quinta-feira, setembro 30, 2010

Mitsubishi Cup: Final de semana de ouro para Chico Racing em São Carlos


Henry Grosskopf/ André Munhoz são declarados campeões da Mitsubishi Cup 2010 por antecipação na categoria TR4R Light e Paulo Rugna/ Adriana Parra na TR4R

A sexta e penúltima etapa da Mitsubishi Cup realizada pela segunda vez no ano na cidade de São Carlos, interior de São Paulo, ficará marcada na história da equipe Chico Racing, pelo dia em que seus pilotos se consagraram campeões com antecedência, nas categorias Pajero TR4R Light com Henry Grosskopf e André Munhoz e Pajero TR4R com Paulo Rugna e Adriana Parra.

É a recompensa pela nossa dedicação e trabalho árduo, amamos o que fazemos. Mas o mérito principal é dos nossos pilotos. Eles são a razão da existência da Chico Racing”, afirma Marcelo “Chico” Bayer.

Não só a finalização do campeonato foi um sucesso, mas a etapa também foi fechada com “chave de ouro”. Além de levarem o título 2010 da categoria Pajero TR4R Light os catarinenses de São Bento do Sul, com Henry Grosskopf e André Munhoz, foram imbatíveis na pista, venceram 2 das 3 voltas. Tiveram ao seu lado no pódio os estreantes do ano, Gláucio Vanderlinde e Idali Bosse, num surpreendente segundo lugar. Elcio Bardeli Junior e Luiz Poli finalizaram na sétima posição. Afonso Bastos teve a companhia do jovem navegador João Carlos dos Santos na 12ª colocação.

Na categoria Pajero TR4R o caminho de glória foi traçado desde a primeira etapa pelo casal Paulo Rugna e Adriana Parra; das seis etapas disputadas até o momento, os paulistas venceram 4, as duas de São Carlos, a de Londrina e a de Poços de Caldas, e obtiveram o segundo lugar na etapa de Jaguariúna e terceiro em Mafra, com estes resultados era quase impossível o titulo escapar da dupla. Os campeões de 2009 desta categoria, Sergio Gugelmin e Ivo Mayer finalizaram a etapa na segunda posição, seguido de Wilians Dums e Jorge Peters. Marco Mendes retorna a competição com carro e navegador novo, Flávio França, foram os quintos em São Carlos. A dupla formada por pai e filho, Fábio Nascimento e Paulo Nascimento, tiveram resultado pouco expressivo para quem está sempre na briga pelas primeiras posições, ficaram em oitavo, por conta de um erro na primeira volta.

A Mitsubishi Cup volta a se reunir para a última etapa na cidade de Ribeirão Preto, dia 27 de novembro, onde serão efetivamente coroados os grandes campeões da temporada 2010.

Fonte: GP News Assessoria e Comunicação
Foto: Tom Papp

Mega Kart começa fase final na Granja Viana com duas vitórias


Em mais um importante compromisso, os pilotos que competem com o chassi Mega X participaram da 8ª etapa da Copa São Paulo Granja Viana, disputada no último sábado (25).

E dentre os vários pilotos que utilizaram o chassi produzido pela Mega Kart, empresa que fabrica também componentes para o kartismo nacional, dois se destacaram obtendo importantes vitórias nesta etapa que marcou o início da fase decisiva da competição.

Oscar Alves mais uma vez foi o vencedor na categoria Sport 400 Sênior, enquanto que Beto Nini venceu na Stock 125, também na divisão Sênior.

As duas vitórias foram muito comemoradas na Mega Kart, que viu assim o ótimo trabalho na atual temporada mais uma vez recompensado. “O ano está sendo ótimo e agora vimos dois pilotos que utilizam o Mega X iniciando com vitória a fase final e decisiva de uma das mais importantes competições do Brasil. E eles, assim, se encaminham bem para a luta pelo título”, salientam Waldíbio Ferraz e Marcos Ferreira, diretores da Mega Kart. “Temos mais duas etapas até que se conheçam os campeões, mas estamos bastante otimistas em conquistar mais títulos este ano”, finalizam.

Fonte: Kart Gaúcho Assessoria de Comunicação – Erno Drehmer
Foto: Divulgação

Yago Cesário conquista mais uma vitória com Techspeed


No último final de semana, dias 25 e 26 de setembro, os pilotos Yago e Yuri Cesário (Vizzon Jeans / Gráfica Conceito / Techspeed / MZ Racing), de Goiânia, disputaram no Kartódromo Rubens Barrichello, em Palmas - TO, a segunda rodada da Copa Centro-Oeste de Kart.

Disputado em rodada dupla o evento serviu também para que os gêmeos Yago e Yuri pudessem acertar os chassis Techspeed para a Copa Brasil de Kart, evento que terá vez no mesmo kartódromo entre os dias 14 e 16 do próximo mês.

Com vários compromissos escolares na agenda os irmãos que competem pela categoria Júnior somente puderam chegar ao Tocantins na noite de sexta-feira e, desta forma, participaram apenas da sessão de aquecimento, seguida pela tomada de tempos e as três corridas da rodada.

Yago fez o terceiro tempo na classificação, mas nas corridas a sua experiência fez grande diferença. O piloto conseguiu vencer a primeira e a terceira corridas e, na segunda bateria, conquistou a segunda colocação. Na soma dos resultados ele atingiu 37 pontos e ficou com a vitória na rodada. Esta pontuação lhe garantiu também o título de campeão tocantinense de sua categoria. Yuri, por sua vez, não conseguiu um bom acerto para seu kart e mesmo com muita dedicação não obteve melhores resultados. Ele foi o quarto colocado na primeira e segunda provas e não completou a última, ficando desta forma com a quarta posição da rodada.

Desafios não pararam por aí

Com o apoio da MZ Racing e da RBC Preparações os irmãos continuaram em Palmas. Nesta segunda, terça e quarta-feira os gêmeos continuaram passando equipamentos para a Copa Brasil.

A cidade de Palmas é bem distante dos kartódromos onde os meninos costumam treinar e, desta maneira, resolvemos aproveitar a oportunidade para testarmos vários equipamentos, chassis, motores, carburadores, enfim, tudo que possa fazer alguma diferença na luta por este importante título”, explicou Mazinho Oliveira, chefe da equipe dos gêmeos.

No sábado, no Kartódromo Aldeia da Serra, na cidade de Barueri, eles terão pela frente a oitava etapa da Copa São Paulo Light de Kart. Yago venceu a última etapa e Yuri, por sua vez, ainda busca o seu primeiro triunfo do ano em São Paulo.

Fonte: Quick Comunicação e Marketing
Foto: Flávio Quick

quarta-feira, setembro 29, 2010

Dica de vídeo: programa Competição, do dia 24/09





Primeira prova das finais na Granja Viana teve diversas vitórias da Kart Mini


Como tem sido costume nas provas que compõem a Copa São Paulo Granja Viana, a 8ª etapa da competição, realizada no último sábado (25), levou ao kartódromo mais de 200 pilotos, muitos deles utilizando-se do chassi fabricado pela Kart Mini. E, igualmente costume, a empresa paulista conquistou diversas vitórias e ótimos resultados, colocando seus pilotos mais próximos ao título da atual temporada.

Uma das mais importantes vitórias veio na Graduados, com Alain Sisdeli, também autor da pole position. No pódio após a prova estavam outros três pilotos com Kart Mini: Alan Hellmeister (4º), Vinícius Perdigão (5º) e Victor Caliman (6º).

A categoria Júnior foi mais uma vez dominada por pilotos que competiram com Mini e a vitória ficou com Olin Galli, enquanto que a pole foi de Gabriel Casagrande. O próprio Casagrande terminou em 2º, garantindo para a fábrica uma dobradinha. E do 5º ao 10º colocado, todos competiram com Kart Mini: Gabriel Kenji, Jeferson Pereira, Gustavo Myasava, Alexandre Palhari, Sérgio Serrano e Flávio Matheus.

Outra vitória da Kart Mini no sábado foi conquistada na Mirim, com Caio Collet. O jovem piloto teve a companhia de outro piloto com Mini no pódio, Marcel Della Coletta, que terminou na 4ª posição.

Se a Kart Mini já havia dominado na Júnior, este domínio ficou ainda mais evidente na Pró 500, onde os doze primeiros colocados utilizaram chassi fabricado pela Kart Mini. Nelsinho Stanisci foi o vencedor, com a MV/ Stop Aço em segundo. William Freire (3º), Rodrigo Pacetta (4º) e Marlia Racing (5º) completaram os cinco primeiros. Na divisão Light quem venceu foi Rodrigo Pacetta e na Sênior a vitória ficou com outro kart da equipe MV / Stop Aço. A pole também foi de uma equipe equipada com Kart Mini, a Marlia Racing.

As categorias Sênior e Super Sênior, que competem agrupadas, também foram vencidas por pilotos que correm com chassi Kart Mini. Renato Russo, da Super Sênior, venceu na geral, enquanto que Fernando Gomes Croce foi o segundo e venceu na Sênior. Michel Aboissa (3º), William Freire (4º) e Peter Gottschalk (5º) completaram os cinco primeiros, enquanto que Fernando Croce foi o autor da pole, também com Mini.

Outra categoria onde o vencedor e pole foi um piloto da Mini é a Shifter, que mais uma vez viu Danilo Dirani largar na frente e vencer. João Gonçalves (3º), William Freire (4º), Bruno Leon (5º) e Jean Aguiar (6º), todos com Mini, também subiram no pódio. Rogério Raucci, que compete na divisão Six Speed, deu mais uma vitória para a Kart Mini no sábado. E na divisão Sênior Emílio Padron foi o 2º, Rui Loiola o 3º, Renato Russo o 4º e Guilherme Jacob o 5º.

Na lista de vitórias da Kart Mini no último sábado deve ser contabilizada também a de Sebá Mallucelli, primeiro colocado na Stock 125. A dupla Correa / Miranda terminou em 3º, Alain Massaini em 4º e Freire / Borges em 5º.

Em uma categoria extremamente numerosa em termos de concorrentes – 38 estiveram na pista – Yuri Alves, com Kart Mini, foi o vencedor e pole da Super F4. André Salmoria, em 3º, acompanhou Alves no pódio da categoria.

Nas categorias onde não comemorou vitória, a Kart Mini ainda assim teve belo desempenho, como por exemplo, na Júnior Menor, onde Rafael Martins terminou em 2º e Victor Miranda foi o 4º. A Shifter Júnior também se enquadra neste exemplo: André Pedralli (2º), Guilherme Salas (5º) e Maurício Jr. (6º), competiram com Mini e subiram no pódio. E a Super Cadete, que teve Pedro Cardoso em 3º e Raul Rocha em 6º, também viu pilotos com Mini no pódio.

