quinta-feira, dezembro 18, 2014

Gabriel Gomez venceu a final e garantiu título da Cadete no Kartódromo Beto Carrero

Provas foram preliminares às 500 Milhas. Próximo compromisso será a busca por mais um título, na Copa das Federações

Título em uma categoria, aprendizado em outra e objetivos plenamente atingidos. E assim o catarinense Gabriel Gomez, de apenas 8 anos, parte confiante para o último compromisso do ano, no próximo final de semana, em Volta Redonda (RJ). O motivo para comemorações e confiança no futuro foi o ótimo desempenho nas provas preliminares das 500 Milhas de Kart, disputadas no último final de semana no Kartódromo Beto Carrero, em Penha (SC).

Uma das categorias em que Gabriel Gomez competiu foi a Cadete, que reuniu 16 pilotos, entre Mirins - como ele - e Cadetes. Largando em 3º na primeira bateria, o catarinense disputou a ponta e manteve-se o tempo inteiro entre os três primeiros, trocando de posição a cada volta e terminando em 2º, de onde partiu para a prova decisiva.

Na largada da final, cujo vencedor seria o campeão, Gomez caiu para 3º e logo em seguida para 5º. Porém, logo em seguida, voltou ao bom ritmo e escalou o pelotão, chegando à liderança. Quando faltavam duas voltas o piloto caiu para 3º, mas fez bela ultrapassagem sobre dois concorrentes nas últimas curvas da última volta e partiu para o título e a comemoração.

Buscando experiência, Gabriel Gomez estreou na Rotax Mini Max, outra categoria em que enfrentava pilotos mais experientes e um pouco mais velhos. Na primeira prova do dia, disputando com Fernando Barrichello, filho de Rubinho, Gomez acabou se distanciando do primeiro pelotão, e na segunda, com ritmo semelhante ao dos ponteiros, teve que abandonar quando o para-choque traseiro e o escape se soltaram.

"Foi um final de semana perfeito. O Gabriel venceu na categoria em que competirá na próxima temporada e conheceu e aprendeu um pouco sobre o chassi que utilizará em 2015. A 'tocada' do Mini Max é mais pesada e, por isso, a partir de janeiro ele começa a treinar também com este chassi e com o motor Rotax", conta Leandro Gomez, pai de Gabriel.

No próximo final de semana, em Volta Redonda (RJ), Gabriel Gomez buscará o título da Copa das Federações, agora pela Mirim, sua atual categoria. Piloto da Calliari Racing, equipe comandada pelo preparador Clóvis Calliari, o catarinense se mostra confiante. "Não treinei lá ainda e sei que a pista é difícil e bem 'travada'. Não teremos muito treinos, mas estou muito confiante mais uma vez. Quero vencer e conquistar mais um título", encerra o piloto, que garante muita garra e determinação para alcançar outra conquista.

Texto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer (MTb/RS 14.706)

Kart Mini venceu de forma ampla a 18ª edição das 500 Milhas e levou quatro equipes ao pódio

Fabricante de chassis teve vitórias e resultados significativos também em outras categorias

Mais tradicional fabricante de chassis do kartismo brasileiro, a Kart Mini dominou amplamente as ações na 18ª edição das 500 Milhas de Kart, disputadas no último sábado (13) no Kartódromo Beto Carrero, em Penha (SC). Ao fim de uma maratona de quase 12 horas e 631 voltas, a equipe Fittipaldi Voxx, que utilizava um chassi Kart Mini, venceu a prova com duas voltas de vantagem sobre a segunda colocada e nove voltas à frente da terceira.

Além do forte domínio, evidenciado pela bela vantagem estabelecida sobre suas concorrentes, a Kart Mini ainda teve outras três equipes entre as seis primeiras colocadas, subindo, assim, em quatro dos seis degraus do pódio. E, para fechar a excelente performance dos Mini nas 500 Milhas, a Fittipaldi Voxx foi a autora da pole position e da melhor volta da prova.

"A Kart Mini esteve presente nas principais estatísticas positivas quando se fala em resultados. Equipamos cerca de 25% das 53 equipes que participaram das 500 Milhas, tivemos quatro karts no pódio e colocamos seis equipes dentre as 20 que integraram a volta lançada na tomada de tempos", lembra Rennê de Carvalho, da Kart Mini, referindo-se ao fato de que a sessão classificatória foi dividida em dois grupos, dos quais os dez primeiros de cada definiriam a pole position em uma única volta lançada.

Sempre rápido na pista, o kart conduzido pelo sexteto Adibe Marques, Christian Fittipaldi, Danilo Dirani, Felipe Fraga, Pedro Piquet e Vitor Meira mostrou que era candidato à vitória logo no primeiro turno de pilotagem. "Vencemos com um kart que rodou na primeira volta e caiu para último. Ao fim deste turno de pilotagem o time já estava em 8º, tendo ultrapassado 45 concorrentes", ressalta Carvalho. "E, além de rápidos, os conjuntos que utilizaram nossos chassis não enfrentaram problemas técnicos, o que significa que eram também confiáveis", completa.

E, ao fim desta verdadeira maratona, o 1º lugar ficava para a Fittipaldi Voxx, o 4º para a Spirit Sports, o 5º para a Bifarma / Car Racing e o 6º posto para o segundo kart da Fittipaldi Voxx.

Mas não foi apenas na prova de longa duração que os chassis Kart Mini impuseram sua qualidade. Na Rotax Mini Max o paulista Matheus Morgatto foi o grande destaque ao finalizar a tomada de tempos em 2º e, depois, vencer as duas baterias, sagrando-se campeão na categoria.

Na Rotax Júnior Max José Muggiati Neto foi o autor da pole position, mesmo enfrentando novidades como o próprio motor Rotax e os pneus Mojo. Por fim, na Cadete, Matheus Toppel foi o dono da pole position e Rafael Lisboa venceu a primeira bateria, ambos com chassi Mini.

"O balanço do final de semana é o melhor possível, não restam dúvidas", analisa Rennê de Carvalho. "Dominamos de forma ampla uma prova de longa duração famosa no mundo inteiro e que reúne todas a fábricas de chassi do país e pilotos e equipes de altíssimo nível. Além disso obtivemos ótimos resultados em outras categorias e este conjunto de fatos notáveis nos anima ainda mais para a próxima temporada", finaliza.

KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer (MTb/RS 14.706)

quarta-feira, dezembro 17, 2014

Luiz Sergio Sena Jr é finalista do Capacete de ouro da Revista Racing

O piloto Luiz Sergio Sena Jr, da Equipe WCR Team, é um dos três pilotos finalistas da tradicional premiação do automobilismo brasileiro, o Capacete de Ouro. O piloto gaúcho foi indicado na categoria Mercedes-Benz Challenge C250.

