RS).


Fonte: APPA/RS

Camilo lembra do amigo Massa na vitória em Londrina



Apesar da vitória conquistada neste domingo (26) em Londrina – seu primeiro triunfo no Itaipava GT3 Brasil – Thiago Camilo mantinha um semblante sério. Parceiro de Norberto Gresse no Porsche 997, Thiago conteve a emoção na coletiva de imprensa após a corrida, mas revelou o motivo de não ter comemorado no pódio. "Foi por causa do Felipe (Massa), que está em uma situação delicada. Tive uma noite muito difícil, quase não consegui dormir pensando em tudo o que aconteceu e durante a corrida guiei o tempo todo pensando naquele acidente e se ele estava bem”, relatou, lembrando que tem em Massa um grande amigo.

Felipe Massa sofreu um acidente durante o treino classificatório para o Grande Prêmio da Hungria de Fórmula 1, no último sábado. O piloto da Ferrari vinha em sua volta rápida quando foi atingido na cabeça, a mais de 200 km/h, por uma mola que havia se soltado do carro de Rubens Barrichello momentos antes. Com o impacto, Massa ficou inconsciente por alguns segundos e seu Ferrari bateu com violência na proteção de pneus.

Transportado ao Hospital Militar de Budapeste, capital húngara, o piloto da Ferrari passou por uma cirurgia para a retirada de um fragmento ósseo no crânio, e foi mantido em coma induzido para a redução das atividades cerebrais até o completo diagnóstico de eventuais danos. Na manhã deste domingo (26), felizmente, os médicos descartaram qualquer hipótese de lesão cerebral.

Sobre o Itaipava GT3 Brasil: Realizado por SRO Latin America, o Itaipava GT3 Brasil tem patrocínio da Itaipava e co-patrocínio da Pirelli. A Petrobras é o combustível oficial da categoria.

Fonte: ReUnion - Esporte e Marketing Esportivo

GP2: Lucas volta ao pódio com 3º lugar em Hungaroring


Depois do segundo lugar conquistado na corrida disputada no sábado (25), Lucas Di Grassi (Eurobike/Schioppa) voltou neste domingo ao pódio na Hungria, que recebeu a sexta rodada dupla do Campeonato Mundial de Fórmula GP2. Largando da sétima posição (por causa do grid que inverte os oito melhores da primeira prova), o brasileiro da Racing Engineering terminou a corrida no terceiro posto. A vitória neste domingo ficou com o holandês Giedo van der Garde, da iSport, com o italiano Luca Filippi, da Super Nova, em segundo lugar. Romain Grosjean, da Addax, foi o quarto, seguido do espanhol Javier Villa (Super Nova) e do português Alvaro Parente (Ocean), fechando os seis primeiros que pontuaram.

"Fiz uma ótima largada e o ritmo estava muito melhor do que ontem. Melhoramos o carro e fiquei bem mais feliz com o acerto. Acredito que estamos na direção certa. Foi uma boa corrida e a equipe fez um trabalho excelente”, elogiou o piloto.

Di Grassi foi o único piloto a subir no pódio em ambas as corridas neste final de semana em Hungaroring. Com dois pontos conquistados pela pole position, mais os oito do segundo lugar de sábado e os quatro somados hoje com a terceira posição, Lucas sai de Budapeste com mais 14 pontos – foi o piloto que teve o melhor aproveitamento nesta rodada dupla.

"Fizemos o maior número de pontos neste final de semana e dois pódios. Tudo correu muito bem, e este início da segunda metade do campeonato está sendo positivo. Precisamos manter este ritmo para encostar ainda mais nos líderes”, disse o brasileiro, que agora soma 40 pontos no quarto lugar, um atrás do russo Vitaly Petrov, e a cinco do vice-líder Romain Grosjean. O alemão Nico Hulkenberg, da ART, não pontuou neste domingo, mas permanece na liderança com 57 pontos, 17 à frente do brasileiro.

"Agora teremos um intervalo de três semanas até a próxima corrida, em Valência, e eu e a equipe vamos trabalhar durante esse tempo para colocar tudo em ordem e melhorarmos ainda mais. A idéia é nos mantermos na briga pelo título até o final”, espera Lucas, que volta ao cockpit do carro da Racing Engineering no circuito de rua de Valência, a Espanha, nos dias 22 e 23 de agosto.

Confira os dez primeiros na prova disputada neste domingo (26) em Hungaroring:

1-) Giedo van der Garde (Holanda), iSport - 28 voltas
2-) Luca Filippi (Itália), Super Nova - a 0s3
3-) Lucas Di Grassi (Brasil), Racing Engineering - a 1s0
4-) Romain Grosjean (França), Addax - a 1s6
5-) Javier Villa (Espanha), Super Nova - a 2s0
6-) Alvaro Parente (Portugal), Ocean - a 3s4
7-) Nico Hulkenberg (Alemanha), ART - a 3s7
8-) Kamui Kobayashi (Japão), DAMS - a 4s0
9-) Davi Valsecchi (Itália), Durango - a 4s8
10-) Karun Chandhok (Índia), Ocean - a 10s3

Os oito primeiros no campeonato da GP2 após dez corridas:

1-) Nico Hulkenberg (Alemanha), 57 pontos
2-) Romain Grosjean (França), 45
3-) Vitaly Petrov (Rússia), 41
4-) Lucas Di Grassi (Brasil), 40
5-) Pastor Maldonado (Venezuela), 31
6-) Luca Filippi (Itália), 22
7-) Andreas Zuber (África do Sul), 20
8-) Jerôme D’Ambrosio (Bélgica), 18

Fonte: ReUnion - Esporte e Marketing Esportivo

Gabriel Navarrete conquista o Vice-Campeonato Brasileiro


No último sábado, 25, no Kartódromo Raceland Internacional, em Curitiba – PR, o piloto goiano Gabriel Navarrete (Birel / Nil Racing) conquistou de forma brilhante o título de Vice-Campeão Brasileiro de Kart, da categoria Graduados “A”.

Esta classe, último passo de um piloto no kartismo, é a mais rápida do país e reúne os principais competidores da modalidade. Muitos deles, como Sérgio Jimenez e Pedro Bianchini, já tiveram vários anos de experiência nos monopostos como F-Renault, F-3, A1-GP, GP2, F-BMW Alemã e Européia.

Gabriel, o mais novo competidor desta categoria no Brasileiro, esteve em Curitiba na busca de seu Bi-Campeonato uma vez que, no ano passado, ele sagrou-se Campeão da categoria Graduados “B”.

A trajetória de Gabriel nesta competição começou de forma muito conturbada nos treinos livres e até mesmo nas provas classificatórias quando, com vários problemas, o piloto não conseguiu desenvolver todo o seu potencial e ocupou sempre posições intermediárias.

No sábado, porém, parece que a sorte voltou-se de novo para Navarrete e, já na corrida pré-final, o piloto fez uma bela atuação e mesmo sob o frio de seis graus o goiano conseguiu fazer uma corrida de recuperação e finalizar a prova na quinta posição. O mais impressionante, porém, foi que ao ter o motor de seu kart aberto para vistoria foi detectado que o pino da biela havia quebrado e, sem uma explicação técnica da equipe, o motor conseguiu terminar a corrida.

Com a programação muito atrasada a corrida final da principal classe do kartismo teve início apenas as sete da noite. Com os refletores acesos, chuva e temperatura muito baixa a largada foi autorizada. Gabriel, saindo da quinta colocação, começou muito bem e, após contornar bem a primeira curva já pulava para o quarto lugar. O piloto vinha muito rápido e com mais duas voltas já pressionava o terceiro colocado quando, em virtude de um acidente com Victor Caliman a prova teve de ser interrompida. Na relargada Navarrete novamente se posicionou muito bem e manteve-se no primeiro pelotão. Com um kart muito rápido o piloto partiu determinado em buscar seu segundo título nacional. Assim, após algumas voltas, ele superou Fabiano Machado, que vinha em terceiro e, quatro voltas depois, Sérgio Jimenez (piloto detentor de seis títulos brasileiros). Daí por diante faltava Navarrete brigar pela liderança, mas, Pedro Bianchini, o líder, havia conseguido abrir quatro segundos de vantagem. Neste momento, brilhou a estrela do piloto goiano que, volta após volta, tirava importantes décimos do primeiro colocado. A três voltas para o final Gabriel conseguiu alcançar Bianchini, mas o experiente piloto paranaense conseguiu se manter na frente e, mesmo sob duros ataques de Gabriel, acabou vencendo a corrida. Navarrete, conseguiu uma brilhante segunda colocação e vibrou muito com o resultado.

Foi talvez o Brasileiro mais conturbado da minha vida. Nos treinos e nas classificatórias tivemos momentos de altos e baixos. Depois, nas corridas de hoje, consegui com a equipe achar um acerto ideal para o kart. A corrida final foi muito difícil, com a pista muito molhada, suja e a noite. Era quase impossível de enxergar, mas graças a Deus consegui dar tudo de mim e finalizei com o vice-Campeonato. Eu tenho plena certeza de que poderia ter vencido, mas o Bianchini é um piloto muito experiente e ter chegado colado nele valoriza ainda mais a minha conquista”, finalizou o competidor que também registrou a volta mais rápida da corrida com o tempo de 1m01s302.