Os pilotos com Kart Mini também tiveram bom desempenho na Executive, onde Flávio Kawakami terminou em 4º na geral e Fernando Croce foi o 2º na divisão Sênior. E na Cadete Lucas Lima, em 10º, foi o melhor colocado dentre os pilotos que competiram com Kart Mini.

No próximo sábado (2) a Kart Mini voltará suas atenções para a disputa da 8ª etapa da Copa São Paulo Light, que acontecerá no Kartódromo Aldeia da Serra.

Texto: Kart Gaúcho Assessoria de Comunicação – Erno Drehmer
Foto: Maurício Villela

Mitsubishi Cup: Segundo lugar para Sergio Gugelmin e Ivo Mayer em São Carlos


Dupla da VTO Automotivo tem outro final de semana brilhante na Mitsubishi Cup

A penúltima etapa da Mitsubishi Cup Sudeste 2010 foi realizada no último sábado na cidade paulista de São Carlos. Pilotos e navegadores enfrentaram um percurso de 34,7 km na veloz pista montada na Fazenda Três Marias, em mais um final de semana de muito pó e calor.

Os catarinenses Sergio Gugelmin e Ivo Mayer novamente subiram ao pódio e finalizaram a sexta etapa na segunda posição. “Estou muito feliz pelo resultado, tudo foi perfeito neste final de semana, nós só ficamos atrás do líder e futuro campeão da Cup”, desabafa Gugelmin.

A regularidade nas três voltas foi fator predominante para que a dupla finalizasse a etapa no pódio. “A pista estava muito diferente da que utilizamos no início do ano, era muito rápida e escorregadia, a navegação tinha que ser extremamente precisa, estava difícil identificar a aproximação das curvas. Enfim, superamos todas essas dificuldades e fizemos 3 voltas muito boas”, comenta o piloto campeão da categoria Pajero TR4R na temporada 2009.

Tivemos alguns problemas mecânicos nas duas primeiras etapas do ano, depois disso subimos ao pódio em todas as outras. Não fosse a falta destes pontos agora, certamente estaríamos brigando pelo título de 2010. Mas ainda não acabou, vamos brigar pelo vice-campeonato até a última curva”, garante o piloto.

Gugelmin e Mayer, que contam com o patrocínio de VTO Automotivos e Tecmin Peças e Acessórios, sobem para a terceira colocação na tabela geral da categoria Pajero TR4R, com 204 pontos.

A última etapa da Mitsubishi Cup Sudeste será disputada dia 27 de novembro, em Ribeirão Preto.

Classificação 6ª Etapa - São Carlos - Categoria Pajero TR4R

1° Paulo Rugna e Adriana Parra - 43 pontos.
2° Sérgio Braz Gugelmin e Ivo Renato Mayer - 42 pontos.
3° Willians Dums e Jorge Peters - 41 pontos.
4° Rodrigo Menberg e João Luis Stal - 35 pontos.
5° Marco Antonio Mendes e Flávio França - 30 pontos.

Classificação Geral - Categoria Pajero TR4R

1º Paulo Rugna e Adriana Parra - 251 pontos.
2° Rodrigo Menberg e Weidner Moreira - 217 pontos.
3° Sérgio Braz Gugelmin e Ivo Renato Mayer - 204 pontos.
4° Fabio Nascimento e Paulo Nascimento - 198 pontos.
5° Willians Dums e Jorge Peters - 193 pontos.

Fonte: GP News Assessoria e Comunicação
Foto: David Santos Jr

João Pedro Guim vence em Palmas e está pronto para a Copa Brasil


João Pedro Custódio (e) e Guim fizeram a dobradinha da equipe MO Racing na categoria Super Cadete

Na última semana, de quinta (23) à domingo (26), o piloto mineiro João Pedro Guim (Powered by Miguel Oliveira) esteve em Palmas, Capital do estado do Tocantins, onde junto a mais de 60 pilotos participou das atividades da segunda rodada da Copa Centro-Oeste de Kart. As disputas aconteceram no Kartódromo Rubens Barrichello.

Guim, que na semana anterior tinha participado do Campeonato Sul-Americano, no Rio Grande do Sul, cruzou o país com o objetivo principal de se preparar para a Copa Brasil de Kart, evento que terá vez naquele mesmo kartódromo entre os dias 14 e 16 de outubro.

Neste espírito ele e seu amigo e companheiro de equipe João Pedro Custódio treinaram de forma muito intensa na quinta e sexta-feira, mesmo sob o escaldante calor e clima seco da região. “Nosso principal objetivo por aqui é o de desenvolvermos os equipamentos, deixarmos os meninos prontos para a corrida e, também, acostumados com as extremas condições climáticas por aqui”, explicou Miguel Oliveira, chefe da equipe.

Guim e Custódio optaram por participar do evento em duas categorias e, com isso, tiveram uma jornada de seis corridas. Três na categoria Cadete e outras três, na Super Cadete. Nos treinos livres e aquecimento da Cadete Guim não conseguiu um acerto ideal para seu kart. “Não temos certeza se foi problemas com os motores ou se foi o chassis que tava amarrando depois das primeiras voltas”, explicou Claufer Machado, pai de Guim.

Nas corridas as largadas foram muito boas e logo o piloto estava disputando as primeiras posições. Porém, nas três provas, na metade das baterias o kart visivelmente começava a ficar a ponto de brigar pra não chegar nas ultimas posições. Mesmo assim o piloto teve bastante garra nestas provas da Cadete e conseguiu terminar o evento na oitava posição, com 17 pontos conquistados.

Já na classe Super Cadete a história foi bastante diferente. Com motores de 125cc, os mesmos utilizados pela maior parte das categorias do kartismo, Guim teve uma excelente performance e mostrou que está pronto para a competição nacional. Com extremo controle do equipamentos fez uma bela prova de recuperação na primeira bateria terminando em segundo lugar. Na corrida dois, quando disputava a liderança, acabou sendo tocado por um adversário e rodando na pista, sendo obrigado a abandonar momentos depois com o kart empenado. Na última e decisiva bateria finalmente veio a vitória. Após uma apertada disputa com João Rosate o piloto conseguiu se desvencilhar de todo o pelotão e comemorou bastante a vitória. Pela soma dos resultados ele ficou com o vice-campeonato e João Pedro Custódio, seu companheiro de equipe, conquistou o título da rodada e, consequentemente, do Campeonato Tocantinense de Kart.

Foi um final de semana com alguns problemas no acerto do kart, problemas na organização da corrida, mas que no final deu certo. Estamos preparados para voltar à Palmas daqui a duas semanas e disputarmos as duas categorias. A pista é muito legal e a cidade também. Neste próximo final de semana estaremos fazendo os últimos testes no Kartódromo do Guará, em Brasília, e depois seguiremos confiantes para a Copa Brasil”, finalizou Claufer.

Fonte: Quick Comunicação e Marketing
Foto: Flávio Quick

terça-feira, setembro 28, 2010

Mais de 60 pilotos estiveram em Palmas na Copa Centro-Oeste


Luiz Felipe Branquinho ficou com a vitória na classe Cadete, com 31 pontos

Depois de quase cinco meses sem competições a Copa Centro-Oeste de Kart voltou ao cenário do kartismo nacional neste final de semana, dias 25 e 26, para a realização da segunda rodada da competição interestadual. A competição teve vez no Kartódromo Rubens Barrichello, em Palmas, capital do estado do Tocantins.

O evento contou com a participação de 64 pilotos vindos de várias regiões do país. Tal fato foi motivado, principalmente, pela Copa Brasil de Kart. O evento nacional terá vez também nesta pista, entre os dias 14 e 16 de outubro, e com isso vários competidores acharam interessante utilizar a Copa Centro-Oeste, que ofereceu condições reais de corrida, para se prepararem para o evento.

Alguns problemas relacionados à infra-estrutura e ao sistema eletrônico de cronometragem ocasionaram um grande atraso na programação das atividades oficiais, deixando o evento quase que em sua totalidade para o domingo. Demonstrando muito espírito de competição as equipes permaneceram no kartódromo e, então no domingo, protagonizaram belas corridas e pegas que duraram até o final do dia. Como a competição foi realizado em sistema de rodada tripla ao todo foram disputadas 21 corridas.

Para efeito de premiação os organizadores criaram uma planilha com os vencedores da rodada, que valeu como etapa única do Campeonato Tocantinense. Assim, os pilotos que somaram o maior número de pontos nas três corridas garantiram também a conquista de um título estadual.

Na categoria Mirim o campeão foi Gustavo Araújo que chegou à conquista com um terceiro lugar e duas vitórias. O segundo colocado foi Vitor Castro e, o terceiro, Luis Vinícius Rosate, que terminaram empatados em pontos.

Pela Cadete o título ficou com Luiz Felipe Branquinho. O piloto de Goiânia chegou à conquista após uma vitória, um sexto e um segundo lugares. João Pedro Custódio terminou em segundo e Gustavo Bandeira, em terceiro.

Estreando na Copa Centro-Oeste, a classe Super Cadete, que utiliza chassis de Cadete e motores 125cc, reuniu um grid de sete pilotos. Apesar da maioria deles ter disputado as provas também da Cadete, os garotos mostraram muito vigor físico para suportarem seis corridas sob o escaldante calor da região. João Pedro Custódio conquistou a vitória na rodada, com uma vitória e dois terceiros lugares. João Pedro Guim, companheiro de equipe de Custódio, ficou com o segundo lugar e Felipe Drugovich foi o terceiro.

Pela Júnior Menor, que competiu junto com a Júnior, o título Tocantinense e a vitória na rodada ficou com Marcos Vieira, que somou 34 pontos. Gustavo Lima ficou com o segundo lugar, ao somar 32 pontos e, no terceiro posto, ficou Pedro Fortes, com 30.

Na Júnior o piloto goiano Yago Cesário mostrou que está se preparando como nunca para esta Copa Brasil. Após conquistar a vitória no Light, duas semanas atrás, chegou desta vez ao título tocantinense. A conquista veio da soma de duas vitórias e um segundo lugares, que lhe renderam 37 pontos contra 35, de Joaquim Junqueira, o segundo colocado. Antônio Furlan Neto foi o terceiro colocado.