Os ótimos resultados mostrados pelo piloto gaúcho durante o ano o credenciaram a estar na reta final do prêmio pela Revista Racing. A bordo do Mercedes C250 Turbo nº97, Sena Jr conquistou resultados expressivos durante sua primeira participação em uma temporada completa de uma categoria nacional, finalizando o campeonato na 3ª colocação. Em seu ano de estreia, o piloto somou ao seu currículo vencedor seis pódios em oito corridas.

Estar entre os 3 premiados já é muito bom, pois é o reconhecimento por muitos anos de trabalho e dedicação ao esporte, só tenho que agradecer às pessoas e empresas que me apoiaram durante estes anos, mas em especial a equipe WCR Team por esta temporada, pois foi fantástica", falou Sena Jr. 

No último final de semana o piloto Luiz Sergio Sena Jr participou das 12 Horas de Tarumã, onde conseguiu a primeira colocação na classe VII, juntamente com os pilotos Daniel Elias e Rommel Toscan. O trio participou da prova com um Gol motor 1.6, largando na décima-oitava colocação e acabaram as 12 horas em oitavo na geral - primeiro lugar na classe VII.

Fonte: Assessoria Schaefer

sábado, dezembro 13, 2014

Kreis Jr. busca mais um título na categoria “Challenge” da Porsche GT3 Cup em Interlagos

A temporada 2014 da Porsche GT3 Cup chega a sua última etapa neste final de semana em Interlagos, e o piloto catarinense Kreis Jr. lutará para conquistar seu 2º título neste ano.

O representante de Jaraguá do Sul (SC) faturou o título na categoria “Sport” e ocupa a vice-liderança na “Challenge” com 182 pontos, 14 a menos que o líder Fábio Alves, o que é um grande feito para um estreante na Porsche.

“Mesmo sendo este meu ano de estreia na categoria chego a última etapa com chances de conquistar mais um título na temporada, agora na categoria “Challenge”, então irei para Interlagos com a ‘faca nos dentes’ para tirar essa diferença de 14 pontos, pois ainda há 40 pontos em jogo”, ressaltou Kreis Jr.

O catarinense destaca o favoritismo de Alves em função de sua experiência na categoria, mas nem por isso deixará seu concorrente ter uma “vida fácil” nesta etapa final.

“Sei que o Fabio é um piloto com mais anos de experiência dentro da categoria e dificilmente erra, mas até a bandeira quadriculada tudo poderá acontecer, então vou trabalhar e fazer a minha parte e para chegar na frente dele”, encerrou Kreis Jr., que tem o patrocínio da SMC e Raumak.

As corridas terão início a partir das 10:30 horas deste sábado, dia 13 de dezembro.

Texto: F2 Assessoria & Comunicação
Foto: Luca Bassani

sexta-feira, dezembro 12, 2014

Gabriel Gomez disputará duas provas nas preliminares da 18ª edição das 500 Milhas de Kart

Evento acontece neste final de semana no Kartódromo Beto Carrero, em Penha (SC)

Destaque nas principais competições nacionais nesta temporada, o catarinense Gabriel Gomez terá dois importantes compromissos neste final de semana, pertinho de casa. Em Penha (SC), no Kartódromo Beto Carrero, ele integrará o grid de duas provas preliminares de um dos mais famosos eventos do kartismo mundial, as 500 Milhas KGV. E o piloto, de apenas 8 anos, que reside em Florianópolis, já avisa: "quero ganhar".

Ainda que esteja bastante determinado a vencer, Gabriel Gomez sabe que não terá facilidades para atingir seu objetivo principal. A Cadete e a Rotax Mini Max, que ele disputará, recebem pilotos com maior experiência, já que são duas categorias acima de sua atual, a Mirim.

"Treinei em Florianópolis, com minha equipe, comandada pelo Clóvis Calliari, e deu tudo certo. Estou bem animado", disse o jovem piloto, que na atual temporada venceu provas com grids formados por competidores da Mirim e da Cadete.

Gabriel Gomez conhece bem os segredos do Kartódromo Beto Carrero. Este ano ele venceu duas vezes no palco de seus desafios deste final de semana, onde sagrou-se Campeão Catarinense e onde venceu, na geral, a etapa do Campeonato Sul-Brasileiro, que mais uma vez agrupou pilotos da Mirim e da Cadete.

A participação de Gabriel Gomez nestas duas categorias preliminares das 500 Milhas terá outro objetivo. "Queremos que o Gabriel se prepare para a Copa das Federações, que será disputada na próxima semana em Volta Redonda, e também para o próximo ano, quando ele estreará nos Estados Unidos, no Florida Winter Tour", explica Leandro Gomez, pai do jovem Gabriel. "Como ele atualmente compete na Rotax Micro Max, a ideia é que ele conheça o chassi da Mini Max que ele usará no FWT no ano que vem", completa.

"Quero ganhar na Cadete e terminar entre os cinco primeiros na Rotax Mini Max", aposta o jovem Gabriel Gomez.

Texto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer (MTb/RS 14.706)
Foto: Maurício Villela

12 Horas de Tarumã: Com novo parceiro, Bacher e Lemke buscam vitória com o Volvo C30

Mais um desafio para o Volvo C30 preparado pela equipe MC Tubarão será realizado neste final de semana: os pilotos Rodrigo Bacher e Rodrigo Lemke disputarão, mais uma vez, as 12 Horas de Tarumã, e desta vez terão um novo companheiro: Júlio Martini, que entra no lugar de Cícero Paiva.

Martini estreou neste ano no Campeonato Gaúcho de Endurance a bordo de um Audi A3 Turbo, fazendo o restante da temporada com um Fiat Linea Turbo também preparado pela MC, e será sua primeira experiência nas 12 Horas de Tarumã e no Volvo. Após treinar com o carro, o piloto declarou: "Virei um excelente tempo de volta levando em conta o ritmo de 12 Horas, pilotando com tranquilidade, sem forçar", disse.

A equipe, que ficou com o 3º lugar a categoria VI nas 12 Horas de 2013, agora trabalha para fazer uma prova sem imprevistos, almejando o troféu fita azul, ou seja, a vitória na categoria, apostando na consistência e confiabilidade do carro sueco. Outra novidade, além do novo piloto, é o visual do carro, que passa a ser amarelo-e-preto.

Rodrigo Lemke fala sobre a expectativa para a prova: "Teremos dois pilotos para já andaram no ano passado (Bacher e Lemke), e um estreante no Volvo, e também nas 12 hs, Julio Martini. Estamos estreando também o novo visual do carro para o campeonato do ano que vem. A equipe MC Tubarão fez revisão completa no carro, e estamos prontos para fazer uma bela prova. Esperamos um bom público nesta que é uma das corridas mais charmosas e esperadas por todos durante o ano."

