segunda-feira, dezembro 31, 2012

Feliz 2013!!!

A Waf Racing deseja a todos os leitores do blog, aos amigos que acompanham a equipe, aos parceiros e patrocinadores, um 2013 repleto de saúde, vitórias e muitas alegrias!!!!

Dakar 2013 inicia no Peru

A largada da edição de 2013 do Rali Dakar, prevista para o dia 5 de janeiro, vai acontecer na capital peruana, Lima. Com um trajeto praticamente inverso ao das últimas edições, o rali passará pelo Chile, pela Argentina, até retornar ao Chile, para seu desfecho, em Santiago.

Cada participante deverá percorrer uma distância de mais de 8.000 quilômetros até a chegada em Santiago, prevista para o dia 20 de janeiro. 472 veículos estão inscritos nesta edição do Dakar, sendo 196 motos, 40 quadriciclos, 161 carros e UTVs, além de 75 caminhões.

Dica de vídeo: 12 Horas de Tarumã 2012



Para encerrar o ano, sempre é bom relembrar as 12 Horas de Tarumã, tradicional prova do automobilismo gaúcho. Neste rápido vídeo, Niltão Amaral mostra os carros que completaram a edição de 2012 do endurance.

terça-feira, dezembro 25, 2012

Mega Kart realizou sonho e reuniu amigos em confraternização de final ano

200 pessoas e muita festa e corridas marcaram o evento, realizado em Itu (SP)

Um grande sonho foi realizado neste último sábado, dia 22 de dezembro, no Kartódromo Arena Schincariol, em Itu (SP): um grande evento, que reunisse e premiasse os amigos da Mega Kart, que comemorou 16 anos de muito trabalho e vitórias. Esta foi a Copa Amigos da Mega.

A fábrica de chassis e componentes para o kartismo fez uma grande festa de confraternização e, é claro, não faltaram corridas de kart, o grande fator de motivação de todos que estavam presentes na cidade do interior paulista. Cerca de 200 pessoas estavam lá, entre pilotos - 40 - e seus preparadores, e amigos da Mega Kart, empresa comandada pelos empresários Waldíbio Ferraz e Marcos Ferreira.

Na pista, Danilo Siqueira e Thiago Joal sagraram-se campeão e vice na Stock 125cc Água, enquanto que Bruno Lima e Beto Nini ficaram em 1º e 2º na F400 Graduados. Beto Nini foi campeão na F400 Sênior e Fábio Pasqualino e Rodrigo Cayres dominaram na F400 Novatos.

"Foi uma belíssima festa", resumem. "A Mega Kart é uma grande família. Temos nosso lado comercial, como qualquer empresa, é claro, mas temos um fator que nos diferencia, que é o lado social. Seguimos fazendo amigos, que são os pilotos, preparadores, organizadores, fornecedores, dirigentes, imprensa,  patrocinadores , ‘pai-trocinadores’ e suas famílias. E também nossos funcionários, grandes amigos. Todos nos ajudam, diariamente, a crescer e a conquistar mais amigos. Por tudo isso é que agradecemos muito a todos os AMIGOS DA MEGA. Desejamos a todos um Feliz Natal e um ótimo ano novo, repleto de vitórias", agradecem Waldíbio Ferraz e Marcos Ferreira.

Texto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer
Foto: Vídeo Motor

Tarumã abre temporada 2013 da F-Truck

Fim do ano se aproximando, hora de conferir o calendário da temporada 2013 das principais categorias do automobilismo brasileiro. No início de dezembro, os promotores do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck divulgaram as datas e locais das 10 etapas do certame.

O campeonato começa no dia 10 de março, no Autódromo Internacional de Tarumã, em Viamão (RS). Além do retorno ao reformado Tarumã, a F-Truck volta a realizar etapa também em Londrina (PR).

Serão nove etapas em território brasileiro e uma na Argentina. Diante do sucesso da etapa de 2012, a pista da cidade de Córdoba volta a receber a Truck em setembro, dia 8.

O calendário

10 de março – Tarumã (RS) 
7 de abril – Londrina (PR) 
19 de maio – Caruaru (PE) 
9 de junho – Goiânia (GO) 
7 de julho – Interlagos (SP) 
4 de agosto – Cascavel (PR)
8 de setembro – Córdoba (ARG) 
13 de outubro – Guaporé (RS) 
10 de novembro – Curitiba (PR) 
8 de dezembro – Brasília (DF)

Feliz Natal!!!

A Waf Racing deseja a todos os leitores do blog, aos amigos que acompanham a equipe, aos parceiros e patrocinadores, um ótimo Natal, repleto de alegrias!!!!

sábado, dezembro 22, 2012

Felipe Drugovich fecha temporada com vários títulos e já se prepara para estreia na Júnior

Capacete de Ouro foi o reconhecimento e resumo do ótimo ano

Mais uma temporada do kartismo brasileiro está se encerrando e mais uma vez Felipe Drugovich (Diesel Technic | Drugovich | Mahle) encerra o ano com muito para comemorar. Prestes a ser promovido de categoria, o paranaense foi um dos grandes destaques do kartismo brasileiro em 2012 e o reconhecimento deste trabalho chegou no início de dezembro, com a conquista do Capacete de Ouro da Revista Racing na categoria Revelação.

Do início da temporada até seu final, Felipe Drugovich esteve em evidência e a conquista do bicampeonato Sul-Brasileiro foi o primeiro dos títulos conquistados ao longo do ano. Além dele ainda viriam o tri na Copa Brasil, o bicampeonato no Super Kart Brasil - evento criado por sete dos maiores pilotos da história do kartismo brasileiro - e o título de Campeão Paulista.

Títulos são conquistados com vitórias e belos desempenhos nas corridas e estes itens não faltaram para Felipe Drugovich em 2012, que tornou-se um dos principais nomes da Júnior Menor durante o ano. Sempre com o suporte da Kart Mini, MZ Racing e RBC Preparações, Drugovich venceu muitas vezes ao longo da temporada e colecionou também poles e melhores voltas.

"Nosso time esteve ótimo e foi graças a este trabalho conjunto que fui muito rápido, venci e comemoramos, juntos, os títulos conquistados", ressalta Felipe Drugovich (Diesel Technic | Drugovich | Mahle). "Sou grato à Kart Mini, à MZ e à RBC, e também à minha família, que me apoia em minha carreira", agradece.

Em 2013 ele enfrentará novos desafios, quando passará a competir na categoria Júnior, ainda mais rápida que sua classe atual. "Será uma categoria ainda mais difícil, já que alguns pilotos permanecerão nela e estarão mais experientes. Outros subirão junto comigo, vindos da Júnior Menor, e, enfim, teremos grande corridas e muito aprendizado em 2013", finaliza.

Texto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer
Foto: Mario Ferreira

sexta-feira, dezembro 21, 2012

Copa São Paulo de Kart Granja Viana anuncia novidades para 2013

Torneio Super KGV para as categorias Graduados e Junior irão movimentar campeonato do próximo ano; Band Sports terá cobertura exclusiva nestas etapas do ano 

A temporada 2013 da Copa São Paulo de Kart Granja Viana terá uma grande novidade: o Torneio Super KGV para as categorias Graduados e Junior. Com três corridas distribuídas durante a sexta-feira e sábado de evento, o campeonato será uma espécie de mini torneio dentro da temporada, o que proporcionará maior visibilidade aos pilotos, já que contará com transmissão televisiva do canal BandSports

A categoria Graduados terá apenas quatro eventos na Copa São Paulo, que serão realizados nas seguintes etapas: 1ª Etapa ( 23/02/2013), 3ª Etapa (20/04/2013), 7ª Etapa (31/08/2013) e 10ª Etapa (30/12/2013). O formato será de uma tomada de tempo e uma prova de 10 km na sexta-feira que antecede a corrida, e duas no sábado, uma de 10 km uma final de 20 km. Apenas um jogo de pneus será utilizado para a tomada de tempo e as três corridas. O campeão será o vencedor da prova final para cada etapa.