Na classe Novatos apenas Guilherme Moura e Rodrigo Scarpa se inscreveram, tendo competido desta foram junto aos pilotos da classe Sênior. Com 37 pontos Moura ficou com o título da rodada e Scarpa, em segundo, somou 35.

A categoria Sênior teve disputas emocionantes, mas o resultado das três primeiras posições foi exatamente o mesmo nas três corridas dando assim o título do Tocantinense para Rodrigo Piquet, com 39 pontos. Marcelo Dantas ficou com o segundo lugar com 33 pontos e, Marco Aurélio, o terceiro com 27.

Dentre os Graduados aconteceu o que muitos poderiam achar um pouco estranho. Mesmo correndo em casa o multi-campeão Felipe Fraga não conseguiu vencer nenhuma das três corridas. Isto porque, em um final de semana inspirado, João Sérgio Câmara, que é amigo de Fraga, fez a pole-position e ganhou as três corridas reunindo a pontuação máxima da etapa. Felipe, com dois segundos e um quinto lugar, ficou com a segunda posição. Na terceira posição outro piloto da casa, Marco Túlio Souza, com 26 pontos.

Juntas, as categorias F-4 e F-4 Sênior reuniram 12 pilotos em três corridas bastante movimentadas. Com pegas eletrizantes e disputas que acabaram se misturando entre as duas categorias, foi difícil chegar ao resultado final de cada uma das classes. Pela F-4 Sênior a vitória ficou com Iturival, que somou 35 pontos. Flávio Motta ficou com o segundo lugar e Romero de Barros, o terceiro. Já na classe F-4 o grande vencedor foi Thiago Fraga, com uma vitória e dois segundos lugares. Fábio Monteiro ficou com o segundo lugar e, Marco Túlio, com o terceiro.

Depois da agitada rodada no Tocantins, a Copa Centro-Oeste retomará suas atividades no final de novembro. A terceira e última rodada do ano será disputada entre os dias 26 e 28 de novembro, no Kartódromo Ricardo Santos, em Goiânia - GO.

O regulamento geral da competição, adendos, resultados e comunicado de coroas da prova estão disponibilizados no site da RBC Preparações, no endereço www.rbcpreparacoes.com.br.

Fonte: Quick Comunicação e Marketing
Foto: Flávio Quick

Nil Racing comemora vitórias e títulos em Palmas (TO)


Câmara, João Vieira, João Pedro Rappa e Marcos Vieira (sentido horário)

Última competição em Palmas antes da Copa Brasil, a 2ª etapa da Copa Centro-Oeste levou até a capital tocantinense mais de 60 pilotos, dispostos a preparar-se para a importante competição nacional, que se realizará em outubro. A etapa foi disputada em sistema de rodada tripla e, após a soma dos pontos, os vencedores foram também declarados Campeões Tocantinenses.

E a Nil Racing, equipe comandada pelo preparador Nilton Amaral, o Nil, esteve em Palmas com quatro pilotos, contabilizando vitórias com todos, além de dois títulos de campeão tocantinense.

A dupla de irmãos Marcos e João Vieira, que residem em Palmas, competiram na Júnior Menor e a vitória nas três baterias ficou sempre na mão de um deles. A primeira foi vencida por Marcos, enquanto que João, autor da pole, terminava em 5º. Partindo da 5ª posição, João Vieira venceu a segunda bateria, enquanto que Marcos agora terminava em 5º. E largando da 5ª posição, foi a vez de Marcos Vieira mostrar recuperação na terceira bateria e vencer. João Vieira terminava outra vez em 5º e Marcos Vieira comemorava o título de Campeão Tocantinense.

João Sérgio Câmara foi soberano na Graduados e ainda no sábado marcou a pole position. Câmara não deu chances a seus adversários e venceu as três baterias, sempre com boa vantagem sobre o segundo colocado e, mesmo competindo contra dois pilotos da casa – os competentes Felipe Fraga e Marco Tulio – garantiu o título do estadual do Tocantins.

Ainda com pouca experiência em competições, João Pedro Rappa – residente em Goiânia (GO), assim como Câmara – comemorou neste final de semana a primeira vitória de sua carreira. Competindo na categoria Mirim, Rappa largou em 3º na primeira corrida e partiu para a vitória com uma atuação muito consistente. Na segunda prova do dia ele terminou em 4º, mesma posição em que largou na última prova. Nesta, um toque o jogou para último, com o agravante de seu pára-choque diminuir o rendimento de seu kart por ter ficado raspando no pneu. Assim que o pneu gastou o suficiente para poder andar rápido outra vez, Rappa se recuperou e ainda alcançou o 4º lugar na 3ª bateria.

Só posso dizer que o final de semana foi excelente”, avalia Nil. “Conquistamos dois títulos, sete vitórias em nove corridas e tivemos a confirmação de que estaremos na luta pelos títulos na Copa Brasil. O trabalho aqui foi também visando nossa preparação para outubro e estamos bem encaminhados”, completa, com um sorriso, o vitorioso preparador. “O João e o Marcos monopolizaram as vitórias na Júnior Menor e, não fossem alguns pequenos problemas, poderíamos ter comemorado dobradinha no Tocantinense. O João Sérgio superou dois pilotos da casa, muito bons e competentes, e venceu as três baterias. E vimos a primeira vitória do Rappa, que do Brasileiro até aqui mostrou grande evolução. Estamos felizes”, finaliza.

A Nil Racing permaneceu em Palmas e tem uma nova grade de treinos marcada para esta segunda e terça-feira, com o piloto João Sérgio Câmara.

Texto: Kart Gaúcho Assessoria de Comunicação – Erno Drehmer
Foto: Divulgação

segunda-feira, setembro 27, 2010

Dica de vídeo: Sul-Americano de Kart, no Velopark, editado em belíssimas imagens

Trofeo Linea: Losacco, novo líder, e Clemente dividem pódio em Pinhais


O paulista Giuliano Losacco e o mineiro Clemente Faria Jr. dividiram as vitórias na rodada dupla - 7ª e 8ª etapas - do Trofeo Linea disputada neste domingo no Autódromo Internacional de Curitiba-Pinhais. Foi um dia perfeito para a Pater Racing, que viu seus dois pilotos ganharem pela primeira vez, e uma nova demonstração do impressionante equilíbrio da categoria, ainda sem um único nome a subir duas vezes ao alto do pódio. Com um terceiro e um quarto lugares, este assegurado por uma ousada ultrapassagem sobre o local Alceu Feldmann na última volta, Cacá Bueno chegou a assumir a ponta do campeonato tabela, mas foi desqualificado na vistoria técnica da segunda corrida realizada no fim da tarde. Beneficiado pela decisão da CBA, Losacco é o novo líder.

O público que desafiou a permanente ameaça de chuva e a temperatura ainda baixa neste início de primavera foi recompensado por duas corridas de elevadíssimo nível técnico, plenas de brigas por posições e ultrapassagens. Viu também Losacco jogar uma pá de cal sobre o longo período de quatro anos sem uma única vitória - a última fora conquistada na Stock Car em Tarumã em 2006 - e seu companheiro de equipe Clemente, campeão sul-americano de Fórmula 3 de 2007 e novato em séries de turismo, resistir de forma heróica aos ataques de Serafin Jr. desde a largada até à bandeirada quadriculada.

Losacco fez uma prova brilhante na primeira bateria. Saiu em quinto, passou para segundo antes da primeira curva, deixou o pole Duda Pamplona para trás nas voltas iniciais e depois se manteve a salvo das investidas de Cesinha Bonilha. "Acho que a nuvem negra saiu de cima de mim. Foi emocionante. Larguei bem, sem deixar as rodas patinarem, e encontrei o caminho certo para chegar ao fim da reta", resumiu, explicando como alcançou um resultado que perseguia há tanto tempo. Na segunda bateria, mostrou maturidade para se conservar na zona de pontos, já que partiu em 8º por causa do sistema de grid invertido utilizado no Trofeo Linea e precisou trabalhar duro para evitar os choques com um pelotão compacto que começava no líder Clemente.

A alegria de Losacco - que naquele momento ainda lamentava a diferença favorável a Cacá antes da vistoria técnica - era a mesma do parceiro na Pater Racing. Depois de uma fase difícil, decorrente da adaptação ao universo dos carros de turismo, Clemente foi a surpresa do final de semana na capital paranaense. "Eu sabia que seria fundamental buscar a liderança da prova logo depois da largada. Consegui sair bem e depois aproveitei a briga do pessoal que vinha atrás para ganhar algum fôlego antes que eles encostassem de novo. Estamos evoluindo. O que tomar falta agora é melhorar o carro para os treinos de classificação. Como está todo mundo muito próximo em termos de desempenho, quem sai atrás está com a corrida comprometida", observou.

Bragantini passou um domingo para ser esquecido. Entrou na pista com uma folgada vantagem sobre Cacá e foi embora para casa apenas na terceira colocação, com os mesmos 54 pontos - foi o 15º na primeira corrida e desqualificado por irregularidade técnica, a exemplo também de Popó Bueno, companheiro de equipe do irmão Cacá. Numa jornada de atuações espetaculares, como as de Serafin Jr. e Christian Fittipaldi na disputa pelo segundo lugar no complemento da programação, Thiago Camilo deu um show ao partir da última posição - foi desqualificado da primeira por irregularidade técnica - e, com a penalidade aplicada a Cacá, terminou em 5º.