A equipe, oriunda do Vale do Sinos, conta com o patrocínio de Crossfit Ultimate Pirates, ECX Global, Mídia Mitsubishi, Midia Premium, West Coast, Paquetá Esportes e Wih Informática.

Texto/fotos: Nilltão Amaral

Birel Sudam venceu as 6 Horas de Brasília de Kart com time repleto de estrelas

Felipe Nasr e representantes da família Piquet utilizaram o chassi NEW R BRAVAR

A fabricante de chassis brasileira Birel Sudam, que faz ótima temporada e vem colhendo vitórias e títulos nos mais diversos campeonatos espalhados pelo país, obteve significativo resultado no último final de semana no Distrito Federal. Utilizado por um time de estrelas, o chassi NEW R BRAVAR venceu as 6 Horas de Brasília, tradicional competição de final de ano no kartismo brasiliense.

Comandada pelo preparador Dibo Moisés, a equipe Dibo Racing alinhou os pilotos Rodrigo Piquet, Nelsinho Piquet, Pedro Piquet, Felipe Nasr, Gustavo Lima e Daniel Correa e venceu a prova, que teve a participação de mais de 30 equipes no Kartódromo Ferrari Kart, localizado no Complexo do Autódromo Internacional Nelson Piquet.

"A Birel Sudam agradece a toda a equipe Dibo Racing, ao preparador Dibo Moisés e a todos os pilotos pelo excelente trabalho e por mais uma significativa vitória conquistada por nosso chassi NEW R BRAVAR", declarou Onassis Souza, diretor da Birel Sudam.

Texto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer (MTb/RS 14.706)

12 Horas de Tarumã: Com piloto mais jovem do grid, Satti Racing busca o bi da prova de longa duraçao

Acostumada a revelar jovens talentos no Campeonato de Fórmula Júnior, a Satti Racing segue a sua sina e vai em busca do bicampeonato das 12 Horas de Tarumã, com largada à meia-noite do dia 13 para 14 de dezembro, contando com o reforço do piloto mais jovem do grid da prova.

Aliando-se ao experiente time que compete no MCR #96 2.0 da equipe, com Sid Toigo, Hardy Kohl Jr e Paulo Rotta, o paulista Marcelo Vianna, de apenas 16 anos, fará sua primeira experiência em provas de longa duração, deixando de participar das 500 Milhas de Londrina e priorizando as 12 Horas, devido às cartacterísticas da prova gaúcha.

Oriundo do kart, com passagem pela F1600 paulista e com alguma experiência em protótipo Spyder, o piloto realizou treino no Autódromo de Tarumã, há duas semanas, virou um bom tempo de volta e aprovou o desempenho do protótipo #96: "É um carro muito rápido, estável nas curvas e que proporciona uma pilotagem mais precisa. Mesmo em relação ao Spyder, que testamos bastante no mês passado, o MCR é mais forte de motor e mais preso ao chão. Como a pista é de alta velocidade, demorei um pouco para me acostumar com a velocidade nas curvas. No fim do treino, já estava adaptado e virei rápido", disse Vianna.

Já Hardy Kohl Jr., que acumula mais experiência em automobilismo e horas de pilotagem no MCR da Satti Racing, ressalta a expectativa pela bicampeonato, e o fato da mistura de juventude e experiência numa mesma equipe: "12 Horas sempre é uma corrida diferente uma vitoria nas 12h sempre fica na história. Depois de um ano dificil estamos confiantes em conquistar novamente as 12h na categoria III, e numa equipe que mescla experiencia com juventude." - disse o santacruzense Kohl, que é pai do garoto Lucas Kohl, também de 16 anos, atual campeão da Fórmula Júnior gaúcha.

A equipe busca repetir o feito de 2013, quando venceu na classe III (protótipos aspirados até 2100cc 8v) com o MCR #96, levando o "troféu fita azul" para casa. A equipe tem o patrocínio de Satti Soldas, Kohltrade e Pro Tune.
 
Texto/fotos: Niltão Amaral/Divulgação

terça-feira, dezembro 09, 2014

Em luto, Fórmula Júnior presta homenagem ao preparador Alemão, falecido nesta segunda-feira

Sempre solícito e competente, Alemão foi importante na criação e na história da categoria

A Fórmula Júnior, que no último dia 25 de novembro viveu momentos de festa com o encerramento de sua segunda temporada e com a consequente consagração de três novos campeões, passa por um momento de enorme tristeza - assim como todo o automobilismo gaúcho. Nesta segunda-feira, dia 8, faleceu um dos principais nomes da categoria em sua área técnica, o preparador e chefe de equipe Vanir Ghilardi, conhecido como "Alemão da Pole", em uma alusão ao nome de sua equipe, a Pole Motorsport.

Sempre alegre e disposto a ajudar a todos - até mesmo seus adversários na pista -, Alemão foi um dos que mais comemorou o encerramento desta temporada no final de novembro: Rodrigo Elger e Pedro Cardoso, integrantes da Pole Motorsport, sagraram-se, respectivamente, Campeão Gaúcho e Campeão da Copa Brasil.

Vencedor, o preparador Alemão foi também motivo de orgulho para a Fórmula Júnior, categoria em que foi preponderante para sua formação e sucesso. "O Alemão era um entusiasta da Fórmula Júnior e sempre 'batalhou' para trazer pilotos para nossa categoria", lembram Claudio Fontoura e Neco Fornari, promotores da Fórmula Júnior. "Ele foi muito importante em nossa ainda curta história e fará muita falta, tanto para nós da organização quanto para seus próprios pilotos, para quem ele conseguia ser um pai durante os treinos e corridas, tamanha era a segurança e o ensinamento que lhes passava", completam.

Campeão em diversas categorias por onde prestou serviços com sua equipe, Alemão será homenageado neste final de semana, durante a tradicional 12 Horas de Tarumã: os pole positions receberão um troféu com seu nome. "É uma homenagem bonita, com a qual nos solidarizamos e que certamente fará jus a sua competência. É difícil ganhar corridas, mais difícil ainda é ser campeão, e o Alemão foi, com sua competência e amizade, um nome marcante na Fórmula Júnior e no automobilismo gaúcho", finalizam Neco Fornari e Claudio Fontoura.

Texto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer (MTb/RS 14.706)
Foto: André Kotoman

quinta-feira, dezembro 04, 2014

Fórmula Júnior abre inscrições para Seletiva visando sua terceira temporada

Atividade será realizada em janeiro, no Autódromo do Velopark

Após duas temporadas de muito equilíbrio, disputas acirradas e, especialmente, muito aprendizado, a Fórmula Júnior começa a preparar seu próximo ano. Categoria-escola, ela já está com inscrições abertas para sua Seletiva 2015 no Autódromo do Velopark, em Nova Santa Rita, na Grande Porto Alegre (RS).