Já para a categoria Junior, que correrá todas as dez etapas, quatro provas serão diferenciadas assim como a Graduados. Correndo nas mesmas datas acima, os pilotos também participarão de três baterias no seguinte modelo: tomada de tempo e uma prova de 10 km na sexta-feira que antecede a corrida, e duas provas de 20 km.

Nestes quatro eventos as categorias Graduados e Junior terão cobertura exclusiva por 30 minutos na BandSports.

"Nosso objetivo é fazer um campeonato de Graduados e Junior muito forte, que tenha bastante visibilidade e que divulgue bem os pilotos, já que será televisionada. E ainda estamos fechando parceria para as premiações, que serão informadas posteriormente", disse Felipe Giaffone, tricampeão brasileiro de Fórmula Truck e organizador do evento.

Outras mudanças da Copa São Paulo de Kart KGV são as saídas das categorias Super F4 e Stock 125, entrando em seus lugares a Raptor PPK, com duas baterias podendo correr em duplas e com motor dois tempos, e a Max Master, para pilotos acima de 35 anos e utilizando motor Rotax.

Veja o calendário completo das dez etapas da temporada 2013 da Copa São Paulo de Kart KGV:
23/02 - 1ª Etapa (Super KGV)
16/03 - 2ª Etapa
20/04 - 3ª Etapa (Super KGV)
18/05 - 4ª Etapa
15/06 - 5ª Etapa
03/08 - 6ª Etapa
31/08 - 7ª Etapa (Super KGV)
28/09 - 8ª Etapa
26/10 - 9ª Etapa
30/11 - 10ª Etapa (Super KGV)

Fonte: RF1 Jornalismo Ltda
Foto: Bruno Terena

Hot Car Competições anuncia Raphael Matos para a temporada 2013 da Stock Car

Na temporada 2013 da Stock Car, o time de Amadeu Rodrigues vai ganhar um reforço de peso. A equipe Hot Car Competições (Bardahl/Promax) anuncia a presença do piloto Raphael Matos no grid da principal categoria do automobilismo nacional.

O mineiro vem da Fórmula Indy, onde adquiriu vasta experiência. São 11 anos disputando corridas fora do país. Raphael Matos ganhou diversos títulos nas categorias de base nos Estados Unidos. Em 2008, foi campeão na Indy Lights e, no mesmo ano, também foi o vencedor das 24 Horas de Daytona. Já no ano seguinte conquistou o prêmio de melhor estreante da Indy Car. Continuou na categoria em 2010 e 2011, quando participou da São Paulo Indy 300. Ficou em quarto lugar na prova e foi o segundo melhor brasileiro na disputa (atrás de Vitor Meira, em terceiro).

Em 2012, o piloto de Belo Horizonte correu pela equipe oficial de fábrica da Ferrari, no Risi Competizione, em Daytona (EUA). E teve como companheiros os italianos Giancarlo Fisichella e Gianmaria Bruni, ambos os pilotos de fábrica da escuderia. Neste ano, Matos também fez sua estreia na Stock Car. Participou de duas provas, da 11ª etapa, em Brasília (terminou em 23º), e da Corrida do Milhão, em Interlagos, no encerramento da temporada, concluindo a prova em 9º. 

Amadeu Rodrigues, chefe da equipe Hot Car, ressaltou a felicidade do time com a contratação. "Estamos bem felizes com a chegada do Raphael Matos à Hot Car. Ele é um piloto profissional e experiente e, por ter muita vivência internacional, vai contribuir para o crescimento da equipe. Observei as duas corridas dele na Stock Car e acredito que irá se adaptar rápido, pois demonstrou ter bom ritmo. Estou bastante animado e confiante no bom desempenho dele e de todo o time em 2013", disse o chefe da equipe. 

Aos 31 anos, Matos quer novos desafios. E a bordo do bólido #2, com as cores da Hot Car, o piloto promete acelerar forte na busca por bons resultados.

"Realmente é uma grande honra representar a Hot Car Competições. Já conheço o profissionalismo da equipe e sei que conta com patrocinadores e parceiros sempre envolvidos. As expectativas são positivas. Acredito que o time me dará um bom equipamento e teremos chances de brigar por resultados", contou Raphael Matos. 

O ‘novato’ no grid também falou sobre a adaptação à principal categoria do automobilismo nacional. "Mesmo tendo feito duas corridas, sei que será um ano de aprendizado. Mas acredito que a boa combinação entre as experiências - minhas e da equipe - no automobilismo brasileiro e internacional, e todo o conhecimento do Amadeu Rodrigues, será uma grande parceria", avaliou o novo integrante da Hot Car Competições. 

O nome do segundo piloto da equipe também será anunciado em breve. A temporada 2013 terá início no dia 3 de março, em Interlagos.

A equipe Hot Car Competições tem o patrocínio das empresas Bardahl e Promax.

Calendário da temporada 2013 da Stock Car:

1ª etapa: 3 de março - Interlagos - SP
2ª etapa: 17 de março - Curitiba - PR
3ª etapa: 28 de abril - Tarumã - RS
4ª etapa: 19 de maio - Salvador - BA
5ª etapa: 2 de junho - Brasília - DF
6ª etapa: 16 de junho - Cascavel - PR
7ª etapa: 11 de agosto - Ribeirão Preto - SP
8ª etapa: 1º de setembro - Brasília - DF
9ª etapa: 15 de setembro - Velopark - RS
10ª etapa: 20 de outubro - Curitiba - PR
11ª etapa: 10 de novembro - Goiânia - GO (alternativa)
12ª etapa: 15 de dezembro - Interlagos - SP (Corrida do Milhão)

Informações sobre a equipe Hot Car e patrocinadores, acesse:
www.hotcarcompeticoes.com.br
www.facebook.com/hotcarcompeticoes
www.twitter.com/hot_car
www.facebook.com/BardahlBr 

Fonte: FGCom / Fernanda Gonçalves 

quinta-feira, dezembro 20, 2012

Encerramento da temporada revelou oito novos campeões com chassi fabricado pela Mega Kart

Comemoração pelo ótimo ano será neste sábado em Itu

Em mais uma temporada extremamente vitoriosa, a fábrica de chassis Mega Kart encerra o ano de 2012 com mais oito bons motivos para comemorações. Somando-se a inúmeros outros títulos conquistados ao longo do ano, a empresa comemorou em dezembro a chegada de novos campeões à sua galeria.

Os oito novos vencedores com o chassi Mega X foram conhecidos em campeonatos no kartismo de São Paulo e do Rio de Janeiro e um dos destaques fica para Diego Ramos, piloto das categorias de base, que venceu a Copa São Paulo Light e o Grande Prêmio RBC na Cadete.

Na Copa Paulista do Interior, disputada regularmente em Guaratinguetá (SP), dois pilotos também garantiram títulos para a Mega Kart, nas categorias movidas a motores de quatro tempos, os Honda GX 390. André Salmoria venceu pela F4 Graduados, enquanto Edwards Júnior foi o campeão da F4 Sênior. Também no kartismo paulista, mas em Paulínia, Abel Rothemann sagrou-se campeão com um Mega X ao vencer o Campeonato San Marino na categoria F4.

Por fim, agora no kartismo do Rio de Janeiro, a Mega Kart repetiu a dose nas categorias F4 e dominou as três divisões que foram disputadas no Campeonato Carioca 4T. André Cupelo foi o campeão da F4, Matheus Santana foi dominador na F4 Graduados
e Alexandre Odo garantiu o título na F4 Super Sport.

"Começamos o ano vencendo, continuamos conquistando vitórias ao longo da temporada e nos últimos dias de corridas pelo Brasil comemoramos mais oito títulos. Foi um ótimo trabalho, na fábrica e nas pistas, com o apoio dos pilotos que acreditaram em nosso equipamento", resumem Waldíbio Ferraz e Marcos Ferreira, diretores da Mega Kart. "Esperamos todos os pilotos que competiram com nosso chassi em Itu, neste sábado (22) para nossa confraternização de final de ano", encerram, referindo-se à Copa Amigos da Mega.