Fonte: Quick Comunicação e Marketing
Foto: Flávio Quick

sábado, julho 25, 2009

Copa Renault Clio: Rei da Chuva, Rodolfo Pousa é o pole em Londrina


Piracicabano conquistou sua terceira pole na Copa Renault Clio, a terceira com pista molhada

O piracicabano Rodolfo Pousa tem se mostrado um dos pilotos que melhor consegue tirar rendimento de seu carro em condições adversas: suas duas primeiras pole positions na Copa Renault Clio foram conquistadas com asfalto molhado. E em Londrina (PR), palco da quarta etapa da temporada 2009, não foi diferente. Pousa foi o melhor no treino marcado pela chuva e completou sua volta mais veloz em 1min36s346.


Edson do Valle confirmou a boa forma e vai largar da segunda posição, a 0s613 da pole. José Vitte, líder do campeonato, sai do terceiro lugar, com o matogrossense Cláudio Zanotto Junior sendo a surpresa da sessão: o piloto, que nunca havia competido em Londrina, marcou o quarto melhor tempo em sua primeira experiência com o Renault Clio equipado com o motor 2.0.

"Foi minha primeira pole do ano e a terceira no total. Todas debaixo de chuva", comemorou Pousa, que deu a receita do resultado. "No começo fui fazendo uma espécie de reconhecimento da pista. Aí foi só encontrar o caminho e arriscar um pouco mais. Foi um bom passo. Agora temos que ver como vai ser amanhã, porque o nosso carro é melhor na chuva do que na pista seca", disse o piracicabano.

José Vitte já avisou que não vai assumir riscos desnecessários. O líder da competição quer se manter no topo da classificação. "O treino foi um pouco difícil, porque a pista mudava muito de volta para volta de acordo com a quantidade de chuva que caía", afirmou. "Quero largar bem amanhã e somar pontos para o campeonato", falou.

Ao contrário de Vitte, Zanotto se preocupa com a corrida, e não com a classificação geral. "Sinceramente, foi muito melhor do que eu esperava. Largar da segunda fila em minha volta à Copa Renault Clio era uma expectativa bem alta", contou. "Os pilotos à minha frente estão preocupados com o campeonato, enquanto eu quero pensar corrida a corrida. Correr na chuva é complicado, mas vou tentar ganhar posições", avisou.

A largada para a quarta etapa da Copa Renault Clio em Londrina acontece às 10 horas deste domingo (26). Confira os tempos da tomada de tempos:

1º) Rodolfo Pousa (SP), 1min36s346, média de 114,15 Km/h
2º) Edson do Valle (GO), a 0s613
3º) José C Vitte (PR), a 0s659
4º) Claudio Zanotto Jr (MT), a 1s264
5º) Fabio Delamuta (SP), a 1s726
6º) Cesare Marrucci (SP), a 1s785
7º) Rolf Gemperli (SP), a 1s900
8º) Luciano Kubrusly (SP), a 1s937
9º) Ydenis de Souza (SP), a 2s003
10º) Roberto Santos (SP), a 4s671
11º) Almir Morales (SC), a 7s544
12º) Wagner Cardoso (PR), sem tempo

Realizada pela ReUnion Sports & Marketing, a Copa Renault Clio tem patrocínio da Renault, co-patrocínio da Pirelli e apoio de Scorro, Fremax, Ecopads, Elf, Marcazeta, Red Coil e Valeo.

Texto: ReUnion Press
Foto: Fernanda Freixosa

sexta-feira, julho 24, 2009

GP2: Lucas faz pole e conquista pontos na Hungria


Lucas Di Grassi (Eurobike/Schioppa) repetiu o bom desempenho mostrado no treino livre da manhã desta sexta-feira (24) e conquistou a pole position para a primeira corrida do Campeonato Mundial de Fórmula GP2, com largada programada para as 11 horas (de Brasília) deste sábado. Com o tempo de 1min27s867, o brasileiro da Racing Engineering larga na frente pela primeira vez na temporada.

Di Grassi conseguiu uma marca 0s066 melhor que a do segundo colocado, o russo Vitaly Petrov, da Addax, que largará ao seu lado na corrida de amanhã. Javier Villa e Davi Valsecchi formam a segunda fila, com o alemão Nico Hulkenberg em quinto e o italiano Luca Fillipi em sexto lugar. Pastor Maldonado (Venezuela), Andreas Zuber (África do Sul), Davide Rigon (Itália) e Roldán Rodriguez (Espanha) fecham os dez primeiros.

A sessão classificatória foi bastante movimentada. Nos primeiros cinco minutos do treino um acidente entre os franceses Romain Grosjean e Frank Perera provocou uma breve bandeira vermelha. Os danos em ambos os carros impediu os pilotos de voltarem à pista para melhorar seus tempos.

"O treino foi muito bom. A equipe mudou um pouco o carro da última corrida para cá e ganhamos performance. Dava até para ser mais rápido, mas está ótimo – logicamente! Largar na pole position é fantástico”, disse Lucas, que com o resultado soma mais dois pontos no campeonato, isola-se na quarta colocação agora com 28 pontos e se aproxima mais um pouco dos líderes do campeonato.

"Não começamos o campeonato com o pé direito, e agora as coisas estão se encaixando melhor, o carro melhorou muito de lá para cá e estou feliz com nossa competitividade”, afirmou. Com o desempenho, Di Grassi pode repetir a vitória obtida na Hungria no ano passado: "Estamos bem, mas treino é treino, corrida é corrida. Sei que estamos fazendo um bom trabalho aqui, mas a GP2 é muito competitiva. Estamos animados, mas vamos ficar contentes mesmo só se estivermos em primeiro depois da bandeirada. Até lá, tem que levar muito a sério se quiser vencer”.

Confira o grid de largada para a prova que começa às 11h (de Brasília) neste sábado:

1) Lucas Di Grassi (Brasil), Racing Engineering - 1min27s867
2) Vitaly Petrov (Rússia), Addax - a 0s066
3) Javier Villa (Espanha), Super Nova - a 0s156
4) Davi Valsecchi (Itália), Durango- a 0s284
5) Nico Hulkenberg (Alemanha), ART - a 0s430
6) Luca Fillipi (Itália), Super Nova - a 0s512
7) Pastor Maldonado (Venezuela), ART - a 0s585
8) Andreas Zuber (África do Sul), FMSI - a 0s598
9) Davide Rigon (Itália), Trident - 0s667
10) Roldán Rodriguez (Espanha), Piquet - a 0s669
11) Alberto Valério (Brasil), Piquet - a 0s750
12) Diego Nunes (Brasil), iSport - a 0s765
13) Dani Clos (Espanha), Racing Engineering - a 0s803
14) Alvaro Parente (Portugal), Ocean - a 0s932
15) Sergio Perez (México), Arden - 1s030
16) Giedo van der Garde (Holanda), iSport - a 1s056
17) Luiz Razia (Brasil), FMSI - a 1s107
18) Edoardo Mortara (Itália), Arden - 1s191
19) Michael Herk (Bélgica), DPR - 1s355
20) Karun Chandhok (Índia), Ocean - a 1s383
21) Kamui Kobayashi (Japão), DAMS - a 1s389
22) Nelson Pantiatici (França), Durango - 1s520
23) Jerôme D'Ambrosio (Bélgica), DAMS - a 1s864
24) Ricardo Teixeira (Angola), Trident - a 2s683
25) Frank Perera (França), DPR - a 9s652
26) Romain Grosjean (França), Addax - a 18s448 (acidente)

O canal a cabo SporTV transmite ao vivo as duas corridas do final de semana na Hungria. Confira a programação (horários de Brasília):

Sábado (25):
11h00 – 12h20 – 1ª corrida (transmissão ao vivo SporTV)

Domingo (26):
5h30 – 6h20 – 2ª corrida (transmissão ao vivo SporTV)

Os dez primeiros no campeonato da GP2 após dez corridas:

1) Nico Hulkenberg (Alemanha), 46 pontos
2) Romain Grosjean (França), 42
3) Vitaly Petrov (Rússia), 41
4) Lucas Di Grassi (Brasil), 28
5) Pastor Maldonado (Venezuela), 26
6) Andreas Zuber (África do Sul), 20
7) Jerôme D’Ambrosio (Bélgica), 18
8) Alberto Valério (Brasil), 16
9) Luca Fillipi (Itália), 13
10) Javier Villa (Espanha), 12

Fonte: ReUnion - Esporte e Marketing Esportivo

Copa Turismo Show: Fernande Valandro vai em busca do seu primeiro pódio na quinta etapa



Acontece neste domingo (26/07) a quinta etapa da Copa Turismo Show, campeonato de carros de turismo disputado no Autódromo Internacional de Curitiba. E o piloto curitibano Fernande Valandro participará com o objetivo de conquistar seu primeiro pódio na categoria.

Valandro está sendo considerado uma das revelações da categoria, mostrando uma grande evolução a cada etapa e sempre aparecendo no topo das listas de classificações. Na quarta etapa, disputada no mês de junho, na primeira bateria, Valandro largou em quarto lugar, concluindo a bateria também em quarto, cravando a terceira melhor volta com 1:40s441. Já na segunda bateria, Valandro largou em sétimo, mas não concluiu a bateria, pois levou um toque na Curva da Vitória, impossibilitando o término da prova. Mas sem reclamar do passado, Valandro vem com grande expectativa pra essa etapa.