Será nos dias 22 e 23 de janeiro, quando a Fórmula Júnior, que oferece a maior paridade no automobilismo brasileiro e o maior aprendizado aos seus participantes, irá à pista pela primeira vez na nova temporada, visando apresentar-se a novos interessados e conhecer seus possíveis integrantes.

"Foi dada a largada para a nova temporada da Fórmula Júnior, a terceira", dizem Claudio Fontoura e Neco Fornari, promotores da categoria. "Nossa tradicional seletiva busca, mais uma vez, conhecer os novos talentos que estarão conosco em 2015, ao mesmo tempo em que queremos mostrar a categoria aos pilotos que estão chegando", emendam.

A programação desta seletiva será dividida em dois módulos, o primeiro deles para pilotos que ainda não conhecem os carros e as equipes. Para estes, o treino acontecerá no dia 22, a partir das 9 horas, com um percurso de 15 voltas. Será cobrado o valor de R$ 1.000,00, por piloto, que inclui todas as despesas de escola em carros de turismo para aprendizado do traçado, taxa de pista, fornecimento do carro da Fórmula Júnior, apoio de equipe e combustível.

O segundo módulo, no dia seguinte, é para pilotos que no decorrer de 2014 tiveram a oportunidade de treinar nos carros. Este grupo terá à sua disposição um treino coletivo, quando já poderão escolher a equipe com que correrão no próximo ano. Este treino terá 60 voltas e o valor será de R$ 2.800,00, com fornecimento do carro da Fórmula Júnior, combustível, taxa de pista e demais despesas. Para quem quiser treinar um pouco mais, serão oferecidos módulos de 30 voltas, no valor de R$ 1.500,00 cada.

Já está confirmada a presença de pilotos de várias partes do Brasil, vindos de Brasília, Minas Gerais, São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, que participarão de um novo momento da Fórmula Júnior, já que a categoria-escola apresentará alguns ajustes objetivando ter uma temporada ainda mais interessante para seus participantes.

"Também estamos definindo nosso calendário e os valores para cada etapa, buscando oferecer aos pilotos um pacote bastante atrativo, com corridas em vários autódromos e muito aprendizado durante todo o ano", afirma Fontoura e Fornari. "Convido a todos os interessados a conhecerem a Fórmula Júnior, mas lembro que o número de carros e equipes é limitado. É possível, também realizar testes antes da seletiva. Para isto, pedimos que se manifestem para verificarmos a disponibilidade de data nos autódromos, pois vários estão fechando para manutenção ou férias", finaliza Claudio Fontoura.

Texto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer (MTb/RS 14.706)
Foto: André Kotoman

Luiz Sergio Sena Jr Sobe ao pódio na última etapa da Mercedes-Benz Challenge em Curitiba

A última etapa do Mercedes-Benz Challenge, realizada no domingo (30), no Autódromo Internacional de Curitiba, foi primordial para os pilotos da equipe WCR Team, que finalizaram o campeonato entre os dez colocados na categoria CLA AMG Cup e terceiro lugar na C250 Cup.

William Vasconcelos, chefe da equipe WCR Team acrescenta: "não conseguimos o título da C250, onde fomos líder até Salvador, mas na última etapa conseguimos evoluir e fizemos o que deu para fazer, por poucos pontos ficamos fora da disputa pelo título da C250, mas saímos de cabeça em pé e que venha 2015".

Na CLA AMG Cup a dupla da Mercedes #06, Fernando Junior e Roger Sandoval, largou na décima terceira posição do grid com Sandoval. Já na primeira volta o piloto estava na quinta colocação. “Fiz uma largada com cuidado, procurando não me envolver em batidas e partindo para cima, mas sempre com cautela, para não estragar o equipamento e entregar o carro 100% para meu companheiro Fernando. Graças a Deus tudo ocorreu bem, faltou o pódio, mas uma quinta colocação para fechar o ano foi muito bom para mim e para toda equipe WCR Team", disse Sandoval.

Já Fernando Junior, que assumiu o carro na segunda parte da prova, comentou: “O Sandoval me entregou o carro perfeito e só tive que administrar e tentar ir para cima. Infelizmente não consegui ganhar mais colocações e ainda tive que defender a quinta posição de um concorrente que vinha forte para me passar; acabamos na zona de pontos e isso foi bom para mim e toda nossa equipe", falou Fernando Junior.

Na C250 Cup, Luiz Sergio Sena Jr #97, em sua primeira temporada completa numa categoria nacional, foi líder até a sétima etapa da Mercedes-Benz Challenge. Nesta última etapa acabou na segunda colocação. 

O piloto de Caxias do Sul venceu uma corrida em oito disputadas, mas o que lhe deu a garantia de concorrer ao título foram os pontos conquistados durante todo o ano. Sena esteve no pódio por cinco vezes - além da vitória na segunda etapa, em Goiânia, obteve dois segundos lugares e dois terceiros lugares-, finalizando na terceira colocação da temporada com 97 pontos somados.

“A corrida foi bem tranquila, nós conseguimos liderar boa parte da prova, mas na parada dos boxes acabamos perdendo a primeira posição, no final acabamos na segunda colocação da última etapa. Uma pena que perdemos o título na etapa de Salvador, mas ainda acabamos na terceira colocação do campeonato, agora é pensar em 2015”, falou Sena Jr.

A WCR tem sua participação viabilizada pelo governo do Rio Grande do Sul, via Pró Esporte: Xuk Bebidas, Casa Valduga, Pitt Jeans, Gaúcho Diesel/Apomedil, Transportes Mahler, Querodiesel, Motoryama, Castelo Pack, Matvsul e Dihellen Cosméticos.

Texto: Schaefer Assessoria
Foto: Claudio Kolodzie

terça-feira, dezembro 02, 2014

Gabriel Gomez fecha temporada com títulos na Mirim e como finalista do Capacete de Ouro



Catarinense de Florianópolis, piloto começou sua carreira aos três anos de idade, quando ganhou seu primeiro kart

Gabriel Gomez, de apenas 8 anos, já tem dado o que falar nos kartódromos brasileiros. Desde os três anos, quando ganhou seu primeiro kart, o catarinense de Florianópolis tem se destacado, pela maneira como começou a integrar-se ao esporte ou pelas vitórias e títulos que recentemente começaram a enriquecer seu currículo.

Seu primeiro kart teve que ser todo adaptado, por razões óbvias, já que o banco e os pedais ficavam muito distantes. Macacões e equipamentos para seu tamanho não existiam, mas os pais buscavam as melhores alternativas e assim o amor de Gabriel Gomez pelo kartismo ia se enraizando em seu coração. "Mandamos fabricar o macacão e quando ele sentava no kart só se via o capacete, já que ele era muito pequenino", lembram os pais, Leandro e Viviane. "Lembramos bem da primeira vez que ele foi à pista: como o Gabriel não sabia frear, amarramos uma corda no kart dele e no kart do pai, que faria o papel de freio. Assim foi indo e logo ele já estava sozinho na pista. Nos valíamos apenas de instruções verbais e gestuais e tudo foi dando certo", continua Viviane.