Texto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer 
Foto: Flávio Quick

Equipe Mitsubishi Petrobras apresenta o ASX Racing, o novo carro para o Dakar 2013

quarta-feira, dezembro 19, 2012

Dobradinha na 16ª edição das 500 Milhas fechou ótima temporada da Kart Mini

Fábrica teve belo desempenho também nas provas preliminares no Kartódromo Beto Carrero

A 16ª edição das 500 Milhas de Kart, realizada no Kartódromo Beto Carrero, em Penha (SC), no último sábado (15) foi - assim como todas as 15 anteriores - uma grande festa de confraternização entre equipes e pilotos, muitos deles competidores nas principais categorias do automobilismo e kartismo brasileiro e internacional. E foi, como não poderia deixar de ser, uma grande disputa pela vitória em uma das mais famosas corridas de endurance do kartismo mundial.

E quem teve os maiores motivos para comemorações ao final de 650 voltas - e quase 12 horas de corrida - foi a Kart Mini, fábrica de chassis há mais de 50 anos presente na vida dos kartistas brasileiros. Depois de comemorar a conquista da pole position da Slice / Fittipaldi no top qualifying na sexta-feira, a Kart Mini via três de seus chassis terminarem entre os seis primeiros colocados no festejado pódio. 

Mas, mais do que isso, a empresa comemorava uma dobradinha, já que a Spirit Sports e a Slice / Fittipaldi - 1ª e 2ª colocadas - haviam competido com um chassi da Kart Mini. Além deles, o segundo kart da Slice / Fittipaldi também terminou entre as seis primeiras, em 5º.

Antes da prova principal, porém, a Kart Mini também se destacou e fez a dobradinha em uma das provas preliminares, com Rafael Reis sagrando-se vencedor da Rotax Mini Max e com Caio Collet em segundo. E na Cadete, outra categoria que fez preliminar para as 500 Milhas, a Kart Mini comemorou o amplo domínio, traduzido pela conquista das quatro primeiras posições no pódio, com Gustavo Jorge, Caio Collet, José Muggiati Neto e Valentina Olsen.

Em termos de mercado, a Kart Mini confirmou sua liderança, equipando a maioria das equipes - 13 karts - nas 500 Milhas, prova que nesta edição teve nove marcas diferentes de chassi na pista. A mesma situação foi vivida na Cadete, onde a fábrica esteve presente com sete chassis dentre 13 competidores, e na Rotax Mini Max, com três karts dentre seis competidores.

"Foi uma grande festa, pois tivemos novamente um grande evento de fechamento de temporada, especialmente feliz para a Kart Mini", avalia Rennê de Carvalho. "Vivemos uma bela temporada, de muitas vitórias e títulos, e nada melhor do que fechar o ano com uma expressiva dobradinha em um evento grandioso e famoso no mundo todo como as 500 Milhas e com grande domínio nas provas preliminares", finaliza.

Texto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer 
Foto: Mauício Villela

Copa Fusca: Equipe Sérgio Paris comemora título

Depois de 13 anos equipe volta a vencer o título da Copa Fusca

A temporada 2012 se tornou memorável para os amantes da velocidade no Rio Grande do Sul, principalmente para os fãs da Copa Fusca com o nascer de um novo talento na categoria. Tiago Takagi, que estreou na classe B alcançou o título vencendo praticamente todas as baterias que disputou e tendo inclusive uma vitória na geral da categoria. Curiosamente, Tiago ficou de fora das duas primeiras etapas da temporada, aguardando completar os 16 anos e ser autorizado a competir na categoria.

Neto de um mito da Copa Fusca, Urbano da Silva, Tiago demonstrou um talento natural e ganhou a admiração de vários pilotos veteranos e de grandes nomes do automobilismo. Na última sexta-feira, 14 de dezembro, o jovem piloto coroou o sucesso da temporada, recebendo o troféu de Campeão Gaúcho, oferecido pela Federação Gaúcha de Automobilismo. A cerimônia foi emocionante, ainda mais porque a entrega do troféu foi realizada por seu avô, Urbano da Silva, que é o Diretor de Velocidade da FGA nos últimos dois anos. Urbano também fez a entrega do troféu de campeão a Moacir Fighera, piloto que correu em dupla com Urbano na conquista do título de 1999 da Copa Fusca, sempre com o patrocínio exclusivo de Sérgio Paris Cosméticos.

Agora Tiago projeta a temporada 2013 e as dificuldades serão maiores, pois irá enfrentar as feras da classe A na disputa pelo título da Copa Fusca. A previsão é que o grid da temporada 2013 seja ainda maior do que foi em 2012, provando a ótima fase que a categoria apresenta, com crescimento progressivo e de forma continuada.

A parceria entre a Sérgio Paris Cosméticos e Urbano da Silva iniciou-se em 1997 e passou por várias categorias, como a Copa Fusca, Velocidade em Pista de Terra, Mini Fórmula Tubular e Marcas & Pilotos, e chega à terceira geração da família, após os carros de Urbano, Leandro da Silva e Tiago estamparem a marca Sergio Paris nas pistas gaúchas em uma das mais duradouras parcerias de patrocínio da história do automobilismo gaúcho.

A Cosméticos Sergio Paris completa 40 anos de história no próximo ano com muito sucesso e velocidade e para conhecer a linha de produtos, acesse www.sergioparis.com.br.

Texto: Equipe Sergio Paris
Foto: Erlon Radl

Leist e Bertoncello viveram juntos as emoções de sua estreia nas 500 Milhas Beto Carrero

Gaúchos - donos de vários títulos no kartismo brasileiro - defenderam a equipe oficial da Techspeed

Adversários cordiais durante as últimas temporadas, os gaúchos Bruno Bertoncello (Targh 400 | Floricultura Verdes e Cores | MG Pneus | Iame | GH Digital | Techspeed | Sport Wear by ULV) e Matheus Leist (TMA Competições) viveram uma nova e gratificante experiência durante a última semana, finalizada no sábado (15). E, dividindo o mesmo kart, fizeram sua estreia em uma das mais famosas provas de longa duração do kartismo mundial, as 500 Milhas, disputadas no Kartódromo Beto Carrero, em Penha (SC).

Os dois, donos de diversos títulos e atuais pilotos da categoria Júnior, defenderam as cores da equipe oficial da Techspeed, ao lado de Alessandro Xavier, André Nicastro, Dudu Dieter e Francesco Ventre, também grandes campeões do kartismo brasileiro. "Foi uma experiência fantástica e inigualável", diz Matheus Leist. "Vivemos uma semana diferenciada e de grandes alegrias", emenda Bruno Bertoncello.

Leist e Bertoncello, que pela primeira vez competiam utilizando motores de 4 tempos - os Honda GX390 -, surpreenderam e conduziram o kart preparado pelas equipes comandadas pelos experientes Neri Cenci e Fernando Leme de uma forma extremamente precisa e sem erros. "É necessário uma guiada mais calma e ‘redonda’, pois o kart tem um motor menos potente e, por isto, não se pode errar", conta Leist.

A prova teve a duração de quase 12 horas e exatas 650 voltas e parte da estratégia passava por não se envolver em acidentes que criassem a necessidade de paradas longas nos boxes. "Além do cuidado para não errar e perder tempo, tínhamos que nos preocupar em entregar o kart inteiro para nossos parceiros. E atingimos também este objetivo", lembra Bertoncello.

O time esteve durante toda a prova entre os primeiros colocados e também entre as equipes que poderiam vencer a prova, o que só não aconteceu em razão da chuva que chegou nas últimas 50 voltas. Mesmo assim, o kart #110 finalizou no pódio, em 4º lugar,na mesma volta e a menos de um minuto dos vencedores. "Foi um grande resultado, sem dúvidas. Todos os pilotos estiveram sempre rápidos, com uma guiada homogênea, e a vitória não veio por detalhes", avalia José Carlos Spier, o Nico, que cuida da logística de Matheus Leist (TMA Competições). "E os meninos, especialmente por ser sua estreia, estiveram ótimos, não cansaram, cumpriram muito bem seus turnos de pilotagem, não erraram e contribuíram muito para o ótimo resultado que o time obteve", completa.