O resultado da 7ª etapa:

1) Giuliano Losacco, 17 voltas em 26min46s290
2) Cesinha Bonilha, a 0s444
3) Cacá Bueno, a 5s044
4) José Vitte, a 10s469
5) Christian Fittipaldi, a 10s540
6) Alceu Feldmann, a 13s294
7) Clemente Faria Jr., a 14s811
8) Serafin Jr., a 15s487
9) Ulisses Silva, a 16s074
10) Leonardo Nienkötter, a 16s606
11) Rodrigo Navarro, a 17s991
12) José Cordova, a 20s771
13) Raulino Kreis Jr., a 21s002
14) Popó Bueno, a 24s172
15) André Bragantini, a 26s007
16) Cesare Marrucci, a 43s406
17) Antonio Jorge Neto, a 2 voltas
18) Ricardo Maurício, a 5 voltas

Não classificados:

Betinho Sartório
Duda Pamplona
Fernando Nienkötter
Thiago Camilo

Melhor volta: José Cordova, em 1min32s630, média de 143,604 km/h

O resultado da 8ª etapa:

1) Clemente Faria Jr., 17 voltas em 26min47s364
2) Serafin Jr., a 1s470
3) Christian Fittipaldi, a 2s065
4) Alceu Feldmann, a 4s228
5) Thiago Camilo, a 4s344
6) Cesinha Bonilha, a 4s805
7) Giuliano Losacco, a 5s215
8) Rodrigo Navarro, a 7s271
9) Jose Vitte, a 8s485
10) Duda Pamplona, a 8s672
12) Leonardo Nienkotter, a 16s162
13) Cesare Marrucci, a 30s212
14) Fernando Nienkotter, a 31s395
15) Raulino Kreis Jr., a 39s730
16) Betinho Sartorio, a 53s022
17) José Cordova, a 1 volta
18) Antonio Jorge Neto, a 3 voltas

Não classificados:
Ricardo Maurício
Ulisses Silva
Desclassificados: Popó Bueno, Cacá Bueno e André Bragantini

Melhor volta: Alceu Feldmann, 1min32s655, média de 140,686 km/h

A nova classificação do campeonato:

1) Giuliano Losacco - 59
2) André Bragantini - 54
3) Cacá Bueno - 51
4) Serafin Jr. e Alceu Feldmann - 43
6) Cesar Bonilha - 38
7) José Vitte - 36
8) Christian Fittipaldi - 34
9) José Cordova - 32
10) Antonio Jorge Neto - 31
11) Duda Pamplona - 30
12) Popó Bueno - 25
13) Ricardo Maurício - 22
14) Ulisses Silva - 20
15) Clemente Faria Jr - 19
16) Leonardo Nienkotter - 7
17) Thiago Camilo - 6
18) Cesar Marrucci e Rodrigo Navarro - 1 ponto

O Racing Festival, apresentado pelo Banco Santander e Fiat, tem patrocínio da Shell, co-patrocínio da Pirelli e FPT Powertrain Technologies, apoio Magneti Marelli e Rodas Scorro e realização da RM Racing Events.

Site oficial: www.racingfestival.com.br

Texto: MF2 - Serviços Jornalísticos Ltda / Márcio Fonseca
Foto: Carsten Horst/MF2

Mineiro de kart finalizou penúltima rodada no RBC Racing


A categoria Master Super teve corridas emocionantes neste sábado

O último sábado, dia 25, foi de muita velocidade no Kartódromo RBC Racing, na cidade de Vespasiano - MG. Nesta data a pista da região metropolitana de Belo Horizonte recebeu a quarta e penúltima etapa do Campeonato Mineiro de Kart, com as corridas válidas pela sétima e oitava etapas do ano.

Ao todo 31 competidores estiveram separados entre as categorias Cadete, Sprinter, F-400 e Super Master que, como nas corridas anteriores, participaram de duas baterias cada uma delas.

A Cadete teve como pole-position o piloto Sérgio Sette Câmara, que foi penalizado por manutenção no Parque Fechado e teve de largar da última posição. Em bela corrida de recuperação, ele rapidamente estava na briga do primeiro pelotão e chegou a liderar a prova, mas acabou terminado a corrida em segundo, atrás de Caio Miguel. Gabriel Gonçalves chegou na terceira posição. Na segunda corrida do dia, Sette Câmara largou bem e assumiu a liderança ainda na primeira volta. Muito pressionado por Gonçalves e Miguel, ele acabou caindo para a segunda posição. Com três voltas completadas, porém, Sette Câmara e Gonçalves se envolveram em um toque que, segundo os comissários, foi considerado anti-desportivo e, assim, Sérgio foi desclassificado da corrida e Gonçalves abandonou. Melhor para Miguel que seguiu livre de ameaças até a bandeirada final. Paulo Vitor chegou em segundo e Leonardo Resende, em terceiro.

Pela classe F-400, largou da pole-position o piloto Fernando Buzzolo, que registrou o tempo de 1m00s447. Nas duas corridas da etapa, porém, brilhou a estrela de Sérgio Santana. Com um estilo de pilotagem bastante seguro e sem erros o piloto assumiu a primeira posição na primeira bateria e conseguiu suportar aos ataques de Buzzolo, que chegou em segundo até a bandeirada final. Renato Travassos chegou em terceiro. Na segunda corrida Santana venceu de ponta a ponta, desta vez com Travassos em segundo e Buzzolo, em terceiro.

A classe Sprinter reúne em suas corridas os pilotos da Graduados, Novatos e Júnior. Pedro Guilherme foi sem dúvida o nome da etapa e, além da pole-position e melhor volta na segunda bateria, venceu as duas provas. Na primeira corrida ele foi seguido por Lucas Nogueira (Júnior) e Felipe Zatti (Novatos). Na bateria de número dois a segunda posição ficou novamente com Lucas e o terceiro posto com Wilson Tacchi.

Finalizando o sábado de competições, a classe Master Super tomou o traçado para disputar as suas corridas. Com baterias bastante disputadas e recheadas de ultrapassagens, estas provas foram, sem dúvidas, as mais emocionantes. Yuri Carvalho marcou a pole-position, mas logo nas primeiras voltas foi superado por Leonardo Silva. Este, por sua vez, acabou se envolvendo em um acidente, não conseguindo terminar a prova. Melhor para Fernando Buzzolo que, competindo também nesta categoria, assumiu a liderança e venceu. Flávio Costa chegou em segundo e Humberto Alvez, em terceiro. Na segunda corrida Yuri, que havia largado da quarta posição, fez prova de recuperação e venceu a corrida com quase três segundos de vantagem. Bruno Fusaro terminou em segundo e Guildner Carvalho, pai de Yuri, chegou em terceiro.

No mês de outubro o Mineiro de Kart não terá provas. A última e decisiva rodada será disputada também no Kartódromo RBC Racing, no dia 13 de novembro.

Todas as informações, resultados, classificação, notícias e fotos sobre a competição podem ser conferidas através do site da FMA (www.fma.com.br) e da RBC (www.rbcpreparacoes.com.br).

Fonte: Quick Comunicação e Marketing
Foto: Flávio Quick

Dica de vídeo: programa Velocidade, do dia 25/09





sexta-feira, setembro 24, 2010

Camargo Racing comemora o Tri-Campeonato Sul-Americano


André Nicastro comemorou muito mais um título internacional

Após dois títulos Sul-Americanos consecutivos na categoria Cadete, com o piloto Yurik Carvalho, a equipe Camargo Racing, comandada pelo renomado preparador Evandro Camargo, comemorou no último domingo, dia 19, a conquista de mais um título continental para sua galeria. Desta vez, na categoria Sudam, a principal do Campeonato, a vitória veio nas mãos do experiente piloto André Nicastro.

A competição mais importante do hemisfério sul das Américas aconteceu na última semana, desde a quinta-feira, dia 16, até o domingo, dia 19. A Camargo Racing, sabendo da importância da competição, esteve na pista do Kartódromo Velopark, na região metropolitana do Rio Grande do Sul, representada por quatro pilotos sendo dois na Cadete, Sérgio Sette Câmara e Gregory Diegues; na Pré-Júnior, Yurik Carvalho e, na Sudam, André Nicastro.

Na categoria Pré-Júnior Yurik enfrentou problemas durante todo o final de semana. Com dificuldades de acerto, trocas de motores e até mesmo assimilação do traçado o piloto partiu para as provas determinado a conseguir se recuperar. Porém, tanto nas classificatórias como nas finais, Carvalho foi alvo de vários concorrentes. Ele até conseguia fazer belas ultrapassagens, mas, indignados com o arrojo do piloto nas manobras, vários deles baterem no kart de Yurik deixando-o assim sem condições de terminar a competição em uma boa colocação. Mesmo assim ele conseguiu encerrar a bateria final na 13ª posição.

Dentre os Cadetes mais uma vez o mineiro Sérgio Sette Câmara demonstrou estar em ótima fase. Após conquistar o vice-campeonato Brasileiro e vitórias importantes na Copa São Paulo Light, Copa Sudeste e Mineiro o piloto chegou animado ao Velopark para tentar o seu primeiro título internacional. Ele e Gregory Diegues se esforçaram bastante e, no final, os resultados acabaram sendo diferentes para os dois. Sette Câmara terminou em uma comemorada terceira posição, após ter sofrido um grave acidente na segunda classificatória. Já Gregory, que tinha tudo para terminar entre os primeiros, sofreu um toque na quarta volta da bateria final e foi obrigado a abandonar a disputa, finalizando a corrida apenas com o 25º lugar.

Título conquistado na última curva

Assim como aconteceu com a conquista do Sul-Americano do ano passado com Yurik, na Cadete, a disputa da categoria Sudam, em 2010, somente foi definida na última curva da corrida final.

Usando de toda a sua experiência o carioca André Nicastro, que atualmente tem 28 anos, assumiu o desafio de levar o chassis brasileiro Techspeed para o meio da disputa entre as fábricas internacionais Kosmic, CRG, Tony Kart e Birel Motorsport, além dos nacionais Birel Sudam e Kart Mini.

Nicastro, mesmo com um equipamento sem freios dianteiros como os importados, mostrou que com um bom conjunto e experiência é possível chegar ao título. O piloto batalhou muito no acerto do kart durante todo o evento e, sempre orientando o time de mecânicos e trocando idéias com Evandro, conseguiu chegar à final com chances de ser campeão.

A corrida decisiva foi realizada na tarde de domingo. Após uma boa largada o piloto assumiu a ponta, mas, três voltas depois, já estava sendo pressionado por Felipe Fraga. Fraga superou Nicastro e ambos começaram a se distanciar do restante do pelotão. André ainda recuperou a liderança e Fraga deu o troco. Sem tentar uma nova ultrapassagem, Nicastro passou toda a corrida final estudando o comportamento de seu adversário e aguardando o momento de “dar o bote”. A manobra aconteceu na última curva. Fraga trouxe o kart para dentro para defender a posição, mas, ao frear, seu kart escapou para a parte suja da pista. Com isso, Nicastro fez a ultrapassagem e cruzou a linha de chegada na primeira posição, comemorando muito a vitória.

Estou muito satisfeito pelo resultado que conquistamos aqui. Vivenciamos várias dificuldades no decorrer do evento e, encerrar com o título do Nicastro e o terceiro lugar do Serginho realmente foi um prêmio pela dedicação de todos do time. Quero agradecer imensamente aos mecânicos, pilotos e seus familiares e patrocinadores pelo apoio, trabalho e confiança no nosso time. Certamente estaríamos mais felizes se o Yurik e o Gregory também tivessem conseguido resultados melhores, mas, certamente não faltarão oportunidades para que eles novamente conquistem títulos importantes, assim como fizeram nas últimas temporadas”, encerrou animado o preparador Evandro.