Gomez estreou em competições em fevereiro de 2012, em uma corrida em São Paulo, com apenas cinco anos. Foi um início difícil, mas o ano foi intenso em corridas e em aprendizado. Ele participou da Copa São Paulo Light pela Mirim, a primeira na escala de categorias do kartismo brasileiro, e ganhou experiência e crescimento profissional.

A partir deste momento foram várias as competições de que Gabriel Gomez tomou parte, tais como a Copa Sul em Santa Catarina e a Copa das Federações em Minas Gerais - onde terminou em 7º apesar da pouca idade e da maior experiência dos adversários. 2013 chegou e, aos seis anos, a agenda esportiva de Gabriel incluía novamente o Light e a Copa Sul, onde venceu duas etapas. Vice-campeão, ele treinava para o Brasileiro quando quebrou o braço, mas isso não o impediu de disputar a competição mais importante do calendário nacional.

Um pouco receoso no início, já que - sob liberação médica - corria com o braço engessado, Gabriel Gomez iniciou a disputa do Brasileiro "devagar", mas na Pré-Final, a penúltima corrida do evento, terminava em 2º, de onde largaria para a decisão. Nesta, cujo vencedor seria o campeão brasileiro, participou de um verdadeiro show composto por cinco pilotos e terminou em 5º, apenas um segundo atrás do campeão. Ainda em 2013 Gabriel Gomez seria campeão Sul-Brasileiro, vice no Catarinense e 3º na Copa das Federações, em outra chegada emocionante.

A temporada 2014, que agora está próxima de seu encerramento, foi perfeita para o jovem piloto catarinense. Quando competiu pela Mirim, ele venceu praticamente todas as corridas, exceto uma, quando - traído pelo motor - chegou em 2º e sagrou-se vice-campeão brasileiro. Em seus compromissos em que competiu agrupado com os pilotos da Cadete, uma categoria acima da sua, Gabriel Gomez chegou a vencer algumas provas na geral. E seu ano positivo pode ser traduzido pelos títulos de Campeão da Copa Santa Catarina, Catarinense, Copa São Paulo Granja Viana, Copa Brasil e o já citado vice no Campeonato Brasileiro.

Este ano, além de competir na Mirim, Gabriel Gomez estreou em nova categoria, equipada com os motores Rotax de 125cc, e foi vice-campeão da Copa São Paulo Granja Viana na Micro Max Rotax.

O ano positivo de Gabriel Gomez pode ser traduzido em um único fato: na última semana ele foi indicado como um dos três finalistas do Capacete de Ouro da Revista Racing na categoria Revelação, a mais importante premiação do automobilismo nacional, exatamente por sua excelente temporada.

A temporada 2014, entretanto, ainda não terminou por completo. Gabriel Gomez, que compete com chassis Techspeed na Calliari Racing Team, do preparador Clóvis Calliari, ainda terá pela frente duas importantes competições, em caráter nacional. No dia 13 de dezembro, no Kartódromo Beto Carrero, em Penha (SC), ele participará de duas provas preliminares das famosas 500 Milhas, que recebem pilotos do porte de Rubens Barrichello, Felipe Massa, Tony Kanaan e Christian Fittipaldi, por exemplo. O catarinense competirá na Cadete e na Rotax Mini Max, ambas categorias acima da dele.

"Usaremos esta prova para dar andamento em sua adaptação, já que no ano que vem ele participará na Cadete e permanecerá na Micro Max, categoria que utilizará o mesmo chassi da Mini Max nesta preliminar das 500 Milhas", explica Leandro Gomez. "E no caso da Rotax, ajudará também em um de nossos objetivos, que é a disputa do Florida Winter Tour nos Estados Unidos", completa o pai.

Por fim, o último compromisso de Gabriel Gomez na temporada será no dia 20 de dezembro, em Volta Redonda (RJ), quando buscará mais um título nacional, desta vez a Copa das Federações, e se despedirá da categoria Mirim.

Texto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer (MTb/RS 14.706)
Fotos: Mauício Villela / Mario Ferreira

quinta-feira, novembro 27, 2014

Fórmula Júnior chegou ao final de sua segunda temporada com decisão eletrizante em Tarumã

Categoria-escola revelou três novos campeões no último final de semana

A segunda temporada da Fórmula Júnior, categoria-escola para pilotos que saem do kart para fazer carreira no automobilismo, foi encerrada no último domingo (23) no Autódromo Internacional de Tarumã, em Viamão, na Grande Porto Alegre (RS). E foi uma decisão eletrizante, que revelou três novos campeões, dois deles no Campeonato Gaúcho e um na Copa Brasil.

Como tem sido tradicional, a Fórmula Júnior teve duas baterias repletas de disputas curva a curva, freada a freada, sempre frequentada por vários pilotos. A pole position foi do brasiliense Pedro Cardoso, apenas 15 milésimos de segundo mais rápido que o sergipano Matheus Rouver, segundo no grid.

Na primeira prova a vitória ficou com Matheus Rouver, que perdeu bastante tempo em uma disputa particular com Rodrigo Elger. Depois de superar o paranaense, Rouver se mostrou bastante rápido para descontar a diferença de cerca de seis segundos que o separava de Cardoso para vencer. A vitória de Rouver confirmava sua liderança na classificação geral e elevava a diferença para 21 pontos sobre o segundo colocado.

Com isto, bastava a Rouver terminar a segunda bateria na zona de pontuação para garantir o título. Rodrigo Elger, por sua vez, precisava vencer e contar com um abandono do sergipano para ser campeão. E, para infortúnio de Rouver e alegria de Elger, o paranaense venceu, enquanto o sergipano abandonava após completar nove voltas. Os resultados, portanto, revelavam Rodrigo Elger como campeão e Rouver como vice-campeão.

Na Novatos a disputa pelo título se encerrou ainda na primeira bateria, quando o gaúcho Lucas Kohl terminou em 2º e partiu para a comemoração. O paulista Lucas Villela venceu , mas o resultado não foi suficiente para tirar o título de Kohl, que ainda venceria a segunda bateria.

E na Copa Brasil o título, depois de três rodadas duplas, disputadas em Brasília, Velopark e Tarumã, ficou para Pedro Cardoso, que venceu quatro provas e terminou as outras duas em 2º e em 4º. Franco Pasquale foi o vice depois de também ter feito bela campanha.