"Foi muito bom ter participado da prova e ter tido a chance de brigar por posições com pilotos famosos como o Rubinho Barrichello, Tony Kanaan, Vitor Meira, Emanuelle Pirro, Christian Fittipaldi e com kartistas campeões mundiais como o Davide Foré e Fabian Federer. Nos divertimos e aprendemos mais um pouco, utilizando o sempre ótimo chassi Techspeed", finalizam, em coro, Matheus Leist (TMA Competições) e Bruno Bertoncello (Targh 400 | Floricultura Verdes e Cores | MG Pneus | Iame | GH Digital | Techspeed | Sport Wear by ULV).

Texto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer
Foto: Mario Ferreira

terça-feira, dezembro 18, 2012

Dica de vídeo: Leandro Argenta no Race Day em Tarumã



No último domingo (16) o Kartódromo de Tarumã, em Viamão (RS), recebeu quase 40 pilotos das categorias Cadete, 125cc, Fireball e Pró 400, para a disputa do Race Day, evento promovido pelo Tarumã Kart Clube. 

Veja, neste vídeo, uma das boas provas da categoria Pró 400, que teve a vitória de Leandro Argenta, após a soma dos pontos das duas baterias. Rodrigo Piccoli foi o 2º colocado, seguido por Luciano Tavares, Adriano Carboni e pela dupla Felipe Leite / Felipe Betti.

Pedro Goulart fechou temporada 2012 com ótimo resultado no Race Day em Tarumã

Jovem piloto gaúcho ficou com 2º lugar na Graduados e destaca grande aprendizado

O último domingo (16), um dia de muito calor, marcou o último compromisso do gaúcho Pedro Goulart (ECS Racing) na atual temporada do kartismo gaúcho e brasileiro. E a despedida de 2012 foi em grande estilo, dividindo curvas com pilotos bem mais experientes e, mais do que isso, conquistando um resultado bastante significativo.

Pedro Goulart esteve no Kartódromo de Tarumã, em Viamão (RS), e disputou o Race Day, iniciativa que visava exatamente oferecer aos pilotos do Rio Grande do Sul a oportunidade de correr pela última vez na temporada e fechar o ano com uma grande confraternização. Pedro competiu na categoria 125cc Água Graduados e foi um dos destaques.

Mais jovem piloto na categoria - ele tem apenas 12 anos -, Pedro Goulart compete normalmente na categoria Júnior Menor, mas enfrentou pilotos com experiência de várias temporadas e de categorias acima da sua. E ele se saiu muito bem, inicialmente largando em 4º na geral de um grid composto por 16 pilotos, divididos em quatro categorias internas, de acordo com a refrigeração de seus motores, ar ou água.

Na primeira bateria Pedro Goulart terminou na 2ª posição em sua categoria e na segunda prova do dia foi o 3º na geral, mesmo enfrentando problemas com a palheta de seu carburador. No fim, após a soma dos pontos, subiu no pódio da Graduados em 2º lugar, atrás apenas de Rodrigo Gonzalez, piloto com experiência na Fórmula 1.6 Gaúcha e Fórmula 3.

"Era uma prova festiva, mas mesmo assim bem disputada, e pude aprender muito neste domingo, enfrentando pilotos muito experientes e lutando com eles por posições melhores a cada volta", avalia de forma bastante madura o jovem piloto de Porto Alegre (RS). "O Pedro teve mais uma boa oportunidade para se adaptar cada vez mais a um motor mais forte, que em breve ele usará a cada competição que disputar. E se saiu muito bem, assim como em toda esta temporada que está terminando", elogia Laco, preparador de Pedro Goulart (ECS Racing).

Texto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer
Foto: Idalicio Umpierre | IR Criações

segunda-feira, dezembro 17, 2012

Equipe Spirit Sport supera favoritos e vence as 500 Milhas de Kart no Beto Carrero World

Alexandre Ruiz, Ernani Kuhn e João Pretto desbancam a Slice/Fittipaldi, equipe campeã de 2011, para compeltar as 650 voltas da prova em primeiro lugar

Foram quase 12 horas, 650 voltas no traçado de 1.244 metros no traçado do Kartódromo do Beto Carrero World, em Penha (SC), até o campeão da 16ª edição das 500 Milhas de Kart ser conhecido. E a Spirit Sport deixou para trás verdadeiros times estrelares, com Rubens Barrichello, Tony Kanaan, Christian Fittipaldi, Lucas Di Grassi, Jaime Alguersuari, entre outros, para, finalmente, conquistar o título da tradicional prova de longa duração. 

O trio formado por Alexandre Ruiz, Ernani Kuhn e João Pretto sempre esteve entre os primeiros colocados, disputando a liderança com a equipe Itaipava/Caras, de Rubinho, Tony, Bia Figueiredo, Rafael Suzuki e Felipe Giaffone; no começo da prova, e com a Slice/Fittipaldi, que contou com Christian, Nelsinho Piquet, Vitor Meira, Danilo Dirani e Felipe Guimarães, nos momentos decisivos da corrida, já debaixo de chuva.

Os campeões não esconderam sua alegria logo que cruzaram a linha de chegada e no pódio. Além disso, o trio teve de superar um problema ainda com 30 voltas de prova, fato que, no fim das contas, acabou ajudando na conquista.

"O pessoal acabou resolvendo não parar, faltavam poucas voltas, e foi a decisão correta. A gente estava batalhando há uns seis anos para ganhar essa corrida, e, graças a Deus, hoje conseguimos a vitória. Esse momento da chuva estava totalmente em aberto, a gente não sabia o que ia acontecer, e consegui ter cabeça para levar o kart na pista até o final. A gente acaba sendo um pouco de coadjuvante nessa história. O povo está todo em cima deles (Rubens Barrichello, Tony Kanaan, Felipe Giaffone, Christian Fittipaldi, etc), todo mundo em volta, e a gente acaba correndo por fora. Nessas horas, dá certo, como deu hoje. A gente está feliz pra caramba, e agora é comemorar. A chuva foi o maior rival no final, ninguém sabia se ia conseguir parar na pista, tinha kart batendo, mas estou feliz", contou Alexandre Ruiz, responsável por pilotar o kart 13 da Spirit Sport nos instantes finais da estenuante prova.

Confira os dez primeiros da 16º edição das das 500 Milhas:
1) SPIRIT SPORT
2) SLICE/FITTIPALDI
3) INSANO RACING
4) TECHSPEED - MG TIRES
5) SLICE/FITTIPALDI
6) VIAPOL / O.N.S./I.M.M.
7) SCUDERIA PCR
8) ITAIPAVA/CARAS
9) BACALHAU DIAS
10) MV TOTVS R28

Fonte: Malu Barreto / Assessoria de imprensa Beto Carrero World
Foto: Bruno Terena / RF1

Com 22 vitórias e quatro títulos, Pedro Cardoso encerra temporada com 83% de aproveitamento

Campeão no Brasil e no exterior, brasiliense alcançou números grandiosos e foi um dos destaques no kartismo nacional 

Um ano de muitas conquistas, novas experiências e de consolidação como um dos principais nomes do kartismo nacional. Assim foi a temporada 2012 para o piloto Pedro Cardoso. O brasiliense conquistou 22 vitórias em 42 corridas e subiu ao pódio em outras 13 oportunidades, resultando assim em um aproveitamento de 83% no ano. Pedro disputou duas categorias no ano - Rotax e Junior Menor - e somou quatro importantes títulos nacionais e internacionais. 