“Minha equipe tem me entregado um carro excelente a cada etapa, e eu tenho feito o máximo para me desenvolver dentro da pista. E este trabalho tem dado resultado, na última etapa incomodamos os ponteiros e vamos incomodar ainda mais nesta etapa”, promete o piloto da Stumpf Preparações.

Os treinos livres e o treino que decide a ordem de largada serão disputados no sábado (25), com as duas baterias válidas pela 5º etapa sendo realizadas no domingo.

O piloto Fernande Valandro tem o patrocínio de Atlanta Comércio de Madeiras.

Texto e foto: Angelo Gomes / pontaracing.com.br

Pilotos da GT3 brasileira enfrentam desafio na Europa


O Itaipava GT3 Brasil realiza sua quarta rodada dupla de 2009 neste final de semana (25 e 26), na cidade de Londrina, no Paraná, mas a categoria também está de olho nos acontecimentos da famosa 24 Horas de Spa-Francorchamps, corrida sexagenária que está entre as mais prestigiadas do automobilismo do tipo endurance (resistência). Os atuais bicampeões Andreas Mattheis e Xandy Negrão, além dos pilotos Clemente Lunardi e Constantino Júnior largarão neste sábado em Spa a bordo de um supercarro de GT3 idêntico ao utilizado por eles no Brasil.

Os quatro pilotos conduzirão um Ford GT preparado pela suíça Matech GT Racing. Constantino Júnior, que venceu ao lado de Clemente Lunardi a primeira etapa do Itaipava GT3 Brasil em Interlagos este ano, disse que o quarteto está motivado. "Nós somos pilotos bem experientes e estamos entusiasmados por pilotar o Ford GT aqui em Spa”, declarou o brasileiro. "O Ford é um ótimo carro de corridas”, definiu.

Sobre a pista de Spa, que tem 7.004 metros, Constantino afirmou que se trata de um traçado exigente: "Corri em Spa há 16 anos mas a pista mudou muito desde então”, lembrou, referindo-se à época em que disputou o Campeonato Intercontinental de Fórmula 3000, então o último degrau antes da Fórmula 1. "É um traçado muito difícil e, pessoalmente, acho muito especial competir em uma prova de 24 horas tão importante. Aqui, você tem que contar com a sorte e pilotar com cuidado. E nós vamos fazer isso!”.

Sobre o Itaipava GT3 Brasil: Realizado por SRO Latin America, o Itaipava GT3 Brasil tem patrocínio da Itaipava e co-patrocínio da Pirelli. A Petrobras é o combustível oficial da categoria.

Fonte: ReUnion - Esporte e Marketing Esportivo

Velocidade na Terra PR: Hemerson Pampuch vence mais uma na Marcas B


A chuva não veio e os pilotos puderam demonstrar toda sua habailidade em mais uma etapa do Paranaense.

A 5º etapa do Campeonato Paranaense foi disputada no último dia 19 de julho em São José dos Pinhais – PR e os das equipes VM Racing e PampuTerra novamente marcaram presença no pódio final, com destaque para a vitória na categoria Marcas B.

Na categoria Novatos Injetado, Helinson Pampuch continua conquistando boas colocações. Nesta etapa ele finalizou em quarto lugar, mantendo-se entre os ponteiros do campeonato.

Na categoria Novatos Carburado, Andrew Kruger conquistou um quarto lugar e manteve a vice-liderança da categoria - e entra na segunda metade do campeonato como forte candidato ao título.

Pulando para a categoria Marcas A, Gedson Gonçalves (Chike Man) fez uma boa corrida. Sem conseguir fazer um bom tempo no treino classificatório, Gedson partiu para uma corrida de recuperação e terminou na quinta colocação.

Na Marcas B a vitória foi do piloto da PampuTerra, Hemerson Pampuch. Hemerson venceu a bateria de ponta a ponta e agora é mais líder do que nunca e entra na segunda parte do campeonato com uma boa vantagem na disputa pelo título de campeão.

A próxima etapa do campeonato está marcada para os dias 15 e 16 de agosto em São José dos Pinhais – PR.

A VM Racing conta com o patrocínio de Lufer, Engepeças/JCB, Renovat, DKT Auto Center, Maringá Soldas, HS-Hidrausistem, MV Gasket, Gedex Corretora de Seguros, Posto Consul, Susin Francescutti, Dex – Distribuidora de Materiais de Construção e JR Transportes.

A PampuTerra conta com a patrocínio de Nova Prata Mineração, Ecomix Concreto, Lajes Taba, Pampuch Pinturas Esportivas, Reformline, Naciopetro Distribuidora de Petróleo, Konrad Curitiba, Furlan, Stockfer, Dibrape Peças Automotivas, Auto Cores Tintas e Casa do Caminhão Paranaguá.

Texto e Foto: Angelo Gomes / Pontaracing.com.br

quinta-feira, julho 23, 2009

GP da Hungria de F1: confira horário dos treinos e corrida

Confira a programação para o GP da Hungria de F1, a 10ª etapa da temporada 2009 da categoria, que desembarcou em Hungaroring neste fim de semana.

Sexta-feira (24/07)

5h - 1º Treino Livre
9h - 2º Treino Livre
Sábado (25/07)

6h - 3º Treino Livre
9h - Treino Classificatório
Domingo (26/07)
9h - Corrida, com duração de 70 voltas.

Gabriel Navarrete busca, em Curitiba, Bi-Campeonato Brasileiro de Kart


Desde a última terça-feira, dia 21, o piloto goiano Gabriel Navarrete (Birel Sudam/Nil Racing) está na cidade de Curitiba - PR onde, no Kartódromo Raceland Internacional, está sendo realizada a segunda fase do Campeonato Brasileiro de Kart.

Gabriel, que é o atual Campeão Brasileiro da Graduados “B”, busca no Paraná o seu Bi-Campeonato. Porém, nesta temporada, o piloto tem o desafio de participar da disputa na principal categoria do kartismo nacional, a Graduados “A”, último passo de um piloto no kartismo rumo aos monopostos.

Assim, disposto a encerrar sua participação no kartismo no topo da modalidade o piloto da equipe Nil Racing treinou em Curitiba no princípio do mês e agora, desde terça-feira, vive as emoções do Certame Nacional.

Até a manhã de hoje Navarrete participou de quatro sessões de treinos livres onde pode testar vários componentes e ajustar o kart para as duas tomadas de tempo que aconteceram nesta tarde. Nos treinos o piloto vivenciou situações de pista com piso seco, molhado e até mesmo encharcado. Com tantas variáveis em jogo, Navarrete não conseguiu um ponto de acerto definitivo e após ter finalizado a primeira parte com o terceiro tempo, melhorou apenas um décimo na segunda parte da classificação, enquanto que seus concorrentes conseguiram marcas mais significativas. Assim, com a marca de 1m03s737 o piloto registrou o nono melhor tempo e largará nas duas corridas classificatórias abrindo a quinta fila do grid de largada. A pole-position ficou com o paulista Fabiano Machado.

A situação de pista aqui do Raceland está muito adversa. Não conseguimos treinar direito dia nenhum e, além da chuva, está fazendo muito frio. Esta condição é muito prejudicial aos ajustes uma vez que desde os pneus até o próprio motor não atingem a temperatura ideal e desta forma não conseguimos ver os ajustes das demais coisas do kart. Mas estou tranquilo. Amanhã teremos duas provas onde o importante é poupar o equipamento para a Pré-Final e a Final, efetivamente, que serão disputadas no sábado”, explicou o piloto de 15 anos.

Nesta sexta-feira as duas primeiras corridas classificatórias serão disputas ao meio dia e, a segunda, prevista para as cinco da tarde. No sábado, dia 25, a Pré-Final será disputada às 11 da manhã e, a Final, às quatro e meia da tarde.

Fonte: Quick Comunicação e Marketing
Foto: Flávio Quick

quarta-feira, julho 22, 2009

Itaipava GT Brasil divulga programação


Londrina (PR) recebe pela primeira vez neste final de semana (25 e 26) as máquinas do Itaipava GT Brasil, principal evento de Gran Turismo do País e que reúne os supercarros do Itaipava GT3 e do Itaipava Trofeo Maserati, além da competitiva Copa Renault Clio como categoria de suporte.

A organização do evento divulgou a programação para a quarta rodada dupla do Itaipava GT3, válida também como quarta etapa da Copa Clio e quinta etapa do Itaipava Trofeo Maserati. A primeira atividade de pista está programada para as nove horas da sexta-feira (24), com o primeiro treino livre da Copa Renault Clio, que tem 50 minutos de duração. Logo em seguida, os carros do Itaipava Trofeo Maserati e do Itaipava GT3 riscam o asfalto do Autódromo Ayrton Senna.

No sábado, além de um treino livre para cada categoria logo pela manhã, estão programados os treinos classificatórios e a primeira corrida do Itaipava GT3 Brasil, com largada às 15h30. O domingo abre a programação com o treino de aquecimento do Itaipava GT3 e Itaipava Trofeo Maserati, e logo depois, às 10 horas, haverá a largada da quarta etapa da Copa Renault Clio. Ao meio-dia tem início a segunda corrida do Itaipava GT3 Brasil, com o Itaipava Trofeo Maserati iniciando sua quinta etapa da temporada às 13h40.