"Tivemos novamente uma temporada intensa, com muitas disputas e, especialmente, com a sensação de dever cumprido quando falamos de nosso maior objetivo, que é ser uma categoria-escola para quem começa sua carreira no automobilismo", avaliam Claudio Fontoura e Neco Fornari, promotores da Fórmula Júnior. "Teremos grandes novidades no ano que vem, quando iniciaremos nossa terceira temporada, aguardem", prometem os empresários.

Como balanço final, para satisfação plena de seus promotores, a certeza de que novamente a temporada da Fórmula Júnior se mostrou equilibrada, especialmente na Graduados, onde apenas 14 pontos separaram os quatro primeiros, e na Copa Brasil, em que a competição terminou com 28 pontos de diferença entre os sete primeiros.

Confira os primeiros colocados na última etapa da Fórmula Júnior:
1ª bateria
1 Matheus Rouver (SE) - 18 voltas - 22:04.861
2 Pedro Cardoso (DF) - a .231
3 Rodrigo Elger (PR) - a 10.979
4 (N) Lucas Villela (SP) - 11.168
5 (N) Lucas Kohl (RS) - a 14.335
6 Franco Pasquale (RS) - 14.566
7 Bruna Tomaselli (SC) - a 31.043

2ª bateria
1 Rodrigo Elger (PR) - 16 voltas - 21:45.111
2 Pedro Cardoso (DF) - a .229
3 Franco Pasquale (RS) - a 1.199
4 (N) Lucas Kohl (RS) - a 1.748
5 Bruna Tomaselli (SC) - a 3.983
6 (N) Lucas Villela (SP) - a 4.024
7 Matheus Rouver (SE) - a 9 voltas

Veja como ficou a pontuação final (primeiros colocados):
GRADUADOS
1 Rodrigo Elger - 293 pontos
2 Matheus Rouver - 290
3 Franco Pasquale - 284
4 Bruna Tomaselli - 279
5 Pedro Cardoso - 234

NOVATOS
1 Lucas Kohl - 352 pontos
2 Lucas Villela - 319

COPA BRASIL
1 Pedro Cardoso - 104 pontos
2 Franco Pasquale - 88
3 Lucas Villela - 84
4 Rodrigo Elger - 84
5 Matheus Rouver - 82
6 Lucas Kohl - 80
7 Bruna Tomaselli - 76

Texto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer (MTb/RS 14.706)
Foto: André Kotoman

Mercedes-Benz Challenge: Equipe WCR Team finaliza temporada da neste domingo em Curitiba


A prova final do calendário do Mercedes-Benz Challenge, que acontece neste domingo (30/11) no Autódromo Internacional de Curitiba (PR), promete disputas acirradas e aquece a busca pela melhor pontuação na última etapa do campeonato.

A dupla Fernando Junior e Roger Sandoval, juntamente com Luiz Sergio Sena Jr, da equipe WCR Team, estarão a bordo nos carros de número #06 CLA AMG Cup e #97 C250 Cup e seguem confiantes para mais um excelente resultado em terras paranaenses neste final de semana.

A Mercedes #06 volta novamente a Pinhais aonde na sexta etapa conseguiu fazer uma corrida excelente, subindo ao pódio na terceira colocação. Agora os pilotos querem acabar a temporada marcando mais alguns pontos, Fernando Junior está com 56 pontos na oitava colocação e Roger Sandoval 45 pontos na décima colocação.

Fernando Junior ainda não definiu sua participação na última etapa por problemas pessoais. “Não é certa ainda minha participação nesta etapa, mas caso não estando lá vou torcer muito para o meu companheiro Sandoval fazer uma excelente prova e também para o Seninha, que vai precisar fazer uma corrida de recuperação e contar com a sorte”, falou Fernando Junior.

Já Roger Sandoval, que pode assumir sozinho a pilotagem, vai tentar marcar pontos e fazer o melhor pela equipe. “Ainda não sei se vou estar sozinho ou meu companheiro vai estar junto, mas vou dar o melhor de mim. E com certeza buscar a vitória para a equipe e vou torcer para que o Fernando esteja junto no pódio comigo", disse Sandoval.

Na C250 Cup, Luiz Sergio Sena Jr #97, que até a etapa de Salvador era o líder da categoria, agora vive uma situação inversa, depois de um toque na largada onde acabou tirando o piloto da prova e da liderança, o foco no momento é buscar a recuperação e tentar reverter essa situação, para sair com o titulo. É uma matemática e configurações de resultados, só assim o piloto da Mercedes 97 poderá sair com o titulo de Pinhais, fechando a temporada com chave de ouro.

"Estou numa situação nada agradável, pois lideramos todo o campeonato e chegar a final com 12 pontos atrás do líder é muito desanimador. Sabemos o quanto a equipe trabalhou para estar nesta condição e um erro de um adversário nos tirar da corrida é muito chato, mas a ideia é tentar fazer a nossa parte e andar na frente dos nossos adversários diretos e torcer pela combinação de resultado que seja favorável a nossa equipe", disse Sena Jr.

"Não podemos esquecer de deixar um agradecimento especial ao governo do estado do Rio Grande do Sul, que através da lei Pro Esporte RS tem nos possibilitado estar disputando um titulo a nível nacional ao fim de uma temporada e as empresas que apoiaram esta ideia: Xuk Bebidas, Casa Valduga, Pitt Jeans, Gaúcho Diesel/Apomedil, Transportes Mahler, Querodiesel, Motoryama, Castelo Pack, Matvsul e Dihellen Cosméticos e a todos os colaboradores da equipe WCR", relataram os pilotos.

A última etapa da Mercedes-Benz Challenge acontece dia 30 de novembro, no Autódromo Internacional de Curitiba.

Confira a programação:

Sábado - 29 de novembro
08h15 - 09h15 - 1º Treino MBC - C 250 CUP
09h20 - 10h20 - 1º Treino MBC - CLA AMG CUP
12h50 - 13h50 - 2º Treino MBC - CLA AMG CUP /C 250
16h10 - 16h30 - Classificação MBC - C 250 CUP
16h40 - 17h00 - Classificação MBC - CLA AMG CUP

Domingo - 30 de novembro
12h25 - Largada Mercedes-Benz Challenge
13h15 - Pódio Mercedes-Benz Challenge

Texto: Schaefer Assessoria
Fotos: Claudio Kolodziej

Regional da Serra de Kart terminou com festa para 10 campeões e distribuição de R$ 50 mil em prêmios

Competição teve apoio de mais de 20 empresas do kartismo nacional

Terminou em uma grande festa, com direito a uma premiação de R$ 50 mil, a 4ª edição do Campeonato Regional da Serra de Kart, que teve sua quinta e última etapa disputada no último domingo (23) em Farroupilha (RS). A competição, que teve média de 80 inscritos por etapa, revelou dez novos campeões nesta última rodada, quando estiveram presentes 65 pilotos.