No primeiro trimestre, Cardoso disputou o Florida Winter Tour nos Estados Unidos e, após três etapas, assegurou o título na categoria Rotax Mini Max com quatro vitórias e mais cinco pódios. Essa foi a primeira conquista internacional do piloto de apenas 13 anos. Pedro ainda venceu de forma invicta a primeira etapa do SouthEast Rotax Challenge, na estreia do Complexo Nola Motorsports, em Nova Orleans (EUA).

O brasiliense encarou duas experiências inéditas no exterior, correndo pela primeira vez no Canadá - onde foi vice campeão da Copa do Quebec e da última etapa do Eastern Canadian Karting Championship -, e também estreando na Europa, no Mundial de Kart Rotax, em Portugal. 

No Brasil, o piloto da equipe Sabiá Racing sagrou-se campeão do Brasileiro de Kart - a principal competição nacional - na categoria Junior Menor, no kartódromo do Beto Carrero, em Penha (SC). E o brasiliense também se destacou em campeonatos estaduais. Na Copa São Paulo, a superioridade de Pedro foi latente, especialmente na categoria Junior Menor. Após perder as duas etapas iniciais, por estar competindo nos Estados Unidos, o piloto venceu seis das oito corridas restantes, e somou também um 2º lugar para ser campeão. Na Rotax Junior, venceu quatro provas e terminou no top 3 nas outras três, e garantiu o título com uma rodada de antecipação, além da vaga para ser o único representante brasileiro na categoria Rotax Junior do Mundial disputado no Algarve. 

Para 2013, os planos do promissor piloto são de subir para a categoria Junior e continuar disputando campeonatos nacionais e internacionais, especialmente na Europa.

Temporada 2012

"Tive um ano muito bom e vitorioso. Conquistamos vários de nossos objetivos e um excelente nível de aproveitamento com muita dedicação, e somamos um aprendizado enorme em cada uma das competições que participamos. Sinto que estou mais maduro e gosto de encarar novos desafios, então espero manter essa boa fase também no ano que vem"

Texto: Eversports Press
Foto: Maurício Villela

Miguel Fernandes recebeu troféu pela conquista da Copa Aldeia da Serra

Temporada fecha com resultados acima da expectativa. Guilherme, irmão de Miguel, se dedicará ao motocross em 2013

Inimaginável no início da temporada - sua primeira no kartismo -, o título de campeão da Copa Aldeia da Serra foi comemorado em grande estilo no último sábado (8) pelo piloto Miguel Fernandes (Colégio Ivanoff | Vagabond´s | Acrilmax | L Madeiras). O paulista recebeu, em uma cerimônia no kartódromo Aldeia da Serra, seu troféu comemorativo à conquista.

"O Miguel começou a correr este ano e tudo foi de uma maneira modesta, sem pensarmos em título, apenas em dar a ele todas as condições para aprender o máximo possível", lembra Claudio Fernandes, pai de Miguel, que criou a CF Motorsport no início da temporada com o objetivo de gerenciar a carreira de seus filhos. "E chegar ao final do ano comemorando títulos é sensacional, mais do que esperávamos", completa.

As conquistas na temporada - ele foi campeão também da Copa Verão - devem-se, em grande parte, aos esforços da Ribeiro Competições - equipe de Miguel - e dos patrocinadores. "Temos que agradecer a muitos, como o Wilson, da Vagabond´s; ao Anderson, da Acrilmax; e a diretoria do Colégio Ivanoff", salienta Fernandes. "Os irmãos Paulo e Carlos Quieregato, da Scuderia Dennyon Kart, e a L Madeiras também estão nesta lista de pessoas e empresas a quem somos gratos, por apoiarem nossos meninos. E, claro, ao Toninho e todo o staff da Ribeiro Competições", continua.

Miguel Fernandes, por sua vez, recebe grandes elogios por suas conquistas. "Ele mereceu tudo o que colheu durante o ano. Levantou cedo em todos os finais de semana para treinar, com tempo frio, calor ou chuva, e se esforçou muito", elogia Claudio Fernandes. "E, quando achávamos que ele não tinha mais condições de ganhar o campeonato, ele se superou e ganhou duas etapas, marcando a pole e a volta mais rápida. Aproveitando-se de que seu adversário direto teve problemas, o Miguel ainda comemorou o título de forma antecipada", relembra.

Guilherme, irmão de Miguel Fernandes, acompanhou o irmão durante boa parte da temporada e dividiu com ele as alegrias pela conquista do título da Copa Verão, em dobradinha. No fim da temporada, no entanto, optou por competir no motocross, esporte que praticará em 2013. "O Guilherme se deixou contagiar pela terra e abandonou o asfalto, mas também fez uma bela temporada enquanto esteve nos kartódromos", brinca Claudio.

Encerrada a primeira temporada, Miguel Fernandes (Colégio Ivanoff | Vagabond´s | Acrilmax | L Madeiras) e a CF Motorsport planejam 2013. "Pretendemos contar com o apoio de nossos patrocinadores novamente e partir para campeonatos ainda maiores, continuando o aprendizado proposto. Se vierem títulos, melhor ainda, assim teremos a confirmação de que o caminho está correto", finaliza. 

Texto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer
Foto: TV Racing

Gran Turismo: BMW Team Brasil é vice-campeão nas categorias GT3 e GT4

O time faturou a vitória nas duas categorias neste domingo em Interlagos. Mas em ambas as disputas perdeu o título por um ponto e na última volta. Cacá Bueno e Cláudio Dahruj encerram o ano com 204 pontos, enquanto Leonardo Cordeiro (GT4) ficou com 209

Uma grande corrida, duas grandes vitórias para o BMW Team Brasil, mas o campeonato teve um resultado questionável. Foi o que se viu neste domingo (16) no Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos, o palco da oitava e última etapa do Campeonato Brasileiro de Gran Turismo. A chuva deu uma trégua e com isso, uma prova bem disputada e emocionante se configurou ao longo dos mais de 50 minutos da etapa que encerrou a temporada 2012 do automobilismo nacional. 

Cacá Bueno e Cláudio Dahruj foram os vencedores, ao completarem as 29 voltas em 50min18s280 (média de 149,39 km/h). Mas, a dupla do BMW Z4 #0 viu o tão esperado título inédito escapar das mãos com o segundo lugar de Cléber Faria e Duda Rosa, a bordo da Mercedes-Benz SLS AMG. Cláudio Ricci e Rafael Derani, de Ferrari 458, completaram o pódio da última corrida. 

A outra dupla do BMW Team Brasil, formada por Valdeno Brito e Constantino Jr, não completou a corrida, pois ainda na primeira volta, Constantino foi tocado por Paulo Bonifácio e o BMW Z4 #1 teve uma quebra de suspensão e não tinha condições de continuar na prova. A atitude foi avaliada pelos comissários como antidesportiva e o piloto da Mercedes-Benz #22 precisou cumprir a penalização com uma passagem pelos boxes. Brito e Constantino Jr. terminaram o campeonato em oitavo, com 125 pontos.

Na corrida, Cláudio Dahruj largou bem, mas não conseguiu manter a ponta, pois Rafael Derani (Ferrari 458) impôs um ritmo forte desde o apagar das luzes. E assim foi a disputa, até a parada nos boxes. Derani, em primeiro, ditou a tocada da corrida, e era bem rápido e constante. Na janela para a troca de pilotos, o BMW Team Brasil demonstrou boa sintonia para colocar Cacá Bueno de volta na pista em segundo, atrás de Cláudio Ricci, companheiro de Derani. O piloto da equipe BMW usou de toda sua experiência para volta a volta diminuir a diferença e buscar a liderança. Cacá assumiu a ponta e sobrou em Interlagos, já que Ricci não acompanhou seu ritmo. Bueno venceu a última corrida do ano, mas a vitória não foi suficiente para garantir o título para o BMW Team Brasil. 

Bueno destacou que o BMW Z4 #0 estava muito bom, mas lamentou perder o título na última volta. "No meu stint, o carro saía um pouco de frente no começo, mas da metade pro final estava super bem, então quando eu consegui tirar a diferença logo no comecinho, o carro foi se equilibrando ainda mais e eu sabia que conseguiria passar", disse o vice-campeão que terminou a temporada com 204 pontos, apenas um atrás dos campeões Cléber Faria e Duda Rosa (205). 