Fonte: Quick Comunicação e Marketing
Foto: Flávio Quick

Sul-Americano teve pole e título da Kart Mini no Velopark


Participando de mais uma grande competição – desta vez internacional – a Kart Mini voltou a comemorar excelentes resultados, dentre eles um título, no mais importante evento da temporada na América do Sul. As conquistas da Kart Mini foram obtidas na última semana, no Kartódromo Velopark, em Nova Santa Rita (RS), durante as disputas do Campeonato Sul-Americano de Kart.

O título de campeã sul-americana veio na Sudam Júnior, onde a Kart Mini foi soberana, equipando a maioria dos kartistas da categoria. Gabriel Robe (foto) venceu a Final e conquistou para a fábrica paulista o título, enquanto que Gustavo Myasava e Gabriel Casagrande garantiam o vice e o terceiro lugar. Fábio Raupp em 6º e Olin Galli em 7º também competiram com Kart Mini.

Na Pré-Júnior, que teve um dos maiores grids da competição, Matheus Jacques fez excelente prova final e garantiu para a Kart Mini o vice-campeonato sul-americano. Mateus Zardo, também com Mini, ficou com a 10ª colocação.

Rodrigo Kubiczewski, na categoria Sênior, garantiu para a Kart Mini a pole position na competição internacional. Dudu Moraes, que já havia sido o campeão brasileiro da Sênior B com Mini, foi o 4º colocado, com Thiago Jouglard em 7º e o próprio Kubiczewski em 10º. Saul Leite Jr., em 12º, fechou a participação da fábrica na Sênior.

Diogo Dalchiavon em 9º e Pedro Castro em 11º competiram com Kart Mini na Sudam, enquanto que João Pedro Custódio (13º), o argentino Francisco Mendizabal (20º) e Jordan Taufer (24º) competiram com chassi da fábrica na Cadete.

No próximo sábado a Kart Mini volta às competições estaduais e participa da primeira prova dos play-offs decisivos da Granja Viana e também da 2ª etapa da Copa Centro-Oeste.

Fonte: Kart Gaúcho Assessoria de Comunicação – Erno Drehmer
Foto: J. Barone

Mineiro de Kart volta neste sábado ao RBC Racing


A categoria Sprinter é a mais rápida do Mineiro de Kart

O Campeonato Mineiro de Kart, principal competição da modalidade em Minas Gerais, está de volta à Grande BH para a disputa da sua quarta rodada com provas válidas pela 7ª e 8ª etapas do Certame. Após ter disputado a sua última prova no Vale do Aço, na cidade de Ipatinga, o Mineiro terá a rodada deste final de semana no sábado, dia 25, no Kartódromo RBC Racing, em Vespasiano.

A pista, mais moderna do estado, recebeu a primeira e segunda rodadas do ano e, no início do último mês, passou por uma pequena manutenção na curva de entrada na reta dos boxes. Esta reforma deixou o raio da curva um pouco mais longo, fazendo com que os karts possam fazer o contorno da mesma de forma mais rápida e atacando menos a zebra.

Desde então várias equipes já treinaram no kartódromo e aprovaram a mudança. Estão sendo esperados para esta etapa cerca de 40 pilotos, que estarão divididos entre as categorias Cadete (oito a 11 anos); Sprinter (14 a 24 anos); Super Master (25 a 39 anos) e F-400 (14 anos ou mais).

Após seis corridas a classificação do Campeonato está embolada. Na Cadete, Sérgio Sette Câmara lidera a classificação com 85 pontos, contra 69 de Caio Miguel e 68 de Leonardo Resende. Na Sprinter, a liderança isolada é de Lucas Nogueira, com 81 pontos, contra 62 de Edson Coelho Júnior e 55 de Gabriel Lopes. Na Super Master, com 56 pontos, Flávio Costa Martins é o líder seguido por Yuri Carvalho, com 54 e seu pai Guildner Carvalho, com 50. Por fim, na F-400, a liderança está nas mãos de Fernando Buzzolo, com 72 pontos. Na segunda posição aparece Renato Travassos com 59 e, em terceiro, Evandro Bambirra, com 49.

Os treinos livres para esta quarta etapa do Mineiro acontecerão nesta sexta (24). No sábado as atividades começam bem cedo com a entrega dos motores sorteados para a competição. As tomadas de tempo terão seu início às nove da manhã e, as corridas, às dez e meia. O pódio para todas as categorias está previsto para as três da tarde.

O Kartódromo RBC Racing está localizado na Rodovia MG-424, KM-3, 500 metros após o Centro de Treinamento do Atlético Mineiro. A entrada para o público será franca e as inscrições já podem ser feitas na sede da FMA. Mais informações pelo telefone: (31) 3271-5840.

Todas as informações, resultados, classificação, notícias e fotos sobre a competição podem ser conferidas através do site da FMA (www.fma.com.br) e da RBC (www.rbcpreparacoes.com.br).

Fonte: Quick Comunicação e Marketing
Foto: Flávio Quick

Endurance: Pedro Avila e Diego Botaro no Velopark neste final de semana


Neste final de semana, mais uma vez, o Autódromo Internacional do Velopark será palco das provas das categorias Endurance e F-Classic

A Endurance, em prova de 3 horas de duração, valerá como prova do Gaúcho da modalidade e da Copa das Federações, copa criada para substituir em 2010 o antigo Brasileiro de Endurance, utilizando um regulamento baseado nos regionais da modalidade. Pedro Avila, de Rio Grande, e Diego Bottaro, de Alegrete, estarão presentes no evento pilotando o Corsa 54 da Equipe Farmácias Associadas Racing Team.

Atualmente a dupla se encontra na 3ª colocação no Campeonato Gaúcho de Endurance, na categoria destinada a carros de Turismo até 2000 cilindradas. Para esta prova é esperado um Grid superior a 30 carros, com pilotos de diversos estados, tais como Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná, Santa Catarina, além do pessoal do Rio Grande do Sul.

A programação prevê a realização dos treinos livres e Tomadas de Tempo no sábado e no domingo duas baterias da F-Classic e a prova “3 horas do VELOPARK”, válida pela 4ª etapa do Campeonato Gaúcho de Endurance e pela 2ª etapa da Copa das Federações.

Pedro Avila, para participar desta prova, conta com o apoio das empresas Farmácias Associadas, J S Auto Peças, Eletroluz, Guanabara Veículos, Marcelo Auto Peças, Compu Signs, Pneus e Etc., Fremax e Abastecedora 1200 (Postos do Tigre e Hiper).

quinta-feira, setembro 23, 2010

Christian Castro fica com 3º lugar no Sul-Americano e faz avaliação positiva


O gaúcho Christian Castro (MM Castro/ Metalmoro) enfrentou muito bem seu maior desafio na atual temporada. Participando do Campeonato Sul-Americano de Kart, disputado na semana passada no Velopark (RS), Castro foi destaque na categoria Sênior ganhando corrida e marcando melhor volta.

Christian, que competiu pela equipe Kartsul, disputou a competição em uma das categorias mais difíceis e equilibradas e esteve sempre entre os três primeiros colocados em todos os treinos. No domingo, dia da decisão, Castro foi à pista com um chassi muito rápido e liderou o treino de aquecimento.

Partindo da 5ª posição na Pré-Final, Castro fez linda prova e venceu, com direito a melhor volta e garantindo a pole para a Final, habilitando-se assim a disputar o título contra outros 15 concorrentes. Largando da primeira posição na Final, Christian Castro sabia que tinha kart para lutar pelo título, mas segundo ele próprio, “fui muito afoito no início, acabei errando e perdendo posições”.

Castro perdeu várias posições e chegou a estar na 9ª colocação, quando iniciou incrível recuperação e aproximou-se do segundo colocado, Francesco Ventre. Daí em diante os dois duelaram pelo vice-campeonato, que ficou com Ventre. Castro terminou em 3º.

Foi uma ótima competição, de alto nível, com ótimos concorrentes”, avalia o piloto MM Castro/ Metalmoro, que competiu com o chassi italiano CRG. “Quero agradecer a minha equipe, a Kartsul, pelo ótimo trabalho. E também a CRG pelo apoio e ao italiano Renato Andreolli pelas dicas. E quero parabenizar o Fernando Pastro e o Francesco Ventre pelo primeiro e segundo lugar e também a todos os competidores”, finaliza Christian Castro.

Texto: Kart Gaúcho Assessoria de Comunicação – Erno Drehmer
Foto: Erno Drehmer

Nascar: pneu fura e provoca acidente a 260 km/h com Miguel Paludo em Dover


Piloto gaúcho saiu caminhando da forte batida na curva 4, mas terá que esperar até a classificação de amanhã para pegar um carro reserva de outra equipe para correr na última etapa da Nascar East, em Dover

Um pneu furado em plena saída da curva 4, onde os pilotos pisam fundo no acelerador no circuito de Dover, provocou um acidente a mais de 260 km/h com o brasileiro Miguel Paludo, da equipe Stemco-Duroline, nos treinos livres da Nascar East, disputados hoje no oval localizado no estado norte-americano de Delaware. O piloto saiu ileso da forte pancada, mas o carro ficou bastante danificado e isso pode prejudicar sua participação na prova de amanhã.

"Foi tudo muito rápido. Quando ouvi o forte estrondo do pneu dianteiro direito furando, o carro foi direto para o muro. O impacto foi violento, a mais de 260 km/h, porque foi em um ponto onde já estamos com o pé 100% no acelerador. Graças à forte segurança do carro da Nascar, saí caminhando, mas teremos um grande desafio para alinhar no grid amanhã", diz Paludo, que teve um bom início de GP nos treinos livres. Foi o 10º colocado na primeira sessão e 13º no segundo entre os 28 carros que treinaram nesta quinta.

Como a chance de recuperação do carro para amanhã é zero, outros dos times também apoiados pela Toyota já ofereceram à equipe Stemco-Duroline um carro reserva. O brasileiro, no entanto, terá que esperar até o fim do treino classificatório desta sexta-feira, em Dover, para poder ajustar seu banco no carro para a corrida que começa no final da tarde de amanhã e termina à noite. Como não registrará tempo, Paludo largará na última colocação.

"Fiquei feliz em contar com a solidariedade dos times da Toyota nesta situação complicada. Claro que será um desafio ainda maior nesta corrida, porque largar em último sempre torna a corrida muito movimentada, imagine então com um carro que nunca andei na vida", diz o brasileiro.