As duas primeiras categorias que definiram seus campeões foram a Graduados e a Sênior, que ao longo da temporada competiram agrupadas. Christian Castro, piloto do Campeonato Brasileiro de Turismo, foi o campeão da Graduados após obter um segundo e um terceiro lugar nas duas baterias disputadas. André Vollmer ficou com o vice, seguido por Cláudio de Moraes, Renan Busse e Pedro Goulart, vencedor da última rodada. Na Sênior, título para João Lucas Batistella, com Marcelo Moraes como vice e Dirceu Thomé na 3ª posição.

A Cadete teve como vencedor das duas últimas baterias do ano o piloto Filipi da Cás, que com os resultados sagrou-se campeão do Regional da Serra. Henrique Vieira, com dois segundos, foi o vice-campeão. E Henrique Cruz, Breno Rubin e Gabriel Pires - que não disputou a 4ª etapa por estar se recuperando de um acidente - fecharam as cinco primeiras posições na classificação final.

As próximas categorias a irem à pista para conhecer seus campeões foram a Fireball Sprinter e a Fireball Master, que também participaram da competição correndo agrupadas. Arthur Metzdorf venceu as duas baterias e levou o título na Sprinter, deixando uma apertada disputa para a definição do vice-campeão. Pelo critério de desempate, o vice-campeonato ficou com Daniel Prado, enquanto que Carlos Duarte terminava em terceiro. Apenas um ponto atrás, em 4º, ficou Sérgio Schunck, seguido por Rômulo Nascimento.

Na Master, título para Rafael Mohr, que se aproveitou bem da má sorte de Daniel Claudino e venceu uma bateria e terminou em 2º em outra. Claudino ficou com o vice, seguido por Emilio Otto, Henrique Frolich e Cezar Cauduro.

A Pró 400, que terminou com polêmicas, mistérios e um acidente bastante sério, mas sem maiores consequências, revelou Carlos Bolezina como campeão, seguido por Pedro Trevisol como vice depois de vencer as duas baterias. A dupla Luciano Tavares / Fernando Wortmann foi a 3ª colocada, seguida por outra dupla, Gustavo Rodrigues / Taylor Júnior, e por Lorenzo Fossá. Entretanto, alguns procedimentos e algumas investigações estão sendo feitas e a classificação final do campeonato nesta categoria poderá sofrer alterações.

Na Fireball Júnior, criada para atender pilotos da Júnior Menor, Augusto Rotta foi o vencedor das duas baterias e também o campeão, seguido por Arthur Cousseau. A expectativa para a próxima temporada, a segunda da categoria, é que cerca de 10 pilotos passem a integrá-la.

A Tag, que também tem duas divisões que competem juntas, revelou dois campeões. Daniel Rotta, com duas vitórias, garantiu o título na divisão principal, ficando Francesco Ventre com o vice-campeonato. Fernando Pastro, que competiu também na Graduados, onde venceu a 1ª bateria, ficou em 3º, com Vinícius Pezzi e Marlo Binsfeld fechando os cinco primeiros. Saulo Rudeck também venceu as duas baterias e levou o título de campeão na Tag Super, com Alexandre Steffenon como vice. Milton Zili, Flávio Azevedo e Silvano Fernandes completaram os cinco primeiros colocados na classificação final.

Por fim, a Speed Kart mostrou uma grande recuperação de Juliano Sebben nas duas últimas etapas, quando o piloto venceu as quatro baterias e partiu para a conquista do título. Mauricio Stapassola ficou com o vice-campeonato, seguido por Rodrigo Vicari, Evangelo Antunes e Gabriel Vernieri em 3º, 4º e 5º.

Ao fim das provas foram entregues os troféus da etapa e os do campeonato, bem como foram feitos os sorteios e entrega dos prêmios, dentre os principais os chassis oferecidos pela Techspeed, Kart Mini e Birel Sudam, além de cursos de pilotagem e um dia de treinos na Fórmula Júnior. O chassi oferecido pela Mega Kart, e que é destinado à Pró 400, aguarda uma posição definitiva sobre os resultados da categoria para ser entregue.

O Campeonato Regional da Serra é apoiado pelas empresas Bepi Kart, Birel Sudam, Ciabe, Fórmula Júnior, Grupo Uniserv, IR Criações, JB Parts (Ibea e JB Righetti), Kart Mini, Kart Shop, Matias Racing School, Mega Kart, Meg Star, MG Pneus, NA Carrera, Pablo Racing, Paralego, P Racing, RBC Preparações, Speed Pneus, Techspeed, TKR, UP Racing e VLL Confecções Esportivas.

Texto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer (MTb/RS 14.706)
Foto: Idalicio Umpierre | IR Criações

Fórmula RS: Vinícius Schüler encerra temporada com duplo pódio

Um bom final de temporada na Fórmula RS, com duplo podium. Assim foi o final de semana do piloto de Novo Hamburgo (RS), Vinicius Schüler (#15 - Noko Química/MC Tubarão), no Autódromo Internacional de Tarumã.
 
Largando em 7º na classe A, na primeira bateria Schüler imprimiu um excelente ritmo de prova, chegando a acompanhar de perto os monopostos de Carlos Lazzari e do carioca Gustavo Camilo, e também suportou a pressão do mineiro Antônio Gallo, tendo perdido e recuperado a posição após a intervenção regulamentar do safety car. "Após o safety car, acabei perdendo a posição na relargada para o Antônio Gallo, mas consegui recuperar e administrar a diferença", disse Schüler, que ficou na 5ª posição da classe A.
 
Já a 2ª bateria teve duas intervenções do safety car. Logo na largada, o monposto #72 de Maurício Pereira ficou parado no grid, precisando de remoção. Após a relargada, acidente impressionante na curva 1, com o carro de Antônio Grasseli decolando e batendo, sem consequências para o piloto, felizmente. Vinícius finalizou na 4ª colocação.
 
Além de levar pra casa os troféus das colocações na etapa, o piloto levou, também, os troféus da Copa NA Carrera/Pro Tune, fornecedores da categoria. Depois de ter ficado de fora das duas primeiras etapas, o balanço é positivo, tendo obtido podium, também, na etapa internacional, realizada em Rivera.
 
Finalizada a temporada, logo começam os preparativos para 2015.
 
O piloto tem o patrocínio de Noko Química.
 
Texto/fotos: Niltão Amaral Assessoria

sexta-feira, novembro 21, 2014

Lucas Kohl decide título da Fórmula Júnior e corre na F4 Sudamericana, em Tarumã

Acontecerá, neste final de semana (23), a batalha final do Campeonato Gaúcho de Fórmula Júnior, e uma etapa da F4 Sudamericana, no veloz Autódromo de Tarumã. E o piloto Lucas Kohl (#95 - Kohltrade, MD Pneus, Satti Racing, Pablo Racing e Adamantis), de Santa Cruz do Sul, terá jornada dupla, disputando ambas as categorias.