"Parabéns ao Cléber e ao Duda, mas eu não gostaria de ganhar um título assim. Tenho nove títulos brasileiros e graças a Deus nenhum deles desta forma. Foi triste estar dentro do carro e ver isso acontecendo nas três voltas finais", comentou Bueno sobre a estranha queda de rendimento da Ferrari 458, que estava 35 segundos à frente de Duda Rosa, nas últimas voltas, e "perdeu" a posição para o piloto da Mercedes-Benz #30 pouco antes da bandeirada. 

Cláudio Dahruj também ficou desapontado. "A única coisa que a gente sente é que se fosse um companheiro de equipe, a gente entenderia, mas sendo outra marca concorrente, é lamentável", falou o paulista.

O chefe da equipe Antonio Hermann fez coro das palavras de seus pilotos. "Ficamos muito tristes pelo o que aconteceu. Uma atitude que nunca vi no automobilismo, entre duas equipes diferentes, tanto na GT3 quanto na GT4. Isso é ruim para o espetáculo, é ruim para o campeonato", finalizou o comandante do BMW Team Brasil. 

Leonardo Cordeiro fica com o vice-campeonato na GT4

Na GT4, Leonardo Cordeiro, que precisava da vitória e de uma combinação de resultados, fez sua parte, apoiado pelo companheiro Vitor Genz, que fez uma corrida limpa na primeira parte da disputa, saindo do terceiro lugar, e foi buscar o resultado. Na parada para a troca de pilotos, os detalhes foram bem executados e tudo parecia caminhar para a vitória. E foi o que aconteceu, mas a festa não ficou completa, pois os concorrentes diretos na briga pelo título, Alan Hellmeister e Sergio Laganá (Aston Martin Vantage), precisavam chegar em quarto, para ficarem com a taça e cruzaram a linha de chegada justamente nesta posição, faturando o campeonato. 

O pódio da última etapa ficou com a dobradinha do BMW Team Brasil, Vitor Genz/ Leonardo Cordeiro, em primeiro, Patrick Gonçalves/ Matheus Stumpf, em segundo e Fábio Grecco e Valter Rossete em terceiro. A dupla do BMW M3 #11 (Gonçalves e Stumpf) completou o campeonato em sexto, com 176. Vitor Genz, companheiro do vice-campeão Leo Cordeiro, ficou em sétimo, com 174 pontos, por ter começado a competir na segunda etapa, em Curitiba (PR). 

Leonardo Cordeiro falou sobre o resultado da corrida. "Estava na expectativa dentro do carro, quase igual ao Massa aquele ano na F-1, quando perdeu o título aqui na última curva. Cruzei em primeiro e não sabia se poderia realmente comemorar. Não vou entrar em polêmica, mas vou deixar gravado que é muito estranho o Aston Martin estar em último, muito distante dos outros dois carros e, no final da corrida, terminar em quarto e ganhar por um ponto", comentou o vice-campeão da GT4 com 209 pontos, apenas um ponto de diferença para os campeões Hellmeister e Lagana (210). 

O paulista, que disputou a temporada a bordo do BMW M3 #12, avaliou o ano. "Nossa equipe fez o possível, trabalhou de forma profissional desde o começo do campeonato até agora. Chegamos na última corrida com um carro bem competitivo. Aprendi muito este ano, gostaria de agradecer à BMW e a toda equipe pela oportunidade de correr na categoria. Mas foi triste acabar o ano assim, pois na linha de chegada eu ainda achava que era campeão e no final não era", encerrou Cordeiro.

O gaúcho Vitor Genz resumiu o que achou da corrida e da temporada. "Tive um ritmo muito forte o tempo todo para me manter em primeiro. Fiz uma boa largada, consegui sobreviver depois do acidente que aconteceu (entre outros carros na primeira curva). Foi uma corrida legal e toda a equipe está de parabéns pelo ano", disse. 

O conterrâneo Matheus Stumpf avaliou positivamente sua participação na GT4. "Trabalhamos muito bem, evoluímos bastante o carro ao longo do ano. Estou muito contente, a GT4 foi uma experiência muito interessante", falou. 

Patrick Gonçalves também comentou sobre a última disputa do ano. "Foi uma corrida divertida, bem disputada, o equilíbrio dos carros e equipes estava interessante. A GT4 foi uma categoria que me surpreendeu. Carros legais de dirigir. Pretendo continuar em 2013, usando a experiência deste ano para brigar por mais resultados positivos", encerrou o baiano. 

O BMW Team Brasil tem o patrocínio do Banco BMG e BMW, co-patrocínio das empresas Eurobike, Lenovo e Ser Glass e os apoios: Beta Ferramentas, Salsa Mobion, AutoNeg e Corsa.

Resultado Corrida 2 - última de 2012:
GT3
1º) 0 - C.Bueno/C.Dahruj (BMW Z4, SP/SP), 29 voltas em 50min18s280 (média de 149,39 km/h)
2º) 30 - C.Faria/D.Rosa (MB , SP/RS), a 39.575
3º) 3 - R.Derani/C.Ricci (FE , SP/RS), a 41.304
4º) 20 - F.Ebrahim/W.Ebrahim (AU , PR/PR), a 41.774
5º) 22 - P.Bonifacio/S.Jimenez (MB , SP/SP), a 1:00.411
6º) 105 - V.Faria/R.Guerra (MB , SP/SP), a 1:01.607
7º) 46 - C.Kray/A.Toso (LA , RS/RS), a 1 volta
8º) 10 - F.Toledo/P.Ventura (LA , RS/RS), a 2 voltas
9º) 4 - F.Roso/V.Roso (FE , RS/RS), a 2 voltas
10º) 61 - F.G.Croce/D.Croce (CO , SP/SP), a 15 voltas
11º) 15 - F.Tozzo/R.Mascarello (FE , SC/MT), a 18 voltas
Não completaram:
#16 - M.Hahn/A.Khodair (LA , SP/SP), a 28 voltas
#1 - V.Brito/Constatino Jr (BMW Z4, PA/SP), a 28 voltas

GT4
1º) 12 - L.Cordeiro/V.Genz (BMW M3 , SP/RS), a 2 voltas
2º) 11 - M.Stumpf/P.Gonçalves (BMW M3 , RS/BA), a 2 voltas
3º) 21 - F.Greco/V.Rossete (MA , SP/SP), a 3 voltas
4º) 57 - S.Laganá/A.Hellmeister (AM , SP/SP), a 3 voltas
5º) 6 - V.Pinheiro/L.Burti (LO , SP/SP), a 3 voltas
6º) 8 - E.Oliveira/W.Freire (FE , SP/SP), a 3 voltas

Classificação final da GT3 (10 primeiros):
1 - Duda Rosa/Cleber Faria - Mercedes-Benz SLS AMG - 205 pontos;
2 - Cacá Bueno/Cláudio Dahruj - BMW Z4 GT3 - 204;
3 - Sérgio Jimenez/Paulo Bonifácio - Mercedes SLS AMG - 182;
4 - Cláudio Ricci/Rafael Derani - Ferrari 458 - 174;
5 - Allam Khodair/Marcelo Hahn - Lamborghini LP600+ - 172;
6 - Renan Guerra/Vanuê Faria - Mercedes-Benz SLS AMG - 158;
7 - Wagner Ebrahim/Fábio Ebrahim - Audi R8 LMS - 149;
8 - Valdeno Brito/Constantino Júnior - BMW Z4 GT3 - 125;
9 - Andersom Toso/Carlos Kray - Lamborghini LP520 - 90;
10 - Felipe Tozzo/Raijan Mascarelo - Ferrari F430 - 84.