"Em todo caso, este é meu primeiro ano na Nascar e meu objetivo é justamente acumular o máximo de experiência, então passar por uma situação desta com certeza vai agregar mais vivência com minha carreira aqui nos Estados Unidos", diz Paludo.

Sobre o circuito de Dover, o piloto da equipe Stemco-Duroline foi só elogio. "É bem diferente dos outros ovais que guiei, pelo piso de concreto e pela alta velocidade ao longo de uma milha", diz Paludo. De fato, os carros da Nascar East viram tempos bem próximos ao da categoria principal, a Sprint Cup.

"As curvas também são bem desafiadoras. Acredito que a corrida será bem emocionante. Com esta questão de usar um carro emprestado e largar em último, acredito que o objetivo agora é acumular o máximo de experiência e receber a bandeirada na melhor posição possível", afirma o bicampeão da Porsche Cup brasileira.

A corrida da Nascar East tem largada às 17h45 e terá 150 voltas. O site www.miguelpaludo.com.br traz mais informações, fotos e vídeos das corridas de Paludo. Para acompanhar notícias em tempo real, siga no twitter @mpaludo77live e @mpaludo77 (o oficial do piloto).

Texto: RF1 Jornalismo
Foto: Patricia Souza/RF1

Rodada final da F-3 Britânica será neste final de semana

Após uma temporada de grandes desafios, novos circuitos e muitas corridas, o piloto brasileiro Lucas Foresti (Carlin Team) está se preparando para o último final de semana do Campeonato Britânico de F-3 em 2010.

Neste final de semana, dias 25 e 26 de setembro, Foresti e o circo do British F-3 International estarão na cidade de Kent, na Inglaterra, mais precisamente no Autódromo de Brands Hatch, onde será disputada a 10ª e última rodada da competição, com as provas válidas pela 28ª, 29ª e 30ª etapas do ano.

Em um clima de grande expectativa, Lucas e sua equipe participaram de quatro dias de testes nas duas últimas semanas. Dias 14 e 15, no norte da Inglaterra, eles estiveram na pista de Pembrey para a realização de testes particulares da equipe Carlin. Ontem e hoje, 21 e 22, os testes foram realizados de forma coletiva, com as demais equipes do Campeonato, no Autódromo de Rockingham. Com o tempo de 1m14s047, Foresti foi o nono mais rápido da pista, o que lhe deixou ainda mais animado para a corrida do final de semana.

Foresti nunca competiu no Autódromo de Brands Hatch. A pista, tradicional no automobilismo inglês, já recebeu corridas até mesmo de F-1. Seu traçado é de média alta velocidade,mesclando curvas técnicas com outras de altíssima velocidade. Será uma prova onde os ajustes aerodinâmicos farão grande diferença uma vez que, nas curvas velozes, quanto maior a pressão aerodinâmica mais preso ao chão o carro ficará. A pista tem uma extensão total de 3.703 metros e o recorde na F-3 britânica pertence ao espanhol Jaime Alguersuari, com o tempo de 1m18s478, estabelecido na corrida de 2008, com uma média horária de quase 170 km/h.

Diferente das demais etapas do ano, esta prova de Brands Hatch não contará com treinos livres e sua programação seguirá direto com a tomada de tempos seguida pelas três corridas da rodada.

No site do piloto, na sessão Live-timing, acompanhe todas as atividades em tempo real. Assim como as informações sobre todas competições, resultados, agenda, notícias e galerias de fotos da carreira de Lucas Foresti. Lá também é possível fazer contato com Foresti por meio de seu mural de recados, acesse: www.lucasforesti.com.br.

Fonte: Quick Comunicação e Marketing

RBC Preparações esteve com 49 pilotos no Sul-Americano de Kart


Na última semana, entre os dias 16 e 19, a empresa mineira RBC Preparações deslocou sua estrutura completa para a cidade de Nova Santa Rita, no Rio Grande do Sul, onde forneceu motores em quatro categorias do Campeonato Sul-Americano de Kart.

Na categoria Sudam a RBC esteve com o piloto Yukio Duzanowski. Com um rendimento que cresceu bastante ao longo da competição o piloto teve a oportunidade de mais uma vez comprovar a excelência da RBC em competições de alta performance e terminou a competição com um comemorado terceiro lugar.

Dentre os pilotos da Sênior a RBC forneceu os motores para Alessandro Xavier. Muito rápido o competidor aproveitou-se dos chassis Birel Motorsport (Itália) para junto ao motor Parilla MY-09 andar sempre entre os mais velozes da pista. Ele venceu as duas corridas classificatórias do sábado, mas, no domingo, na Pré-Final e Final, acabou se envolvendo em disputas onde a definição do título saiu nas últimas voltas. Xavier acabou terminando a competição com o nono lugar.

Mais uma vez, sucesso absoluto nos sorteados

Convidada mais uma vez pela CODASUR a RBC forneceu em sistema de aluguel e sorteio os motores para as categorias Cadete e Pré-Júnior do Campeonato Sul-Americano de Kart.

28 Cadetes e 19 Pré-Juniores foram para a pista com motores sorteados que, mais uma vez, cumpriram seu principal objetivo de competitividade e preço justo. Nas baterias finais, quando os pilotos realmente colocaram em prática tudo que tinham de melhor, todos os competidores da Pré-Júnior fizeram a melhor volta dentro do mesmo segundo.

Na Cadete as duas corridas finais foram realmente de arrepiar. Em ambas as baterias mais de 10 pilotos cruzaram a linha de chegada literalmente embolados fazendo com que o resultado, efetivamente, fosse determinado somente pelos sensores eletrônicos da cronometragem. Nesta categoria os 13 primeiros colocados tiveram suas melhores voltas no mesmo segundo.

Apesar do Sul-Americano não ter contado com um expressivo número de pilotos a competitividade esteve em alta e, além da briga entre os pilotos, a disputa pelo mercado de chassis entre nacionais e importados também esteve muito aflorada. Dentre os motores preparados agradecemos a confiança dos que competiram conosco e realmente receberam motores rápidos e capazes de ajudarem na conquista dos títulos”, comentou Rafael Cançado.

Sobre os motores sorteados, Cançado explicou alguns contratempos. “Dentre os sorteados, ficamos felizes com a competitividade conseguida nas provas finais, mas, tivemos alguns problemas. Em ambas as classes a organização criou uma grade muito extensa de treinos e, com isso, alguns motores passaram a apresentar desgaste excessivo em algumas peças. Acreditamos que tal fato tenha ocorrido principalmente na Pré-Júnior, em virtude da mudança no escapamento. Até 2009, com o escapamento antigo, os motores trabalhavam com uma rotação de até 1.500 giros a menos do que agora. Assim, realmente para um evento de utilização tão longa como se tornou o Sul-Americano, alguns motores apresentaram problemas. Dentre os Cadetes também tivemos alguns problemas de desgaste de peças, mas, acreditamos que dentro de uma normalidade para uma categoria com 28 pilotos”, encerrou o empresário.

Fonte: Quick Comunicação e Marketing
Foto: Flávio Quick

Campeonato Nova Schin altera data da final

Com a chegada do final do ano ficam em evidência também as últimas e decisivas rodadas dos Campeonatos de Kart estaduais. Pilotos e equipes buscam sua preparação máxima para conquistarem os mais variados títulos batalhados ao longo da temporada.

Com vistas a aumentar ainda mais a visibilidade do Campeonato assim como tirar a última prova da mesma data que o GP Brasil de F-1 o Ituano Motor Esporte Clube, entidade que gerencia e organiza as corridas do Campeonato Nova Schin de Kart, alterou o cronograma das últimas etapas da competição.

Faltando duas etapas para o encerramento da temporada o clube irá realizar as corridas no mesmo dia, em sistema de rodada dupla, encerrando o Campeonato em grande estilo. Assim, fica confirmado que o Campeonato Nova Schin de Kart terá sua rodada final no domingo, dia 31 de outubro de 2010, com as corridas válidas pela 7ª e 8ª etapas da competição.

Demais informações e todas as notícias do Kartódromo Arena Schincariol podem ser acompanhadas no site da pista. Lá também é possível acessar os regulamentos, adendos, calendários, resultados, classificação e todas as informações do Campeonato Nova Schin. Acesse: www.kartodromoschincariol.com.br.

Fonte: Quick Comunicação e Marketing

quarta-feira, setembro 22, 2010

Sul-Americano de Kart: Pedro Castro teve ótima estreia em campeonatos internacionais


A primeira participação do gaúcho Pedro Castro (Ville House Hotel Canoas/ Agropecuária Real/ Okinawa Sushi/ Pansera Seguros) entre os pilotos “top” do kartismo sul-americano foi mais do que positiva. O piloto, que disputou durante a última semana seu primeiro campeonato internacional, teve atuação destacada no Campeonato Sul-Americano de Kart, realizado no Kartódromo do Velopark, em Nova Santa Rita (RS).

Assim como todos os pilotos, Castro enfrentou uma programação que previa cinco treinos oficiais, tomada de tempos, duas provas classificatórias, Pré-Final e Final. Na Final, cujo vencedor seria o campeão, Castro largou da 14ª posição e foi conquistando posições com uma pilotagem segura e sem erros.

Sua boa atuação lhe permitiu crescer na prova final e Castro já estava na 5ª posição, garantindo um lugar no pódio, quando, para evitar um toque com um concorrente, acabou rodando e abandonando. Pedro Castro terminou a competição em 11º, resultado que não reflete seu excelente desempenho.

Considero minha participação no Sul-Americano muito positiva, pois sabemos que um campeonato deste tem um nível muito elevado. Ainda mais na categoria Sudam, onde a maioria dos pilotos contra os quais competi tem experiência com o kart na Europa”, avalia Pedro Castro. “No entanto, se eu tivesse largado mais à frente talvez a história terminasse de outra forma, pois eu era mais rápido que os líderes em todos os momentos da Final”, lembra o piloto.

A participação de Pedro Castro (Ville House Hotel Canoas/ Agropecuária Real/ Okinawa Sushi/ Pansera Seguros) no Sul-Americano serviu para uma importante constatação. Em 2011 Castro deverá competir no Campeonato Brasileiro, categoria Novatos. “O Sul-Americano me permitiu ver que tenho condições e que estou preparado para conquistar o Brasileiro em minha categoria. E vamos trabalhar muito para que isto ocorra”, encerra o piloto, que competiu com kart preparado pela Kartsul, equipe do experiente Neco Fornari.

Por fim, Pedro Castro agradece a seus patrocinadores, que lhe permitiram disputar a importante competição, Ville House Hotel Canoas, Agropecuária Real, Okinawa Sushi e Pansera Seguros, e a Kartsul pelo ótimo conjunto kart / motor.