Fonte: ReUnion - Esporte e Marketing Esportivo

AMIKA realiza sua 5ª corrida de Fórmula Alpie

Confira, abaixo, o informativo enviado pela AMIKA - Associação de Amigos do Kart Amador:

Neste próximo domingo, dia 26 de julho, a AMIKA realizará sua quinta corrida de F. Alpie, fruto do sucesso da parceria entre a Associação e a Escola Alpie de Pilotagem desde 2004.

São esperados 12 carros no Grid. Destes, 9 são associados da AMIKA que terão a oportunidade de participar de uma prova num dos mais importante templos do automobilismo mundial. A largada será as 15:00 h e a prova deverá ter duração aproximada de 30 minutos.

Quem for, vai poder também acompanhar as demais provas do Campeonato Paulista de Automobilismo, em suas diversas categorias.

Segundo informações coletadas no próprio autódromo, a entrada para acesso às arquibancadas (cobertas e de frente pra reta dos boxes) é franca e tem estacionamento pago no próprio local.

Esperamos vocês por lá !!!

terça-feira, julho 21, 2009

Equipe Markas vence a terceira etapa do Campeonato Gaúcho de Endurance


O trio Pierre Ventura, João Cardoso Jr e Christian Castro, a bordo do MXR Honda da equipe Markas, venceu a terceira etapa do Campeonato Gaúcho de Endurance, prova de duas horas realizada neste último domingo (19) no Autódromo Internacional de Tarumã, em Viamão (RS).

Confira o resultado final, e os vencedores em cada uma das categorias:
Pos/ Num/ Pilotos/ Classe/ Carro/ Equipe
1. (10) Pierre Ventura/ João Cardoso Jr./ Christian Castro (III-16) - MXR Honda - Markas Veículos
2. (5) Geciel de Andrade (I) - MCR Tubarão - Noko/ Kumho Tires
3. (47) Roger Sandoval/ Fabiano Peres (III-8) - MCR VW
4. (33) Wagner Amorin (I) - Spyder-VW Turbo
5. (18) Fernando Poeta/ Duda Rosa/ Anderson Toso (II) - Maseratti Tropheo - Sul Racing
6. (17) Felipe Toledo/ Alexandre Silveira (III-8) - MCR VW Markas Veículos
7. (44) Herberto Heinen (II) - S10 Turbo - Vidroforte
8. (3) Décio Dorneles/ Marcelo Dorneles (IV) - Voyage
9. (19) José Carlos Rossi/ Fernando Melo (I) - Spyder Opel - Rossi
10. (36) Nereu Rebecchi/ Tiago Rebecchi (IV) - Gol - Frigorífico Santo André
11. (53) Márcio Martins (IV) - Gol
12. (88) Juarez Terres/ Ricardo Terres (IV) - Gol
13. (54) Pedro Ávila/ Airton Diehl (IV) - Corsa - CRDiementz/ Farmácias Associadas
14. (55) Wagner dos Santos (IV) - Chevette - Centerpan
15. (4) Felipe Bertuol/ Darci Marini (III-16) - Spyder Opel - Meber
16. (99) Paulo Hoerlle/ Alexandre Hoerlle (I) - MCR Turbo - Hoerlle

Fonte: APPA/RS
Foto: Erlon Radl - APPA/RS

segunda-feira, julho 20, 2009

Vítima da pista de Goiânia, João Archer quebrou o braço no Brasileiro


Na última semana o piloto mineiro João Pedro Archer (Tokyo Tratores/SF Engrenagens/Alan Motorsports), diferente da maioria dos pilotos de sua classe, permaneceu na cidade de Goiânia, onde entre os dias sete e 11 de julho disputou o Campeonato Brasileiro de Kart.

Archer, que naquela ocasião foi um dos destaques da competição onde conquistou, inclusive, a pole-position da categoria Júnior Menor, sofreu com as precárias condições de segurança do Kartódromo Ricardo Santos, sede da primeira fase da competição nacional.

O formato da disputa previa duas corridas classificatórias na sexta-feira, dia dez, e, no sábado, dia 11, uma pré-final que definiria o grid de largada da bateria final, a qual, o seu vencedor, seria o novo campeão brasileiro de kart.

Com um equipamento muito bem ajustado Archer sabia que era um dos favoritos à conquista do título e, muito concentrado, queria brigar pela conquista do Campeonato até a bandeirada final.

Porém, ainda na primeira largada do Campeonato, algo já mostrava aos organizadores o grande problema de segurança que iriam enfrentar e, na curva um, 18 karts bateram e se empilharam no meio do traçado. Archer, como era o primeiro, conseguiu escapar, mas, de nada adiantou uma vez que a corrida foi interrompida. Na relargada o piloto mineiro caiu para a terceira posição e, numa disputa por posições com Yuri Cesário, acabou caindo várias posições. O piloto permaneceu na disputa, mas a duas voltas para o final acabou se envolvendo em um grave acidente e foi levado para o departamento médico do kartódromo.

Liberado após exames de rotina o piloto alinhou seu kart para a segunda classificatória e, em grande corrida e terminou no terceiro lugar. Na manhã de sábado Archer fez a bateria pré-final, mas poupando seu equipamento para a última e decisiva corrida chegou apenas na 15ª posição.

A corrida final teve sua largada autorizada no meio da tarde de sábado. Com um kart muito bem acertado Archer fazia bela prova de recuperação e já estava entre os dez primeiros quando, no “S” do parque fechado, o piloto foi novamente atingido por um concorrente e, após atendimento médico, foi constatada a fratura no braço esquerdo.

Foi realmente uma vergonha os dirigentes terem aceitado realizar o Campeonato aqui. O João Pedro sofreu dois graves acidentes motivados pela estreita largura da pista. Outro ponto que nos causou indignação foi quando o João Pedro e o Gustavo Myasava estavam acidentados em local muito perigoso, passando por atendimento médico, e a direção de provas esperou a corrida terminar regularmente para só então autorizar a entrada da ambulância. Entendemos que os novos oficiais precisam adquirir experiência, mas, não em um Campeonato Nacional, com um traçado onde todos sabiam que haveria problemas. O João Pedro permanece em Goiânia, onde está na casa de seus avós, em observação. Dentro de alguns dias ele voltará para Belo Horizonte e, a primeira previsão é de que o gesso seja retirado de seu braço no final do mês de agosto quando, então, ele será reavaliado e encaminhado para fisioterapia”, desabafou Pedro Archer, pai do piloto.

Fonte: Quick Comunicação e Marketing
Foto: Flávio Quick

domingo, julho 19, 2009

MotoGP: vitória de Valentino Rossi no GP da Alemanha


E deu Valentino Rossi, uma vez mais, na MotoGP. A vitória começou a ser construída já no sábado, ao conquistar a pole-position para o GP da Alemanha. E neste domingo, depois de boas disputas com Casey Stoner e Jorge Lorenzo, o piloto italiano reassumiu o primeiro posto a duas voltas para o final, e ali ficou até a bandeirada.

A próxima etapa da MotoGP acontece dia 26, em Donington Park, na Inglaterra.

Resultado Final:
1º. Valentino Rossi (ITA/Yamaha), 30 voltas em 41min21s769
2º. Jorge Lorenzo (ESP/Yamaha), a 0s099
3º. Daniel Pedrosa (ESP/Repsol Honda), a 2s899
4º. Casey Stoner (AUS/Ducati), a 10s226
5º. Alex de Angelis (RSM/Gresini), a 21s522
6º. Toni Elias (ESP/Gresini), a 30s852
7º. Marco Melandri (ITA/Hayate), a 31s301
8º. Nicky Hayden (EUA/Ducati), a 31s726
9º. Colin Edwards (EUA/Tech 3), a 32s865
10º. James Toseland (ING/Tech 3), a 43s926
11º. Loris Capirossi (ITA/Suzuki), a 57s375
12º. Niccolo Canepa (ITA/Ducati), a 1min00s539
13º. Chris Vermeulen (AUS/Suzuki), a 1min03s645
14º. Mika Kallio (FIN/Pramac), a 1min04s155
15º. Gabor Talmacsi (HUN/Scot), a 1 volta
Não completaram:
Andrea Dovizioso (ITA/Repsol Honda), 25 voltas
Randy de Puniet (FRA/LCR Honda), 0 voltas

Fonte: Tazio
Foto: MotoGP

Dica de vídeo: João Paulo de Oliveira na Super GT Series

O piloto brasileiro João Paulo de Oliveira, que atualmente disputa o Campeonato Japonês de Super GT, pilotando um Nissan GT-R, indicou, via Twitter, esse vídeo da etapa realizada em Sepang no mês de junho. Vale conferir!

A próxima etapa da Super GT acontece nos dias 25 e 26 de julho. Todos os detalhes do campeonato estão no site SuperGT.net.

sábado, julho 18, 2009

Campeonato Catarinense de Automobilismo: sábado de treinos e acidentes em São Bento do Sul


Roberto Pruner foi o mais rápido na Stock Omega, com o tempo de 1:25s173

O Autódromo Rio Represo, em São Bento do Sul (SC), teve um sábado agitado com os treinos livres e classificatórios, válidos para a sexta etapa do Campeonato Catarinense de Automobilismo. As baterias das categorias Stock Car Omega, Stock Opala e Marcas A,B e N, serão disputadas neste domingo (19), a partir das 10hs.