Classificação final da GT4 (10 primeiros):
1 - Sérgio Laganá/Alan Hellmeister - Aston Martin Vantage - 210 pontos
2 - Leonardo Cordeiro - BMW M3 - 209
3 - Valter Rossete/Fabio Greco - Ferrari F430 Challenge - 185
4 - Eduardo Oliveira/William Freire - Ferrari Challenge - 182
5 - Valter Pinheiro/Leo Burti - Lotus Evora - 178
6 - Matheus Stumpf/Patrick Gonçalves - BMW M3 - 176 
7 - Vitor Genz - BMW M3 - 174
8 - Ricardo Ricca/Cassio H. de Mello - Porsche 997 Cup GT4 - 21
9 - William Starostik - BMW M3 - 20
10 - Marçal Melo/João Gonçalves - Ginetta G50 - 13

www.bmwteambrasil.com.br
Facebook: facebook.com/bmwteambrasil
Twitter: twitter.com/bmwteambrasil

Fonte: FGCom / Fernanda Gonçalves
Foto: Luca Bassani

Fernando Bueno conquistou pódio em sua estreia nas 500 Milhas Beto Carrero

Paranaense se considera satisfeito com primeira participação em uma das mais famosas provas de longa duração do kartismo mundial

Foi com um resultado bastante positivo que o paranaense Fernando Bueno (Agro Amanda) encerrou sua participação na temporada 2012 do kartismo brasileiro. E esta despedida foi em grande estilo, fazendo sua estreia nas 500 Milhas de Kart, uma das provas de longa duração mais famosas do kartismo mundial, disputada no último sábado (15) no Kartódromo Beto Carrero, em Penha (SC).

Bueno competiu em um dos karts da equipe oficial da fabricante de chassis CRG, que contava com grandes pilotos brasileiros como Fernando Scotti, Gabriel Dias, Manoel Queiroz Neto, Roberto Wuthstrack Júnior, Roger Rieger e Jandre Nunes, e com os europeus Davide Foré - pentacampeão mundial de Kart - e Jordan Lennox e Fabian Federer.

"Foi uma bela corrida, dentro da pista e fora dela. A estrutura montada foi muito legal e os pilotos que estiveram na pista vieram de várias categorias importantes, como o Rubinho Barrichello, Tony Kanaan, Christian Fittipaldi e vários outros", lembra Fernando Bueno. "Belo evento", completa.

Fernando Bueno teve bela atuação e seu turno de pilotagem foi de quase uma hora e meia, quando recebeu o kart na 21ª posição e o devolveu em 5º. No entanto, alguns problemas, como um time-penalty e a coroa do kart quebrada nas últimas voltas, fez com que o time do kart #33 terminasse a prova na 21ª posição. Mas, ao contrário do que esperavam, os integrantes da equipe ainda comemoram a conquista de um pódio na divisão B das 500 Milhas, em 5º lugar.

"Estou muito contente com esta estreia, com minha participação e com tudo o que aprendi nesta semana ao lado de meus parceiros de equipe. E, claro, com este pódio logo em minha primeira participação", comemora o piloto. "Ano que vem estarei de volta, se tudo der certo", finaliza Fernando Bueno (Agro Amanda). 

Texto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer
Foto: Mario Ferreira

terça-feira, dezembro 11, 2012

12 Horas de Tarumã: Final de prova duro

Forte calor e dificuldades mecânicas foram enfrentadas por todos
 
A mais importante e difícil prova do automobilismo gaúcho chegou ao seu final ao meio dia do último domingo (09). A vitória ficou com o MXR #10 do quinteto Pierre Ventura/ João Cardoso Jr./ Felipe Toledo/ Batavi Martins/ Cristiano Almeida. A vitória foi difícil devido ao altíssimo nível dos concorrentes e as dificuldades mecânicas provocadas pelo forte calor e o desgaste excessivo dos carros.
 
As primeiras vítimas entre os favoritos foi o MCR #46 de João Santana/ Vitor Genz/ Giovanni Bianchessi/ Roger  Sandoval, que teve o motor de seu carro quebrado com apenas 6 voltas. Depois, o MP01 Nissan #27 de Rodrigo Machado/ Cacó Pereira/ Sérgio Pereira perdeu cerca de 30 voltas com a quebra do suporte do amortecedor traseiro de seu carro. Na sequência foi a vez do MC Tubarão #5 apresentar problemas elétricos, e o Tango #1 sofrer a quebra da suspensão. Um forte acidente na Curva 1 ainda afastou definitivamente o MP01 #27, ao redor das 10 horas da manhã deste domingo, enquanto a equipe fazia uma corrida alucinante de recuperação, felizmente apenas com prejuízos materiais e fim de prova.
 
Nas classes de Turismo, brilhante prova da Maserati #111 de Cato Belleza/ Vilsinho Jr./ Jeffy Puhl/ Odilon Menezes e Paulo Rutzen, com o segundo posto na classificação geral. A vitória consagra além da competência da equipe o piloto Cato Belleza, que comemora 40 anos de participações em 12 Horas, sua primeira foi a edição de 1972. Na classe V, para carros nacionais, fantástica vitória do VW Gol #122 da equipe Pole, dos pilotos Ike Halmschleger/ Reinaldo Halmschleger/ Rodrigo Bonora e Franco Daver, com a 5ª posição na geral, seguidos de outro classe V - o Corsa da Kratina Racing, dos pilotos Fernando Nosé/ Fernando Trennephol/ Claudiomir Spagnol.
 
Agora, o desejo das equipes é que venha a temporada 2013 e mais uma edição das 12 Horas de Tarumã.

Resultado Final
 
Pos        Nº                          Piloto(s)                                                           Carro
1        10          P.Ventura/J.Cardoso/F.Toledo/G.Martins/C.Almeida MXR 
2        111        C.Belleza/V.Jr/P.Rutzen/O.Menezes/J.Puhl Maserati
3          9           R.Kreuz/R.Kreuz/J.Kreuz/J.Batista MXR
4          3            C.Crestani/F.Mello             Maserati
5          122        Halmenschlager´s/R.Bonora/F.Daver Gol
6          12          F.Nose/F.Trennepohl/C.Spagnol Corsa
7          5            G.Andrade/P.Castro/B.Justo/J.Andrade MC Tubarão
8          143        P.Machado/M.Voges/R.Tissot Opala
9          11          A.Diehl/G.Dal'Bosco Gol
10        1            F.Roso/V.Roso/F.Stédile/C.Ricci Tango
11        25          N.Faustini/E.Ferreira/R.Garcia Montana V8
12        19          V.Daudt/F.Poeta/D.Rosa/M.Stumpf/C.Kray Lamborghini Gallardo         
13        27          R.Machado/S.Pereira/C.Pereira MP01 Nissan
14        30          R.Dilser/R.Constantino/R.Castro Línea Turbo
15        113        R.Muller/G.Matzenbacher/C.Schwartz Gol
16        51          E.Postal/I.Eberle/T.Junior             Logus
17        28          J.Moro/P.Hoerlle/C.Castro/M.Castro MXR
18        77          A.Lima/F.Baretta/R.Tardivo  Gol
19        50          A.Cipriani/A.Rossi/E.Azevedo Volvo C30
20        21          L.Cardoso/L.Junior/J.Cardoso/V.Zanbon             Gol
21        7            D.Scarton/I.Silveira/C.Ricci Spyder
22        110        J.Migliavacca/N.Migliavacca/S.Cardoso Maserati
23        78          E.Narciso/J.Bastos/H.Ott             Stilo
24        96          H.Kohl/M.Veloce/E.Santo/N.Teixeira/R.Xavier           MCR
25        4            F.Bertuol/J.Salton/D.Marini MXR 
26        18          F.Poeta/G.Bianchesi/R.Sandoval/A.Silveira Ferrari F430
27        31          P.Fontes/M.Prado/J.Fontes             Fusca 
28        88          Ricardo Terres Gol                
29        177        D.Elias/R.Apolo Gol             
30        2            Sandro Loff             Spyder           
31        55          Wagner Santos Chevette        
32        22          J.Machado/C.Andrade/V.Steyer BMW M3
33        81          Niltão Amaral Passat
34        913        M.Tercetti/C.Barros/R.Gargiulo Spyder
35        89          R.Stumpf/J.Frigeri/E.Rodrigues Spyder
36        54         Pedro Avila             Corsa 
37        8            M.Soares/A.Soares Spyder
38        46          J.Santana/V.Genz/G.Bianchessi/R.Sandoval MCR P1
Melhor Volta: J.Moro/P.Hoerlle/C.Castro/M.Castro-I -1 (28), 1:01.171 (média de: 178,84 Km/h) na 165ª volta  