Texto: Kart Gaúcho Assessoria de Comunicação – Erno Drehmer
Foto: Tchê

Central Kart realiza sorteio de camiseta entre seus seguidores no twitter


A equipe do excelente site Central Kart colocou no ar mais uma promoção, onde irá sortear uma camiseta como esta aí da imagem acima. Para participar do sorteio é fácil, basta seguir o @centralkart no twitter.

Aqui tem mais detalhes:
http://www.centralkart.com.br/wp/2010/09/camisetas-esgotadas/

Dica de vídeo: programa Velocidade, do dia 18/09





Batida tira pódio de João Pedro Guim no Sul-Americano de Kart


Desde a última quinta-feira, dia 16, o Kartódromo Internacional Velopark, em Nova Santa Rita, região metropolitana gaúcha, tornou-se a capital continental do kartismo com a disputa da edição 2010 do Campeonato Sul-Americano de Kart. Ao todo cinco categorias participaram da disputa com destaque para a classe Cadete, maior do Certame, com 28 competidores.

Representando o Brasil e o estado de Minas Gerais o piloto João Pedro Guim (Powered by Miguel Oliveira) encarou o desafio exatamente desta categoria e, com muita dedicação, tinha como objetivo conquistar um lugar no pódio da competição.

Após treinar no kartódromo antecipadamente com João Pedro Custódio, seu companheiro de equipe, na quinta-feira eles começaram as cinco sessões de treinos livres que tiveram direito. Guim e sua equipe não estiveram satisfeitos com o desempenho apresentado pelo motor e solicitaram algumas trocas, mesmo sob pena da perda de sete posições para as corridas classificatórias.

A tomada de tempos da categoria foi realizada no final da tarde de sexta-feira e, com o tempo de 1m11s055 ele garantiu a sétima melhor marca. Porém, pelas trocas de motor, acabou tendo que largar exatamente do meio do pelotão para as classificatórias. Na primeira, após uma boa recuperação, conseguiu andar no primeiro pelotão e encerrou na 10ª posição. Na segunda classificatória o piloto já vinha bem e novamente figurava entre os lideres quando, a três voltas para o final, acabou se enroscando em um acidente na entrada da reta dos boxes e terminando a corrida apenas na 25ª posição.

Com um excepcional trabalho a equipe do preparador Miguel de Oliveira conseguiu deixar o kart de João Pedro Guim completamente pronto para a Pré-Final e, no aquecimento realizado na manhã de domingo, o piloto conseguiu a volta mais rápida de todo o evento registrando o tempo de 1m10s421.

Animado o piloto partiu para a Pré-Final e, mesmo largando da 16ª posição, seguiu confiante na conquista de um lugar no pódio. Ele Sérgio Sette Câmara se encontraram na pista e juntos passaram a escalar o pelotão até chegarem a estar na sexta e sétima posições. Neste momento, porém, Guim acabou se chocando com outro concorrente e perdendo algumas posições. Mesmo assim o piloto não desanimou e seguiu ganhando posições até terminar em 12º.

Acreditando que ainda poderia lutar por um lugar no pódio Guim alinhou seu kart para a última corrida. Após uma bela largada o piloto vinha ganhando posições e já estava no oitavo lugar quando, ao tentar superar um concorrente, o mesmo rodou em sua frente e os dois bateram. Neste momento o eixo do kart de Guim empenou, fazendo com que o piloto abandonasse a corrida. O gaúcho Bruno Bertoncello foi o vencedor seguido por Yanni Fontana e Sérgio Sette Câmara.

O João Pedro nos impressionou muito neste final de semana. Tivemos sérios problemas de acerto de motor nos treinos e, sinceramente, trocamos algumas vezes até chegarmos a um motor que consideramos competitivo. Depois disso ele fez belas corridas classificatórias, sempre com muita garra e mostrando grande arrojo nas ultrapassagens. Quero parabenizar ao Miguel e sua equipe pelo excelente trabalho e o kart perfeito que fizeram para meu filho no último dia, momento em que ele fez a volta mais rápida do evento no aquecimento. O aprendizado conseguido nesta prova certamente acompanhará meu filho por toda a sua carreira”, encerrou Claufer Machado, pai de João Pedro Guim.

Sem tempo para descansar

Depois da maratona no Rio Grande do Sul o piloto seguiu para Cuiabá, cidade onde reside com sua família, mas por lá ficará pouco tempo. Nesta quarta-feira ele já segue para Palmas, no Tocantins, onde a expectativa é de que a temperatura esteja na casa dos 45º.

Lá, no Kartódromo Rubens Barrichello, o piloto disputará a segunda rodada da Copa Centro-Oeste de Kart onde disputará a vitória nas classes Cadete e Super Cadete. A corrida servirá também de preparação para a Copa Brasil de Kart que lá será disputada entre os dias 13 e 16 de outubro.

Fonte: Quick Comunicação e Marketing
Foto: Flávio Quick - Divulgação

terça-feira, setembro 21, 2010

Sul-Americano de Kart: Bruno Bertoncello comemora a conquista do maior título de sua carreira


O maior título da ainda curta carreira do gaúcho Bruno Bertoncello (Targh 400/ MG Pneus/ Floricultura Verdes Cores) foi conquistado no último domingo (19) no Kartódromo do Velopark, em Nova Santa Rita (RS). E que conquista!

Bertoncello disputou o Campeonato Sul-Americano na categoria Cadete, que reuniu 28 competidores, dentre eles pilotos brasileiros, argentinos e bolivianos. Sempre entre os primeiros colocados em todos os treinos, Bertoncello fez duas ótimas provas classificatórias, conquistando ótima vitória em uma delas. A soma dos pontos permitiu a Bruno largar na 2ª colocação no grid da Pré-Final.

A Pré-Final trouxe um grande susto para Bertoncello e sua equipe. Problemas na penúltima corrida do campeonato fizeram com que o piloto de Passo Fundo terminasse a prova na 16ª colocação, a mesma em que largaria na grande Final.

Para a decisão a equipe resolveu os problemas e o que se viu daí para frente foi um verdadeiro show de pilotagem. Largando em 16º Bertoncello veio abrindo caminho até o pelotão dianteiro e chegou à bandeirada final com uma vantagem de apenas 55 milésimos de segundo sobre o segundo colocado. E do primeiro até o 12º colocado a diferença foi de pouco mais de 1 segundo, mostrando o já conhecido equilíbrio da categoria e as enormes dificuldades que o piloto Targh 400/ MG Pneus/ Floricultura Verdes Cores superou para se tornar Campeão Sul-Americano. Dentre estas dificuldades, adversários do porte de Zaiya e Yanni Fontana, Sérgio Câmara, Luiz Felipe Branquinho, Felipe Drugovich e Gabriel Sereia, para citar alguns exemplos.

Confesso que cheguei a desanimar depois da Pré-Final”, diz Albany, pai de Bruno Bertoncello. “Mas eu sabia da competência da equipe, do chassi Techspeed e do Bruno. A corrida foi linda, emocionante e a vitória foi de lavar a alma”, vibra.

O Campeão Sul-Americano de Cadete 2010 dedicou o título à sua mãe, Rosane, que no dia seguinte aniversariava. “Minha mãe e minha família me dão muita força e agora quero dedicar o título a ela. E agradecer a toda minha equipe e à Techspeed, todos foram muito importantes. Quero parabenizar a Techspeed pelos três títulos conquistados no Sul-Americano e dizer que fico muito contente por competir com a marca”, agradece o pequeno campeão.

Bruno Bertoncello, no entanto, faz mais agradecimentos. “Quero agradecer ao Beto e ao Pedro, da Targh 400, que acreditaram em mim e me levaram para correr em São Paulo. Isso me ajudou muito a desenvolver minha pilotagem”, salienta o piloto. “E também ao Laco, que para mim é um dos melhores preparadores do Brasil. Ele não mede esforços para me dar sempre um kart de ponta”, finaliza.

Texto: Kart Gaúcho Assessoria de Comunicação – Erno Drehmer
Foto: Erno Drehmer

Endurance: equipe Pole Motorsports tem vagas para etapa do Gaúcho de Endurance e Copa das Federações no Velopark


Vaga é para pilotos no VW Gol 22, Campeão das 12 Horas 2009

O Campeonato Gaúcho de Endurance e a Copa das Federações desembarcam no próximo fim de semana, dias 25 e 26 de setembro, no Velopark.

A equipe Pole Motorsport tem vaga para a prova no VW Gol 22, carro campeão das 12 Horas 2009 e especialmente preparado para provas de longa duração. Pilotos interessados podem entrar em contato pelos telefones (51) 3599.4427 ou 9977.4650, com o Alemão da Pole.

Fonte: Equipe Pole - Divulgação

Sérgio Sette Câmara termina em 3º o Sul-Americano de Kart


O piloto Sérgio Sette Câmara (Banco Mercantil do Brasil/Tear Têxtil/Autokorea – Hyundai/Camargo Racing), da categoria Cadete, encerrou sua participação na edição 2010 do Campeonato Sul-Americano de Kart com um comemorado terceiro lugar.

A competição aconteceu desde a última quinta-feira, no Kartódromo Internacional Velopark, na região metropolitana gaúcha. Sette Câmara, que começou bem os treinos, figurando sempre entre os mais rápidos, passou por alguns problemas de acerto e, na tomada de tempos, realizada na tarde de sexta-feira, não registrou uma boa volta, ficando apenas com a 18ª posição do grid de largada das classificatórias.

As duas corridas classificatórias foram disputadas no sábado. Com um chassis bem acertado Sette Câmara conseguiu fazer uma bela prova na primeira classificatória, e já vinha buscando o primeiro pelotão quando, após receber um toque, caiu algumas posições e terminou apenas com o 18º lugar. Na segunda classificatória o piloto sofreu o maior susto da competição. Quando disputava a décima posição, em um dos trechos mais velozes da pista, seu kart foi atingido por o de um concorrente e projetado contra a barreira de pneus. O piloto precisou de atendimento médico e, após uma criteriosa análise foi liberado para continuar na competição.

O domingo foi reservado para as corridas Pré-Final e Final. Na Pré-Final, disputada nesta manhã, Serginho fez uma grande corrida de recuperação e conseguiu finalizar na oitava posição, tendo largado nada menos que do 25º lugar.