Uma das características das etapas disputadas no Rio Represo é a quantidade de acidentes, de capotamentos nesta pista – a Waf Racing, inclusive, já perdeu uma carroceria ali no barranco ao final da reta. E não foi diferente hoje, com pelo menos 5 pilotos das categorias Marcas A e N tendo sérios danos em seus equipamentos. Felizmente os pilotos nada sofreram, mas dificilmente participam das provas de amanhã.

Os resultados dos treinos, entre outras informações, estão no Barulho de Motor. Confere lá!

Foto: Ingo Hofmann – retirada do site Barulho de Motor

Fórmula Truck: Roberval Andrade larga na frente em Interlagos


O piloto Roberval Andrade (Scania) registrou hoje a pole position para a quinta etapa da temporada da Fórmula Truck, que será disputada neste domingo (19), às 14h10, em Interlagos, São Paulo (SP), e tem transmissão ao vivo da TV Bandeirantes.

Confira o grid de largada:

1) Roberval Andrade, Scania 2:01.081; 2) Felipe Giaffone, Volkswagen 2:01.315; 3) Wellington Cirino, Mercedes-Benz 2:01.477; 4) Fred Marinelli, Iveco 2:01.926; 5) Leandro Totti, Ford 2:02.214; 6) Geraldo Piquet, Mercedes-Benz 2:02.218; 7) Djalma Fogaça, Ford 2:02.922; 8) Beto Monteiro, Iveco 2:03.344; 9) Renato Martins, Volkswagen 2:02.682; 10) Danilo Dirani, Volvo 2:02.750; 11) Valmir Benavides, Volkswagen 2:02.789; 12) João Maistro, Volvo 2:03.358; 13) Fabiano Brito, Volvo 2:03.913; 14) Adilson Cajuru, Iveco 2:03.984; 15) Debora Rodrigues, Volkswagen 2:04.122; 16) Vinicius Ramires, Mercedes-Benz 2:04.267; 17) José Cangueiro, Mercedes-Benz 2:04.389; 18) Vignaldo Fizio, 2:04.389; 19) Urubatan Helou Jr, 2:04.969; 20) Diumar Bueno, Volvo 2:05.582; 21) Adalberto Jardim, Ford 2:07.378; 22) Gaston Mazzacane, Ford 2:09.048; 23) Zé Maria Reis, Scania 2:15.861; 24) Regis Boessio, Volvo 2:24.299.

Foto: Orlei Silva / Tazio

Um Brasileiro difícil com resultado abaixo do esperado para Sérgio Sette Câmara


Apesar de não ter sido disputado em um circuito ideal para a principal competição do país, no último sábado, dia 11, foi encerrado o Campeonato Brasileiro de Kart que teve vez no Kartódromo Ricardo Santos, em Goiânia – GO.

A Cadete, classe que reuniu 43 competidores, teve o grid mais numeroso do Certame e, após três corridas classificatórias, uma pré-final e a finalíssima, realizada na tarde de sábado, viu o piloto mineiro Sérgio Sette Câmara (Tear Têxtil / Otobai / Auto Korea / Camargo Racing) receber a bandeirada na 10ª posição.

A trajetória de Serginho neste Brasileiro foi um tanto quanto conturbada. Após um início de treinos com um motor que não rendia muito bem o piloto trocou o equipamento e, desde então, passou a conseguir melhor rendimento em seu equipamento.

Nas corridas classificatórias, mesmo não tendo o kart mais rápido da pista, Serginho teve boas performances nas duas provas em que participou, tendo terminado na quinta posição no confronto dos grupos AxC e na terceira posição na bateria BxC. Com estes resultados ele obteve classificação para largar na 12ª posição na corrida Pré-Final.

Nesta prova então, disputada na manhã de sábado, Sette Câmara foi envolvido em um acidente na primeira curva e perdeu várias posições. Com muita garra o piloto foi novamente ganhando posições e já figurava entre os dez primeiros quando, após um enrosco com seu companheiro de equipe Yurik Carvalho, os dois perderam alguns postos e, com isso, Serginho terminou a corrida na 18ª posição.

Na última e decisiva corrida do 44º Brasileiro de Kart, Serginho posicionou-se para partida na 18ª posição. Após uma largada conservadora, onde o seu principal objetivo foi sair ileso das batidas na primeira curva, Sette Câmara conseguiu seu intento e partiu então para uma prova de recuperação. Apesar de muito rápido os motores de todos os karts tinham rendimentos muito parecidos e, desta forma, apenas com muito arrojo e determinação era possível ultrapassar. Serginho mostrou o excelente momento que passa em sua carreira e, após as 12 voltas, terminou a corrida e, consequentemente, o Campeonato, na 10ª posição.

Foi um Brasileiro muito difícil dentro e fora da pista. Vários acidentes, toques e um ambiente muito tenso não nos deixavam mostrar, realmente, o que nos preparamos o ano inteiro. No final, apesar de não ter sido o ideal, o 10º lugar foi pelo menos um consolo depois de tantos problemas. A partir da próxima semana voltarei aos treinos para o Paulista, GP Brasil e Copa Brasil, próximos eventos em minha agenda”, finalizou o piloto de 11 anos.

Fonte: Quick Comunicação e Marketing
Foto: Flávio Quick

sexta-feira, julho 17, 2009

Campeonato Gaúcho de Endurance movimenta o Autódromo do Tarumã



No próximo fim de semana, dias 18 e 19 de julho, o Autódromo Internacional de Tarumã, localizado em Viamão (RS), recebe a 3ª etapa do Campeonato Gaúcho de Endurance, com prova que terá a duração de 2 horas, cujo início está previsto para às 13h30min do domingo (19).

No sábado (18) acontecem os treinos livres das categorias Turismo (IV) e Protótipos (I, II e III).
A organição prevê um grid de aproximadamente 25 carros. Vale conferir!

Programação - Domingo 19/07/2009

09hs às 11hs Treino Livre
11h05 às 11h20 Briefing
11h30 Treino Classificatório Protótipos
12hs Treino Classificatório Turismos
13h10 Abertura de Box
13h20 Fechamento de Box
13h30 Largada Prova "2 Horas de Tarumã"
15h30 Chegada
15h40 Pódio

Macaé sedia Festival Mundial de Kart Indoor - o IKWC

Entre os dias 02 e 08 de agosto o próspero município de Macaé será a capital mundial do kartismo amador e hospedará o IKWC - Festival Mundial de Indoor Kart - evento internacional que contará com a presença de 140 pilotos, dos quais 45 estrangeiros. O evento é anual e foi criado na cidade de Phoenix, nos EUA, em 2005 e percorre ciclicamente os continentes da América do Norte, América do Sul e Europa. O Brasil sempre enviou seus participantes ao IKWC desde sua primeira edição e ocupou lugar de destaque em todos. Em 2006, 2007 e 2008 o país teve seus campeões Ed Cordeiro (senior), Rodrigo Faulhaber (top) e Pablo Marlangeon (senior), e todos estarão em Macaé. Além de piloto, Ed é um dos organizadores do evento, ao lado de Poul Hornemann e Chico Inglês.


Segundo Chico, a vinda do IKWC para o Rio de Janeiro chama a atenção de todos para o fato que o automobilismo no estado nunca padecerá por falta de interesse dos praticantes e de público. "O Rio de Janeiro é a vitrine do país para o mundo e está desprovido de uma praça esportiva adequada à reputação dos seus excelentes pilotos e a importância do automobilismo para o povo carioca", afirmou o veterano piloto com a autoridade de seus 45 anos vividos no automobilismo. Poul concorda e reforça: "Torço para que o governo do estado, o governo federal e o município do Rio encontrem uma fórmula de incentivo para que a iniciativa privada possa dar manutenção de uma praça voltada para o kartismo e o automobilismo de padrão internacional no Rio de Janeiro".

O assunto a respeito da desmobilização do autódromo do Rio de Janeiro, caso o estado sedie as olimpíadas, ainda reverbera na comunidade dos pilotos, com muitos apelos para sua preservação. Segundo Ed Cordeiro, a manutenção de um complexo automobilístico atrai as montadoras que podem desenvolver e testar seus produtos, gera empregos diretos para mecânicos, engenheiros, administradores e promotores de eventos esportivos, além de milhares de outros empregos indiretos nos setores de restaurantes, comércio e hotelaria. E completa, "O país precisa de atividades que empreguem pessoas, sobretudo as de nível técnico e 2º grau. O automobilismos faz isso pelo país além das alegrias que dá com os títulos de seus pilotos mundo afora".

O evento está nos acertos finais para a transmissão via internet e programas de TV a cabo. Contará com arquibancadas cheias, música e badalação durante todos os dias. Diversos grupos de kartistas amadores estarão presentes realizando seus encontros com muitas disputas e amizade entre os pilotos.

Em homenagem ao aniversário do município haverá o Festival Macaense de Kart Amador, disputado em 4 etapas, sempre às quintas, organizado pela empresa 4D+, parceira do IKWC, que construiu toda a estrutura do evento com o apoio da Prefeitura de Macaé.

Os pilotos estrangeiros chegarão essa semana e se juntarão aos craques brasileiros para revelar o campeão mundial desse ano.

Fonte: Ed Cordeiro

quinta-feira, julho 16, 2009

Yuri Cesário conquista o Brasileiro e Yago, o 4º lugar


Em família os irmãos comemoraram o bom resultado no Brasileiro

O piloto goiano Yuri Cesário (Vizzon Jeans / MZ Racing) conquistou no último sábado, dia 11, em Goiânia – GO, sua cidade natal, o título de Campeão Brasileiro de Kart pela categoria Júnior Menor.