Texto: Erlon Radl - Assessoria Federação Gaúcha de Automobilismo
Foto: Niltão Amaral

Matheus Leist dominou amplamente e consagra-se campeão do Grande Prêmio RBC

Gaúcho comemora também o vice do irmão na Super Cadete e foca estreia nas 500 Milhas Beto Carrero
Depois de diversas vezes ter chegado muito próximo, o gaúcho Matheus Leist (TMA Competições) conquistou neste domingo (9) em São Paulo, no Kartódromo de Interlagos, um título de renome nacional, o Grande Prêmio RBC. A competição reunia pilotos classificados ao longo de toda a temporada e oferecia uma das maiores premiações do kartismo brasileiro.

"Desta vez bateu na trave e entrou", brinca Matheus, que já sagrou-se vice-campeão brasileiro e na última Copa das Federações foi um dos principais destaques. "Sempre estive muito perto, mas um probleminha ou outro acabava atrapalhando. Desta vez deu tudo certo", disse o piloto, aliviado e satisfeito.

A vaga de Matheus Leist no GP RBC veio no sábado, quando ele fez boas apresentações na última rodada da Copa São Paulo Light e terminou em segundo depois de ter feito a pole position na categoria Júnior. A 10ª etapa foi realizada em rodada dupla e Leist caiu para 10º na largada da primeira bateria, mas recuperou-se e terminou em 6º, posição em que largaria na segunda prova do dia, esta vencida pelo piloto de Novo Hamburgo (RS).

No dia seguinte ele não deu chances a ninguém e foi soberano no Grande Prêmio RBC. Matheus Leist fez a pole e ganhou as duas baterias (pré-final e final) da programação de ponta a ponta, conquistando assim o título da competição e os prêmios oferecidos à categoria, um chassi Birel, um macacão e luvas homologadas da Corsa e um gabarito de chassis da Aquiles Lineup. "Foi para ‘lavar a alma’, porque eu estava precisando de um resultado como este para confirmar a temporada muito produtiva e positiva que tivemos este ano", salienta Matheus Leist.

Arthur Leist, por sua vez, disputou no sábado a última rodada do Light e visava conquistar o título da categoria Super Cadete. E ele fez a sua parte. Largando em segundo, "Tuio" venceu as duas baterias e foi o primeiro colocado na etapa, mas o título não veio. "O Arthur ficou com o vice em uma bela campanha em que não participou de uma etapa, mas mesmo assim obteve um resultado extremamente positivo", salienta José Carlos Spier, o Nico, responsável pela logística dos irmãos.

Classificado anteriormente ao GP RBC, Arthur Leist (TMA Competições) largou em terceiro e nas duas baterias (pré-final e final) foi o segundo colocado. "Na última volta da Final eu ainda tentei assumir a liderança e vencer, o que me daria o título do GP, mas não foi possível", lembra Arthur. "Mas foi um ótimo final de semana para mim, estou muito contente", completa.

Praticamente no final da temporada - de ótimos resultados e muito aprendizado - os irmãos Arthur e Matheus Leist têm um agradecimento especial a fazer. "Queremos agradecer a nossa equipe, a MZ Racing, e seus integrantes, e também à RBC Preparações e à Techspeed pelo ótimo ano que tivemos", dizem. "Em 2013 estaremos todos juntos mais uma vez", finalizam Arthur e Matheus Leist, que na próxima temporada estrearão em nova categoria, Júnior Menor e Graduados, respectivamente, e que têm como "coach" o também gaúcho Dudu Dieter, igualmente campeão do GP RBC na categoria Sênior A.

No próximo final de semana Matheus Leist terá seu último compromisso na temporada, quando integrará a equipe oficial da Techspeed nas 500 Milhas do Beto Carrero, a ser disputada em Penha (SC).


Texto: KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer
Foto: Luiz Pinheiro

Copa Classic: Leovaldo Petry leva a etapa final


Com 33 carros no grid, categoria deu show em Tarumã
 
Antecipando a festa que seria as 12 Horas de Tarumã a Copa Classic fez sua preliminar no final da tarde do último sábado (08). Quem levou a melhor foi Leovaldo Petry, que venceu a etapa com seu Maverick de mais de 400cv. Mas a vitória de Leovaldo não foi fácil, primeiro enfrentou carros que lideraram a prova, como o Fusca Hot de Tonho Sala, o Fiat 147 de Rogério Franz, o Ford Escort de Edson Serdeira e Luciano Marx, além do Opala de Rodyvan Möller.
 
A etapa foi a decisão da categoria, que agora terá seu campeões das diferentes categorias homologados para receberem a premiação na festa do próximo dia 14, organizada pela Federação Gaúcha de Automobilismo.
 
Abaixo, o resultado completo da Copa Classic:

1 302 Leovaldo Petry Fl2 Maverick Mecanica Overboost Ivoti
2  32 Edison Serdeira/ Luciano Marx FL2 Escort São Leopoldo
3  36 Nereu Rebechi FL1 Passat Taquara
4 147 Rogerio Franz FL1 Fiat Mecanica Guime / Cia do Carro Porto Alegre
5   8 Niltão Amaral FL1 Passat Mecanica Sabia / MK Centro Automotivo Porto Alegre
6  31 Paulo Fontes / José Fontes Fl1 Fusca Porto Alegre
7  42 Daniel Oliveira Copa Fusca Auto System Porto Alegre
8  27 Jair Régio Copa Fusca Porto Alegre
9  77 Fabio Micarone FL1 Chevette Ze pneus / Auto Past Porto Alegre
10  2 Rogério Baretta Xavier Copa Fusca Viamão
11 20 Vanderlei Pires Copa Fusca Porto Alegre
12 51 Emerson Trindade / Rodrigo Ricciardi B Passat Serve Jatos / Braulio Pneus Porto Alegre
13 69 Fernando Brock B Mini Cooper Novo Hamburgo
14 16 Sérgio Aguinsky/Celso Ferlauto C Puma Porto Alegre
15 88 Teodoro Janusz A DKW Porto Alegre
16 55 Jorge Flores / Neni Fornari C Fusca Viamão
17 73 Moises Rosemberg FL1 Puma Carazinho
18 18 Dagoberto Moraes Jr B Chevette Itajai / SC
19 12 Thadeu Enzweiler B Fiat 147 Ivoti
20 70 Luciano Fossa FL1 Fusca Porto Alegre
21  6 Rodivan Moller FL2 Opala Gravatai
22 66 Giuliano Makowski FL2 Opala Porto Alegre
23 913 Carlão Barros FL1 Passat São Paulo
24 221 Noli Ferreira/ Sergio Rocha Copa Fusca Breads/ Paglitur Gravatai/ Porto Alegre
25 13 Tonho Sala FL Fusca Santa Maria
26  7 Gaston Martinez FL2 Opala Porto Alegre
27 58 Diego Mariante Fl1 Passat Roth Car Mecanica / Michel Motors Porto Alegre
28 22 Romaldo Souza FL2 Opala Porto Alegre
29  1 Carlos Eugenio Leonardo A Carreteira Algaier / Miura / D'italia Porto Alegre
30 47 Jorge Luis Krug C Passat Hot Car Mecanica Porto Alegre
31 99 Eduardo Santos Neves B Brasilia Porto Alegre
32 112 Carlos Guizzo Fusca Caxias do Sul
33 10 Renato Schutz Lopes A DKW Gravatai


Fonte: Automobilismo Online