A redenção do piloto mineiro veio efetivamente no momento exato, na bateria Final. Após uma largada consciente o piloto perdeu uma posição, mas, em nono, permanecia no primeiro pelotão da corrida. Com o passar das voltas, porém, ele foi recuperando terreno, sempre junto a um pelotão onde vinham cinco karts. Nas duas últimas voltas este pelotão de Serginho chegou ao dos lideres, também formado por mais seis pilotos. Com um único bloco de 12 karts, Sette Câmara abriu a última volta na oitava posição. Com uma pressão muito grande, sem se deixar envolver pelos concorrentes, fez uma estratégia arriscada e, apenas nesta volta, superou cinco karts e finalizou a corrida na terceira posição.

Estou muito feliz com o resultado que conseguimos aqui no Sul-Americano. Estar entre os três mais rápidos do continente é uma coisa que me deixa extremamente feliz. Tivemos problemas de acerto de chassi e motores, principalmente após o acidente de ontem, quando fomos obrigados a trocar o kart. Graças a Deus deu tudo certo e consegui fazer grandes corridas hoje e finalizar na terceira posição. Quero agradecer muito aos meus patrocinadores, Banco Mercantil do Brasil/Tear Têxtil/Autokorea – Hyundai, e familiares pelo apoio incondicional em mais esta importante competição”, finalizou o garoto de 12 anos.

Fonte: Quick Comunicação e Marketing
Foto: Flávio Quick

segunda-feira, setembro 20, 2010

Copa Caixa Stock Car: Nonô Figueiredo vence a oitava etapa em Campo Grande


Desclassificação de Daniel Serra dá a vitória ao piloto da Cosan Mobil Super Racing

Daniel Serra, da Red Bull Racing (Peugeot), cruzou em primeiro, mas a vitória em Campo Grande, oitava etapa da Copa Caixa Stock Car, foi de Nonô Figueiredo, da Cosan Mobil Super Racing (Chevrolet). Serrinha e outros quatro pilotos foram desclassificados da etapa pelos Comissários da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), sendo que ele e seu companheiro de equipe Cacá Bueno, Ricardo Zonta, da RZ Corinthians Motorsport, e Xandinho Negrão, da A. Matheis Motorsport, por fornecer informações erradas aos comissários, enquanto Thiago Camilo, da Ipiranga Vogel Motorsport, por terminar a prova com menos do que os três litros de combustível obrigatórios.

Diante dessa situação, Nonô ficou com a vitória, com o tempo de 50min20seg984; seguido por Marcos Gomes, da Blau Full Time (Peugeot), com 50min30seg970; e Ricardo Mauricio, da Eurofarma RC, com 50min34seg930.

As desclassificações, entretanto, não alteraram os classificados para a Super Final, que inclui as quatro últimas corridas: Londrina, em 10 de outubro, Santa Cruz do Sul (RS), em 24 de outubro; Brasília, em 21 de novembro, e Curitiba, no dia 5 de dezembro. Houve, sim mudança de posicionamento:1) Ricardo Mauricio (SP), 112 pontos; 2) Átila Abreu (SP), 110; 3) Nonô Figueiredo (SP), 87; 4) Max Wilson (SP), 72; 5) Cacá Bueno (RJ), 66; 6) Marcos Gomes (SP), 62; 7) Allam Khodair (SP), 58; 8) Felipe Maluhy (SP), 56 (uma vitória); 9) Daniel Serra (SP), 56; e 10) Popó Bueno (SP), 43.

Na Super Final, estes pilotos receberão uma nova pontuação, correspondente ao resultado de uma prova, mais 200 pontos de bônus para que não sejam alcançados pelos demais. Ricardinho, por exemplo, começará a etapa de Londrina com 225 pontos, compostos por 25 pontos pelo primeiro lugar e o bônus, Átila terá 220, e assim por diante, até o décimo Popó Bueno, que terá 206 pontos.

Nonô Figueiredo, da Cosan Mobil Super Racing, falou que o resultado comprova o bom trabalho que tem sido feito neste ano. “Larguei em quarto e tinha um bom carro no início da prova. Dei o meu melhor e felizmente consegui mais um pódio. Este está sendo um ano positivo”, avaliou.

Para Marcos Gomes, a prova em Campo Grande foi complicada, mas especial pela classificação. “Foi a corrida mais difícil que já fiz. Tive problema no pit stop e caí para sexto lugar. Precisei partir para cima. Tinha um bom carro, ultrapassei três concorrentes: Cacá, Popó e Ricardinho, conquistando o pódio e o mais importante, a vaga na Super Final”, resumiu o paulista de Ribeirão Preto.

Resultado da oitava etapa da Copa Caixa Stock Car após as desclassificações:

1) 11 Nonô Figueiredo (Cosan Mobil Super Racing/Chevrolet), 34, 00:50:20.984
2) 80 Marcos Gomes (Blau Full Time/Peugeot), 34, 00:50:30.970
3) 90 Ricardo Mauricio (Eurofarma RC/Chevrolet), 34, 00:50:34.930
4) 74 Popó Bueno (A.Matheis Motorsport/Chevrolet) 34, 00:50:40.201
5) 35 David Muffato (Itaipava Racing Team/Peugeot), 34, 00:50:51.274
6) 14 Luciano Burti (Itaipava Racing Team/Peugeot), 34, 00:50:52.744
7) 1 Antonio Pizzonia (Hot Car Competições/Chevrolet), 34, 00:50:54.936
8) 18 Allam Khodair (Blau Full Time/Peugeot), 34, 00:50:55.146
9) 19 Rodrigo Sperafico (Mico´s Racing/Peugeot), 34, 00:51:01.346
10) 6 Alceu Feldmann (RCM Motorsport/Peugeot), 34, 00:51:02.396
11) 2 Alan Hellmeister JF Racing Peugeot 34 00:51:08.904
12) 31 Willian Starostik (RC3 Bassani/Chevrolet), 34, 00:51:15.213
13) 9 Giuliano Losacco (Flash Power Racing/Peugeot), 34, 00:51:29.603
14) 55 Christian Fittipaldi (Gramacho Costa Comp./Chevrolet), 34, 00:51:34.716
15) 5 Constantino Jr (Crystal Racing Team/Peugeot), 34, 00:51:49.144
16) 51 Átila Abreu (A.M.G. Motorsports/Chevrolet), 33, 00:49:13.058
17) 8 Pedro Gomes (Ecopads Vogel Motorsport/Chevrolet), 33, 00:49:47.740
18) 23 Duda Pamplona ((Officer ProGP/Chevrolet), 33, 00:50:59.620
19) 3 Cláudio Ricci (Crystal Racing Team/Peugeot), 33, 00:50:59.702
20) 63 Lico Kaesemodel (RCM Motorsport/Peugeot) 32,00:48:11.332
21) 7 Thiago Marques (A.M.G. Motorsports/Chevrolet), 31, 00:46:35.455
22) 44 Betinho Gresse (Hot Car Competições/Chevrolet), 30, 00:45:19.009
23) 16 Diego Nunes (RC3 Bassani/Peugeot), 26, 00:39:48.308
24) 15 Antonio Jorge Neto (RZ Corinthians Motorsport/Chevrolet), 25, 00:38:35.911
25) 65 Max Wilson (Eurofarma RC/Chevrolet), 24, 00:35:53.004
26) 25 Julio Campos (JF Racing/Peugeot), 12, 00:18:18.428
27) 33 Felipe Maluhy (Officer ProGP/Chevrolet), 11, 00:16:48.972
28) 77 Valdeno Brito (Cosan Mobil Super Racing/Chevrolet), 0 – - – - 0

A Copa Caixa de Stock Car tem organização e realização da Vicar Promoções Desportivas, com supervisão da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA). A Caixa é um dos patrocinadores oficiais da principal categoria do automobilismo, dando nome à divisão, que ainda tem o patrocínio de Nextel e Goodyear, além do co-patrocínio de Esso, Medley e Bosch e o apoio da Itaipava e Pioneer. As montadoras são Chevrolet e Peugeot.

Fonte: MBraga Comunicação
Foto: Fernanda Freixosa

Copa Fusca: O dia era de Everson Melo e Daniel Oliveira


Everson melo retornou à categoria com vitória

O belíssimo domingo (19) de sol em Tarumã premiou o público - que desde cedo acampou e preparou seu churrasco nas dependências do autódromo -, as equipes e seus pilotos que, com as condições ideais de clima, deram um verdadeiro show de velocidade.

Na 1ª bateria Everson Melo (#26), que cravou a pole-position, partiu já com vantagem, sendo perseguido por Daniel Oliveira (#42) e Rogério Baretta (#2). Ainda na primeira volta, Baretta roda na saída da curva 1 e cai para o último posto, iniciando uma corrida de recuperação. Um segundo bloco liderado por Jair Régio (#27) trazia Moacir Figheira (#8), Juares Paim (#3) e Carlos Guizzo (#12), em uma briga impressionante. Na ponta Everson passou a administrar a vantagem sobre Daniel Oliveira e venceu a bateria.

A bateria final da Copa Fusca iniciou no final de tarde e teve a repetição de posições de Everson Melo e Daniel Oliveira. Moacir Fighera abandonou com problemas, o mesmo acontecendo com o Fusca #44 de Márcio Lopes e o #12 de Carlos Guizzo. Quem soube se aproveitar foi Rogério Baretta, que recuperando-se ocupou o 3º posto, seguido de Herbert de Souza (#5), Norberto Correa (#79) e Jair Régio, sendo estas as posições finais. Na soma dos tempos, a vitória na classe A ficou com Everson Melo e na Classe B com Daniel Oliveira.

Abaixo o resultado completo da 4ª etapa da Copa Fusca:
Pos/ Nº/ Pilotos/ Categoria/ Patrocínio/ Cidade
1 26 Everson Melo A Mecanica Melo / Chevy Car Porto Alegre
2 42 Daniel Oliveira B Autosystem Porto Alegre
3 27 Jair Régio B Surdinascar/ Natural Gás Porto Alegre
4 3 Juares Paim A Caxias do Sul
5 2 Rogerio Bareta B Sauna Oasis / Jad / Redemaq / Lubrifil Viamão
6 5 Herbert de Souza B Ima Auto Peças / LC Locações / Jade Sings Poa / Viamão
7 79 Norberto Correa B Santa Maria
8 11 Luciano Santos B Porto Alegre
9 8 Moacir Fighera A Super Gas Bras/Expresso Medianeira/Auto Peças Kopper/ Santa Maria
10 12 Carlos Guizzo B Caxias do Sul
11 44 Márcio Lopes B Porto Alegre

Fonte: APPA/RS - Erlon Radl