Yuri, que tem 13 anos, venceu de forma espetacular a bateria final da competição, realizada no final da tarde, no Kartódromo Ricardo Santos, espaço anexo ao Autódromo Internacional de Goiânia. O piloto, que já havia conquistado em 2007 a Copa Brasil de Kart, comemorou bastante sua vitória com toda a equipe e, principalmente com seu irmão Yago, que junto com ele batalhou este título e finalizou a competição em quarto lugar.

A programação do campeonato nacional teve início na terça-feira, dia sete de julho, quando os pilotos participaram da primeira sessão de treinos livres. Até a manhã de quinta-feira os pilotos foram para a pista em quatro vezes onde puderam ajustar todo o equipamento.

Apontados como favoritos ao título, desde antes da competição ser iniciada, os irmãos Yago e Yuri Cesário sabiam da pressão que sofreriam por parte dos adversários e até mesmo da torcida de parentes e amigos que estiveram pessoalmente acompanhando as provas.

Durante os treinos livres os pilotos preferiram não utilizar os melhores equipamentos e deixaram para “mostrar as garras” apenas na tomada de tempos. Nesta classificação os gêmeos conseguiram a segunda e terceira posições com Yuri em segundo e Yago, em terceiro.

Na sexta-feira, dia dez, os gêmeos participaram de duas corridas classificatórias. Apesar de muito tumultuadas com acidentes e toques as provas foram completamente dominadas pelos irmãos. Yuri venceu a primeira com Yago em terceiro e Yago venceu a segunda, com Yuri em segundo.

Deste forma ambos partiram na primeira fila da corrida pré-final e, após a pressão normal das primeiras voltas, rapidamente conseguiram se desvencilhar do restante do pelotão. Com uma vantagem bastante considerável para o terceiro colocado Yago venceu com Yuri em segundo.

Com tudo ajustado e pronto para a última corrida o clima era bastante tenso para a final do Brasileiro. Os irmãos sabiam que os outros 20 pilotos do grid fariam de tudo para não deixá-los fazer a dobradinha. Assim, após uma largada conservadora, Yuri caiu para segundo e Yago para quarto. Rapidamente Yago pulou para o terceiro posto e os dois passaram a atacar Ygor Santana, que vinha em primeiro. Yago, por sua vez, também sofria pressão de Olin Galli, mas como um verdadeiro escudeiro, deixava seu irmão atacar o líder enquanto segurava o restante do pelotão. Na segunda metade da prova Yuri conseguiu a ultrapassagem e seguiu sem outras ameaças para o título. Yago, com o equipamento já muito desgastado, não conseguiu suportar mais a pressão e, como um gigante, ainda levou seu kart para receber a bandeirada na quarta posição.

Após a vitória, os gêmeos mostraram que são muito unidos fora da pista. “Na largada foi difícil manter a liderança. Eu e meu irmão queríamos andar na ponta e fazer a dobradinha”, disse Yago.

Apesar de feliz, tímido e sério Yuri dedicou a vitória e o título a Yago. “Trabalhamos o ano inteiro para sermos campeão e vice. Não foi possível, mas vamos continuar nossa luta. Peço desculpas ao meu irmão. Num determinado instante da prova, acabei o atrapalhando. É o grande título da minha carreira. Por isso, dedico-lhe a vitória”, finalizou o Campeão Brasileiro.

Fonte: Quick Comunicação e Marketing
Foto: Flávio Quick

quarta-feira, julho 15, 2009

Copa Branco de Kart: na Pró 400 Light, vitória de Abner Alba na primeira etapa


Nos dias 4 e 5 de julho, o Venâncio Kart Clube, localizado no Parque do Chimarrão, em Venâncio Aires (RS), recebeu a 1ª etapa da Copa Branco de Kart, certame que será disputado em 4 etapas, utilizando motores sorteados, fornecidos pelo organizador do evento, a equipe Pablo Racing.

Um total de 18 pilotos participaram da abertura da Copa Branco. E o vencedor desta primeira etapa, na categoria Pró 400 Light, foi o piloto Abner Alba, seguido por Felipe Betti e Ricardo Nunes.

Na categoria Pró 400 Master (Jovens Talentos) - criada para pilotos com idade mínima de 43 anos, pouca experiência no kart, ou que estejam "fora de forma" -, a vitória foi de Francisco Nunes, seguido por Lúcio Metzdorf e Daniel Lenz.

Além das categorias que utilizam os motores fornecidos pelo organizador do evento em sistema de sorteio, a Copa Branco de Kart conta com a categoria Pró 400 Força Livre, de motores próprios e, como diz o nome, de livre preparação. Na Força Livre, o vencedor da primeira etapa foi o piloto Pedro Borges, seguido por Abner Alba e Arthur Metzdorf.

A segunda etapa da Copa Branco está prevista para os dias 15 e 16 de agosto, no Kartódromo de Venâncio Aires. O regulamento da competição, bem como as imagens do evento, estão disponíveis no site www.vkc.com.br.

Resultados da 1ª etapa:

Pró 400 Light (Motor sorteado)
1. Abner Alba
2. Felipe Betti
3. Ricardo Nunes
4. Leandro Scheibler
5. Bayard dos Santos
6. Rafael Jaeger
7. Daniel Heissler
8. Felipe Takano

Pró 400 Master (Jovens Talentos)
1. Francisco Nunes
2. Lúcio Metzdorf
3. Daniel Lenz
4. Silvio P Garcia
5. Airton Bade

Pró 400 Força Livre
1. Pedro Borges
2. Abner Alba
3. Arthur Metzdorf
4. Vinicius Pilz
5. Lúcio Metzdorf Filho

Fonte: VKC

Dica de vídeo: Subida de montanha a bordo de um F3000

Dica enviada pelo amigo Pietro Perizzollo.

RBC: Sucesso total nos preparados e sorteados


A equipe RBC na primeira fase do Brasileiro de Kart

Empresa de preparação de motores conquistou cinco dos seis títulos disputados em Goiânia.
Não é à toa que a empresa mineira RBC Preparações de Motores têm se destacado ao longo dos anos no kartismo e tornou-se, nas últimas temporadas, referência nacional no fornecimento de motores de competição.

Na última semana, entre os dias sete e 11 de julho a equipe chefiada por Rafael Cançado esteve no Kartódromo Ricardo Santos, em Goiânia, onde forneceu propulsores para as cinco categorias em disputa na primeira fase do Brasileiro de Kart, assim como para o GP F-400 Show, classe que deu suporte ao campeonato nacional.

Foram levados para a capital de Goiás nada menos que 177 motores sendo 107 do modelo Honda GX-160 (mirim e cadete), 40 Honda GX-390 (F-400 Show) e 30 Riomar MRA-1 (demais categorias).

As classes Mirim, Cadete e F-400 Show foram completamente equipadas com motores da RBC. Nestas categorias os propulsores foram entregues para as equipes em forma de sorteio e todos os equipamentos foram revisados e equalizados pela RBC.

Nas categorias Novatos, Júnior e Júnior Menor a RBC forneceu motores preparados para alguns pilotos que contrataram os serviços da vitoriosa empresa de Belo Horizonte.
Na Júnior Menor, a RBC não deu chance para nenhum outro preparador. Desde os treinos livres, passando pela tomada de tempos e corrida os karts equipados com motores da RBC ocuparam as primeiras posições. Destaque para o título de Yuri Cesário que junto com seu irmão, Yago, dominaram as provas e, também, para João Pedro Archer, pole-position da categoria que, infelizmente, acabou se acidentando na prova final.

Na Novatos, mais um piloto que se destacou durante toda a semana. Renan Paparelli, de São Paulo, foi muito regular durante toda a competição e, ao final do Campeonato, comemorou seu título com bastante folga diante de seus adversários.

Dentre os pilotos da Júnior que usaram motores da RBC, destaque para Victor Franzoni, que na prova final largou da última posição e, voando baixo, chegou a figurar na segunda posição quando seu equipamento passou a perder rendimento e ele acabou finalizando na quarta posição.

Dentre as categorias que utilizaram motores sorteados a RBC conseguiu a incrível marca de 0 (zero) quebras. Excluindo-se os equipamentos que se danificaram em virtude de acidentes, não houve nenhum motor que tivesse sido quebrado durante todo a competição.

Vale ressaltar também o alto grau de competitividade verificado durante toda a competição onde pode ser citada como exemplo a tomada de tempos da categoria Cadete onde, dos 43 pilotos classificados, os 40 mais rápidos estiveram separados por apenas um segundo. Destes, os primeiros 26 estiveram separados por apenas quatro décimos.

Gostaria de parabenizar a todos os pilotos que heroicamente disputaram mais uma edição do Campeonato Brasileiro de Kart. Independente de problemas extra-pista os competidores mostraram grande garra e determinação em busca de suas conquistas, o que coroou ainda mais os títulos. Mais uma vez a RBC mostrou a todos que tanto nos sorteados como, nos preparados, estamos sempre na frente. (...) Quero me desculpar com algum competidor que por acaso não tenha ficado satisfeito com os motores sorteados e, agradecer imensamente, a todos que conosco competiram”, comentou Rafael Cançado, diretor da RBC Preparações.