Líder da classe Novatos da Fórmula Júnior, o piloto da Satti Racing saiu da penúltima etapa, no Velopark, com 321 pontos, 65 a mais que Lucas Villela, segundo colocado no campeonato, posição que foi conquistada, entre outros motivos, devido à regularidade de Kohl, que completou todas as baterias disputadas na temporada. Assim, para conquistar o título, basta completar uma das baterias que estarão em disputa.

"Preciso completar apenas uma das baterias para ser campeão. A equipe está confiante, o carro bem acertado e andamos bem nas outras etapas em tarumã, então acho que o mais importante vai ser ter cautela e não se envolver em nenhum acidente" - disse Lucas. Para completar a preparação, o piloto treinou com o monoposto #95 no último sábado, em Tarumã.

Além do título gaúcho, Kohl ainda está na disputa da Copa Brasil de Fórmula Júnior, campeonato disputado em três etapas no qual o piloto ocupa a 3ª colocação, com 66 pontos, contra 84 do líder Pedro Cardoso.

Já a F4 Sudamericana, categoria disputada com monopostos oriundos da extinta Fórmula Futuro, que integrará a programação, chega para a sua primeira prova em território brasileiro, e será uma nova experiência na carreira de Kohl. A categoria disputou todas as suas etapas no Uruguai, e finalizará com uma etapa na Argentina, em dezembro. Apesar da disputa ser novidade, o carro não é desconhecido do piloto, haja vista que realizou um teste no Uruguai, no mês de julho.

"Estou muito satisfeito em fechar minha participação na F4 Sudam. Estou de olho na categoria há algum tempo e acho que é uma opção muito boa para quem está começando. Achei o carro muito estável, seguro e rápido. Além disso, a organização procura desenvolver o lado técnico do piloto, já que todos os carros são iguais e não há muitos ajustes para fazer. Isso é muito importante para jovens pilotos" - disse Kohl, que, sobre a dupla jornada, afirmou: "Será um fim de semana cheio de atividades. Preciso me preparar bem para enfrentar essa maratona. Uma das diferenças entre as duas categorias é em relação à largada. Na F-Júnior, largamos em movimento e na F4 Sudam a largada é parada. Será uma novidade para mim", completou.

A programação oficial inicia no sábado, com os treinos livres e o classificatório pela manhã, e à tarde serão dadas largadas para uma bateria da Fórmula Jr. e duas da F4. No domingo, mais uma bateria de cada categoria fazem o encerramento da programação. Os ingressos custam R$ 15 na bilheteria do autódromo.

A equipe Satti Racing conta com o patrocínio de Kohltrade, MD Pneus, Satti Racing, Pablo Racing e Adamantis.
 
Texto/Fotos: Niltão Amaral
Foto F4: F4 Sudamericana

quinta-feira, novembro 06, 2014

Fórmula Júnior: Após 2º lugar no Velopark, Franco Pasquale cresce na disputa pelo título

Mais um bom final de semana de corrida: assim foi a 7ª e penúltima etapa da Fórmula Júnior para o piloto de Gramado (RS), Franco Pasquale (#78 - Chocolate Lugano | Salão Super Carros).

Na sua primeira corrida pela nova equipe, a Kratina Racing, disputada sob muita chuva, Franco fez uma excelente largada, ganhando três posições logo nas primeiras voltas. Acompanhou os líderes de perto e finalizou na 3ª colocação.

Na segunda bateria, assumiu a 2ª posição logo na primeira volta, e após a intervenção do safety car, ultrapassou Pedro Cardoso e assumiu a liderança da prova por duas voltas, quando uma rodada o fez perder algumas posições. Ainda assim, Franco finalizou na 2ª posição da categoria Graduados.

"Nas primeiras voltas já estava brigando pela vitória, mas por um erro meu acabei rodando e perdendo as chances de brigar pela ponta. Acabei a corrida em terceiro na geral e segundo na graduados", disse o piloto, sobre a segunda bateria. "Fiz uma ótima pontuação, com os descartes na tabela de classificação, eu fico na segunda colocação a 10 pontos do primeiro. Agora é focar em taruma e brigar pelo título", completou.

Com o resultado, Franco sagrou-se vice-campeão da Copa Excelsior, mini-campeonato disputado levando em conta o resultado de algumas etapas do ano. Agora, o piloto prepara-se para a grande decisão, que vai ocorrer no próximo dia 23, no Autódromo Internacional de Tarumã, de onde pode sair campeão gaúcho.

O piloto conta com o patrocínio de Chocolate Lugano e Salão Super Carros.

Texto: Niltão Amaral

Categorias com motores Iame Tag conheceram campeões catarinenses no último sábado

Evento foi disputado no Kartódromo Beto Carrero, em Penha, e André Guidalli e André Giotto levaram os títulos

Competitivos, de alto desempenho e com baixo custo de manutenção, os motores Iame Tag estiveram novamente em ação, agora em um dos campeonatos estaduais mais tradicionais do kartismo brasileiro, o Catarinense. A 38ª edição da competição foi disputada no último final de semana no Kartódromo Beto Carrero, em Penha (SC), e teve suas disputas finais realizadas no sábado, quando foram conhecidos os campeões.

A programação começou na quinta-feira (30/10), quando foram realizados os primeiros treinos. No dia seguinte, após a tomada de tempos, os pilotos foram à pista para disputar duas provas classificatórias, que tiveram vitórias de André Guidalli (Tag) e André Giotto (Tag Master), competidores que assim garantiam a pole position para a grande final, marcada para o sábado (1º).

A prova final, cujos vencedores seriam declarados campeões catarinenses, teve excelentes disputas e bastante equilíbrio e, ao fim de 15 voltas, revelaram Guidalli e Giotto como os "reis" da Tag e Tag Master em Santa Catarina.

Os motores Iame Tag, assim, continuam se firmando no cenário nacional e após terem participado das disputas do Top Kart Brasil, Copa São Paulo Granja Viana, Copa Litoral, Campeonato Regional da Serra e Campeonato Gaúcho, marcaram presença e foram destaque no principal evento do kartismo de Santa Catarina.

Confira os cinco primeiros colocados em cada subdivisão da Iame Tag no Catarinense:

TAG
Campeão - André Guidalli
Vice - Juliano Rigon
3º - Fernando Pastro
4º - Julio Pires
5º - Luis Renato Luhrs

TAG MASTER
Campeão - André Giotto
Vice - Gláucio Sganzerla
3º - Marciano Cardoso
4º - Vigando Kondlatsch
5º - Andrio Stelmach

Texto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer (MTb/RS 14.706)