Fonte: Quick Comunicação e Marketing
Foto: Flávio Quick

terça-feira, julho 14, 2009

Gaúcho de Marcas & Pilotos: Domínio da Fiat em Tarumã


Com pole e vitória de ponta a ponta a marca italiana domina o Marcas em Tarumã

No último domingo (12), o Marcas esquentou a fria tarde de inverno em Tarumã e quem se deu melhor foram as equipes que utilizam carros Fiat como equipamento. Partindo da pole-position, com o tempo de 1.19:9, estava o Fiat Palio #143 de Rafael Mocelin. Mas seu trabalho não foi fácil.

Na primeira bateria, o piloto largou na frente e assumiu a ponta, sendo pressionado por Luiz Carlos Ribeiro (Fiat Uno #44), que havia largado do 3º posto. Ainda na primeira passagem, um forte acidente na entrada de reta fez com que a direção de prova acionasse a bandeira vermelha, interrompendo a prova.

O acidente se iniciou quando os carros de Eduardo Fuentes (Corsa #88) e Fernando Nosé (Corsa #16) se tocaram no contorno da Curva 9. Eduardo Fuentes perdeu o controle e bateu na proteção de pneus, capotando seu carro. Urbano da Silva (Corsa #54), ao desviar do acidente, foi atingido pelo Corsa #16, perdendo o controle de seu carro e batendo fortemente no barranco do Kartódromo. O carro de Urbano capotou várias vezes. O piloto, que também é o presidente da APPA/RS, sofreu um pequeno ferimento em uma das mãos, sem maior gravidade. Já Eduardo Fuentes saiu ileso do acontecido.

Pista limpa e tudo pronto para um novo procedimento de largada. Mocelin não conseguiu manter a ponta, sendo superado por Ribeiro. A luta pelo terceiro reuniu Choka Sirtuli (Corsa #8), Gustavo Martins (Corsa #11), Rodrigo Ribas (Celta #90) e Fabiano Kratina (Corsa #27) - líder da classe B. Vitor Genz (Gol #10), que vinha lutando pelas primeiras posições, acabou rodando no contorno da curva do Tala e perdeu várias posições.

Na classe B, no segundo posto apareceu Edson Serdeira (Uno #32), seguido de perto por Luiz Sérgio Sena Jr. (Gol #97). Entre os Novatos, a liderança da prova foi de Fernando Nosé (Corsa #16), seguido de Fernando Trennepohe (Gol #74) e Isadora Diehl (Corsa #07). Tudo parecia definido quando faltando duas voltas para o final Rafael Mocelin abandona, com problemas no motor de seu Fiat Palio. A liderança então ficou tranquila para Luiz Carlos Ribeiro, que venceu a bateria.

A segunda bateria, com Ribeiro saindo da pole, foi relativamente calma no pelotão dianteiro. Ribeiro conseguiu resistir à forte pressão que Choka Sirtuli fez no inicio da prova. Fabiano Kratina, em um dia inspirado, superou os adversários e se colocou no terceiro posto, seguido por Wilson Jr. (Corsa #11). Novamente Fernando Nosé lidera na classe N, com o 5º posto na classificação Geral. Pierre Ventura (Gol #10), livrando-se de alguns enroscos, manteve o sexto posto, seguido e pressionado por Paulinho dos Santos (Celta #53), que por sua vez era pressionado por Rodrigo Miguel (Celta #85), outro piloto que fez uma belíssima prova de recuperação.

A bateria teve uma intervenção de safety car, após a rodada do Celta #90, conduzido por André Severino. Outro piloto que se destacou na disputa da 2ª bateria foi Rodrigo Machado (Celta #21), piloto que retorna às competições na temporada 2009. Rafael Biancini (Celta #43) enfrentou problemas com seu Chevrolet Celta durante a primeira bateria e fazia uma boa prova de recuperação quando foi atingido por Vanderlei Pires (Gol #20) em plena reta dos boxes. Vanderlei abandonou a bateria com o radiador de seu VW perfurado, enquanto que Rafael perdeu bastante tempo nos boxes com os reparos.

A prova contou com 43 inscritos e foi uma das mais movimentadas do ano. Os incidentes em sua maioria foram considerados normais para uma prova com tantos participantes. Alguns ainda estão sob análise dos comissários da FGA. O resultado extra-oficial da etapa está aqui.

O Campeonato Gaúcho de Marcas & Pilotos é uma realização da APPA/RS, em parceria com o ACRGS.

Texto e foto: Erlon Radl/ APPA-RS

segunda-feira, julho 13, 2009

Copa Fusca: Everson Melo e Cristiano Lopes fizeram a festa em Tarumã


Em Tarumã, a Copa Fusca realizou duas baterias eletrizantes do inicio ao fim. Esta característica de grandes disputas pela ponta se mantém, mesmo com o grid diminuto que a categoria vem apresentando.

A trinca Everson Melo (Copa Fusca #26), Joel Iuchno (Copa Fusca #0) e Moacir Fighera (Copa Fusca #8) vem polarizando as vitórias na temporada 2009. A luta nesta etapa da Copa Fusca para o trio foi um pouco mais complicada, pois os pilotos da Classe B tem conseguido pressionar os Classe A em alguns momentos. Cristiano Lopes (Copa Fusca #88) e Jair Régio (Copa Fusca #27) conseguiram entrar na briga pelas primeiras posições. Jair Régio acabou abandonando com problemas em seu carro, deixando o caminho livre para a vitória de Cristiano Lopes na Classe B.

O Campeonato Gaúcho de Marcas & Pilotos, a Copa Fusca e o Campeonato Gaúcho de Fórmula 1.6 são uma realização da APPA/RS, em parceria com o ACRGS.

Abaixo o resultado completo da 4ª etapa da Copa Fusca:
Pos/ Num/ Piloto/ Categoria/ Patrocínio/ Cidade
1. 26 - Everson Melo (A) - Mecânica Melo / Chevy Car - Porto Alegre
2. 0 - Joel Iuchno (A) - Maxiplástica / Poker Paris - Porto Alegre
3. 8 - Moacir Fighera (A) - Expresso Medianeira / Auto Peças Kopper / Arroz Fighera - Santa Maria
4. 88 - Cristiano Lopes (B) - Porto Alegre
5. 3 - Juarez Paim (A) - Corpo Nu / Baitacão - Caxias do Sul
6. 12 - Carlos Antonio Guizzo (B) - CPR / Wellozze / Mecânica Jancar / Automagui Veículos - Caxias do Sul
7. 42 - Daniel Gustavo Oliveira (B) - Brique de Sábado / Banricompras / Translix - Porto Alegre
8. 27 - Jair Regio (B) - Surdinas Car / Natural Gás / Translix / Mônica Festas / Copiar - Porto Alegre
Texto e foto: Erlon Radl/ APPA-RS

Fórmula 1.6 RS: Matheus Stumpf e Ismael Torezan brilharam em Tarumã


O forte sol que desde cedo iluminou as dependências do Autódromo de Tarumã foi a tônica da 4ª etapa do Campeonato Gaúcho de Fórmula 1.6. Os jovens Matheus Stumpf e Francisco Alfaya foram os destaques. A dupla protagonizou um dos mais emocionantes embates da temporada pela liderança da prova.

Se Matheus Stumpf já tem uma carreira sedimentada com muito sucesso, Francisco Alfaya começa a brilhar. O jovem de apenas 16 anos vem se mostrando um piloto consistente e rápido, aprendendo rapidamente os macetes da condução de seu monoposto. A disputa entre Matheus e Francisco acabou por isolar ambos na liderança da prova, deixando a briga pelo terceiro posto em diante acirrada. Pilotos como Cali Crestani, Leo Reyes e Ismael Torezan lideraram o segundo pelotão que se formou em ambas as baterias.

A Fórmula 1.6 dispusta a sua melhor temporada, com um excelente nível e se mostrando uma excelente opção para quem sai do kart e quer dar um passo adiante no automobilismo. A categoria ainda fez uma bela homenagem ao veteraníssimo Dante Moretti, figura simpaticíssima sempre presente com sua alegria em todas as etapas, pilotando seu monoposto de numeral 33.

Abaixo, o resultado completo da 4ª etapa da Fórmula 1.6:
Pos/ Num/ Piloto/ Categoria/ Patrocínio/ Cidade
1. 89 - Matheus Stumpf (A) - Caxias do Sul
2. 16 - Francisco Alfaya (A) - Blue Ville - Tapes
3. 3 - Luiz Carlos Crestani (A) - Cegel - Tapera
4. 99 - Leo Reyes (A) - Tratorlândia / Armazém das Fábricas - Canoas
5. 1 - Ismael Torezan (B) - Retífica NovoSul - Novo Hamburgo
6. 6 - Antônio Grasseli (A) - Bento Gonçalves
7. 44 - Vilson Born (B) - Vilsinho Multimarcas - Nova Petrópolis
8. 98 - Flávio Rodrigues (B) - Viamão
9. 11 - Jager Frigeri (A) - Porto Alegre
10. 40 - Romulo Escouto (B) - Nafta Motor Sport / Freio Maquinas - Porto Alegre
11. 33 - Dante Moretti (B) - Porto Alegre
12. 10 - Auber Fernando Alves (B) - NovoSul - São Franc. De Paula
13. 27 - Eduardo Rodrigues (A) - Viamão

Texto e Foto: Erlon Radl/ APPA-RS

Velokart Race Day: Leonardo Rampazzo (2T) e Ivan Oliveira (4T) são os campeões


O Kartódromo Velopark, em Nova Santa Rita (RS), promoveu no último sábado (11) o 1º Velokart Race Day, competição que reuniu em um único grid karts com motores 2 e 4 Tempos. E o dia de provas, que amanheceu nublado e aos poucos foi recebendo alguns raios de sol, contou com a participação de 19 pilotos em 17 karts, nove na categoria 2 Tempos e oito na categoria 4 Tempos.

O certame foi disputado nos moldes das competições internacionais, com uma Prova Classificatória, uma Pré-Final e a Final, a bateria que definiu os campeões do Velokart Race Day em cada uma das categorias.

A Prova Classificatória foi marcada por uma série de rodadas na curva ao final da reta principal, devido ao óleo que caiu naquele trecho da pista após a quebra do motor do piloto Jorgeomar Brasil. Após 12 voltas, vitória de Fernando Wortmann na categoria 2 Tempos, que cruzou a linha de chegada três segundos a frente do piloto Alessandro Clezar. Na 4 Tempos, vitória de Ivan Oliveira, seguido por Nívio Trevisol.

O resultado completo da Prova Classificatória foi esse:
Pos/Num/Piloto/Categoria
1. (42) Fernando Wortmann - 2 Tempos
2. (27) Alessandro Clezar - 2 Tempos
3. (31) Deivid Lopes - 2 Tempos
4. (500) João M Varaschin - 2 Tempos
5. (77) Ivan Oliveira - 4 Tempos
6. (8) Nívio Trevisol - 4 Tempos
7. (26) Nicola Guerrieri - 4 Tempos
8. (46) Leonardo Rampazzo - 2 Tempos
9. (9) Cassiano Panazzolo - 2 Tempos
10. (15) André Gonçalves - 4 Tempos
11. (43) Luis F Costa / Rafael Costa - 4 Tempos
12. (1) Rodrigo Meditsch - 4 Tempos
13. (72) Alessandro Pedroso - 2 Tempos
14. (65) Roberto Constantin - 2 Tempos
15. (411) Carlos E Moraes - 2 Tempos
16. (57) Victor Gomes - 4 Tempos
17. (23) Jorgeomar Brasil / Carlos Maciel - 4 Tempos

Na prova Pré-Final, alguns pilotos voltaram a enfrentar problemas, a começar pelo líder da prova, o piloto Fernando Wortmann. Faltando 2 voltas para a bandeira quadriculada, Wortmann foi obrigado a abandonar a corrida após a quebra da corrente de seu kart. Com isso a vitória ficou nas mãos de Alessandro Clezar, seguido de João M Varaschin. Na categoria 4 Tempos, repetição da dobradinha Ivan Oliveira e Nívio Trevisol.

Confira o resultado completo da Pré-Final:
Pos/Num/Piloto/Categoria
1. (27) Alessandro Clezar - 2 Tempos
2. (500) João M Varaschin - 2 Tempos
3. (77) Ivan Oliveira - 4 Tempos
4. (411) Carlos E Moraes - 2 Tempos
5. (8) Nívio Trevisol - 4 Tempos
6. (43) Luis F Costa / Rafael Costa - 4 Tempos
7. (23) Jorgeomar Brasil / Carlos Maciel - 4 Tempos
8. (26) Nicola Guerrieri - 4 Tempos
9. (15) André Gonçalves - 4 Tempos
10. (72) Alessandro Pedroso - 2 Tempos
11. (31) Deivid Lopes - 2 Tempos
12. (42) Fernando Wortmann - 2 Tempos
13. (57) Victor Gomes - 4 Tempos
14. (1) Rodrigo Meditsch - 4 Tempos
15. (46) Leonardo Rampazzo - 2 Tempos

A prova Final teve uma disputa acirrada entre os 3 primeiros colocados, em busca do título na 2 Tempos, com muitas trocas de posições. Largando da primeira fila, Alessandro Clezar e João M Varaschin logo tiveram a companhia de Leonardo Rampazzo, que largou da parte de trás do grid e fez excelente corrida até assumir a ponta da prova e ficar com o título.

Na categoria 4 Tempos, o nome do dia foi Ivan Oliveira! Nova vitória e a conquista do título. A segunda colocação ficou com o piloto Nívio Trevisol, um habitué dos pódios da Pró 400 do RS em 2009. A 3ª colocação ficou com a dupla Jorgeomar Brasil e Carlos Maciel, mostrando boa recuperação após a quebra do motor ainda na Prova Classificatória.

O resultado da Prova Final foi esse:

Categoria 4 Tempos
Pos/N°/Piloto/Melhor volta
1. 77 Ivan OLIVEIRA - 1:02.465
2. 8 Nívio TREVISOL - 1:03.486
3. 23 Jorgeomar BRASIL / Carlos Maciel - 1:04.022
4. 26 Nicola GUERRIERI - 1:03.728
5. 57 Victor GOMES - 1:04.762
6. 15 André GONÇALVES - 1:03.704
7. 43 Luis F COSTA / Rafael Costa - 1:04.587

Categoria 2 Tempos
Pos/N°/Piloto/Melhor volta
1. 46 Leonardo RAMPAZZO - 59.760
2. 27 Alessandro CLEZAR - 1:00.108
3. 500 João M VARASCHIN - 1:00.407
4. 42 Fernando WORTMANN - 1:00.058
5. 411 Carlos E MORAES - 1:01.571
6. 72 Alessandro PEDROSO - 1:04.587
7. 31 Deivid LOPES - 1:06.208

domingo, julho 12, 2009

F3 Sul-Americana: No Rio, Lucas Foresti conquistou melhor resultado do ano


Piloto brasiliense chegou em segundo na sexta etapa do Campeonato Sul-Americano

Neste domingo, dia 12, sob o forte calor da capital fluminense, o piloto brasiliense Lucas Foresti (Cesário Fórmula) disputou no Autódromo Nelson Piquet, em Jacarepaguá, zona norte do Rio de Janeiro, a sexta etapa do Sul-Americano de F3.

Lucas, que na corrida de ontem chegou na terceira posição, estava confiante em uma boa prova neste domingo, principalmente após ter conquistado o direito de largar na segunda posição. Na sessão classificatória, realizada na manhã de ontem, ele registrou sua marca pouco mais de um décimo mais lento que o de Leonardo Cordeiro, o pole-postion.

A uma e dez da tarde deste domingo foi autorizado o início da prova. Em uma largada perfeita, Lucas conseguiu arrancar o carro sem derrapar e, com isso, ainda tentou lutar pela primeira posição, mas voltou ao seu posto para não arriscar um acidente. Muito pressionado por Cláudio Cantelli, que vinha na terceira posição, Foresti fez uma corrida agressiva onde, durante todo o tempo, precisou se defender dos ataques do paranaense.

Nas últimas voltas, já com os pneus desgastados, era nítido que Foresti sustentava a segunda posição no braço. Por fim, após 26 voltas, Foresti finalizou a prova na segunda colocação, melhor resultado do piloto na temporada. Leonardo Cordeiro venceu.

A corrida foi emocionante. Quem assistiu de fora deve ter gostado. Meu carro era visivelmente mais lento que o do Cordeiro e, assim, eu não conseguia acompanhá-lo. A pista estava extremamente suja e acabou ficando agarrado um pedaço de capim no bico. Uma verdadeira vergonha para um autódromo do nível deste. Mas, por outro lado, eu fui pressionado durante todo o tempo e não conseguia me livrar do Cantelli. Para mim foi a prova mais difícil do ano, mas a que eu consegui terminar na melhor colocação. Estou feliz com o segundo lugar e espero, na próxima rodada, subir mais um degrau neste pódio”, finalizou o piloto da equipe Cesário Fórmula.

Confira abaixo o resultado final da 6ª etapa da Fórmula 3 Sul-Americana e a classificação geral do campeonato:
1º- Leonardo Cordeiro (Cesário Fórmula), 26 voltas em 30:32.583
2º- Lucas Foresti (Cesário Fórmula) em 30:54.312
3º- Claudio Cantelli (Bassan Motorsport) em 30:55.007
4º- Yann Cunha (Razia Sports) em 31:04.499
5º- Nilton Molina Neto (Propcar Racing) em 31:14.720
6º- Fernando Galera (Bassan Motorsport) em 31:15.193
7º- Lu Boesel (Dragão Motorsport) em 31:27.534
8º- Igor Veras (Propcar Racing) em 30:34.238
9º- Henrique Lambert (Razia Sports) em 30:52.874
10º- Raphael Abbate (Cesário Fórmula Jr) em 30:53.974 F3 Light
11º- Bruno Andrade (MX Racing) – 22 voltas F3 Light
12º- Victor Guerin (Dragão Motorsports) – 19 voltas F3 Light
13º- Henrique Martins (Cesário Fórmula Jr) – 12 voltas F3 Light
14º- Leonardo de Souza (Kemba Racing) 0 volta

Veja como ficou a classificação da temporada:
1) Leonardo Cordeiro (SP), 51 pontos
2) Claudio Cantelli (PR), 32
3) Lucas Foresti (DF), 29
4) Leonardo de Souza (PR), 26
5) Yann Cunha (DF), 23

Fonte: Quick Comunicação e Marketing
Foto: Roberto Castro